Gás Natural, Energia Elétrica                             e Fertilizantes                        Detalhamento do Plano de ...
Contextualização do Mercado    de Gás Natural no Brasil                    em 2011
Concluído o Ciclo de Investimentos em Logística de Transporte de Gás Natural                                              ...
Balanço de Oferta e Demanda de Gás Natural (milhões m3/d)PCS 9.400 kcal/m³          OFERTA em 2011                        ...
milhão m3/d           0                5                    10                         15                              20 ...
41                                                                 38                                        13           ...
Segmentação do Mercado Não-Termelétrico   Primeiro Semestre de 2011                                      Mercado Industria...
MWmed            0                500                      1.000                                 1.500                    ...
Volume (milhão m³/d)                               0                                           5                          ...
Oportunidade de Menores Preços de Gás: Mercado Secundário                       Volume Contratado x Volume Retirado x Preç...
Contratos de Longo Prazo no Mercado Mundial – Comparativo de Preços          BRASIL (8,51 milhões de km²)                 ...
Contratos de Longo Prazo no Mercado Mundial – Comparativo de Preços        BRASIL (8,51 milhões de km²)                   ...
Plano de Negócios 2011-15            Gás e Energia
Investimentos:Foco em E&P e Projetos que Sustentam o Aumento de Produção de Óleo                        PN 2011-15        ...
Investimentos em Gás e Energia PN 2011-2015: US$ 13,2 bilhões                        Investimentos G&E 2011-15            ...
Investimentos em Gás, Energia e Gás Química 2011-2015                                                           a) Fechado...
Investimentos em Gás, Energia e Gás Química 2011-2015                                                           a) Fechado...
Atuação Mais Próxima do Mercado, em Conjunto com as Distribuidoras                                                        ...
Gás Brasiliano Distribuidora (GBD): Aquisição em 29 de Julho de 2011                                                      ...
Gás Brasiliano DistribuidoraAlternativas de Suprimento em Estudo: Unidade de Fertilizantes V – Uberaba                    ...
Investimentos em Gás, Energia e Gás Química 2011-2015                                                           a) Fechado...
Gas natural energia_eletrica_fertilizantes_pn_2011-2015
Gas natural energia_eletrica_fertilizantes_pn_2011-2015
Gas natural energia_eletrica_fertilizantes_pn_2011-2015
Gas natural energia_eletrica_fertilizantes_pn_2011-2015
Gas natural energia_eletrica_fertilizantes_pn_2011-2015
Gas natural energia_eletrica_fertilizantes_pn_2011-2015
Gas natural energia_eletrica_fertilizantes_pn_2011-2015
Gas natural energia_eletrica_fertilizantes_pn_2011-2015
Gas natural energia_eletrica_fertilizantes_pn_2011-2015
Gas natural energia_eletrica_fertilizantes_pn_2011-2015
Gas natural energia_eletrica_fertilizantes_pn_2011-2015
