SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 26
Baixar para ler offline
COSMÉTICOS NaiáFernanda Sanches de Oliveira1, Érica Amorim da Silva1,, Maria Bruna de Souza1, Thamires Kelly Alves1, Willian Ayala Correa1, Débora Antonio da Silva1,  Bruna Fernanda ,e Antonio Rogério Fiorucci2. 1Bolsistas; 2Orientador. Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul Unidade Universitária de Dourados Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência – PIBID Subprojeto de Licenciatura em Química.
SUMÁRIO O que é um cosmético? Os cosméticos na Antiguidade Os cosméticos na Idade Média Os cosméticos na Idade Média Os cosméticos na Era Moderna Funções Regiões de aplicação Escala de pH Matérias-primas Perfumes Volatilidade Obtenção das fragrâncias Agentes antiacne e anticaspa Agentes antienvelhecimento e bloqueadores UV Reações alérgicas e toxicidades
O que é um cosmético? ,[object Object]
Cosmético do grego kosmetikós= hábil em adornar. Produtos de maquiagem
Os cosméticos na Antiguidade Existem evidências do uso de cosméticos para embelezamento e higiene pessoal desde 4000 a.C. Na Bíblia, é possível encontrar muitos relatos do uso de cosméticos. Ex: Jezabel 2Rs, 9:30
Os cosméticos na Idade Média A queda do Império Romano, após as invasões bárbaras, fez com que os banhos entrassem em declínio.  Século X: cabelos  lavados com misturas de ervas e argilas. Século XIII: peste negra.
Os cosméticos na Era Moderna 	O reconhecimento do benefício da higiene pessoal cresceu ao longo do século XIX.  Donas de casa dessa época fabricavam cosméticos utilizando limonadas, leite, água de rosas, creme de pepino etc.
Os cosméticos na Era Moderna 	A influência do Romantismo e o contato dos europeus com os povos indígenas da América, cuja cultura estava profundamente associada ao banho voltaram a ter o hábito de tomar banho.
Funções ,[object Object]
 Corrigir;
 Proteger;
Embelezar.,[object Object]
O pH da pele é levemente ácido, mas é maior onde existe transpiração,  devido à secreção de sais. 	Por isso, o pH dos desodorantes é o maior dentre todos os cosméticos, estando próximo a 7.0 e para as demais regiões do corpo o pH deve em torno de 5.0.
Escala de pH pH = "pondus hydrogenii" = escala de c(H+) pH ≈ -log [H+] ácido		 neutro	   alcalino 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 13 12 14 0 Tomate urina Ácido  estomacal   Água Limpa fornos Amoníaco do mar Refrigerantes de Cola Água Café Leite de Magnésia NaOH 1M dest. Suco de  limão HCl 1M Água  Sanitária Bicarbonato de sódio
Valor de pH c(H+) / mol/L Escala de pH 0 1 2 3 4 5 6 1 x 10 0 1 x 10-1 1 x 10-2 1 x 10-3 1 x 10-4 1 x 10-5 1 x 10-6 1 0.1 0.01 0.001 0.0001 0.00001 0.000001 7 1 x 10-7 0.0000001 8 9 10 11 12 13 14 1 x 10-8 1 x 10-9 1 x 10-10 1 x 10-11 1 x 10-12 1 x 10-13 1 x 10-14 0.00000001 0.000000001 0.0000000001 0.00000000001 0.000000000001 0.0000000000001 0.00000000000001
Regiões de aplicação 	Cabelos 	São recobertos por uma fina camada de água, lipídeos e sais minerais (NaCl e KCl), provenientes do suor humano e das secreções naturais do couro cabeludo.
Regiões de aplicação   Boca e lábios 	Os produtos cosméticos para a boca e os lábios têm pH entre 6 e 7 para serem compatíveis com o pH da saliva humana e para que não ataquem as gengivas e os dentes.
Matérias-primas São utilizadas muitas matérias-primas com o objetivo de ter o resultado desejado.
Matérias-primas
Matérias-primas ,[object Object],As matérias-primas são classificadas: ,[object Object]
Princípios ativos: promovem modificações sobre o órgão em que o cosmético será aplicado.,[object Object]
Volatilidade
Obtenção das fragrâncias ,[object Object], 	A destilação é um modo de separação baseado no fenômeno de equilíbrio líquido-vapor de misturas.
Obtenção das fragrâncias ,[object Object],	O processo de extração por solvente é uma técnica que utilizamos diariamente. Dentre elas destacamos a decocção, a infusão, a percolação e a maceração.
Agentes antiacne e anticaspa 	Os cosméticos antiacne contém fármacos específicos para o combate das bactérias.
Agentes antiacne e anticaspa A caspa pode ser combatida através do uso de xampus de elevado grau de limpeza.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Quimica nos cosmeticos
Quimica nos cosmeticosQuimica nos cosmeticos
Quimica nos cosmeticosRoberto Moura
 
