Aula de Perispírito - Abril 2015

1.201 visualizações

Publicada em

Aula sobre Perispírito - Abril de 2015

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.201
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
16
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
67
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula de Perispírito - Abril 2015

  1. 1. 19 ANOS
  2. 2. O estudo das propriedades do PERISPÍRITO, dos FLUIDOS ESPIRITUAIS e dos ATRIBUTOS FISIOLÓGICOS DA ALMA abre novos horizontes à Ciência e dá a chave de uma multidão de fenômenos incompreendidos até então, por falta de conhecimento da lei que os rege — fenôme- nos negados pelo materialismo, por se prenderem à espi- ritualidade, e qualificados como milagres ou sortilégios (malefício de feiticeiro) por outras crenças. Tais são, entre muitos, os fenômenos: Capítulo I – Caráter da Revelação Espírita – Item 40 etc.e possessões, das obsessõesdas curas instantâneas,da fascinação,da transmissão do pensamento, das transfigurações,das aparições,dos pressentimentos,da presciência, dos efeitos psíquicos da catalepsia e dado sonambulismo natural e artificial, da visão a distância,da vista dupla, letargia,
  3. 3. Demonstrando que esses fenômenos repousam em leis naturais, como os fenômenos elétricos, e em que con- dições normais se podem reproduzir, o Espiritismo der- roca o império do maravilhoso e do sobrenatural e, con- seguintemente, a fonte da maior parte das superstições. Capítulo I – Caráter da Revelação Espírita – Item 40 Se faz se creia na possibilidade de certas coisas consideradas por alguns como quiméricas (fantasias, utopias, sonhos), também impede que se creia em muitas outras, das quais ele demonstra a impossibilidade e a irracionalidade.
  4. 4. SPÍRITO PERI GREGO SPIRITUS LATIM PERI ( em torno ) ( alma, espírito ) “É o envoltório sutil e perene da alma, que possibilita sua interação com os meios espiritual e físico.” Zalmino Zimmermann
  5. 5. Zalmino Zimmermann A palavra foi empregada pela primeira vez por Allan Kardec, no item 93 de O Livro dos Espíritos. Mais tarde, os Espíritos Instrutores, endossando a designação, passaram a empregá-la regularmente. Tal denominação baseia-se na forma com que se apresenta esse complexo fluídico, envolvendo a alma. PARTE SEGUNDA Capítulo I – Dos Espíritos – 4. Perispírito – Item 93 O Espírito, propriamente dito, nenhuma cobertura tem, ou, como pretendem alguns, está sempre envolto numa substância qualquer? “Envolve-o uma substância, vaporosa para os teus olhos, mas ainda bastante grosseira para nós; assaz vaporosa, entretanto, para poder elevar-se na atmosfera e trans- portar-se aonde queira.” Envolvendo o gérmen de um fruto, há o perisperma; do mesmo modo, uma substância que, por comparação, se pode chamar perispírito, serve de envoltório ao Espírito propriamente dito.
  6. 6. “É o envoltório sutil e perene da alma, que possibilita sua interação com os meios espiritual e físico.” “Envolvendo o gérmen de um fruto, há o perisperma; do mesmo modo, uma substância que, por comparação, se pode chamar perispírito, serve de envoltório ao Espírito propriamente dito.” Perispírito e o Corpo Físico
  7. 7. “É o envoltório sutil e perene da alma, que possibilita sua interação com os meios espiritual e físico.” Corpo FísicoPerispírito “Envolvendo o gérmen de um fruto, há o perisperma; do mesmo modo, uma substância que, por comparação, se pode chamar perispírito, serve de envoltório ao Espírito propriamente dito.”