Gas natural energia_eletrica_fertilizantes_pn_2011-2015
Gas natural energia_eletrica_fertilizantes_pn_2011-2015
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Gas natural energia_eletrica_fertilizantes_pn_2011-2015

1.275 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

Gas natural energia_eletrica_fertilizantes_pn_2011-2015

  1. 1. Gás Natural, Energia Elétrica e Fertilizantes Detalhamento do Plano de Negócios09 de agosto de 2011
  2. 2. Contextualização do Mercado de Gás Natural no Brasil em 2011
  3. 3. Concluído o Ciclo de Investimentos em Logística de Transporte de Gás Natural Evolução da Infraestrutura de Transporte (km) 2007–2011: US$ 15 bilhões 10.000 9.538 9.728 km Estações de Compressão 9.000 Pontos de Entrega 7.991 8.000 Estações de Distribuição 7.086 7.000 GNL 6.098 6.000 5.000 4.000 3.000 Gasodutos 2.000 1.000 0 2007 2008 2009 2010 2011 2 Terminais de Regaseificação (2009) 21 MM m3/d Estações de Compressão e Pontos de Entrega 2007 a Até 2006 2011 Estações de 25 +17 Compressão Pontos de 130 +43 Entrega
  4. 4. Balanço de Oferta e Demanda de Gás Natural (milhões m3/d)PCS 9.400 kcal/m³ OFERTA em 2011 DEMANDA em 2011Oferta de GN Nacional ao Mercado Demanda das Térmicas: Petrobras + Terceiros 102 Região Norte 9 76 78 (15,1 GW) 9 59 55 (10,7 GW) A contratar (5,5 GW) 6 38 9 25 Região Norte 93 (6,7 GW) 69 Demais Regiões 40 Flexível Flexível 37 49 25 Demais Regiões 13 13 Inflexível Inflexível 11 2011 2015 2020 2011 2015 2020Oferta via Terminais de Regaseificação de GNL Demanda Distribuidoras de GN 63 53 41 41 41 14 14 Bahia 21 Não Termelétrico 7 Pecém 7 7 Pecém Não Termelétrico 14 Baia de Guanabara 20 20 Baia de Guanabara 2011 2015 2020 2011 2015 2020Oferta Boliviana Demanda Petrobras: Refino + Fertilizantes 61 13 Fertilizantes 39 30 30 6 16 UPGN 30 18 6 Flexível 6 6 Flexível 3 Fertilizantes 8 24 4 UPGN 32 Refino Firme 24 24 Firme 11 Refino 25 2011 2015 2020 2011 2015 2020Oferta 106 Capacidade de Oferta 96 Demanda Superior à Demanda
  5. 5. milhão m3/d 0 5 10 15 20 25 30 35 40 45 50 jan-10 fev-10mar-10 abr-10 Até 25,7 1S10mai-10jun-10 jul-10ago-10 set-10out-10nov-10 + 3%dez-10 Bolívia jan-11 fev-11mar-11 abr-11mai-11jun-11 Até 26,4 1S11 jul-11ago-11 0 5 10 15 20 25 30 35 40 45 50 jan-10 fev-10mar-10 Atéabr-10 25,7 1S10mai-10jun-10 jul-10ago-10 set-10out-10nov-10 + 24%dez-10 jan-11 fev-11mar-11abr-11 E&P: Petrobrasmai-11 Até 31,7jun-11 1S11 jul-11ago-11 0 5 10 15 20 25 30 35 40 45 50 jan-10 fev-10 mar-10 1,6 abr-10 1S10 mai-10 jun-10 jul-10 ago-10 set-10 Até GNL Pecém Suprimento de Gás Natural: Panorama do Primeiro Semestre de 2011 out-10 - 13% nov-10 GNL dez-10 jan-11 GNL Baía de Guanabara fev-11 mar-11 abr-11 1,4 mai-11 Até 1S11 jun-11 jul-11 ago-11
  6. 6. 41 38 13 25 2011 2011 (6,7 GW) milhão m³/dia milhão m³/dia 0 10 20 30 40 50 0 10 20 30 40 50 jan-10 jan-10 fev-10 fev-10mar-10 mar-10 Primeiro Semestre de 2011abr-10 abr-10 7,6 36,1 1S10 mai-10 1S10mai-10 jun-10 jun-10 jul-10 jul-10ago-10 ago-10 set-10 set-10out-10 out-10 + 15% + 10%nov-10 nov-10dez-10 dez-10 jan-11 jan-11 fev-11 fev-11 Mercado Termelétricomar-11 mar-11 Mercado Não Termelétricoabr-11 abr-11mai-11 mai-11 1S11 8,8 1S11 jun-11 39,5 jun-11 jul-11 jul-11ago-11 ago-11 Demanda de Gás Natural: Panorama dos Principais Mercados
