Ferramentas de gestão do tempo no Spider Project

1.771 visualizações

Publicada em

EAP, Diagramas de Rede, Gantt de Atividades e de Recursos, Histogramas, sobrecargas e capacidade, orçamento de projeto, despesas e cronogramas de pagamento. Descubra custos "escondidos" com a aplicação de atividades "hammock"

Publicada em: Negócios

Ferramentas de gestão do tempo no Spider Project

  1. 1. EAP (WBS) Estrutura Analítica do Projeto • Através da Estrutura Analítica realizamos a decomposição do trabalho previsto no projeto em pacotes de trabalho que facilitam o seu gerenciamento. • Critérios de decomposição são diversos, mas a identificação de “entregas” (EAP do produto) é uma das formas mais comuns/importantes. Visão em árvore de um projeto para a realização de dois produtos Visão por hierarquia peter@smello.email
  2. 2. Diagrama de Redes • Em cada pacote de trabalho, as atividades são então organizadas de forma lógica para garantir a identificação do trabalho necessário à realização de cada entrega. peter@smello.email Diagrama de Redes com atividades do Pacote “Deliverable One”
  3. 3. Visão integrada (EAP + Diagrama de Redes) • Projeto, fases, subfases e pacotes de trabalho definem o “quê” deve ser feito; • A rede de atividades definem “quem, quando, de que forma, por quanto” peter@smello.email Ambos pacotes de trabalho com suas respectivas atividades e hierarquia com o projeto.
  4. 4. Visão integrada (EAP + Diagrama de Gantt) • Um Gantt por Atividades permite a compreensão da extensão do tempo para cada atividade e sua lógica. peter@smello.email O Gantt de Atividades permite uma visualização compacta e distribuída no tempo, com a EAP integrada como “fases” de cada conjunto de atividades
  5. 5. Diagrama Gantt de Recursos • Um Gantt por Recursos é uma visão menos habitual de um cronograma, mas muito importante para a distribuição de trabalhos entre recursos de projeto. peter@smello.email O Gantt de Recursos facilita o entendimento da distribuição do trabalho no tempo para cada recurso
  6. 6. Sobrecarga de recursos • O CPM (Critical Path Method) é uma técnica eficiente para a definição de prazos em projeto com recursos infinitos. • Para cronogramas realistas, torna-se necessário solucionar os conflitos em atividades que geram sobrecarga dos recursos. peter@smello.email Cronogramas com a lógica definida, mas sem a distribuição de trabalhos em função da disponibilidade de recursos não são realistas.
  7. 7. Sobrecarga de recursos • A aplicação do RCP (Resource Critical Path) não tem solução matemática e é feita por “tentativa e erro”, razão pela qual o nivelamento de recursos realizado por diferentes ferramentas irão gerar resultados diferentes. • Um nivelamento ineficiente pode representar uso desnecessário de recursos em projetos. peter@smello.email Histogramas de recurso (por dia e acumulado) Auxiliam o entendimento de sobrecargas
  8. 8. Custos “escondidos” • É comum definirmos custos de projeto baseado no uso de recursos, custos fixos e variáveis. peter@smello.email
  9. 9. Custos “escondidos” • É comum definirmos custos de projeto baseado no uso de recursos, custos fixos e variáveis. • Este planejamento auxilia no entendimento dos custos de um projeto e o fluxo mensal de despesas. peter@smello.email Histogramas de custo (despesas por dia & acumuladas)
  10. 10. Hammock X Custos “Escondidos” • Hammocks são atividades que podem ser utilizadas para identificar variações de prazo de projeto em função de outras dependências e calcular custos relacionados a extensão do projeto. peter@smello.email Para um custo “diário” de R$ 100,00 a duração CPM deste projeto é de R$ 2.000,00
  11. 11. Hammock X Custos “Escondidos” • O nivelamento do projeto baseado na disponibilidade dos recursos aumenta a duração total de 20 para 35 dias, com impacto direto sobre o custo total do projeto. peter@smello.email Aumento de R$ 1.500,00
  12. 12. peter@smello.email CPM: Com conflito de Recursos RCP: Recursos Nivelados
  13. 13. peter@smello.email CPM:CronogramairrealRCP:RecursosNivelados Impacto em Prazo = 15 dias Impacto em Custo = R$ 1.500,00 Cronogramas “maduros” = Maior confiança, aplicabilidade e oportunidade de sucesso.
  14. 14. Cronograma de Pagamentos • Bons cronogramas oferecem prazos realistas e visão aplicada do uso de recursos (humanos, materiais, equipamentos e dinheiro). • Habitualmente projetam o custo ao longo do tempo, que é utilizado para a definição de um orçamento. • O “cronograma de pagamentos” é uma função disponível no Spider para permitir o cálculo dos pagamentos necessários à realização de um projeto a partir da definição de seus custos (despesas) e seus ingressos (resultados próprios do projeto em função de suas entregas) peter@smello.email
  15. 15. Cronograma de Pagamentos peter@smello.email 1. Desenvolver o cronograma do projeto
  16. 16. Cronograma de Pagamentos peter@smello.email 1. Desenvolver o cronograma do projeto 2. Executar o cálculo para o cronograma de pagamentos Pagamento Programação de Pagamentos
  17. 17. Cronograma de Pagamentos peter@smello.email 1. Desenvolver o cronograma do projeto 2. Executar o cálculo para o cronograma de pagamentos O agendamento automático é feito mediante parâmetros do usuário (semanal, mensal, etc) e calculado para garantir fluxo contínuo do caixa do projeto.
  18. 18. Cronograma de Pagamentos • Os pagamentos são recalculados dinamicamente considerando valores pagos, entregas de projeto, uso de recursos, atrasos e antecipações. peter@smello.email
  19. 19. Cronograma de Pagamentos peter@smello.email Fluxo de despesas (acumulado) considerando cronograma de pagamentos Programação dos Pagamentos Fluxo de despesas (acumulado) sem o ingresso de pagamentos
  20. 20. Spider Project • Um PMIS – Project Management Information System com funções nativas para: • Nivelamento otimizado de recursos • Cálculo de fluxo de caixa e materiais (consumos e produção) • Simulação de condicionais de projeto (“what-if” cenários) • Simulação de Monte Carlo • Análise de Valor Agregado A versão Spider Desk200 é 100% gratuita e atende pequenos projetos www.spiderproject.com.br peter@smello.email

×