Interação não garante colaboração!

483 visualizações

Publicada em

Palestra para discutir que os ambientes de interação e discussão, tais como fórum de discussão ou bate-papo, nem sempre promovem a colaboração entre os estudantes. Pode ocorrer uma conversação burocrática, ou mesmo o professor se tornar o centro da conversação.

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
483
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
19
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • E por que pesquisar a evolução dos meios de conversação da internet? Porque eles são parte importante das nossas vidas. Utilizamos tanto sistemas como Facebook, WhatsApp, Gmail, Skype, Twitter, dentre outros que a sensação é de sermos usados por eles.
    Esta sensação não havia há 15, 20 anos. Para se comunicar à distância utilizávamos meios como correio postal ou telefonia fixa, com diversas limitações quanto ao tempo de resposta e diversidade de locais e momentos em que podem ser usados. Hoje trocamos mensagens por redes sociais, enviamos mensagens de email para colega de trabalho, conversamos à distância por vídeo, enviamos recados por telefones celulares, comentamos postagens em um blog ou no Twitter. Nossa sociedade em rede é conectada de tal forma que conseguimos conversar com multidões sem intermediários, utilizando por exemplo um sistema como o Twitter. Compreender a evolução da conversação na Internet é importante também porque no Brasil esta é a atividade mais exercida pelos internautas e aquela com maior dedicação de tempo. A ausência desta compreensão acarreta em discursos criacionistas, que conferem a um desenvolvedor solitário a paternidade de uma tecnologia, ignorando as influências no seu projeto, característica da perspectiva evolucionista. Para realizar uma sistematização do conhecimento sobre essa evolução partimos de uma analogia com a evolução dos seres vivos, trazendo as questões fundamentais utilizadas para consolidar o conhecimento nesta outra área para o estudo da evolução da conversação na internet.
  • Discutir com a turma: o que é o Ciberespaço?
    Mesmo que ninguém saiba definir, pedir para olhar para figura e tentar deduzir. Quais os conceitos que a figura está passando sobre o ciberespaço?
    Discutir as características do ciberespaço... Debater com a turma:
    Viver no ciberespaço é chato?
    O que muda? Quais as características desse novo espaço de convivência?

    Cada sistema colaborativo constitui um ciberespaço específico. Quem projeta e desenvolve sistemas colaborativos tem o poder de criar novas formas de trabalho e interação social, novos palcos para a convivência humana. É por isso que não basta mais conhecer bits e bytes, não é mais suficiente saber engenhar um software, é preciso entender também de gente, conhecer as características e necessidades do novo ser humano digital e as novas formas de trabalho e organização social.
  • Interação não garante colaboração!

    1. 1. INTERAÇÃO NÃO GARANTE COLABORAÇÃO: o potencial da EAD em tempos de Mídias Sociais e Cibercultura Pimentel (UNIRIO) – jul.2015 https://www.facebook.com/pimentel.mariano pimentel@uniriotec.br no fórum, no bate-papo
    2. 2. ...Contexto de onde falo: • Professor-coordenador “Informática em Educação” – Licenciatura em Pedagogia a Distância - UNIRIO/CEDERJ/UAB • 18 polos, 20 tutores, 300 alunos/semestre • Moodle, Facebook, Instagram, WhatsApp, Google Drive • Aprendizagem colaborativa e baseada em projetos • Pesquisador de Sistemas de Informação: Colaboração e Mídias Sociais Sistemas Colaborativos (2011) *Prêmio Jabuti Do email ao facebook (2014)
    3. 3. Sistemas Colaborativos, Web Social, Web 2.0: -> postar, curtir, comentar, compartilhar, seguir, ser amigo, se relacionar!