Cosmetologia corporal Fisioterapia Dermato Funcional
Cosmetologia corporal   Fisioterapia Dermato FuncionalCosmetologia corporal   Fisioterapia Dermato Funcional
Cosmetologia corporal Fisioterapia Dermato FuncionalMayara Rodrigues
 
Aula cosmetologia pele
Aula cosmetologia   peleAula cosmetologia   pele
Aula cosmetologia peleLucia Flegler
 
quimica na beleza
quimica na belezaquimica na beleza
quimica na belezaadmaketma
 
Introdução a Homeopatia
Introdução a HomeopatiaIntrodução a Homeopatia
Introdução a HomeopatiaSafia Naser
 
Cosméticos 1°6
Cosméticos 1°6Cosméticos 1°6
Cosméticos 1°6Quimica2016
 
Cosmetologia - Conceitos gerais.pptx
Cosmetologia - Conceitos gerais.pptxCosmetologia - Conceitos gerais.pptx
Cosmetologia - Conceitos gerais.pptxRogerMazur1
 
Seminário 02: Entrega de ativos por via cutânea
Seminário 02: Entrega de ativos por via cutâneaSeminário 02: Entrega de ativos por via cutânea
Seminário 02: Entrega de ativos por via cutâneaAlexandre H.P. Ferreira
 
Ana nery indústria de cosméticos e cuidados de higiene
Ana nery   indústria de cosméticos e cuidados de higieneAna nery   indústria de cosméticos e cuidados de higiene
Ana nery indústria de cosméticos e cuidados de higieneJoseval Estigaribia
 
Atribuições e limites de atuação do Esteticista
Atribuições e limites de atuação do EsteticistaAtribuições e limites de atuação do Esteticista
Atribuições e limites de atuação do EsteticistaDocente Ilen Marzocca
 
Peeling Básico Instituto Keynes
Peeling Básico Instituto KeynesPeeling Básico Instituto Keynes
Peeling Básico Instituto KeynesInstituto Keynes
 
Oleos Essenciais para Iniciantes
Oleos Essenciais para IniciantesOleos Essenciais para Iniciantes
Oleos Essenciais para IniciantesAmarildo R. Ferrari
 
Biomedicina Estética, uma nova área de atuação
Biomedicina Estética, uma nova área de atuação Biomedicina Estética, uma nova área de atuação
Biomedicina Estética, uma nova área de atuação Larah Oliveira
 
Métodos de extração
Métodos de extraçãoMétodos de extração
Métodos de extraçãovanessaracele
 

Mais procurados (20)

Quimica nos cosmeticos
Quimica nos cosmeticosQuimica nos cosmeticos
Quimica nos cosmeticos
 
Cosmetologia corporal Fisioterapia Dermato Funcional
Cosmetologia corporal   Fisioterapia Dermato FuncionalCosmetologia corporal   Fisioterapia Dermato Funcional
Cosmetologia corporal Fisioterapia Dermato Funcional
 
