SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 55
Arte Cinética Pierre Souza Fonseca 2006002389
[object Object],[object Object],Arte cinética significa arte que envolve o movimento
Tudo começou no futurismo ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Os manifestos futuristas continham o  germe da idéia de arte cinética:
Arte cinética em fase experimental Balla e Boccioni apresentam-nos um certo   numero de fases de um objeto em movimento tal com poderiam aparecer, se sobrepostas em uma única chapa fotográfica. No sentido   técnico as obras não são artes cinéticas Giacomo Balla Cão na coleira 1912 Umberto Boccioni Dinamismo de um ciclista
Após o fim da primeira guerra mundial a idéia de arte cinética se concretiza pela primeira vez . ,[object Object],Rodchenko  Pevsner  Tatlin Gabo
Construção cinética de Gabo,1920 ,[object Object],Naum Gabo
Laszló Moholy-Nagy ,[object Object]
Contribuição teórica ,[object Object],[object Object],Moholy Nagy manifesto em 1922
[object Object],Alexander Calder
Alexander Calder Móbiles
Móbiles   1931
 
[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
 
Grande móbile branco “ E a sublimação de uma arvore ao vento” Marcel Duchamp
[object Object],[object Object],[object Object],Alexander Calder
 
Le mouvement ,[object Object],[object Object]
Obras que se movimentam ,[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],Jean Tinguely 1925-1991 Érico santos
Homenagem a Nova York: Obra que se auto constrói e se auto destrói.1960
 
[object Object]
[object Object]
 
 
 
 
 
 
 
T inguely criou obras inusitadas,máquinas auto propulsoras, musicais e até comestíveis.
 
Rotanza
P odemos apontar Tiguely como um dos artistas que explorou sem limites o significado da maquina,buscando a essência da maquina sem utilidade, desafiando seus perigos e aludindo a sua estética da era mecânica.
 
 
[object Object],Nicholas shoffer 1912-1922
Cysp1 (1956) e considerada a primeira escultura cibernética e contém , sistemas eletrônicos desenvolvidos pela Phillips
 
 
 
 
Artista radicado na França, nascido na Hungria Considerado o pai da arte cibernética Propósito de dinamismo na arte Influenciado pelo dinamismo dos cubistas, futuristas e o construtivismo russo Passagem da terceira dimensão estática para a quarta dimensão de tempo e movimento Teorias cibernéticas de sistema de resposta e interação Pensava na organização do sistema de manifestação artística. Nicolas Schöffer SCAM1  Première sculpture-automobile,  créée en 1973
 
Julio Le Park A  luz surgiu em minhas obras para solucionar problemas, e não e um apelo a tecnologia,mas o que me interessa e o processo.
Três coisa são utilizadas para definir áreas no espaço: Fonte luminosa O feixe de luz E as superfícies iluminadas que podem incluir partes da obra ou se tratar de um espaço fechado
Imagens projectées 1962 E sse uso da luz tem o efeito de atrair o espectador para a órbita da própria  da obra
 
 
 
O espectador ingressa na propria obra, esta cerca-o. Sua atenção esta totalmente concentrada na escuridão circundante, e a luz assalta-lhe os sentidos
“ A  vida não e classificavel só a arte” Le Parc
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Cubismo - 7º ano!
Cubismo - 7º ano!Cubismo - 7º ano!
Cubismo - 7º ano!Lu Rebordosa
 
Arte e mídia no Brasil
Arte e mídia no BrasilArte e mídia no Brasil
Arte e mídia no BrasilEric Fiori
 
História da arte - Os ismos - Movimentos da Arte Moderna
História da arte - Os ismos - Movimentos da Arte ModernaHistória da arte - Os ismos - Movimentos da Arte Moderna
História da arte - Os ismos - Movimentos da Arte ModernaAndrea Dressler
 
História da arte - Arte Contemporânea
História da arte -  Arte ContemporâneaHistória da arte -  Arte Contemporânea
História da arte - Arte ContemporâneaAndrea Dressler
 