    4. 4. Computador como meio de conversação www.amazon.com.br
    5. 5. CIBERCULTURA Ciberespaço como lugar de convivência e prática de cultura
    6. 6. Ciberespaço = infraestrutura e sistemas Cibercultura = cultura contemporânea mediada pelas tecnologias digitais em rede
    7. 7. Ciberespaço e Cibercultura “O termo [ciberespaço] especifica não apenas a infraestrutura material da comunicação digital, mas também o universo oceânico de informação que ela abriga, assim como os seres humanos que navegam e alimentam esse universo. Quanto ao neologismo ‘cibercultura’, especifica aqui o conjunto de técnicas (materiais e intelectuais), de práticas, de atitudes, de modos de pensamento e de valores que se desenvolvem juntamente com o crescimento do ciberespaço” (LÉVY, 1999, p. 17). Cibercultura e Sistemas de Informação
    8. 8. Revolução: sociedade em rede Sociedade em rede Sociedade industrial Sociedade Agrícola Sociedade da caça-e-coleta Homem sábio Homem ereto Homem hábil Primata Homem digital técnica do cultivo energia a vapor e elétrica computadores em rede
    9. 9. EAD e os meios de comunicação Educação por correspondência material impresso e correio Tele-educação telefone, rádio, cassete, televisão e vídeo Educação online computadores conectados em rede aula tradicional, unidirecional, assimilação aula interativa, bidirecional, co-autoral colaborativa / 26 9
    10. 10. EAD: tendência de ensino-superior? Evolução do número de matrículas por modalidade de ensino no Brasil 2001-2010 Fonte: CensoEAD.br, 2010 Fonte: Educação em Foco – Outubro de 2012 Publicação do Instituto de Pesquisas e Administração da Educação ...em 2012 15% / 26
    11. 11. Contradição da EAD: livros e conteúdos, mas interação nem tanto... 87% usam livro, 72% usam AVAs A mídia mais utilizada para cursos a distância ainda é o material impresso: 87,3% das instituições o utilizam (Tabela 2.31), seguido pelo e-learning (71,5%) e pelo vídeo (51,7%). Ao contrário do que se poderia esperar, até mesmo as instituições que possuem grande número de alunos em pólos educacionais utilizam com grande freqüência a mídia impressa (usada por 91% das instituições que possuem pólos). Detalhe relevante é que estas que utilizam pólos e mídias impressas educam 93% de todos os alunos das instituições que responderam a essa questão.” (CensoEAD.br, 2010)
    12. 12. Recursos mais utilizados do AVA (Moodle): fórum e email(21%), atividades (19%) e bate-papo (18%) Fonte: CensoEAD.br, ABED, 2013
    13. 13. Evasão: falta de adaptação à metodologia Fonte: CensoEAD.br, ABED, 2013 Metodologia ainda predominantemente conteudista, comportamentalista, aluno assimila conteúdo...!
    14. 14. Online e interação NÃO garantem colaboração! Fórum de Discussão Exposição de Conteúdos Ensino Tradicional Aprendizagem Colaborativa ALERTA: até o BATE-PAPO, que é interativo, pode estar centrado no professor (transmissão de conteúdo)
    15. 15. Educação e Interação/Interatividade *Sala de Aula Interativa (Marco Silva, 2000) e Interação Mediada por Computador (Alex Primo, 2007)
    16. 16. Interação-reativa vs colaboração Computador como “máquina de ensinar”: • Vídeo-aulas (Khan-Academy) • Conteúdos-Exercícios (DuoLingo) • Tutoriais Computador como “meio de Interação e colaboração”: • Discussão (Fórum, Bate-papo) • Redes Sociais (Facebook) • Escrita colaborativa (Wiki) Interação-REATIVA Colaboração (interatividade, interação-mútua)
    17. 17. Educação Conteudista vs Colaborativa / 26 17 Ensino Conteudista Aprendizagem Colaborativa Estudo isolado Estudo em grupo Professor – autoridade Professor – facilitador, coordenador Aprendizagem passiva, reativa Aprendizagem ativa, investigativa Conteúdos para a memorização de informações Projetos e Discussão para a construção social de conhecimento Avaliação: pontual, somativa e realizada pelo professor Avaliação: contínua, formativa e realizada colaborativamente Carteiras voltadas para professor Ambientes interativos* *Interação não garante colaboração!