Aula cosmetologia pele
Aula cosmetologia   peleAula cosmetologia   pele
Aula cosmetologia pele
 
Cosmetologia
CosmetologiaCosmetologia
Cosmetologia
 
quimica na beleza
quimica na belezaquimica na beleza
quimica na beleza
 
Introdução a Homeopatia
Introdução a HomeopatiaIntrodução a Homeopatia
Introdução a Homeopatia
 
Cosméticos 1°6
Cosméticos 1°6Cosméticos 1°6
Cosméticos 1°6
 
Cosmetologia - Conceitos gerais.pptx
Cosmetologia - Conceitos gerais.pptxCosmetologia - Conceitos gerais.pptx
Cosmetologia - Conceitos gerais.pptx
 
A pele e seus anexos
A pele e seus anexosA pele e seus anexos
A pele e seus anexos
 
Seminário 02: Entrega de ativos por via cutânea
Seminário 02: Entrega de ativos por via cutâneaSeminário 02: Entrega de ativos por via cutânea
Seminário 02: Entrega de ativos por via cutânea
 
Cosmeticos livres dos_xenobioticos
Cosmeticos livres dos_xenobioticosCosmeticos livres dos_xenobioticos
Cosmeticos livres dos_xenobioticos
 
Ana nery indústria de cosméticos e cuidados de higiene
Ana nery   indústria de cosméticos e cuidados de higieneAna nery   indústria de cosméticos e cuidados de higiene
Ana nery indústria de cosméticos e cuidados de higiene
 
Atribuições e limites de atuação do Esteticista
Atribuições e limites de atuação do EsteticistaAtribuições e limites de atuação do Esteticista
Atribuições e limites de atuação do Esteticista
 
Peeling Básico Instituto Keynes
Peeling Básico Instituto KeynesPeeling Básico Instituto Keynes
Peeling Básico Instituto Keynes
 
Apostila Cosmetologia Teórica 2015 02
Apostila Cosmetologia Teórica 2015 02Apostila Cosmetologia Teórica 2015 02
Apostila Cosmetologia Teórica 2015 02
 
Oleos Essenciais para Iniciantes
Oleos Essenciais para IniciantesOleos Essenciais para Iniciantes
Oleos Essenciais para Iniciantes
 
Biomedicina Estética, uma nova área de atuação
Biomedicina Estética, uma nova área de atuação Biomedicina Estética, uma nova área de atuação
Biomedicina Estética, uma nova área de atuação
 
Métodos de extração
Métodos de extraçãoMétodos de extração
Métodos de extração
 
BIOSSEGURANÇA NA ESTÉTICA
BIOSSEGURANÇA NA ESTÉTICABIOSSEGURANÇA NA ESTÉTICA
BIOSSEGURANÇA NA ESTÉTICA
 
Cosmetologia - A
Cosmetologia - ACosmetologia - A
Cosmetologia - A
 

Destaque

Apostila cosméticos
Apostila cosméticosApostila cosméticos
Apostila cosméticosbalanceado ox
 
69964605 apostila-teorica-cosmetologia-2011-02
69964605 apostila-teorica-cosmetologia-2011-0269964605 apostila-teorica-cosmetologia-2011-02
69964605 apostila-teorica-cosmetologia-2011-02Anna Paulla
 
Cosmetologia da pele II: Envelhecimento Cutâneo
Cosmetologia da pele II: Envelhecimento CutâneoCosmetologia da pele II: Envelhecimento Cutâneo
Cosmetologia da pele II: Envelhecimento CutâneoRodrigo Caixeta
 
Apresentação Essenciaría Cosméticos e Perfumes
Apresentação Essenciaría Cosméticos e PerfumesApresentação Essenciaría Cosméticos e Perfumes
Apresentação Essenciaría Cosméticos e Perfumesessenciaria
 
Princípios ativos clareadores de a z
Princípios ativos clareadores de a zPrincípios ativos clareadores de a z
Princípios ativos clareadores de a zFernanda Esteves
 