Breve historia-da-fotografia
 Breve historia-da-fotografia Breve historia-da-fotografia
Breve historia-da-fotografiaMarta Monteiro
 
2- Ensino Médio- As muitas linguagens da arte contemporânea
 2- Ensino Médio- As muitas linguagens da arte contemporânea 2- Ensino Médio- As muitas linguagens da arte contemporânea
2- Ensino Médio- As muitas linguagens da arte contemporâneaArtesElisa
 
Ensino Médio- Dadaísmo -Marcel Duchamp- -12 slides-
Ensino Médio- Dadaísmo -Marcel Duchamp-  -12 slides-Ensino Médio- Dadaísmo -Marcel Duchamp-  -12 slides-
Ensino Médio- Dadaísmo -Marcel Duchamp- -12 slides-ArtesElisa
 
Arte moderna brasileira
Arte moderna brasileiraArte moderna brasileira
Arte moderna brasileiraArte Educadora
 
Evolução da fotografia - Evolution of Photography
Evolução da fotografia  -  Evolution of PhotographyEvolução da fotografia  -  Evolution of Photography
Evolução da fotografia - Evolution of PhotographyLídia Pavan
 
Academicismo no brasil c/ resumo do impressionismo.
Academicismo no brasil c/ resumo do impressionismo.Academicismo no brasil c/ resumo do impressionismo.
Academicismo no brasil c/ resumo do impressionismo.Gliciane S. Aragão
 
Revisão - Arte contemporânea (Novas Linguagens)
Revisão - Arte contemporânea (Novas Linguagens)Revisão - Arte contemporânea (Novas Linguagens)
Revisão - Arte contemporânea (Novas Linguagens)Raphael Lanzillotte
 

Mais procurados (20)

Cubismo - 7º ano!
Cubismo - 7º ano!Cubismo - 7º ano!
Cubismo - 7º ano!
 
Arte e mídia no Brasil
Arte e mídia no BrasilArte e mídia no Brasil
Arte e mídia no Brasil
 
Cubismo
CubismoCubismo
Cubismo
 
História da arte - Os ismos - Movimentos da Arte Moderna
História da arte - Os ismos - Movimentos da Arte ModernaHistória da arte - Os ismos - Movimentos da Arte Moderna
História da arte - Os ismos - Movimentos da Arte Moderna
 
História da arte - Arte Contemporânea
História da arte -  Arte ContemporâneaHistória da arte -  Arte Contemporânea
História da arte - Arte Contemporânea
 
Arte conceitual
Arte conceitualArte conceitual
Arte conceitual
 
Op art
Op artOp art
Op art
 
Arte e tecnologia
Arte e tecnologiaArte e tecnologia
Arte e tecnologia
 
Cubismo
CubismoCubismo
Cubismo
 
Breve historia-da-fotografia
 Breve historia-da-fotografia Breve historia-da-fotografia
Breve historia-da-fotografia
 
2- Ensino Médio- As muitas linguagens da arte contemporânea
 2- Ensino Médio- As muitas linguagens da arte contemporânea 2- Ensino Médio- As muitas linguagens da arte contemporânea
2- Ensino Médio- As muitas linguagens da arte contemporânea
 
Futurismo artes
Futurismo artesFuturismo artes
Futurismo artes
 
Cubismo
Cubismo Cubismo
Cubismo
 
Arte povera
Arte poveraArte povera
Arte povera
 
Ensino Médio- Dadaísmo -Marcel Duchamp- -12 slides-
Ensino Médio- Dadaísmo -Marcel Duchamp-  -12 slides-Ensino Médio- Dadaísmo -Marcel Duchamp-  -12 slides-
Ensino Médio- Dadaísmo -Marcel Duchamp- -12 slides-
 
Arte moderna brasileira
Arte moderna brasileiraArte moderna brasileira
Arte moderna brasileira
 
Artes
Artes Artes
Artes
 
Evolução da fotografia - Evolution of Photography
Evolução da fotografia  -  Evolution of PhotographyEvolução da fotografia  -  Evolution of Photography
Evolução da fotografia - Evolution of Photography
 
Academicismo no brasil c/ resumo do impressionismo.
Academicismo no brasil c/ resumo do impressionismo.Academicismo no brasil c/ resumo do impressionismo.
Academicismo no brasil c/ resumo do impressionismo.
 