  7. 7. Segmentação do Mercado Não-Termelétrico Primeiro Semestre de 2011 Mercado Industrial -3% Mercado Automotivo 40 +13% 6 5,5 5,3 2010 2011 35 2010 2011 -3% 5 28,6 milhão m³/diamilhão m³/dia 30 25,3 4 3,8 3,7 25 +5% 20 3 +8% -5% +47% +2% 15 +10% 11,4 11,9 2 10 +4% 5,7 6,9 7,4 1,0 1,0 3,9 3,5 1 0,7 0,7 5 3,2 0,0 0,0 0 0 Industrial Siderurgia Química Cerâmica Outros Automotivo Sudeste Sul Nordeste Norte e Centro Oeste Mercado Comercial e Residencial +10% Mercado Total 6 39,5 2010 2011 40 +13% 2010 2011 5 36,1 35 milhão m³/diamilhão m³/dia 4 30 28,6 25,3 25 3 +8% +8% 20 2 15 -3% +5% 1,3 1,4 1,2 1,3 +19% +4% -8% +8% 10 1 5,5 5,3 4,0 4,2 5 1,3 1,4 0,0 0,1 0,1 0,1 0,0 0,0 0 0 Comercial e Sudeste Sul Nordeste Norte e total Industrial Automotivo Comercial e Outros Residencial Centro Residencial Oeste
  8. 8. MWmed 0 500 1.000 1.500 2.000 2.500 3.000 3.500 4.000 4.500 5.000 5.500 6.000 6.500 7.000 1-jan 8-jan 15-jan 22-jan 29-jan 5-fev 12-fev 19-fev 26-fev 5-mar12-mar19-mar26-mar 2-abr 9-abr16-abr23-abr30-abr 7-mai14-mai 201121-mai28-mai 4-jun 2,1 6,3 11-jun 24/jun 18-jun GWmed GWmed 25-jun 2-jul 9-jul X 16-jul 23-jul 30-jul Realizado: 2,5 Planejado: 1,5 ONS (GWmed) 6-ago13-ago20-ago 1,9 GWmed27-ago 3-set 10-set 2010 2,2 17-set GWmed 24-set 1-out 8-out 15-out 2,1 Incerteza da Geração Termelétrica: Volatilidade Cria Oportunidades 22-out GWmed 29-out 5-nov Petrobras12-nov Projeção 2011 2,0 Oportunidade de19-nov GWmed Preços Reduzidos26-nov 3-dez10-dez 1,717-dez GWmed24-dez31-dez
  9. 9. Volume (milhão m³/d) 0 5 10 15 20 25 1º e 2º Leilões (abr/09) 10 mai/09 2,4 3º, 4º e 5º Leilões (mai/09) 10 jun/09 3,1 6º Leilão (jun/09) 7,5 jul/09 3,6 7º e 8º Leilões (jul/09) ago/09 4,5 6,7 7,3 set/09 4,3Total Ofertado 9º Leilão (set/09) 22 out/09 6,2 22 nov/09 5,9 22 dez/09 4,6 22 jan/10 4,6 22 fev/10 5,7 22 mar/10 6,7 10º Leilão (mar/10) 22 abr/10 6,2Mercado Secundário 22 mai/10 6,4 22 jun/10 7,0 22 jul/10 6,9 22 ago/10 6,9 22 set/10 6,6 22 out/10 7,0Retirado Leilão 22 nov/10 6,4 11º Leilão (nov/10) 15 dez/10 5,3 Deságio Médio no Período (Contratos de Longo Prazo): 42% Oportunidade de Menores Preços de Gás: Leilões Eletrônicos 15 jan/11 5,8 Volume Ofertado x Volume Retirado x Preço Médio 15 fev/11 7,3 4,7 15 mar/11 7,1 12º Leilão (mar/11) 10 abr/11 6,2Preço Médio 10 mai/11 6,3 10 6,8 jun/11 6,6 13º Leilão (jul/11) 0 1 2 3 4 5 6 7 8 Preço Médio (US$ / MMBtu)
  10. 10. Oportunidade de Menores Preços de Gás: Mercado Secundário Volume Contratado x Volume Retirado x Preço Médio 5,9 2,0 6 4,8 4,9 Preço Médio (US$ / MMBtu) 5Volume (milhão m³/d) 1,5 1,1 1,1 4 1,0 3 0,6 2 0,5 0,9 0,8 1 0,5 0,0 0 abr/11 mai/11 jun/11 Clientes de oportunidade, consumidores Total Contratado Retirado Preço Médio de outros energéticos, atraídos momentaneamente para o uso do gás natural. Combustíveis Deslocados: • Coque Verde • Carvão Mineral
