Teleconferência de Resultados 
2T12
Sumário 
Eventos e Destaques do 2T12 Pág. 3 
Aumento de Capital Pág. 4 
Destaques Financeiros do 2T12 Pág. 5 
Diversificaç...
Eventos e Destaques do 2T12 
Aumento de capital de aproximadamente R$ 155,0 milhões. O aumento se dará a partir da execuçã...
Aumento de Capital 
O PINE sente-se honrado pela confiança e parceria do DEG no anúncio de mais uma operação e dá as 
boas...
Destaques Financeiros do 2T12 
Os principais indicadores continuaram a apresentar desempenho positivo no período... 
R$ Mi...
Diversificação de Produtos e Receitas 
... com contribuição de todas as linhas de negócios, fruto da estratégia de atendim...
Carteira de Crédito1 
A carteira manteve constante crescimento, +2,4% no trimestre e +18,6% em doze meses... 
R$ Milhões 
...
Perfil da Carteira de Crédito 
...evoluindo de forma diversificada... 
Carteira de Crédito por Setor Carteira de Crédito p...
Qualidade da Carteira de Crédito 
...com qualidade, garantias e adequada cobertura da carteira. 
Qualidade da Carteira de ...
Mesa para Clientes 
PINE é o primeiro player em termo de commodities para clientes1. 
Valor Nocional por Mercado de Atuaçã...
PINE Investimentos 
Criando novos valores para os clientes e otimizando o uso do capital do PINE. 
Volume Financeiro - Und...
Captação 
Fontes de captação diversificadas... 
R$ Milhões 
Trade Finance 
6.544 6.421 
753 
841 
6.933 
1.089 
6.248 
814...
Gestão de Ativos e Passivos 
...apresentando um gap positivo de 3 meses entre a carteira de crédito e as captações. 
Casam...
Basileia 
A Basileia encerrou o período em 15,9%. 
Tier II Tier I 
Capital Regulatório Mínimo (11%) 
3,9% 3,6% 3 6% 3 7% 
...
Guidance 2012 
O PINE está preparado para continuar crescendo com seus clientes, e reafirma seu Guidance para 2012. 
Guida...
Relações com Investidores 
Noberto N. Pinheiro Júnior 
CEO 
Susana Waldeck Norberto Zaiet Junior 
CFO / DRI COO 
Raquel Va...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Teleconferência de Resultados 2T12

114 visualizações

Publicada em

Teleconferência de Resultados 2T12

Publicada em: Economia e finanças
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
114
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
37
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Teleconferência de Resultados 2T12

  1. 1. Teleconferência de Resultados 2T12
  2. 2. Sumário Eventos e Destaques do 2T12 Pág. 3 Aumento de Capital Pág. 4 Destaques Financeiros do 2T12 Pág. 5 Diversificação de Produtos e Receitas Pág. 6 Carteira de Crédito Pág. 7 Perfil da Carteira de Crédito Pág. 8 Qualidade da Carteira de Crédito Pág. 9 Mesa para Clientes Pág. 10 PINE Investimentos Pág. 11 Captação Pág. 12 Gestão de Ativos e Passivos Pág. 13 Basileia Pág. 14 Guidance 2012 Pág. 15 Relações com Investidores | 2T12 | 2/16
  3. 3. Eventos e Destaques do 2T12 Aumento de capital de aproximadamente R$ 155,0 milhões. O aumento se dará a partir da execução, nesta data, de acordo de subscrição com o DEG, no valor de R$ 30,0 milhões, em paralelo ao aporte do acionista majoritário, no valor de R$ 93,7 milhões, e dos administradores, no montante de R$ 7,2 milhões. Além disso, a agência francesa Proparco aprovou, em principio, um investimento de até €10 milhões. Essas transações elevarão o Índice de Basileia a 17,5%, um aumento aproximado de 1,6 p.p., e estão sujeitas as aprovações dos órgãos reguladores e outras condições precedentes, como anunciado no fato relevante de hoje. Em abril, o PINE efetuou sua primeira oferta pública de Letras Financeiras, totalizando o montante de R$ 