Revisão - Arte contemporânea (Novas Linguagens)
Revisão - Arte contemporânea (Novas Linguagens)Revisão - Arte contemporânea (Novas Linguagens)
Revisão - Arte contemporânea (Novas Linguagens)
 

Destaque

Destaque (20)

Arte cinética artes trabalho
Arte cinética artes trabalhoArte cinética artes trabalho
Arte cinética artes trabalho
 
Arte cinetico
Arte  cineticoArte  cinetico
Arte cinetico
 
Arte cinetico
Arte cineticoArte cinetico
Arte cinetico
 
Arte cinético
Arte cinéticoArte cinético
Arte cinético
 
Calder
CalderCalder
Calder
 
Arte cinético
Arte cinético Arte cinético
Arte cinético
 
Op-Art y Cinetismo
Op-Art y CinetismoOp-Art y Cinetismo
Op-Art y Cinetismo
 
Arte optico y cinético
Arte optico y cinéticoArte optico y cinético
Arte optico y cinético
 
Dramaturgia
DramaturgiaDramaturgia
Dramaturgia
 
Ensino Médio- Arte conceitual no Brasil
Ensino Médio- Arte conceitual no BrasilEnsino Médio- Arte conceitual no Brasil
Ensino Médio- Arte conceitual no Brasil
 
Aula arte cinética proposta produção
Aula arte cinética   proposta produçãoAula arte cinética   proposta produção
Aula arte cinética proposta produção
 
Educação visual e tecnológica ( o ponto e a linha)
Educação visual e tecnológica ( o ponto e a linha)Educação visual e tecnológica ( o ponto e a linha)
Educação visual e tecnológica ( o ponto e a linha)
 
Avaliação para o 9ºano
Avaliação para o 9ºanoAvaliação para o 9ºano
Avaliação para o 9ºano
 
Atividade artes 6° ou 7° ano
Atividade artes 6° ou 7° anoAtividade artes 6° ou 7° ano
Atividade artes 6° ou 7° ano
 
Pop art
Pop artPop art
Pop art
 
Pop Art
Pop ArtPop Art
Pop Art
 
Avaliação para o 7º ano
Avaliação para o 7º anoAvaliação para o 7º ano
Avaliação para o 7º ano
 
Projeto amigo oculto
Projeto amigo ocultoProjeto amigo oculto
Projeto amigo oculto
 
Prova arte 2013
Prova arte 2013 Prova arte 2013
Prova arte 2013
 
Op art
Op artOp art
Op art
 

Semelhante a Escultura Cinética

NeoConcretismo Brasileiro
NeoConcretismo Brasileiro NeoConcretismo Brasileiro
NeoConcretismo Brasileiro Andrea Dressler
 
História da Arte: Arte moderna - do Impressionismo ao Surrealismo
História da Arte: Arte moderna - do Impressionismo ao SurrealismoHistória da Arte: Arte moderna - do Impressionismo ao Surrealismo
História da Arte: Arte moderna - do Impressionismo ao SurrealismoRaphael Lanzillotte
 
Arte contemporânea [modo de compatibilidade]
Arte contemporânea [modo de compatibilidade]Arte contemporânea [modo de compatibilidade]
Arte contemporânea [modo de compatibilidade]Viviane Marques
 
Introdução à arte
Introdução à arteIntrodução à arte
Introdução à arteEllen_A
 
Arte no século xx
Arte no século xxArte no século xx
Arte no século xxSchool
 
Arte , Ambiente E Sustentabilidade
Arte , Ambiente E SustentabilidadeArte , Ambiente E Sustentabilidade
Arte , Ambiente E Sustentabilidadepaivanuno
 
