Banco múltiplo privado, focado e especializado no atendimento a empresas 
Resultados 
3T09
Sumário 
 Destaques 3 
 Balanço 4 
 Resultados 5 
 Carteira de Crédito 6 
 Carteira de Crédito – PF 7 
 Perfil das Empresa...
Destaques 
Diante de uma melhora gradual do ambiente econômico, o Banco PINE voltou a crescer sua carteira 
de crédito e s...
R$ milhões 
Balanço 
As operações de crédito em balanço apresentaram aumento de 8,8% no trimestre. 
Set-09 Jun-09 Set-08 
...
R$ milhares 
Resultados 
No trimestre, o resultado operacional cresceu 9,1%. 
3T09 2T09 3T08 
Resultado bruto da intermedi...
Carteira de Crédito 
Na carteira de empresas, as operações de capital de giro apresentaram crescimento de 15,7% no 
3T09. ...
Carteira do Consignado Originação vs. Cessão 
R$ milhões 
Carteira de Crédito - PF 
Redução da carteira de crédito do cons...
Perfil das Empresas 
87% das Empresas atendidas pelo Banco PINE possuem faturamento anual acima de R$ 150 milhões. 
Forte ...
Carteira de Crédito - Empresas 
O Banco PINE oferece completa gama de produtos de crédito, tanto em moeda local como em mo...
Qualidade da Carteira de Crédito 
Controle rígido da qualidade da carteira de Crédito. A cobertura da carteira de crédito ...
NPL - Histórico 
O índice de inadimplência manteve-se abaixo de 2%, mostrando seu pico em junho. 
Carteira D-H vencida/Car...
Captação 
O prazo médio de captação no 3T09 foi de 10 meses. 
Depósitos a Prazo + LCA (R$ Milhões) 
-4,6% 
22,7% 
147 
554...
Margem Financeira 
A Margem Financeira seria 0,8 p.p. maior no 3T09, desconsiderando-se o efeito de quitações 
antecipadas...
Prazo das Captações vs. Crédito 
Casamento dos prazos entre a carteira de crédito e a carteira de captação. 
De 1 a 3 anos...
Basiléia 
O Índice da Basiléia atingiu 17,2%, o que demonstra uma base confortável de capital. 
R$ Milhares 
Set-09 Jun-09...
Cenário Macroeconômico 
Desafio do novo cenário: crescimento econômico e patamares de juros abaixo dos históricos. 
Brasil...
Desafios do novo cenário: 
Queda da taxa de juros 
Consolidação do setor bancário 
Otimização do capital: 
Maior alavancag...
Cross-selling 
Estratégia para a criação de uma cultura de Cross-Selling. 
Posicionamento do nosso negócio: 
“Mais que ven...
Dividendos 
Nos 9M09, foi pago o valor total de R$ 60,0 milhões, entre dividendos e juros sobre capital próprio. 
R$ Milhõ...
Ações 
O múltiplo de Preço/Valor Patrimonial ficou em 1,10x em 6 de novembro. 
PINE4 
254% 
IBOVESPA 
72% 
6/11/09 
30/12/...