313,2 milhões, com prazo de dois anos. Balanço líquido, com alto patamar de caixa, no valor de R$1,4 bilhão, equivalente a 38% dos depósitos a prazo. Gap positivo de liquidez de 3 meses entre a carteira de crédito e a captação: 13 meses para o crédito ante 16 meses para a captação. O gap positivo é mantido há mais de 2 anos. Contribuições positivas de todas as linhas de negócios nas receitas do semestre: 58,4% de Crédito Corporativo, 19,8% da Mesa para Clientes, 11,5% da Tesouraria, e a PINE Investimentos que contribui com 10,3%, demonstrando sua recorrência. Classificado entre os 15 maiores bancos no ranking de derivativos da Cetip e o 1º em termo de commodities para clientes. 9 ª posição entre os maiores em crédito para grandes empresas empresas, 15 ª posição entre os maiores bancos do país em oferta de crédito para Pessoa Jurídica e 5ª posição em riqueza criada por empregado, segundo o ranking Maiores e Melhores da revista Exame. Relações com Investidores | 2T12 | 3/16
  4. 4. Aumento de Capital O PINE sente-se honrado pela confiança e parceria do DEG no anúncio de mais uma operação e dá as boas-vindas ao Proparco. O segundo investimento do DEG em equity de instituição financeira brasileira, ambos no PINE, e o primeiro do Proparco em uma instituição financeira na América Latina. Além da subscrição feita pelo DEG, de R$ 30,0 milhões, e pelo Proparco, de R$ 25,0 milhões, o aumento de capital conta com a participação do acionista controlador e dos administradores, em um total de R$ 100,8 milhões. Sumário Total de ~R$ 155 milhões Prêmio da Ação: 15% sobre a média de preço dos últimos 60 dias Total de Ações: 6.558.123 ações ordinárias e 4.352.590 ações preferenciais Índice de Basileia: para 17 5% 17,5%, sendo 14 5% 14,5% de Tier I e 3 0% 3,0% de Tier II As operações acima mencionadas fortalecem ainda mais a estrutura de capital do PINE, além de estreitar ainda mais o relacionamento com DEG e Proparco; e fazem com que o Banco possa continuar a expandir as suas atividades de forma sustentável. Após homologação pelo Banco Central, a estrutura acionária terá a seguinte composição: Com Aporte de Capital ON PN Total % Controlador 5 8.444.889 15.595.863 74.040.752 67,5% Administradores - 5.591.947 5.591.947 5,1% Free Float - 30.005.788 30.005.788 27,3% DEG - 5.005.068 5.005.068 4,6% Proparco - 1.750.700 1.750.700 1,6% Pessoas Físicas - 3.382.393 3.382.393 3,1% Institucionais Locais - 11.054.997 11.054.997 10,1% Estrangeiros - 8.812.630 8.812.630 8,0% Tesouraria - 125.000 125.000 0,1% Total 5 8.444.889 51.318.598 109.763.487 100% Relações com Investidores | 2T12 | 4/16
  5. 5. Destaques Financeiros do 2T12 Os principais indicadores continuaram a apresentar desempenho positivo no período... R$ Milhões Patrimônio Líquido 17,9% Carteira de Crédito1 18,6% Captação Total 17,5% 893 1.053 6.305 7.478 5 902 6 933 Jun 11 Jun 12 5.902 6.933 Jun 11 Jun 12 Jun -11 Jun -12 ROAE 1 4 LucroLíquido Jun-Jun-Índice de Cobertura Jun--1,4 p.p. 27,8% 1,3p.p. 2,7% 4,0% 36 46 17,3% 18,7% Jun -11 Jun -12 2T11 2T12 2T11 2T12 1 Inclui debêntures, CRIs, eurobonds e cotas de fundos Relações com Investidores | 2T12 | 5/16
  6. 6. Diversificação de Produtos e Receitas ... com contribuição de todas as linhas de negócios, fruto da estratégia de atendimento completo a clientes. Participação de Clientes com Mais de um Produto Índice de Produtos - Clientes com Mais de um Produto Mais de 1 produto 1 produto 2,9 60% 44% 38% 2,8 40% 56% 62% 2,6 Jun-10 Jun-11 Jun-12 Jun-10 Jun-11 Jun-12 Mix de Receitas 1S11 1S12 Crédito Corporativo 63,5% PINE Investimentos 5,5% T i PINE Investimentos 10,3% T i Crédito Tesouraria 3,3% Corporativo 58,4% Tesouraria 11,5% Mesa para Clientes 27,7% Mesa para Clientes 19,8% Relações com Investidores | 2T12 | 6/16