As vanguardas europeias / Cursinho Ave Palavra
As vanguardas europeias / Cursinho Ave PalavraAs vanguardas europeias / Cursinho Ave Palavra
As vanguardas europeias / Cursinho Ave PalavraCLEBER LUIS DAMACENO
 
Arte contemporânea
Arte contemporâneaArte contemporânea
Arte contemporâneaannaartes
 
20231hsi9_inovacao_e_rutura_na_arte.pptx
20231hsi9_inovacao_e_rutura_na_arte.pptx20231hsi9_inovacao_e_rutura_na_arte.pptx
20231hsi9_inovacao_e_rutura_na_arte.pptxLeonorMendes19
 
Concretismo Brasileiro - Arte Concreta
Concretismo Brasileiro  - Arte ConcretaConcretismo Brasileiro  - Arte Concreta
Concretismo Brasileiro - Arte ConcretaAndrea Dressler
 
COLAGEM E APROPRIAÇÕES NA ARTE
COLAGEM E APROPRIAÇÕES NA ARTECOLAGEM E APROPRIAÇÕES NA ARTE
COLAGEM E APROPRIAÇÕES NA ARTERenato Garcia
 
Futurismo Italiano
Futurismo ItalianoFuturismo Italiano
Futurismo ItalianoEllen_Assad
 

Semelhante a Escultura Cinética (20)

NeoConcretismo Brasileiro
NeoConcretismo Brasileiro NeoConcretismo Brasileiro
NeoConcretismo Brasileiro
 
Construtivismo russo
Construtivismo russoConstrutivismo russo
Construtivismo russo
 
História da Arte: Arte moderna - do Impressionismo ao Surrealismo
História da Arte: Arte moderna - do Impressionismo ao SurrealismoHistória da Arte: Arte moderna - do Impressionismo ao Surrealismo
História da Arte: Arte moderna - do Impressionismo ao Surrealismo
 
Arte contemporânea [modo de compatibilidade]
Arte contemporânea [modo de compatibilidade]Arte contemporânea [modo de compatibilidade]
Arte contemporânea [modo de compatibilidade]
 
Pós Modernismo
Pós ModernismoPós Modernismo
Pós Modernismo
 
Futurismoo
FuturismooFuturismoo
Futurismoo
 
Introdução à arte
Introdução à arteIntrodução à arte
Introdução à arte
 
Arte no século xx
Arte no século xxArte no século xx
Arte no século xx
 
Op Art & Pop Art
Op Art & Pop ArtOp Art & Pop Art
Op Art & Pop Art
 
Futurismo
FuturismoFuturismo
Futurismo
 
Arte , Ambiente E Sustentabilidade
Arte , Ambiente E SustentabilidadeArte , Ambiente E Sustentabilidade
Arte , Ambiente E Sustentabilidade
 
As vanguardas europeias / Cursinho Ave Palavra
As vanguardas europeias / Cursinho Ave PalavraAs vanguardas europeias / Cursinho Ave Palavra
As vanguardas europeias / Cursinho Ave Palavra
 
Arte
ArteArte
Arte
 
Arte contemporânea
Arte contemporâneaArte contemporânea
Arte contemporânea
 
20231hsi9_inovacao_e_rutura_na_arte.pptx
20231hsi9_inovacao_e_rutura_na_arte.pptx20231hsi9_inovacao_e_rutura_na_arte.pptx
20231hsi9_inovacao_e_rutura_na_arte.pptx
 
O que é arte?
O que é arte?O que é arte?
O que é arte?
 