Relações com Investidores 
Clive Botelho 
Vice-Presidente de Finanças 
Nira Bessler 
Superintendente de Relações com Inves...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Teleconferência de Resultados 3T09

157 visualizações

Publicada em

Teleconferência de Resultados 3T09

Publicada em: Economia e finanças
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
157
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
22
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Teleconferência de Resultados 3T09

  1. 1. Banco múltiplo privado, focado e especializado no atendimento a empresas Resultados 3T09
  2. 2. Sumário Destaques 3 Balanço 4 Resultados 5 Carteira de Crédito 6 Carteira de Crédito – PF 7 Perfil das Empresas 8 Carteira de Crédito – Empresas 9 Qualidade da Carteira de Crédito 10 NPL – Histórico 11 Captação 12 Margem Financeira 13 Prazo das Captações vs. Crédito 14 Basiléia 15 Cenário Macroeconômico 16 Estratégias para o Novo Cenário 17 Cross-Selling 18 Dividendos 19 Ações 20 Relações com Investidores 21 Relações com Investidores | Resultados 3T09 2/21
  3. 3. Destaques Diante de uma melhora gradual do ambiente econômico, o Banco PINE voltou a crescer sua carteira de crédito e seus depósitos. 1,0% 1,7% 1,3% NON-PERFORMING LOANS -0,4 p.p. CARTEIRA DE CRÉDITO DE EMPRESAS (R$ Milhões) 3.534 0,7 p.p. 3.068 3.416 -13,2% 11,3% 2.148 1.917 2.302 DEPÓSITOS TOTAIS (R$ Milhões) -10,8% 20,1% Set-08 Jun-09 Set-09 Set-08 Jun-09 Set-09 Set-08 Jun-09 Set-09 17,1% ROAE ÍNDICE DE EFICIÊNCIA -2,3 p.p. 47,1% -6,0 p.p. 11,1% 11,3% 0,2 p.p. 3T08 2T09 3T09 44,8% 44,0% -0,8 p.p. 3T08 2T09 3T09 RESULTADO OPERACIONAL 50.935 (R$ Milhares) 34.502 37.639 9,1% -32,3% 3T08 2T09 3T09 Relações com Investidores | Resultados 3T09 3/21
  4. 4. R$ milhões Balanço As operações de crédito em balanço apresentaram aumento de 8,8% no trimestre. Set-09 Jun-09 Set-08 Ativo 7.200 6.275 4.741 Títulos e valores mobiliários e instrumentos financeiros derivativos 3.578 2.791 542 Operações de crédito 3.210 2.951 3.541 (-) Provisão para operações de crédito de liquidação duvidosa (105) (107) (71) Operações de crédito - líquido 3.105 2.844 3.470 Outros 517 640 729 Passivo 6.385 5.464 3.910 Depósitos 2.201 1.849 2.062 Captações no mercado aberto 2.585 1.915 37 Obrigações por empréstimos e repasses 718 769 576 Outros 881 931 1.235 Patrimônio líquido 815 811 831 Passivo + Patrimônio líquido 7.200 6.275 4.741 Relações com Investidores | Resultados 3T09 4/21
  5. 5. R$ milhares Resultados No trimestre, o resultado operacional cresceu 9,1%. 3T09 2T09 3T08 Resultado bruto da intermediação financeira 50.594 43.922 103.319 Receitas de prestação de serviços 21.678 29.498 3.892 Despesas de pessoal e administrativas (28.525) (30.021) (36.667) Comissões (873) (1.050) (5.335) Despesas tributárias (6.286) (7.716) (12.190) Outras receitas (despesas) operacionais 1.051 (131) (2.084) Resultado operacional 37.639 34.502 50.935 Resultado não-operacional (1) 886 (1.806) Resultado antes da tributação 37.638 35.388 49.129 Imposto de renda e contribuição social (9.566) (9.056) (10.667) Participações no resultado (6.004) (4.532) (5.033) Lucro líquido 22.068 21.800 33.429 ROAE Anualizado 11,3% 11,1% 17,1% Relações com Investidores | Resultados 3T09 5/21