  7. 7. Carteira de Crédito1 A carteira manteve constante crescimento, +2,4% no trimestre e +18,6% em doze meses... R$ Milhões 7.300 7.478 782 765 782 1.021 1.154 Trade finance 5.773 5.823 6.314 6.732 6.935 1.022 1.117 1.372 1.534 1.687 1.684 1.599 827 883 821 722 569 547 622 Fiança 4.828 5.292 71 122 251 297 342 572 472 644 846 881 912 881 883 842 Repasses BNDES 2.792 3.251 3.358 3.132 3.126 3.300 3.286 3.370 3.332 Títulos Privados Jun-10 Set-10 Dez-10 Mar-11 Jun-11 Set-11 Dez-11 Mar-12 Jun-12 Capital de giro 1 Inclui debêntures, CRIs, eurobonds e cotas de fundos Relações com Investidores | 2T12 | 7/16
  8. 8. Perfil da Carteira de Crédito ...evoluindo de forma diversificada... Carteira de Crédito por Setor Carteira de Crédito por Região Centro-Oeste 11 % Norte 1% Açúcar e Álcool; 19% Processamento de Instituições Carne; 2% Telecomunicações 2% Outros; 9% Nordeste 7% C t ã Ci il ç Financeiras; 2% Química e Petroquímica; 3% Alimentos; 3% Sudeste 73% Sul 8% Construção Civil 10% Energia Elétrica e Metalurgia; 3% Bebidas e Fumo; 4% Veículos e Peças; 4% Renovável; 9% Agricultura; 9% Infra Estrutura; 7% Especializados; 4% Comércio Exterior; 5% Serviços Transportes e Logística; 5% ; Relações com Investidores | 2T12 | 8/16
  9. 9. Qualidade da Carteira de Crédito ...com qualidade, garantias e adequada cobertura da carteira. Qualidade da Carteira de Crédito Non Performing Loans > 90 dias 0,7% 0,7% 0 6% Contrato em Atraso Parcelas em Atraso B 36,9% 30 de junho de 2012 0,5% 0,5% 0,6% 0,3% 0,3% 0 3% C 10 9% 0,2% , , 0,2% 0,3% AA-A 48 1% 10,9% D-E 1,8% F-H 2,3% Jun-11 Set-11 Dez-11 Mar-12 Jun-12 Índice de Cobertura Garantias +1 3 p p Alienação 48,1% Fiduciária de Produtos 46% Fiança 2% Aplicações 1,3 p.p. +0,4 p.p. Financeiras 3% 2,7% 3,6% 4,0% Recebíveis 26% Alienação Fiduciária de Imóveis 23% Jun -11 Mar-12 Jun-12 Relações com Investidores | 2T12 | 9/16
  10. 10. Mesa para Clientes PINE é o primeiro player em termo de commodities para clientes1. Valor Nocional por Mercado de Atuação Valor Nocional e Risco de Crédito de Contraparte (MtM) 30 de junho de 2012 R$ Milhões 597 Valor Nocional MtM Juros MtM Estressado 178 256 224 358 354 354 24% Moeda 60% 84 157 126 3.457 3.709 3.712 4.287 4.720 Commodities 16% Jun-11 Set-11 Dez-11 Mar-12 Jun-12 Segmentos de Mercado Perfil da Carteira Juros: Pré-fixado Flutuante Inflação Libor Cenário em 30 de Junho: Duration: 249 dias MtM: R$ 256 milhões fixado, Flutuante, Inflação, Moedas: Dólar, Euro, Iene, Libra, Dólar Canadense, Dólar Australiano Cenário de Estresse (Dólar: +31% e Preço Commodities: -30%): MtM Estressado: R$ 597 milhões Commodities: Açúcar, Soja (Grãos, Farinha e Óleo), Milho, Algodão, Metais, Energia 1 Fonte: Cetip, Junho 2012 Relações com Investidores | 2T12 | 10/16
  11. 11. PINE Investimentos Criando novos valores para os clientes e otimizando o uso do capital do PINE. Volume Financeiro - Underwriting Receitas R$ Milhões R$ Milhões 381 18 16 317 346 12 2T11 1T12 2T12 2T11 1T12 2T12 Operações Selecionadas R$ 540.000.000 M&A R$ 115.000.000 Project Finance R$ 25.000.000 Certificados de Recebíveis Imobiliários R$ 100.000.000 Notas Promissórias (ICVM 476) R$ 67.000.000 Notas Promissórias (ICVM 476) Assessor Exclusivo Assessor Exclusivo Coordenador Coordenador Coordenador Março, 2012 Maio, 2012 Maio, 2012 Maio, 2012 Junho, 2012 Relações com Investidores | 2T12 | 11/16