  11. 11. Contratos de Longo Prazo no Mercado Mundial – Comparativo de Preços BRASIL (8,51 milhões de km²) ALEMANHA (0,35 milhões de km²) Consum o Consumo Preços ao Consumidor Industrial(m ilhões m ³/dia) (milhões m³/dia) (inclui margem da distribuidora) 1998 17,5 20 1998 218,35 1999 20,7 1999 219,60 2000 25,8 16 2000 217,72 US$/MMBtu 2001 32,7 2001 227,10 12 2002 38,6 2002 226,30 2003 43,3 8 2003 234,37 2004 51,5 2004 235,24 2005 54,0 4 2005 236,30 2006 56,9 2006 238,85 0 2007 57,9 jul/09 jul/10 jan/09 mai/09 jan/10 mai/10 jan/11 mar/09 set/09 mar/10 set/10 mar/11 2007 227,14 nov/09 nov/10 2008 67,5 2008 222,56 2009 54,2 2009 213,76 Brasil Alemanha 2010 72,5 2010 222,70Fonte: BP Statiscal Fonte:Petroleum Industry Research Associates - PIRA, junho/2011 (consumidor industrial 27 mil m³/d) Fonte: BP Statiscal Review, jun/2011 Petrobras, a partir de dados de São Paulo, maio2011 Review, jun/2011 Gasodutos Gasodutos Transporte + Distribuição São Paulo Berlim Transporte + Distribuição 27.727 km Temperaturas Anuais ºC Temperaturas Anuais ºC 360.000 km Fonte: Petrobras e Distribuidoras, Média 19,42 Média 8,67 Fonte: Gazprom Germania, mai/ mai/2010 Máxima 28,00 Máxima 23,00 2010 Mínima 12,00 Mínima -3,00 Fonte: Weather Channel Fonte: Weather Channel OBS: Preços sem impostos
  12. 12. Contratos de Longo Prazo no Mercado Mundial – Comparativo de Preços BRASIL (8,51 milhões de km²) EUA (9,83 milhões de km²) Consum o Consum o Preços ao Consumidor Industrial (m ilhões m ³/dia) (m ilhões m ³/dia) (inclui margem da distribuidora) 1998 17,5 20 1998 1.725,85 1999 20,7 1999 1.738,19 2000 25,8 16 2000 1.810,18 2001 32,7 2001 1.725,31 US$/MMBtu 2002 38,6 12 2002 1.784,89 2003 43,3 2003 1.728,26 2004 51,5 8 2004 1.736,95 2005 54,0 2005 1.707,62 2006 56,9 4 2006 1.682,33 2007 57,9 2007 1.791,87 2008 67,5 0 2008 1.805,14 jul/09 jul/10 jan/09 mar/09 mai/09 jan/10 mar/10 mai/10 jan/11 mar/11 nov/09 nov/10 set/09 set/10 2009 54,2 2009 1.771,91 2010 72,5 2010 1.872,25 Brasil EUA (Nova Iorque) Fonte: BP Statiscal Fonte: BP Statiscal Review, jun/2011 Fonte:EIA - DoE, junho/2011 Review, jun/2011 Petrobras, a partir de dados de São Paulo (consumidor industrial 27 mil m³/d) , maio/2011 Gasodutos Gasodutos Transporte + Distribuição São Paulo Nova Iorque Transporte + Distribuição Temperaturas Anuais ºC Temperaturas Anuais ºC 27.727 km 2.420.000 km Média 19,42 Média 11,50Fonte: Petrobras e Distribuidoras, Máxima 28,00 Máxima 28,00 Fonte: EIA - DoE, jun2010 - Huron - Huron Fonte: EIA - DoE, jun/2010 mai/2010 Mínima 12,00 Mínima -5,00 Consulting Group Consulting Group Fonte: Weather Channel Fonte: Weather Channel OBS: Preços sem impostos
  13. 13. Plano de Negócios 2011-15 Gás e Energia
  14. 14. Investimentos:Foco em E&P e Projetos que Sustentam o Aumento de Produção de Óleo PN 2011-15 Oferta de Gás Natural no Brasil: US$ 224,7 bilhões 2% 65% Associado 2% 1% 1% 6% 4,1 2,4 2015: 78 milhões m³/dia 35% Não AssociadoPetrobras 13,2 3,1 3,8 67% Associado 70,6 127,5 (*) 31% 57% 2020: 102 milhões m³/dia 24% Não Associado 9% Novas Descobertas E&P RTC Gás,Energia e Gás Química Petroquímica Projetos de GNA Distribuição Biocombustíveis Corporativo Projetos do Pré-sal e (*) US$ 22,8 bi em Exploração da Cessão Onerosa Lula Piloto FPSO BW Cidade Juruá GNA Projetos do Pós-sal Angra dos Reis 100.000 bpd Lula NE TLDs FPSO Cidade de Franco 1 Cachalote e Mexilhão Paraty 120.000 bpd Cessão