Receitas cosméticos
Receitas cosméticosReceitas cosméticos
Receitas cosméticosbalanceado ox
 
52015300 50021884-apostila-de-princpios-ativos-cosmticos
52015300 50021884-apostila-de-princpios-ativos-cosmticos52015300 50021884-apostila-de-princpios-ativos-cosmticos
52015300 50021884-apostila-de-princpios-ativos-cosmticosNéri Porto
 
Cosmetologia - Buona Vita Cosméticos
Cosmetologia - Buona Vita CosméticosCosmetologia - Buona Vita Cosméticos
Cosmetologia - Buona Vita CosméticosBuona Vita
 
Desvendando a química dos cosméticos: quais os ingredientes que realmente faz...
Desvendando a química dos cosméticos: quais os ingredientes que realmente faz...Desvendando a química dos cosméticos: quais os ingredientes que realmente faz...
Desvendando a química dos cosméticos: quais os ingredientes que realmente faz...Cleber Barros
 
Dermatologia protocolo peeling
Dermatologia protocolo peelingDermatologia protocolo peeling
Dermatologia protocolo peelingGislan Rocha
 
Aula: Câncer de Pele, Protetores Solar e Envelhecimento Cutâneo
Aula: Câncer de Pele, Protetores Solar e Envelhecimento CutâneoAula: Câncer de Pele, Protetores Solar e Envelhecimento Cutâneo
Aula: Câncer de Pele, Protetores Solar e Envelhecimento CutâneoHerbert Cristian de Souza
 
Apresentação Herbia Cosméticos Naturais e Orgânicos
Apresentação Herbia Cosméticos Naturais e OrgânicosApresentação Herbia Cosméticos Naturais e Orgânicos
Apresentação Herbia Cosméticos Naturais e Orgânicosrafaelaugustokrause
 
Trouvaille Cosméticos Apresentação Oficial
Trouvaille Cosméticos Apresentação Oficial  Trouvaille Cosméticos Apresentação Oficial
Trouvaille Cosméticos Apresentação Oficial Reginaldo Alves
 
Controle de Qualidade em Cosmeticos
Controle de Qualidade em CosmeticosControle de Qualidade em Cosmeticos
Controle de Qualidade em CosmeticosSafia Naser
 

Destaque (20)

Apostila cosméticos
Apostila cosméticosApostila cosméticos
Apostila cosméticos
 
Apostila Cosmetologia Prática 2015 02
Apostila Cosmetologia Prática 2015 02Apostila Cosmetologia Prática 2015 02
Apostila Cosmetologia Prática 2015 02
 
69964605 apostila-teorica-cosmetologia-2011-02
69964605 apostila-teorica-cosmetologia-2011-0269964605 apostila-teorica-cosmetologia-2011-02
69964605 apostila-teorica-cosmetologia-2011-02
 
Cosmetologia da pele II: Envelhecimento Cutâneo
Cosmetologia da pele II: Envelhecimento CutâneoCosmetologia da pele II: Envelhecimento Cutâneo
Cosmetologia da pele II: Envelhecimento Cutâneo
 
Apresentação Essenciaría Cosméticos e Perfumes
Apresentação Essenciaría Cosméticos e PerfumesApresentação Essenciaría Cosméticos e Perfumes
Apresentação Essenciaría Cosméticos e Perfumes
 
Quimica dos cosmeticos
Quimica dos cosmeticosQuimica dos cosmeticos
Quimica dos cosmeticos
 
Princípios ativos clareadores de a z
Princípios ativos clareadores de a zPrincípios ativos clareadores de a z
Princípios ativos clareadores de a z
 
Receitas cosméticos
Receitas cosméticosReceitas cosméticos
Receitas cosméticos
 
52015300 50021884-apostila-de-princpios-ativos-cosmticos
52015300 50021884-apostila-de-princpios-ativos-cosmticos52015300 50021884-apostila-de-princpios-ativos-cosmticos
52015300 50021884-apostila-de-princpios-ativos-cosmticos
 