  6. 6. Carteira de Crédito Na carteira de empresas, as operações de capital de giro apresentaram crescimento de 15,7% no 3T09. Carteira de Crédito Total (R$ Milhões) 4.885 3.922 4.113 -19,7% 4,9% Composição da Carteira Total 28% 22% 17% 72% 78% 83% Pessoa Física Empresas Set-08 Jun-09 Set-09 Set-08 Jun-09 Set-09 3.534 -13,2% 339 486 2.709 Mix da Carteira de Empresas (R$ Milhões) 3.068 292 836 11,3% 3.416 350 822 1.940 2.244 Set-08 Jun-09 Set-09 Fiança Repasses e Trade Finance Capital de Giro 1.351 129 217 1.005 Mix da Carteira de PF (R$ Milhões) 854 95 79 697 79 66 -18,4% 679 552 -36,8% Set-08 Jun-09 Set-09 Carteira adquirida Carteira própria Carteira cedida Relações com Investidores | Resultados 3T09 6/21
  7. 7. Carteira do Consignado Originação vs. Cessão R$ milhões Carteira de Crédito - PF Redução da carteira de crédito do consignado, desde o final de 2007. 80 Tri Ano 1.351 -18,4% 21 3 6 - - - 19 - - 3T08 4T08 1T09 2T09 3T09 Originação Cessão 129 217 1.005 854 95 79 679 697 79 66 552 -17,1% -17,4% -48,4% -18,6% -38,7% -69,7% 45,0% Set-08 Jun-09 Set-09 Carteira cedida Carteira própria Carteira adquirida Relações com Investidores | Resultados 3T09 7/21
  8. 8. Perfil das Empresas 87% das Empresas atendidas pelo Banco PINE possuem faturamento anual acima de R$ 150 milhões. Forte penetração no segmento de Upper Middle e Low Corporate (faturamento anual) Atuação nos principais setores da economia 19% 17% 13% Até R$ 150 milhões Veículos e Serviços Especializados 7% Energia Elétrica e Renovável 7% Agricultura 6% Construção Civil 6% 29% 22% 20% 28% 20% 30% 30% 35% 37% Mar-09 Jun-09 Set-09 R$ 150 a R$ 500 milhões R$ 500 milhões a R$ 1 bilhão R$ 1 bilhão Peças 11% Infra Estrutura Açúcar e Álcool 17% 15% Instituição Financeira 4% Transportes e Logística 3% Processamento de Carne 3% Alimentos 2% Materiais de Construção e Decoração 2% Metalurgia 1% Outros 16% Relações com Investidores | Resultados 3T09 8/21
  9. 9. Carteira de Crédito - Empresas O Banco PINE oferece completa gama de produtos de crédito, tanto em moeda local como em moeda estrangeira. 110% do saldo da carteira de crédito de Empresas está coberto por garantias. Carteira de Crédito por Produto Garantias Alienação Fiduciária de Produtos 22% Aplicações Financeiras 9% Câmbio 17% Financiamento em Moeda Estrangeira 3% Recebíveis 31% Alienação Fiduciária de Imóveis 10% Nota Promissória 24% Consignação 4% Capital de Giro 66% Repasses 2770 1% Fiança 10% Repasses do BNDES 3% Relações com Investidores | Resultados 3T09 9/21
  10. 10. Qualidade da Carteira de Crédito Controle rígido da qualidade da carteira de Crédito. A cobertura da carteira de crédito D-H foi de 100,2% em setembro. AA-C; 96,2% Jun-09 AA-C; 96,8% Set-09 A; 45,0% AA; 23,6% B; 24,7% C; 3,5% D-E; 1,1% F-H; 2,1% D-H; 3,8% D-H; 3,2% Relações com Investidores | Resultados 3T09 10/21
  11. 11. NPL - Histórico O índice de inadimplência manteve-se abaixo de 2%, mostrando seu pico em junho. Carteira D-H vencida/Carteira total 1,95% 1,69% 0,00% 0,30% 0,91% 0,11% 0,65% 0,96% 1,00% 0,60% 0,90% 1,28% 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 Jun/09 Set/09 Desvalorização do Real Nasdaq WTC Eleições Brasileiras Crise de Liquidez do Banco Santos Crise Financeira Global Relações com Investidores | Resultados 3T09 11/21
  12. 12. Captação O prazo médio de captação no 3T09 foi de 10 meses. Depósitos a Prazo + LCA (R$ Milhões) -4,6% 22,7% 147 554 Mix de Captação (R$ Milhões) 3.672 3.848 142 4.283 -14,3 4,8% % 1.841 1.756 2.154 Set-08 Jun-09 Set-09 429 1.005 128 275 306 642 679 2.148 1.917 576 553 2.302 Set-08 Jun-09 Set-09 Obrigação por repasses Recursos, aceites e emissão de títulos Trade Finance / Cayman Cessão de Crédito Depósitos Totais Relações com Investidores | Resultados 3T09 12/21
