O slideshow foi denunciado.
PIEF T1- Oeiras<br />A DROGA<br />
PIEF T1- Oeiras<br />- O que é a droga?<br />A droga é qualquer substância, natural ou sintética que, introduzida no organ...
PIEF T1- Oeiras<br />- Tipos De Droga<br />Álcool<br />Efeitos a curto prazo (grandes quantidades):estupor, náusea, incons...
PIEF T1- Oeiras<br />Drogas Estimulantes:<br />As drogas estimulantes mais conhecidas são as anfetaminas, a cocaína e seus...
PIEF T1- Oeiras<br />Drogas Estimulantes:<br />A cocaína também pode ser inalada, ingerida ou injetada. A duração dos efei...
PIEF T1- Oeiras<br />Reabilitação<br />Felizmente dentro do ser humano existe um poder latente capaz de extirpar de seu in...
PIEF T1- Oeiras<br />Reabilitação<br />Vejamos abaixo um exemplo que pode ser utilizado na prática: Suponhamos que determi...
PIEF T1- Oeiras<br />Trabalho realizado por:<br />Márcia Marcelina Silva Cruz Neves<br />2009/2010<br />
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Márcia pps

1.506 visualizações

Publicada em

PIEF OEIRAS T1

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Márcia pps

  1. 1. PIEF T1- Oeiras<br />A DROGA<br />
  2. 2. PIEF T1- Oeiras<br />- O que é a droga?<br />A droga é qualquer substância, natural ou sintética que, introduzida no organismo modifica suas funções. As drogas naturais são obtidas através de determinadas plantas, de animais e de alguns minerais. Exemplo a cafeína (do café), a nicotina (presente no tabaco), o ópio (na papoula) e o THC tetrahidrocanabiol (da cannabis). As drogas sintéticas são fabricadas em laboratório, exigindo para isso técnicas especiais. O termo droga, presta-se a várias interpretações, mas ao senso comum é uma substância proibida, de uso ilegal e nocivo ao indivíduo, modificando-lhe as funções, as sensações, o humor e o comportamento.<br />
  3. 3. PIEF T1- Oeiras<br />- Tipos De Droga<br />Álcool<br />Efeitos a curto prazo (grandes quantidades):estupor, náusea, inconsciência, ressaca, morte<br />alucinógenos<br />Efeitos a curto prazo (grandes quantidades): ansiedade, alucinações, exaustão, psicose, tremores, vómito, pânico<br />Anfetaminas<br />Efeitos a curto prazo (grandes quantidades):inquietação, discurso apressado, irritabilidade, insónia, desarranjos estomacais, convulsões<br />Cafeína<br />Efeitos a curto prazo (grandes quantidades):agitação, irritabilidade, insónia, enjoo, perturbações estomacais<br />
  4. 4. PIEF T1- Oeiras<br />Drogas Estimulantes:<br />As drogas estimulantes mais conhecidas são as anfetaminas, a cocaína e seus derivados. As anfetaminas podem ser ingeridas, injetadas ou inaladas. Sua ação dura cerca de quatro horas e os principais efeitos são a sensação de grande força e iniciativa, excitação, euforia e insônia. Em pouco tempo, o organismo passa a ser tolerante à substância, exigindo doses cada vez maiores. A médio prazo, a droga pode produzir tremores, inquietude, desidratação da mucosa (boca e nariz principalmente), taquicardia, efeitos psicóticos e dependência psicológica.<br />
  5. 5. PIEF T1- Oeiras<br />Drogas Estimulantes:<br />A cocaína também pode ser inalada, ingerida ou injetada. A duração dos efeitos varia, as a chamada euforia breve persiste por 15 a 30 minutos, em média. Nos primeiros minutos, o usuário tem alucinações agradáveis, euforia, sensação de força muscular e mental. Os batimentos cardíacos ficam acelerados, a respiração torna-se irregular e surge um quadro de grande excitação. Depois, ele pode ser náuseas e insônia. Segundo os especialistas, em pessoas que têm problemas psiquiátricos, o uso de cocaína pode desencadear surtos paranóides, crises psicóticas e condutas perigosas a ele próprio ou a terceiros. Fisicamente, a inalação deixa lesões graves no nariz e a injeção deixa marcas de picada e o risco de contaminação por outras doenças (DST/aids). Em todas as suas formas, causa séria dependência, sendo o crack o principal vilão.<br />
  6. 6. PIEF T1- Oeiras<br />Reabilitação<br />Felizmente dentro do ser humano existe um poder latente capaz de extirpar de seu interior qualquer tipo de vício. Como você já deve estar imaginando, se o vício é devido aos defeitos psicológicos o meio para eliminá-lo é a morte psicológica.<br />Além da dependência psicológica que o vício acarreta, um outro problema para eliminar esses vícios de drogas, álcool, fumo, etc. é a dependência química, pois o organismo do viciado ficou condicionado a trabalhar com estas substâncias. Por isso na maioria das vezes não é possível deixar o vício imediatamente, e nestes casos o mais indicado é combinar o trabalho da morte psicológica com a redução gradual da substância do qual se é dependente.<br />
  7. 7. PIEF T1- Oeiras<br />Reabilitação<br />Vejamos abaixo um exemplo que pode ser utilizado na prática: Suponhamos que determinada pessoa esteja habituada a ingerir por dia não menos que 20 copos de bebida alcoólica. Esta pessoa deveria se disciplinar para, durante uma semana, ingerir no máximo 19 copos de bebida por dia, e toda vez que esta pessoa sentir vontade ou sequer pensar em beber além disso, ela aplicará a morte psicológica nestes defeitos. Na semana seguinte a pessoa passará a ingerir no máximo 18 copos de bebida por dia e, novamente, toda vez que esta pessoa sentir vontade de beber além disso aplicará a morte psicológica. E assim continuará, semana após semana, até quando não esteja consumindo nenhuma quantidade de bebida alcoólica. Seguindo essa disciplina a pessoa não só irá deixar de beber, como também não mais sentirá nenhuma vontade de fazê-lo.O que se necessita é que a pessoa realmente queira mudar e passe a se dedicar a isso imediatamente e continuamente. <br />
  8. 8. PIEF T1- Oeiras<br />Trabalho realizado por:<br />Márcia Marcelina Silva Cruz Neves<br />2009/2010<br />

×