Cosmetologia - Buona Vita Cosméticos
Cosmetologia - Buona Vita CosméticosCosmetologia - Buona Vita Cosméticos
Cosmetologia - Buona Vita Cosméticos
 
Sl cosmeticos
Sl cosmeticosSl cosmeticos
Sl cosmeticos
 
Desvendando a química dos cosméticos: quais os ingredientes que realmente faz...
Desvendando a química dos cosméticos: quais os ingredientes que realmente faz...Desvendando a química dos cosméticos: quais os ingredientes que realmente faz...
Desvendando a química dos cosméticos: quais os ingredientes que realmente faz...
 
Dermatologia protocolo peeling
Dermatologia protocolo peelingDermatologia protocolo peeling
Dermatologia protocolo peeling
 
Aula: Pele, Glândulas, Pelos e Unhas
Aula: Pele, Glândulas, Pelos e UnhasAula: Pele, Glândulas, Pelos e Unhas
Aula: Pele, Glândulas, Pelos e Unhas
 
Aula: Câncer de Pele, Protetores Solar e Envelhecimento Cutâneo
Aula: Câncer de Pele, Protetores Solar e Envelhecimento CutâneoAula: Câncer de Pele, Protetores Solar e Envelhecimento Cutâneo
Aula: Câncer de Pele, Protetores Solar e Envelhecimento Cutâneo
 
Apresentação Herbia Cosméticos Naturais e Orgânicos
Apresentação Herbia Cosméticos Naturais e OrgânicosApresentação Herbia Cosméticos Naturais e Orgânicos
Apresentação Herbia Cosméticos Naturais e Orgânicos
 
Trouvaille Cosméticos Apresentação Oficial
Trouvaille Cosméticos Apresentação Oficial  Trouvaille Cosméticos Apresentação Oficial
Trouvaille Cosméticos Apresentação Oficial
 
Guia de composição
Guia de composiçãoGuia de composição
Guia de composição
 
Controle de Qualidade em Cosmeticos
Controle de Qualidade em CosmeticosControle de Qualidade em Cosmeticos
Controle de Qualidade em Cosmeticos
 
Fotoenvelhecimento
FotoenvelhecimentoFotoenvelhecimento
Fotoenvelhecimento
 

Semelhante a Cosméticos: funções, matérias-primas e aplicações

Apostila LUMI BRASÍLIA - SHINSEI
Apostila LUMI BRASÍLIA - SHINSEIApostila LUMI BRASÍLIA - SHINSEI
Apostila LUMI BRASÍLIA - SHINSEILumi Brasília
 
frigorificos higienização
frigorificos higienizaçãofrigorificos higienização
frigorificos higienizaçãoCarlos Maciel
 
Harmonia natural santa catarina
Harmonia natural   santa catarinaHarmonia natural   santa catarina
Harmonia natural santa catarinaFelipe Gomez
 
Seminário de farmacotécnicaa
Seminário de farmacotécnicaaSeminário de farmacotécnicaa
Seminário de farmacotécnicaahenriquetabosa
 
A base do tratamento individualizado
A base do tratamento individualizadoA base do tratamento individualizado
A base do tratamento individualizadopharmanostradesign
 
Portfólio Focus Química 2012 Novembro
Portfólio Focus Química 2012 NovembroPortfólio Focus Química 2012 Novembro
Portfólio Focus Química 2012 NovembroDOUGLAS VOCCI
 
Conceitos Básicos - Limpeza Profissional.pdf
Conceitos Básicos - Limpeza Profissional.pdfConceitos Básicos - Limpeza Profissional.pdf
Conceitos Básicos - Limpeza Profissional.pdfWilianPrado1
 
Aula - Princípios básicos de higiene.pdf
Aula - Princípios básicos de higiene.pdfAula - Princípios básicos de higiene.pdf
Aula - Princípios básicos de higiene.pdfReneLeoneCarvalhodos
 