    18. 18. Teóricos do socio-interacionismo *Sala de Aula Interativa <http://sistemas3.sead.ufscar.br/ojs/Apresentacao_SIED_EnPED_Marco%20Silva.pdf> educação autêntica: autonomia, diversidade, dialógica e democracia "Ninguém educa ninguém, ninguém educa a si mesmo, os homens se educam entre si mediatizados pelo mundo.“ Vygotsky Zona de desenvolvimento proximal, que se relaciona com a diferença entre o que a criança consegue realizar sozinha e aquilo que, embora não consiga realizar sozinha, é capaz de aprender e fazer com a ajuda de uma pessoa mais experiente (adulto, criança mais velha ou com maior facilidade de aprendizado, etc.). PauloFreire Anísio Teixeira John Dewey Célestin Freinet
    19. 19. Críticos da pedagogia da transmissão Paulo Freire Pierre Lévy Martín-Barbero "Ensinar não é transferir conhecimento, mas criar as possibilidades para sua produção ou construção" “A educação autêntica não se faz de A para B, ou de A sobre B, mas de A com B mediatizados pelo mundo. "Os professores só sabem raciocinar na transmissão linear separando emissão e recepção (...) Aumenta o hiato entre a experiência cultural de onde falam os professores e aquela outra de onde aprendem os alunos" (Jesus Martín-Barbero) “A escola é uma instituição que há cinco mil anos se baseia no falar-ditar do mestre. (...) A principal função do professor não pode mais ser a difusão de conhecimento, que agora é feito de forma mais eficaz por outros meios” (Pierre Lévy) *Sala de Aula Interativa <http://pt.slideshare.net/saladeaulainterativa/sala-de-aulainterativa?qid=11a39322-1f52-4a14-bafa-4d99ae5f2b02&v=default&b=&from_search=5>
    20. 20. Pedagogia da TRANSMISSÃO • Professor → falar-ditar • ritmo monótono e repetitivo • Aluno → ouvir, copiar e prestar contas • permanece demasiado tempo inerte, olhando o quadro
    21. 21. Sala de aula INTERATIVA* • Interatividade = criação e autoria em grupo, aprendizagem construída • professores e alunos como agentes do processo de comunicação e de aprendizagem *Sala de Aula Interativa (Marco Silva, 2000) e Interação Mediada por Computador (Alex Primo, 2007)
    22. 22. Por que NÃO-transmissão e SIM-interação? Teoria de aprendizagem: Instrucionismo, behaviorismo (Skinner) → Atividades de ENSINO Cultura: Sociedade Industrial, Comunicação de Massa Teoria de aprendizagem: Construtivismo (Piaget) e Sócio-interacionismo (mediação, Vigotsky) → CONSTRUÇÃO de conhecimento E COLABORAÇÃO Cultura: Cibercultura, Comunicação em Rede Psicologia: taxas de Aprendizagem mais baixas Psicologia: taxas de Aprendizagem mais altas PEDAGOGIA DA TRANSMISSÃO: PEDAGOGIA INTERATIVA:
    23. 23. Mudança de Paradigma Educacional http://www.youtube.com/watch?v=zDZFcDGpL4U https://youtu.be/-t60Gc00Bt8 <https://youtu.be/-t60Gc00Bt8?t=18m28s>
    24. 24. ...e na EAD, a interação, como vai?
    25. 25. Interação (no fórum, bate-papo) não garante colaboração!
    26. 26. Fórum: discussão ou questionário? • <Coordenador> O que é cibercultura, e qual a relação entre Cibercultura e EAD? • <Aluno1> Cibercultura é o acesso pela Internet às outras culturas do mundo inteiro. (...) • <TUTOR> Você diz que dá “acesso pela internet”. Mas a internet é acessível a todos? O que é acessibilidade? • <Aluno 1> Infelizmente a internet não é acessível a todos, muita gente ainda não tem. • <Aluno2> Cibercultura é a cultura da leitura e da escrita no espaço virtual (...) • <Aluno3> Cibercultura é a cultura contemporânea mediada pelas tecnologias digitais em rede (...) • <TUTOR> Ótima definição, Aluno 3! Pergunto a todos: a cibercultura transformou a EAD? • <Aluno 5> Hoje você envia as atividades online, facilitou nossas vidas. • <Aluno 9> A cultura contemporânea conecta várias redes, afeta não somente a escola mas os cursos EAD também. • <Aluno 4> Cibercultura é a cultura adquirida e compartilhada no espaço virtual (...) • <Aluno 5> Cibercultura é um termo usado para caracterizar as trocas de ideias e as relações entre as pessoas estabelecidas nas redes digitais (...) • <Aluno 8> Concordo, o que mudou é que agora a discussão se faz em comunidades virtuais. • <Aluno 6> Cibercultura é usada nas definições sociais no espaço virtual. (...) • <Aluno 7> Cibercultura é uma forma de comunicação digital que promove uma interação entre seres de qualquer local e em qualquer momento. (...)