  13. 13. Margem Financeira A Margem Financeira seria 0,8 p.p. maior no 3T09, desconsiderando-se o efeito de quitações antecipadas do consignado. 3T09 9M09 Margem antes de PDD (excluindo repo) 7,1% 7,4% 0,1 p.p. 7,0% 7,1% 2T09 3T09 Principais fatores que influenciaram a margem financeira no 3T09 • Desalavancagem da carteira de crédito, especialmente entre setembro e março, devido à crise financeira internacional; • Foco, no período, em empresas de grande porte; • Ausência de cessões de crédito; • Absorção de despesas de quitações antecipadas de crédito consignado; • Redução da taxa básica de juros no 3T09, impactando o rendimento do capital livre em 0,1 p.p. Relações com Investidores | Resultados 3T09 13/21
  14. 14. Prazo das Captações vs. Crédito Casamento dos prazos entre a carteira de crédito e a carteira de captação. De 1 a 3 anos 29,8% De 3 a 5 anos 0,0% Crédito + Caixa Sem Vencimento 1,5% De 1 a 3 anos 24,9% De 3 a 5 anos 2,0% Acima de 5 anos 8,0% Captação(1) De 3 a 12 meses 41,5% (1) Não considera o Patrimônio Líquido Até 3 meses (inclui Caixa) 35,7% De 3 a 12 meses 34,5% Até 3 meses 22,1% Relações com Investidores | Resultados 3T09 14/21
  15. 15. Basiléia O Índice da Basiléia atingiu 17,2%, o que demonstra uma base confortável de capital. R$ Milhares Set-09 Jun-09 Set-08 Risco de Crédito 476.962 4 39.474 5 89.394 Risco Cambial - - 3.456 Risco de Taxa de Juros 13.070 13.719 4.563 Classificação em negociação 2.007 886 - Risco Operacional 57.255 34.150 - Patrimônio de Referência Exigido 549.294 488.229 597.413 Patrimônio de Referência Para Limite 859.712 858.344 847.879 Índice da Basiléia 17,22% 19,34% 15,61% Relações com Investidores | Resultados 3T09 15/21
  16. 16. Cenário Macroeconômico Desafio do novo cenário: crescimento econômico e patamares de juros abaixo dos históricos. Brasil: Principais Indicadores Econômicos - Banco Pine INDICADORES ECONOMICOS (cenário base: 75% prob.) 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009F 20102F011-15 (F) Taxa de crescimento do PIB Real (%) 2,7% 1,1% 5,7% 3,2% 4,0% 5,4% 5,1% 0,2% 4,8% 4,7% R$:US$ final de período (nominal) 3,54 2,91 2,67 2,34 2,14 1,79 2,40 1,70 1,63 1,47 R$:US$ média (nominal) 2,99 3,06 2,92 2,44 2,18 1,95 1,84 1,99 1,79 1,54 BR inflação (IPC / IPCA) 12,5% 9,3% 7,6% 5,7% 3,1% 4,5% 5,9% 4,3% 4,7% 4,5% BR inflação (IGP-M) 25,3% 8,7% 12,5% 1,3% 3,8% 7,7% 9,8% -1,5% 5,6% 6,5% BR taxa de juros (Selic, fim de período) 25,0% 16,5% 17,8% 18,00% 13,25% 11,25% 13,75% 8,75% 11,75% 10,50% BR taxa de juros (Selic, média) 19,5% 23,1% 16,4% 19,15% 15,06% 11,98% 12,54% 9,92% 10,23% 11,13% Dívida externa total (US$bn) 196,0 200,0 185,0 154,0 156,0 166,0 170,0 169,9 174,5 188,0 Privada (US$bn) 85,0 80,0 70,0 66,0 80,0 96,0 103,0 105,6 114,0 131,1 Pública (US$bn) 111,0 120,0 115,0 88,0 76,0 70,0 67,0 64,3 60,5 56,8 Reservas externas (US$bn) 38,0 49,0 53,0 54,0 86,0 180,0 207,0 250,0 322,0 502,0 Dívida externa total (% das reservas) 516% 408% 349% 285% 181% 92% 82% 68% 54% 37% Privada (% das reservas) 224% 163% 132% 122% 93% 53% 50% 42% 35% 26% Pública (% das reservas) 292% 245% 217% 163% 88% 39% 32% 26% 19% 11% Saldo comercial (US$bn) 13,2 24,8 33,8 44,8 46,2 40,0 25,0 33,0 21,5 15,0 Conta corrente (US$bn) -7,6 4,2 11,7 14,0 13,6 1,5 -35,0 -12,0 -25,0 -35,0 Conta corrente (% do PIB) -1,5% 0,8% 1,8% 1,6% 1,3% 0,1% -3,1% -1,2% -2,1% -2,6% Superávit primário (% do PIB) 3,5% 3,9% 4,2% 4,4% 3,9% 4,0% 4,3% 1,5% 2,0% 3,3% Dívida líquida do setor público/PIB 55,5% 57,2% 51,8% 51,5% 45,0% 42,7% 37,0% 42,5% 39,0% 36,0% Risco Brasil (pb, fim de período) 1.439 463 383 311 194 221 450 200 150 80 Relações com Investidores | Resultados 3T09 16/21