Aula 2 Higiene e segurança dos alimentos.pptx
Aula 2 Higiene e segurança dos alimentos.pptxAula 2 Higiene e segurança dos alimentos.pptx
Aula 2 Higiene e segurança dos alimentos.pptxJaquelineRumo
 
Conservantes em cosméticos
Conservantes em cosméticosConservantes em cosméticos
Conservantes em cosméticosJean Carlos
 
Cuidados_com_a_Pele_I_2022_2.pdf
Cuidados_com_a_Pele_I_2022_2.pdfCuidados_com_a_Pele_I_2022_2.pdf
Cuidados_com_a_Pele_I_2022_2.pdfEMANUELLEPINHEIRO10
 
Odontologia- Funções composição inorgânica e orgânica da saliva
Odontologia- Funções composição inorgânica e orgânica da saliva Odontologia- Funções composição inorgânica e orgânica da saliva
Odontologia- Funções composição inorgânica e orgânica da saliva Italo Gabriel
 

Semelhante a Cosméticos: funções, matérias-primas e aplicações (20)

Despigmentante ou Peeling
Despigmentante ou PeelingDespigmentante ou Peeling
Despigmentante ou Peeling
 
Apostila LUMI BRASÍLIA - SHINSEI
Apostila LUMI BRASÍLIA - SHINSEIApostila LUMI BRASÍLIA - SHINSEI
Apostila LUMI BRASÍLIA - SHINSEI
 
Aula prática 1
Aula prática 1Aula prática 1
Aula prática 1
 
frigorificos higienização
frigorificos higienizaçãofrigorificos higienização
frigorificos higienização
 
Harmonia natural santa catarina
Harmonia natural   santa catarinaHarmonia natural   santa catarina
Harmonia natural santa catarina
 
Apostila cosmticos 100511
Apostila cosmticos 100511Apostila cosmticos 100511
Apostila cosmticos 100511
 
Seminário de farmacotécnicaa
Seminário de farmacotécnicaaSeminário de farmacotécnicaa
Seminário de farmacotécnicaa
 
A base do tratamento individualizado
A base do tratamento individualizadoA base do tratamento individualizado
A base do tratamento individualizado
 
Portfólio Focus Química 2012 Novembro
Portfólio Focus Química 2012 NovembroPortfólio Focus Química 2012 Novembro
Portfólio Focus Química 2012 Novembro
 
Conceitos Básicos - Limpeza Profissional.pdf
Conceitos Básicos - Limpeza Profissional.pdfConceitos Básicos - Limpeza Profissional.pdf
Conceitos Básicos - Limpeza Profissional.pdf
 
Aromas e extratos
Aromas e extratosAromas e extratos
Aromas e extratos
 
Aula - Princípios básicos de higiene.pdf
Aula - Princípios básicos de higiene.pdfAula - Princípios básicos de higiene.pdf
Aula - Princípios básicos de higiene.pdf
 
Aula 2 Higiene e segurança dos alimentos.pptx
Aula 2 Higiene e segurança dos alimentos.pptxAula 2 Higiene e segurança dos alimentos.pptx
Aula 2 Higiene e segurança dos alimentos.pptx
 
Conservantes em cosméticos
Conservantes em cosméticosConservantes em cosméticos
Conservantes em cosméticos
 
Cuidados_com_a_Pele_I_2022_2.pdf
Cuidados_com_a_Pele_I_2022_2.pdfCuidados_com_a_Pele_I_2022_2.pdf
Cuidados_com_a_Pele_I_2022_2.pdf
 
Odontologia- Funções composição inorgânica e orgânica da saliva
Odontologia- Funções composição inorgânica e orgânica da saliva Odontologia- Funções composição inorgânica e orgânica da saliva
Odontologia- Funções composição inorgânica e orgânica da saliva
 
Projeto 2017
Projeto 2017Projeto 2017
Projeto 2017
 
Oliva e derivados na cosmetologia
Oliva e derivados na cosmetologiaOliva e derivados na cosmetologia
Oliva e derivados na cosmetologia
 