Concretismo Brasileiro - Arte Concreta
Concretismo Brasileiro  - Arte ConcretaConcretismo Brasileiro  - Arte Concreta
Concretismo Brasileiro - Arte Concreta
 
COLAGEM E APROPRIAÇÕES NA ARTE
COLAGEM E APROPRIAÇÕES NA ARTECOLAGEM E APROPRIAÇÕES NA ARTE
COLAGEM E APROPRIAÇÕES NA ARTE
 
vanguardas
vanguardasvanguardas
vanguardas
 
Futurismo Italiano
Futurismo ItalianoFuturismo Italiano
Futurismo Italiano
 

Último

Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfKelly Mendes
 
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptxSlides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfManuais Formação
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfGisellySobral
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEblogdoelvis
 
Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth RochaQuando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth RochaREGIANELAURALOUREIRO1
 
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da CapivaraPré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivararambomarcos
 
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfTema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfAnaAugustaLagesZuqui
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresAna Isabel Correia
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na Áfricajuekfuek
 
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São PauloCurrículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Pauloririg29454
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxprofbrunogeo95
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxCarolineWaitman
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilMariaHelena293800
 
13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................mariagrave
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...LuizHenriquedeAlmeid6
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfManuais Formação
 
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdfCarinaSofiaDiasBoteq
 
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...marioeugenio8
 

Último (20)

Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
 
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptxSlides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
 
Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth RochaQuando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
 
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da CapivaraPré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara
 
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfTema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
 
662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica
 
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São PauloCurrículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
 
13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
 
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
 
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
 

Escultura Cinética

  • 1. Arte Cinética Pierre Souza Fonseca 2006002389
  • 2.
  • 3.
  • 4. Arte cinética em fase experimental Balla e Boccioni apresentam-nos um certo numero de fases de um objeto em movimento tal com poderiam aparecer, se sobrepostas em uma única chapa fotográfica. No sentido técnico as obras não são artes cinéticas Giacomo Balla Cão na coleira 1912 Umberto Boccioni Dinamismo de um ciclista
  • 5.
  • 6.
  • 7.
  • 8.
  • 9.
  • 11. Móbiles 1931
  • 12.  
  • 13.
  • 14.
  • 15.  
  • 16. Grande móbile branco “ E a sublimação de uma arvore ao vento” Marcel Duchamp
  • 17.
  • 18.  
  • 19.
  • 20.
  • 21.
  • 22. Homenagem a Nova York: Obra que se auto constrói e se auto destrói.1960
  • 23.  
  • 24.
  • 25.
  • 26.  
  • 27.  
  • 28.  
  • 29.  
  • 30.  
  • 31.  
  • 32.  
  • 33. T inguely criou obras inusitadas,máquinas auto propulsoras, musicais e até comestíveis.
  • 34.  
  • 36. P odemos apontar Tiguely como um dos artistas que explorou sem limites o significado da maquina,buscando a essência da maquina sem utilidade, desafiando seus perigos e aludindo a sua estética da era mecânica.
  • 37.  
  • 38.  
  • 39.
  • 40. Cysp1 (1956) e considerada a primeira escultura cibernética e contém , sistemas eletrônicos desenvolvidos pela Phillips
  • 41.  
  • 42.  
  • 43.  
  • 44.  
  • 45. Artista radicado na França, nascido na Hungria Considerado o pai da arte cibernética Propósito de dinamismo na arte Influenciado pelo dinamismo dos cubistas, futuristas e o construtivismo russo Passagem da terceira dimensão estática para a quarta dimensão de tempo e movimento Teorias cibernéticas de sistema de resposta e interação Pensava na organização do sistema de manifestação artística. Nicolas Schöffer SCAM1 Première sculpture-automobile, créée en 1973
  • 46.  
  • 47. Julio Le Park A luz surgiu em minhas obras para solucionar problemas, e não e um apelo a tecnologia,mas o que me interessa e o processo.
  • 48. Três coisa são utilizadas para definir áreas no espaço: Fonte luminosa O feixe de luz E as superfícies iluminadas que podem incluir partes da obra ou se tratar de um espaço fechado
  • 49. Imagens projectées 1962 E sse uso da luz tem o efeito de atrair o espectador para a órbita da própria da obra
  • 50.  
  • 51.  
  • 52.  
  • 53. O espectador ingressa na propria obra, esta cerca-o. Sua atenção esta totalmente concentrada na escuridão circundante, e a luz assalta-lhe os sentidos
  • 54. “ A vida não e classificavel só a arte” Le Parc
  • 55.