    27. 27. Fórum: discussão ou questionário? • <Coordenador> O que é cibercultura, e qual a relação entre Cibercultura e EAD? • <Aluno1> Cibercultura é o acesso pela Internet às outras culturas do mundo inteiro. (...) • <TUTOR> Você diz que dá “acesso pela internet”. Mas a internet é acessível a todos? O que é acessibilidade? • <Aluno 1> Infelizmente a internet não é acessível a todos, muita gente ainda não tem. • <Aluno2> Cibercultura é a cultura da leitura e da escrita no espaço virtual (...) • <Aluno3> Cibercultura é a cultura contemporânea mediada pelas tecnologias digitais em rede (...) • <TUTOR> Ótima definição, Aluno 3! Pergunto a todos: a cibercultura transformou a EAD? • <Aluno 5> Hoje você envia as atividades online, facilitou nossas vidas. • <Aluno 9> A cultura contemporânea conecta várias redes, afeta não somente a escola mas os cursos EAD também. • <Aluno 4> Cibercultura é a cultura adquirida e compartilhada no espaço virtual (...) • <Aluno 5> Cibercultura é um termo usado para caracterizar as trocas de ideias e as relações entre as pessoas estabelecidas nas redes digitais (...) • <Aluno 8> Concordo, o que mudou é que agora a discussão se faz em comunidades virtuais. • <Aluno 6> Cibercultura é usada nas definições sociais no espaço virtual. (...) • <Aluno 7> Cibercultura é uma forma de comunicação digital que promove uma interação entre seres de qualquer local e em qualquer momento. (...)
    28. 28. Fórum: discussão ou questionário?
    29. 29. Fórum: discussão ou questionário?
    30. 30. Fórum: discussão ou questionário?
    31. 31. Fórum: discussão ou questionário?
    32. 32. Fórum: discussão ou questionário? • <Coordenador> Discutam o que muda na EAD considerando que vivemos a cibercultura, que é a nossa cultura contemporânea mediada pelas tecnologias digitais em rede. • <Aluno1> Na cibercultura, a cultura emerge da interação social estabelecida pelas tecnologias de informação e comunicação (TICs). Influencia a educação, pois agora não é só na escola que o aluno aprende. A interação social é o ponto chave da aprendizagem. • <Aluno 2> A cibercultura tem o papel principal de promover esta interação social. Com isso, na EAD o aluno desenvolve mais autonomia. Mas mesmo com toda a tecnologia, precisamos de muita organização e perseverança, pois os obstáculos são muitos. • <Alunos 5> É preciso ter disciplina para levar um curso a distância até o final. (...) • <Aluno 3> Tecnicamente, os dispositivos e interfaces da cibercultura ampliam a possibilidade de sem pensar em cursos mais dialógicos em EAD. (...) • <Aluno4> A modalidade a distância separa os indivíduos no espaço, mas a interação social, típica da cibercultura, é o que possibilita os indivíduos conviverem juntos ainda que no virtual. • <Aluno6> Estamos conectados o tempo todo em todos os lugares. Será que ainda podemos separar o momento em que convivemos no físico versus virtual? A convivência já não seria um híbrida físico-virtual? • <TUTOR> Alguém já ouviu falar da Internet das Coisas? Este conceito enfatiza a hibridação (...) • <Aluno7> Além do espaço, muda-se também o tempo. Os sujeitos na EAD, mediados (...) • <Aluno 8> Graças ao assincronismo é que posso estudar em paralelo ao trabalho!