Metodos de analises
Metodos de analisesMetodos de analises
Metodos de analises
 
48709641 dica-forever-lite
48709641 dica-forever-lite48709641 dica-forever-lite
48709641 dica-forever-lite
 

Último

Modernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e AméricaModernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e Américawilson778875
 
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxSlides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãodanielagracia9
 
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil  2023.ppsxA área de ciências da religião no brasil  2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsxGilbraz Aragão
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoCelianeOliveira8
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...azulassessoria9
 
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...Unidad de Espiritualidad Eudista
 
Algumas Curiosidades do uso da Matemática na escrita Phyton
Algumas Curiosidades do uso da Matemática na escrita PhytonAlgumas Curiosidades do uso da Matemática na escrita Phyton
Algumas Curiosidades do uso da Matemática na escrita PhytonRosiniaGonalves
 
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOMNOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOMHenrique Pontes
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxGislaineDuresCruz
 
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. EvoluçãoAs teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. Evoluçãoprofleticiasantosbio
 
19 de abril - Dia dos Povos Indígenas do Brasil
19 de abril - Dia dos Povos Indígenas do Brasil19 de abril - Dia dos Povos Indígenas do Brasil
19 de abril - Dia dos Povos Indígenas do BrasilMary Alvarenga
 
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoSer Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoJayaneSales1
 
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24pdf
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24pdfHORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24pdf
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24pdfSandra Pratas
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terraBiblioteca UCS
 
Ler e compreender 7º ano - Aula 7 - 1º Bimestre
Ler e compreender 7º ano -  Aula 7 - 1º BimestreLer e compreender 7º ano -  Aula 7 - 1º Bimestre
Ler e compreender 7º ano - Aula 7 - 1º BimestreProfaCintiaDosSantos
 

Último (20)

Modernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e AméricaModernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e América
 
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxSlides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetização
 
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
 
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil  2023.ppsxA área de ciências da religião no brasil  2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
 
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
 
Algumas Curiosidades do uso da Matemática na escrita Phyton
Algumas Curiosidades do uso da Matemática na escrita PhytonAlgumas Curiosidades do uso da Matemática na escrita Phyton
Algumas Curiosidades do uso da Matemática na escrita Phyton
 
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOMNOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
 
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. EvoluçãoAs teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
 
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
 
19 de abril - Dia dos Povos Indígenas do Brasil
19 de abril - Dia dos Povos Indígenas do Brasil19 de abril - Dia dos Povos Indígenas do Brasil
19 de abril - Dia dos Povos Indígenas do Brasil
 
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoSer Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
 
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
 
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24pdf
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24pdfHORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24pdf
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24pdf
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
 
Ler e compreender 7º ano - Aula 7 - 1º Bimestre
Ler e compreender 7º ano -  Aula 7 - 1º BimestreLer e compreender 7º ano -  Aula 7 - 1º Bimestre
Ler e compreender 7º ano - Aula 7 - 1º Bimestre
 