  12. 12. Captação Fontes de captação diversificadas... R$ Milhões Trade Finance 6.544 6.421 753 841 6.933 1.089 6.248 814 118 Private Placements 5.902 Multilaterais 160 194 21 282 185 33 267 310 353 276 205 237 246 233 234 295 247 256 281 291 553 200 194 - 829 898 867 867 868 813 151 166 158 155 84 86 250 125 405 413 377 435 596 Mercado de Capitais Internacional Mercado de Capitais Local 5.437 5.182 4.622 5.322 626 46 42 224 320 198 214 867 41 272 218 53 66 112 31 33 210 165 106 161 194 212 228 250 281 223 227 20-3 453 36 201 1 463 1 530 1.287 1.253 1.196 1.186 1.228 175 BNDES Depósitos à Vista 1.124 1.463 1.530 1.114 1.646 1.654 1 592 1.720 1.845 1.965 2.130 2.128 2.153 Depósitos a Prazo Interfinanceiros Dépositos a Prazo Pessoas Físicas 1.592 Dé i P Jun-10 Set-10 Dez-10 Mar-11 Jun-11 Set-11 Dez-11 Mar-12 Jun-12 Dépositos a Prazo Pessoas Jurídicas Déposito a Prazo de Institucionais Relações com Investidores | 2T12 | 12/16
  13. 13. Gestão de Ativos e Passivos ...apresentando um gap positivo de 3 meses entre a carteira de crédito e as captações. Casamento de Prazos Índice de Crédito sobre Captação Total CRÉDITO CAPTAÇÃO 82% 80% 76% 81% 76% BNDES BNDES Trade Finance Trade Finance Depósitos Capital de Giro, Títulos Privados1 e Caixa Letras Financeiras 1Inclui debêntures, CRIs, eurobonds e cotas de fundos Captações Externas Jun-11 Set-11 Dez-11 Mar-12 Jun-12 ALM Depósitos vs. Captação Total R$ Milhões 5.902 6.421 6.933 R$ Milhões 3 124 39% 41% 45% Outros 3.124 1.921 1 590 2.344 Crédito Captação 1.775 61% 59% 55% Depósitos Totais 1.642 402 1.590 1.056 Jun-11 Mar-12 Jun-12 - 33 94 135 Sem Vencimento Até 3 meses De 3 a 12 meses De 1 a 3 anos De 3 a 5 anos Acima de 5 anos Relações com Investidores | 2T12 | 13/16
  14. 14. Basileia A Basileia encerrou o período em 15,9%. Tier II Tier I Capital Regulatório Mínimo (11%) 3,9% 3,6% 3 6% 3 7% 4,5% 18,5% 18,4% 17,4% 17,1% 18,5% 19,6% 16,6% 16,4% 15,9% 17,5% , , 3,6% 3,7% 3,4% 4,2% 3,1% 3,3% 3,0% 14,6% 14,8% 13,8% 13,4% 13,2% 15,1% 14,3% 13,3% 12,6% 14,5% Jun -10 Set-10 Dez -10 Mar-11 Jun -11 Set-11 Dez -11 Mar-12 Jun -12 Com aumento de capital R$ milhões Basileia (% ) Tier I 1.055 12,6% Tier II 277 3,3% Total 1.331 15,9% Relações com Investidores | 2T12 | 14/16
  15. 15. Guidance 2012 O PINE está preparado para continuar crescendo com seus clientes, e reafirma seu Guidance para 2012. Guidance Carteira de Crédito Expandida 17% - 22% Despesas de Pessoal e Administrativas 8% - 12% Margem Financeira 5,5% - 7,5% ROAE 17% - 20% Relações com Investidores | 2T12 | 15/16
  16. 16. Relações com Investidores Noberto N. Pinheiro Júnior CEO Susana Waldeck Norberto Zaiet Junior CFO / DRI COO Raquel Varela Superintendente de Relações com Investidores Alejandra Hidalgo Gerente de Relações com Investidores Fone: +55-11-3372-5343 www.pine.com.br/ri ri@pine.com.br As afirmações contidas neste documento relacionadas a perspectivas sobre os negócios, projeções sobre resultados operacionais e financeiros e aquelas relacionadas a perspectivas de crescimento do PINE são meramente projeções e, como tais, são baseadas exclusivamente nas expectativas da administração sobre o futuro dos negócios. Essas expectativas dependem, substancialmente, das condições de mercado, do desempenho da economia brasileira e do setor (mudanças políticas e econômicas, volatilidade nas taxas de juros e câmbio, mudanças tecnológicas, inflação, desintermediação financeira, pressões competitivas sobre produtos e preços e mudanças na legislação tributária) e, portanto, sujeitas a mudanças sem aviso prévio. Relações com Investidores | 2T12 | 16/16

×