  17. 17. Desafios do novo cenário: Queda da taxa de juros Consolidação do setor bancário Otimização do capital: Maior alavancagem Cross-selling: Maior penetração de produtos por cliente Empréstimos Corporativos Mútuo Câmbio/Comércio Exterior Exportação ACC/ACE Repasses FINAME Automático Fianças Licitação Concorrência Tesouraria Moedas Juros Investimentos Moeda Local CDB/ RDB PINE Investimentos Assessoria Financeira Estratégias para o Novo Cenário Crescimento criterioso da carteira e oportunidades de Cross-Selling. Conta Garantida Desconto Compror/Vendor Cobrança Vinculada Carta de Crédito Cobrança Documentária Pré–pagamento Importação Carta de Crédito Pagam. Antecipado Cobrança Documentária Câmbio Pronto Emp. e Invest. em Moeda Estrangeira 2770 Empréstimo Externo Investimento Externo Fabricante Agrícola Outros EXIM Pré-Embarque Pré-Embarque Especial Pós-Embarque BNDES Automático FINEM Performance Crédito/Financeira Commodities Equities Índices Assessoria Macro Títulos Públicos FIDC CDI LCA Fundos de Crédito Moeda Estrangeira CD - Certificate of Deposit Demand Deposit Accounts Eurobonds Conta de Custódia Money Market Accounts Time Deposit Private Equity Assessoria Estratégica Fusões e Aquisições Underwriting e Sindicalização de Credito Private Equity Fundos de Crédito Relações com Investidores | Resultados 3T09 17/21
  18. 18. Cross-selling Estratégia para a criação de uma cultura de Cross-Selling. Posicionamento do nosso negócio: “Mais que vender produtos, é compreender as necessidades de nossos clientes para oferecer soluções de negócios e elevar o relacionamento” Seleção do Cliente AAnnáálliissee Análise ddoo do Negócio Compartilhamento de Informações Estratégia de Visitas Realização das visitas Planejamento das ações e execuções Análise das Informações Oferta ao Cliente Relações com Investidores | Resultados 3T09 18/21
  19. 19. Dividendos Nos 9M09, foi pago o valor total de R$ 60,0 milhões, entre dividendos e juros sobre capital próprio. R$ Milhões R$ Valor Bruto Valor Total Valor por Ação 1T09 25,0 0,2955 2T09 20,0 0,2391 3T09 15,0 0,1800 Total distribuído nos 9M09 60,0 0,7146 R$ milhões 37,2 60,0 61,3% 9M08 9M09 Relações com Investidores | Resultados 3T09 19/21
  20. 20. Ações O múltiplo de Preço/Valor Patrimonial ficou em 1,10x em 6 de novembro. PINE4 254% IBOVESPA 72% 6/11/09 30/12/08 30/01/09 02/03/09 02/04/09 03/05/09 03/06/09 04/07/09 04/08/09 04/09/09 05/10/09 05/11/09 Relações com Investidores | Resultados 3T09 20/21
  21. 21. Relações com Investidores Clive Botelho Vice-Presidente de Finanças Nira Bessler Superintendente de Relações com Investidores Alejandra Hidalgo Analista de Relações com Investidores Fone: +55-11-3372-5553 / 5552 www.bancopine.com.br/ri ri@bancopine.com.br As afirmações contidas neste documento relacionadas a perspectivas sobre os negócios, projeções sobre resultados operacionais e financeiros e aquelas relacionadas a perspectivas de crescimento do PINE são meramente projeções e, como tais, são baseadas exclusivamente nas expectativas da administração sobre o futuro dos negócios. Essas expectativas dependem, substancialmente, das condições de mercado, do desempenho da economia brasileira e do setor (mudanças políticas e econômicas, volatilidade nas taxas de juros e câmbio, mudanças tecnológicas, inflação, desintermediação financeira, pressões competitivas sobre produtos e preços e mudanças na legislação tributária) e, portanto, sujeitas a mudanças sem aviso prévio. Relações com Investidores | Resultados 3T09 21/21

×