Onerosa Investimentos E&P: US$ 117,7 Bi Baleia Franca FPSO Capixaba Jaqueta GNA Guará Piloto 2 FPSO Cidade de FPSO 150.000 bpd 100.000 bpd São Paulo Parque das Baleias Guará (Norte) Tambaú 120.000 bpd FPSO FPSO P-67 FPSO P-58 Pré-Sal Pós-Sal Mil Uruguá FPSO Cidade de FPSO Cidade de Santos 180.000 bpd 150.000 bpd Replicante 2 150.000 bpd Baleia Azul US$ 64,3 Bilhões bpd Santos GNA FPSO Cidade de BMS-9 ou 11E&P no Brasil US$ 53,4 Bilhões 35.000 bpd Anchieta Papa-Terra Cernambi Sul FPSO 3.070 Marlim Sul 100.000 bpd TLWP P-61 & 150.000 bpd Módulo 3 FPSO P-63 3000 Jubarte SS P-56 (Reaproveita- mento FPSO 150.000 bpd FPSO P-57 100.000 bpd Espadarte) 17% 180.000 bpd 18% 2500 FPSO P-66 2.100 Replicante 1 Infraestrutura Exploração 2.004 Baleia Azul 150.000 bpd Pós-sal BMS-9 ou 11 2000 Roncador Módulo 3 Roncador FPSO TLDs Lula NE e Módulo 4 60.000 bpd Maromba SS P-55 Tiro Piloto Cernambi FPSO P-62 FPSO 180.000 bpd 1500 SS-11 FPSO BW Cidade 180.000 bpd 100.000 bpd Atlantic Zephir São Vicente Siri 30.000 bpd Tiro/Sidon 65% 1000 30.000 bpd FPSO Cidade de Aruanã Jaqueta e FPSO ESP/Marimbá FPSO 50.000 bpd Itajaí FPSO Desenvolvimento da 100.000 bpd TLD Guará TLD Carioca 80.000 bpd 40.000 bpd Produção 500 FPSO Dynamic Producer FPSO Dynamic Producer 4 TLDs 3 TLDs 5 TLDs 5 TLDs 30.000 bpd 30.000 bpd no Pré-sal no Pré-sal no Pré-sal no Pré-sal 0 2010 2011 2012 2013 2014 2015
  15. 15. Investimentos em Gás e Energia PN 2011-2015: US$ 13,2 bilhões Investimentos G&E 2011-15 US$ 13,2 bilhões Oferta de Gás Natural no Brasil: 6% 2% 65% Associado 0,3 0,8 26% 2015: 78 milhões m³/diaGás e Energia 35% Não Associado 3,4 67% Associado 2020: 102 milhões m³/dia 24% Não Associado 45% 5,9 2,8 9% Novas Descobertas 21% Plantas de gás-química (Nitrogenados) Internacional GNL Malha Projetos de GNA Energia Elétrica Projetos do Pré-sal e da Cessão Onerosa Lula Piloto FPSO BW Cidade Juruá GNA Projetos do Pós-sal Angra dos Reis 100.000 bpd Lula NE TLDs FPSO Cidade de Franco 1 Cachalote e Mexilhão Paraty 120.000 bpd Cessão Onerosa Investimentos E&P: US$ 117,7 Bi Baleia Franca FPSO Capixaba Jaqueta GNA Guará Piloto 2 FPSO Cidade de FPSO 150.000 bpd 100.000 bpd São Paulo Parque das Baleias Guará (Norte) Tambaú 120.000 bpd FPSO FPSO P-67 FPSO P-58 Pré-Sal Pós-Sal Mil Uruguá FPSO Cidade de FPSO Cidade de Santos 180.000 bpd 150.000 bpd Replicante 2 150.000 bpd Baleia Azul US$ 64,3 Bilhões bpd Santos GNA FPSO Cidade de BMS-9 ou 11E&P no Brasil US$ 53,4 Bilhões 35.000 bpd Anchieta Papa-Terra Cernambi Sul FPSO 3.070 Marlim Sul 100.000 bpd TLWP P-61 & 150.000 bpd Módulo 3 FPSO P-63 3000 Jubarte SS P-56 (Reaproveita- mento FPSO 150.000 bpd FPSO P-57 100.000 bpd Espadarte) 17% 180.000 bpd 18% 2500 FPSO P-66 2.100 Replicante 1 Infraestrutura Exploração 2.004 Baleia Azul 150.000 bpd Pós-sal BMS-9 ou 11 2000 Roncador Módulo 3 Roncador FPSO TLDs Lula NE e Módulo 4 60.000 bpd Maromba SS P-55 Tiro Piloto Cernambi FPSO P-62 FPSO 180.000 bpd 1500 SS-11 FPSO BW Cidade 180.000 bpd 100.000 bpd Atlantic Zephir São Vicente Siri 30.000 bpd Tiro/Sidon 65% 1000 30.000 bpd FPSO Cidade de Aruanã Jaqueta e FPSO ESP/Marimbá FPSO 50.000 bpd Itajaí FPSO Desenvolvimento da 100.000 bpd TLD Guará TLD Carioca 80.000 bpd 40.000 bpd Produção 500 FPSO Dynamic Producer FPSO Dynamic Producer 4 TLDs 3 TLDs 5 TLDs 5 TLDs 30.000 bpd 30.000 bpd no Pré-sal no Pré-sal no Pré-sal no Pré-sal 0 2010 2011 2012 2013 2014 2015