    33. 33. Fórum: discussão ou questionário? • <Coordenador> Discutam o que muda na EAD considerando que vivemos a cibercultura, que é a nossa cultura contemporânea mediada pelas tecnologias digitais em rede. • <Aluno1> Na cibercultura, a cultura emerge da interação social estabelecida pelas tecnologias de informação e comunicação (TICs). Influencia a educação, pois agora não é só na escola que o aluno aprende. A interação social é o ponto chave da aprendizagem. • <Aluno 2> A cibercultura tem o papel principal de promover esta interação social. Com isso, na EAD o aluno desenvolve mais autonomia. Mas mesmo com toda a tecnologia, precisamos de muita organização e perseverança, pois os obstáculos são muitos. • <Alunos 5> É preciso ter disciplina para levar um curso a distância até o final. (...) • <Aluno 3> Tecnicamente, os dispositivos e interfaces da cibercultura ampliam a possibilidade de sem pensar em cursos mais dialógicos em EAD. (...) • <Aluno4> A modalidade a distância separa os indivíduos no espaço, mas a interação social, típica da cibercultura, é o que possibilita os indivíduos conviverem juntos ainda que no virtual. • <Aluno6> Estamos conectados o tempo todo em todos os lugares. Será que ainda podemos separar o momento em que convivemos no físico versus virtual? A convivência já não seria um híbrida físico-virtual? • <TUTOR> Alguém já ouviu falar da Internet das Coisas? Este conceito enfatiza a hibridação (...) • <Aluno7> Além do espaço, muda-se também o tempo. Os sujeitos na EAD, mediados (...) • <Aluno 8> Graças ao assincronismo é que posso estudar em paralelo ao trabalho!
    34. 34. Fórum: discussão ou questionário?
    35. 35. Fórum: discussão ou questionário?
    36. 36. Fórum: discussão ou questionário?
    37. 37. Fórum: discussão ou questionário?
    38. 38. Fórum: discussão ou questionário?
    39. 39. Fórum: discussão ou questionário? alunos respondem a questão do professor baixa interação entre os alunos pouca colaboração (relação mais hierárquica) alunos discutem em profundidade mais interação entre os alunos mais colaboração (relação mais horizontal)
    40. 40. Fórum: discussão ou questionário? Coordenação de Fóruns Educacionais: Encadeamento e Categorização de Mensagens (SBIE, 2003)
    41. 41. Grupo no Facebook (o novo fórum) discussão vs questionário 1 postagem, 5 comentários (interação com colaboração) 3 postagens, 0 comentários! (interação sem colaboração)
    42. 42. Tutor Aluno Aluno Aluno Aluno Aluno Bate-papo discussão vs questionário Conversação TODOS-com-TODOS (interação com colaboração) Conversação CENTRADA no Tutor (interação sem colaboração) Tutor Aluno Aluno Aluno Aluno Aluno Bate-papo Colaborativo ou Centrado no Professor? (SBIE, 2015)
    43. 43. Análise de redes sociais Instrumento para investigação das interações nos ambientes virtuais de aprendizagem
    44. 44. Conclusão • Procure alternativas para a educação conteudista- instrucionista; aposte na Colaboração! • Oportunize trabalhos em grupo, promova interação e discussão • Adote metodologias ativas (Projetos de Aprendizagem, DOJO) • Procure alternativas para a tutoria reativa; aposta na tutoria ativa: promova interação, discussão e colaboração • ...mas não se torne o centro da discussão • ...nem transforme a discussão numa tarefa a ser realizada (como um questionário) • promova discussão autêntica, que possibilite os estudantes evidenciarem o que pensam para que outros possam atuar
    45. 45. INTERAÇÃO NÃO GARANTE COLABORAÇÃO: o potencial da EAD em tempos de Mídias Sociais e Cibercultura Pimentel (UNIRIO) – jul.2015 https://www.facebook.com/pimentel.mariano pimentel@uniriotec.br no fórum, no bate-papo

    ×