Cosméticos: funções, matérias-primas e aplicações

  • 1. COSMÉTICOS NaiáFernanda Sanches de Oliveira1, Érica Amorim da Silva1,, Maria Bruna de Souza1, Thamires Kelly Alves1, Willian Ayala Correa1, Débora Antonio da Silva1, Bruna Fernanda ,e Antonio Rogério Fiorucci2. 1Bolsistas; 2Orientador. Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul Unidade Universitária de Dourados Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência – PIBID Subprojeto de Licenciatura em Química.
  • 2. SUMÁRIO O que é um cosmético? Os cosméticos na Antiguidade Os cosméticos na Idade Média Os cosméticos na Idade Média Os cosméticos na Era Moderna Funções Regiões de aplicação Escala de pH Matérias-primas Perfumes Volatilidade Obtenção das fragrâncias Agentes antiacne e anticaspa Agentes antienvelhecimento e bloqueadores UV Reações alérgicas e toxicidades
  • 3.
  • 4. Cosmético do grego kosmetikós= hábil em adornar. Produtos de maquiagem
  • 5. Os cosméticos na Antiguidade Existem evidências do uso de cosméticos para embelezamento e higiene pessoal desde 4000 a.C. Na Bíblia, é possível encontrar muitos relatos do uso de cosméticos. Ex: Jezabel 2Rs, 9:30
  • 6. Os cosméticos na Idade Média A queda do Império Romano, após as invasões bárbaras, fez com que os banhos entrassem em declínio. Século X: cabelos lavados com misturas de ervas e argilas. Século XIII: peste negra.
  • 7. Os cosméticos na Era Moderna O reconhecimento do benefício da higiene pessoal cresceu ao longo do século XIX. Donas de casa dessa época fabricavam cosméticos utilizando limonadas, leite, água de rosas, creme de pepino etc.
  • 8. Os cosméticos na Era Moderna A influência do Romantismo e o contato dos europeus com os povos indígenas da América, cuja cultura estava profundamente associada ao banho voltaram a ter o hábito de tomar banho.
  • 9.
  • 12.
  • 13. O pH da pele é levemente ácido, mas é maior onde existe transpiração, devido à secreção de sais. Por isso, o pH dos desodorantes é o maior dentre todos os cosméticos, estando próximo a 7.0 e para as demais regiões do corpo o pH deve em torno de 5.0.
  • 14. Escala de pH pH = "pondus hydrogenii" = escala de c(H+) pH ≈ -log [H+] ácido neutro alcalino 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 13 12 14 0 Tomate urina Ácido estomacal Água Limpa fornos Amoníaco do mar Refrigerantes de Cola Água Café Leite de Magnésia NaOH 1M dest. Suco de limão HCl 1M Água Sanitária Bicarbonato de sódio
  • 15. Valor de pH c(H+) / mol/L Escala de pH 0 1 2 3 4 5 6 1 x 10 0 1 x 10-1 1 x 10-2 1 x 10-3 1 x 10-4 1 x 10-5 1 x 10-6 1 0.1 0.01 0.001 0.0001 0.00001 0.000001 7 1 x 10-7 0.0000001 8 9 10 11 12 13 14 1 x 10-8 1 x 10-9 1 x 10-10 1 x 10-11 1 x 10-12 1 x 10-13 1 x 10-14 0.00000001 0.000000001 0.0000000001 0.00000000001 0.000000000001 0.0000000000001 0.00000000000001
  • 16. Regiões de aplicação Cabelos São recobertos por uma fina camada de água, lipídeos e sais minerais (NaCl e KCl), provenientes do suor humano e das secreções naturais do couro cabeludo.
  • 17. Regiões de aplicação Boca e lábios Os produtos cosméticos para a boca e os lábios têm pH entre 6 e 7 para serem compatíveis com o pH da saliva humana e para que não ataquem as gengivas e os dentes.
  • 18. Matérias-primas São utilizadas muitas matérias-primas com o objetivo de ter o resultado desejado.
  • 20.
  • 21.
  • 23.
  • 24.
  • 25. Agentes antiacne e anticaspa Os cosméticos antiacne contém fármacos específicos para o combate das bactérias.
  • 26. Agentes antiacne e anticaspa A caspa pode ser combatida através do uso de xampus de elevado grau de limpeza.
  • 27.
  • 28. As reações de oxidação são irreversíveis e seus efeitos sobre a pele variam em função do tempo de exposição à luz, acumulando-se progressivamente ao longo dos anos.
  • 29. Ex: Óxido de zinco
  • 30.
  • 33. Protetores labiais. Contribuem para reduzir a perda de água do organismo e para manter a pele hidratada e saudável.
  • 34. Reações alérgicas e toxicidades Combinação de substâncias presentes nos cosméticos com substâncias da pele geram falhas bioquímicas.
  • 35.