  16. 16. Investimentos em Gás, Energia e Gás Química 2011-2015 a) Fechado o ciclo de investimentos na ampliação da malha de transporte de Investimentos G&E 2011-15 gás natural (2007–2011: US$ 15 bilhões) US$ 13,2 bilhões 6% b) Novos pontos de entrega de gás natural, 2% 0,3 0,8 gestão junto às distribuidoras visando 26% aumento das vendas e diversificação das modalidades contratuais 3,4 c) Atuação na cadeia de GNL – regaseificação e liquefação – para escoamento do gás do pré-sal e 45% 5,9 2,8 atendimento do mercado termelétrico 21% d) Maiores investimentos na conversão do Plantas de gás-química (Nitrogenados) Internacional gás natural em uréia, amônia, metanol e GNL Malha outros produtos Energia Elétrica e) Investimentos em geração de energia termelétrica a gás natural
  17. 17. Investimentos em Gás, Energia e Gás Química 2011-2015 a) Fechado o ciclo de investimentos na ampliação da malha de transporte de Investimentos G&E 2011-15 gás natural (2007–2011: US$ 15 bilhões) US$ 13,2 bilhões 6% b) Novos pontos de entrega de gás natural, 2% 0,3 0,8 gestão junto às distribuidoras visando 26% aumento das vendas e diversificação das modalidades contratuais 3,4 c) Atuação na cadeia de GNL – regaseificação e liquefação – para escoamento do gás do pré-sal e 45% 5,9 2,8 atendimento do mercado termelétrico 21% d) Maiores investimentos na conversão do Plantas de gás-química (Nitrogenados) Internacional gás natural em uréia, amônia, metanol e GNL Malha outros produtos Energia Elétrica e) Investimentos em geração de energia termelétrica a gás natural
  18. 18. Atuação Mais Próxima do Mercado, em Conjunto com as Distribuidoras •Rede de Distribuição (km) – 0 •Rede de Distribuição (km) – 299 •Nº de Clientes – 1 •Nº de Clientes – 308 b) Novos pontos de entrega de gás natural, •Vol. Comercializado (mil m³/dia) - 0 Distribuidora não-operacional •Vol. Comercializado (mil m³/dia) - 717 gestão junto às distribuidoras visando aumento das vendas e diversificação das modalidades contratuais •Rede de Distribuição (km) – 297 •Nº de Clientes – 1.189 •Vol. Comercializado (mil m³/dia) - 398 •Rede de Distribuição (km) – 260 •Nº de Clientes – 1.492 •Vol. Comercializado (mil m³/dia) - 344 Distribuidora não-operacional •Rede de Distribuição (km) – 43 Distribuidora •Nº de Clientes – 8 •Rede de Distribuição (km) – 487 não-operacional •Vol. Comercializado (mil m³/dia) - 719 •Nº de Clientes – 4.001 •Vol. Comercializado (mil m³/dia) – 1.961 •Rede de Distribuição (km) – 294 •Nº de Clientes – 20.274 •Vol. Comercializado (mil m³/dia) - 410 •Rede de Distribuição (km) – 0 Distribuidora não-operacional •Nº de Clientes – 10 •Rede de Distribuição (km) – 147 •Vol. Comercializado (mil m³/dia) - 6 •Nº de Clientes – 6.611 •Vol. Comercializado (mil m³/dia) - 254 •Rede de Distribuição (km) – 624 •Nº de Clientes – 7.347 •Vol. Comercializado (mil m³/dia) – 3.870 •Rede de Distribuição (km) – 0,2 •Nº de Clientes – 1.153 •Rede de Distribuição (km) – 803 •Vol. Comercializado (mil m³/dia) – 190 •Nº de Clientes – 306 •Vol. Comercializado (mil m³/dia) – 2.916 27 companhias estaduais •Rede de Distribuição (km) – 0,5 •Nº de Clientes – 1 • 23 operacionais: 46,4 milhões m³/dia •Vol. Comercializado (mil m³/dia) – 4 •Rede de Distribuição (km) – 202 comercializados (1º semestre de 2011). •Rede de Distribuição (km) – 0,3 •Nº de Clientes – 21.467 •Nº de Clientes – 2 •Vol. Comercializado (mil m³/dia) – 2.854 •Vol. Comercializado (mil m³/dia) – 12 • Participação da Petrobras em 21 •Rede de Distribuição (km) – 557 •Rede de Distribuição (km) – 4.968 •Nº de Clientes – 10.396 •Nº de Clientes – 791.812 companhias: 25% do volume •Vol. Comercializado (mil m³/dia) – 976 •Vol. Comercializado (mil m³/dia) – 11.452 comercializado (11,4 milhões m³/dia). •Rede de Distribuição (km) – 920 •Nº de Clientes – 2.511 •Vol. Comercializado (mil m³/dia) – 1.824 •Rede de Distribuição (km) – 9.467 •Nº de Clientes – 1.085.045 •Rede de Distribuição (km) – 527 •Vol. Comercializado (mil m³/dia) – 15.792 •Nº de Clientes – 3.737 •Vol. Comercializado (mil m³/dia) – 1.725Fontes: Distribuidoras de Gás Locais e Abegás (em MT, RJ e SP). Volumes referem-se ao primeiro semestre de 2011.SP e RJ: Somatório das Companhias Distribuidoras LocaisMT: Atende por meio de GNC.
  19. 19. Gás Brasiliano Distribuidora (GBD): Aquisição em 29 de Julho de 2011 Volume Projetado (mil m³/dia) Residencial Comercial GNV GNC Industrial Termelétrico UFN V Total 2015 (milhão 5 9 25 163 924 110 1.257 m³/dia) 2.492 l: +200% o Potencia UFN V nto Mínim Crescime 1.257 1.075 1.122 1.020 831 110 833 887 923 924 682 2 4 22120 3 6 24 153 4 7 25 153 4 8 25 163 5 9 25 163 2011 2012 2013 2014 2015 Fonte: 2011 IFCT e 2012 a 2015 Plano de Negócios da GBD. Área de Concessão e Rede de Distribuição (GBD) Volumes de vendas em 2010: 650 mil m³/dia. GBD Área de concessão abrange 375 municípios. Rede de distribuição de 765 km (2011). Número de Clientes: 6.338 (2011). Comgás O contrato de concessão teve início em dezembro de SP Sul 1999 com duração de 30 anos, podendo ser estendido por mais 20 anos. Área de Concessão GBD Em construção (17 km) Em operação (765 km) A construir (50 km)
  20. 20. Gás Brasiliano DistribuidoraAlternativas de Suprimento em Estudo: Unidade de Fertilizantes V – Uberaba MODELO TRANSPORTE MODELO DISTRIBUIÇÃO MG MG +8 km Gasmig +151 km GBD (a construir)
  21. 21. Investimentos em Gás, Energia e Gás Química 2011-2015 a) Fechado o ciclo de investimentos na ampliação da malha de transporte de Investimentos G&E 2011-15 gás natural (2007–2011: US$ 15 bilhões) US$ 13,2 bilhões 6% b) Novos pontos de entrega de gás natural, 2% 0,3 0,8 gestão junto às distribuidoras visando 26% aumento das vendas e diversificação das modalidades contratuais 3,4 c) Atuação na cadeia de GNL – regaseificação e liquefação – para escoamento do gás do pré-sal e 45% 5,9 2,8 atendimento do mercado termelétrico 21% d) Maiores investimentos na conversão do Plantas de gás-química (Nitrogenados) Internacional gás natural em uréia, amônia, metanol e GNL Malha outros produtos Energia Elétrica e) Investimentos em geração de energia termelétrica a gás natural

×