Simpósio: Histórias para contar, cativar e calcular…<br />Era uma vez…<br />no Mundo da Matemática!<br />HugaJacob<br />EB...
Mas e quando não conseguimos criar esse contexto?<br />Costuma-se dizer que a necessidade aguça o engenho e com os quadros...
Números e Operações<br />Contexto que dá sentido à aprendizagem<br />
Nesta tarefa quem lança o desafio é um herói, saído do meu imaginário.<br />Esta actividade inicial, relacionada com os an...
 Antecipam questões dos colegas e prepararam-se para lhes responder. ”</li></ul>In, Documento do Programa de Formação Cont...
Uma aventura do<br />Indiana da Silva e da<br />pilha de garrafas<br />
Dividi a turma em grupos, que começaram logo a trabalhar.<br />A fim de orientar o seu trabalho demos a cada aluno uma fic...
3.ª Na loja da Tia Maria das Couves só há garrafas de 0,5 litro. <br />     Quantas dessas garrafas teria de comprar o Jan...
No Grupo 1, a Joana, a Marta e o Rodrigo acharam que tinham 20 litros.<br />Então, na pergunta 2, quantas garrafas compra ...
Hum…   <br />Então e acerca da 3.ª questão… <br />Para resolver esta questão a Prof. sugeriu que usassem um material empil...
Para responder à questão 4, a professora percebeu que a turma toda precisa de mais explicações. Assim foi explicando, por ...
Apenas o grupo da Joana respondeu de forma diferente à 1.ª questão porque partiu do princípio de que as garrafas são iguai...
Na 2.ª questão tinham que saber para 30 litros quantas garrafas precisavam.<br />Fizeram uma recta numérica, que já tinham...
E cada grupo foi fazendo mais ou menos estas mesmas descobertas. Houve alguns raciocínios mais ou menos originais… <br />P...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Era uma vez... no mundo da matemática - Huga Jacob EB1 Casal do Sapo

1.678 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.678
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
232
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Era uma vez... no mundo da matemática - Huga Jacob EB1 Casal do Sapo

  1. 1. Simpósio: Histórias para contar, cativar e calcular…<br />Era uma vez…<br />no Mundo da Matemática!<br />HugaJacob<br />EB1 Casal do Sapo<br />
  2. 2.
  3. 3. Mas e quando não conseguimos criar esse contexto?<br />Costuma-se dizer que a necessidade aguça o engenho e com os quadros interactivos na Sala de Aula, com o advento da Internet tornou-se mais simples criar o ambiente para envolver os alunos numa situação, que apesar de não ser vivida por eles torna-se credível.<br />E envolvidos, aprendem!<br /> Criámos histórias!<br /> Apresentámos uma situação matemática num contexto lúdico.<br />1, 2, 3… num passe de mágica, entrámos no Mundo Encantado da Matemática.<br /> Viajem agora comigo enquanto vos relato uma experiência da minha sala de aula, de uma turma… que podia ser a vossa.<br />
  4. 4. Números e Operações<br />Contexto que dá sentido à aprendizagem<br />
  5. 5. Nesta tarefa quem lança o desafio é um herói, saído do meu imaginário.<br />Esta actividade inicial, relacionada com os animais resultou num Congresso Matemático, um espaço “de partilha de ideias e estratégias, onde os alunos :<br /><ul><li> Preparam uma apresentação, pensam em como responder às questões/investigação;
  6. 6. Antecipam questões dos colegas e prepararam-se para lhes responder. ”</li></ul>In, Documento do Programa de Formação Continua em Matemática da ESE de Setúbal<br />
  7. 7. Uma aventura do<br />Indiana da Silva e da<br />pilha de garrafas<br />
  8. 8. Dividi a turma em grupos, que começaram logo a trabalhar.<br />A fim de orientar o seu trabalho demos a cada aluno uma ficha, onde teriam de responder a 3 questões:<br />1.ª Ao todo, quantos litros de água, levou de novo a banheira?<br />2.ª Imagina que o Januário comprava a mesma quantidade de água mas em garrafas de 2 litros. Quantas garrafas teria de comprar?<br />
  9. 9. 3.ª Na loja da Tia Maria das Couves só há garrafas de 0,5 litro. <br /> Quantas dessas garrafas teria de comprar o Januário para obter a mesma quantidade de água?<br />Se tivermos só seis litros, como podes organizar o teu raciocínio para me mostrares quantas garrafas de 2 litros, de 1 litro e de 0,5 litro, se têm de comprar?<br />
  10. 10. No Grupo 1, a Joana, a Marta e o Rodrigo acharam que tinham 20 litros.<br />Então, na pergunta 2, quantas garrafas compra o Januário?<br />Contámos as garrafas e achámos que cada uma tem 1 litro.<br />Compra 10 garrafas porque pusemos uma garrafa que leva 2 litros…<br />Joana, queres tentar explicar melhor?<br />Agora já não era de 1 l, a Marta pensou em fazer 2 + 2+2 até chegarmos ao 20<br />Pois, assim vimos que são 10 garrafas!<br />
  11. 11. Hum… <br />Então e acerca da 3.ª questão… <br />Para resolver esta questão a Prof. sugeriu que usassem um material empilhável. Cada cubinho seria uma garrafa de 0,5 l e dois juntos seriam 1l.<br />Juntámos os cubinhos todos e depois contámos.<br />São … 40<br />
  12. 12. Para responder à questão 4, a professora percebeu que a turma toda precisa de mais explicações. Assim foi explicando, por exemplo que cada linha tinha que ter os números iguais.<br />Na última fizemos:<br />Contamos os 0,5 que estão separados e dá 1 e os que estão juntos e dá 1+1+1+1+1= 5 mais 1 dá 6<br />A 1.ª é 2… 4… 6<br />A 2.ª é mais fácil: <br />1…2…3..4…5…6<br />
  13. 13. Apenas o grupo da Joana respondeu de forma diferente à 1.ª questão porque partiu do princípio de que as garrafas são iguais às que levo para a sala de aula: de 1,5 l.<br />Assim <br />Mas como resolver esta conta? Com virgulas e dois algarismos no multiplicador?<br /> A Prof. Teresa explicou:<br />1 l X 20 = 20 l<br />Com mais 0,5 X 20 são 10<br />20 l + 10 l = 30 litros<br />
  14. 14. Na 2.ª questão tinham que saber para 30 litros quantas garrafas precisavam.<br />Fizeram uma recta numérica, que já tinham aprendido anteriormente a ler, interpretar e construir.<br />garrafas<br />litros<br />
  15. 15. E cada grupo foi fazendo mais ou menos estas mesmas descobertas. Houve alguns raciocínios mais ou menos originais… <br />Por exemplo, no grupo do Rafael Rumião para responderem à 2.ª pergunta:<br />Neste grupo, a Thaís concluiu:<br />Sabíamos que tinham de ser menos garrafas… porque se em cima vimos que tinha 1 l, em baixo eram garrafas de 2 l tinham de ser menos<br />
  16. 16. Com esta tarefa os alunos:<br /><ul><li> - Ouviram uma história que os envolveu;
  17. 17. - Interpretaram uma imagem, no contexto da história;
  18. 18. - Recorreram a ferramentas facilitadoras:
  19. 19. - Cubinhos de encaixe
  20. 20. - Diagrama
  21. 21. - Recta numérica
  22. 22. - Mobilizaram conteúdos já trabalhados
  23. 23. - Utilizaram diferentes representações:
  24. 24. - Pictóricas
  25. 25. - Algoritmo horizontal propriedade distributiva
  26. 26. - Tabuada</li>

×