  8. 8. Corpo Físico “A alma não se acha encerrada no corpo, qual pássaro numa gaiola. Irradia e se manifesta exteriormente, como a luz através de um globo de vidro, ou como o som em torno de um centro de sonoridade. Neste sentido se pode dizer que ela é exterior, sem que por isso constitua o envoltório do corpo. A alma tem dois invólucros. Um, sutil e leve: é o primeiro, ao qual chamas perispírito; outro, grosseiro, material e pesado, o corpo. A alma é o centro de todos os envoltórios, como o gérmen em um núcleo, já o temos dito.” Livro dos Espíritos 141. Há alguma coisa de verdadeiro na opinião dos que pretendem que a alma é exterior ao corpo e o circunvolve? Perispírito
  9. 9. Outras denominações conhecidas referem-se mais à sua natureza ou funções. Assim, André Luiz, por Francisco Cândido Xavier, chama-o de psicossoma e, também, corpo espiritual – lembrando, aliás, a designação de Paulo, em sua Primeira Epístola aos Coríntios (15:44). Hoje, os autores dão aos três termos – Perispírito, Corpo Espiritual e Psicossoma – o mesmo sentido. 44 “Semeia-se corpo natural, ressuscitará corpo espiritual. Se há corpo natural, há também corpo espiritual.” 39 “Nem toda a carne é uma mesma carne, mas uma é a carne dos homens, e outra a carne dos animais, e outra a dos peixes e outra a das aves.” 40 “E há corpos celestes e corpos terrestres, (...)” Zalmino Zimmermann (http://www.bibliaonline.com.br/acf)Novo Testamento 1 Coríntios * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * (Também conhecido pelos espiritualistas/esotéricos de Corpo Astral)
  10. 10. Planos Corpos Esoterismo em Geral Espiritismo (Allan Kardec) Plano Átmico Corpo Divino Corpo Átmico Espírito Plano Búdico Corpo Búdico Corpo Búdico Plano Mental Superior Corpo Nirvânico Corpo Mental Superior Corpo Causal Perispírito Plano Mental Inferior Corpo Mental Corpo Mental Inferior Corpo Mental Plano Astral Corpo Astral Corpo Astral “Plano Etérico” Duplo Etérico Corpo Etérico Plano Físico Corpo Físico Corpo Físico Corpo Físico Obs.: O Plano Monádico não está inserido na tabela.
  11. 11. PARTE SEGUNDA Capítulo I – Dos Espíritos – 3. Forma dos Espíritos 88. Os Espíritos têm forma determinada, limitada e constante? “Para vós, não; para nós, sim. O Espírito é, se quiserdes, uma chama, um clarão, ou uma centelha etérea.” Espírito
  12. 12. Corpo Físico
  13. 13. Corpo FísicoPerispírito
  14. 14. Espírito Corpo FísicoPerispírito
  15. 15. Espírito Corpo FísicoPerispírito Corpo Físico
  16. 16. Espírito Corpo FísicoPerispírito Corpo Físico Corpo Etérico
  17. 17. Espírito Corpo FísicoPerispírito Corpo Físico Corpo Etérico Corpo Astral
  18. 18. Espírito Corpo FísicoPerispírito Corpo Físico Corpo Etérico Corpo Astral Corpo Mental
  19. 19. Espírito Corpo FísicoPerispírito Corpo Físico Corpo Etérico Corpo Astral Corpo MentalEspírito
  20. 20. Como ocorre a Projeção Astral. Viagem Astral Desdobramento Emancipação da Alma
  21. 21. Como ocorre a Projeção Astral. Viagem Astral Desdobramento Emancipação da Alma
  22. 22. Como ocorre a Projeção Astral. Viagem Astral Desdobramento Emancipação da Alma
  23. 23. Como ocorre a Projeção Astral. Viagem Astral Desdobramento Emancipação da Alma
  24. 24. Como ocorre a Projeção Astral. Viagem Astral Desdobramento Emancipação da Alma PERISPÍRITO AFASTADO DO ENCARNADO
  25. 25. Como ocorre a Projeção Astral. Viagem Astral Desdobramento Emancipação da Alma
  26. 26. Como ocorre a Projeção Astral. Viagem Astral Desdobramento Emancipação da Alma
  27. 27. A forma do perispírito (corpo espiritual) que, geralmente, vemos é igual ao nosso corpo físico, idêntico com órgãos, tecidos, pele, etc. Quando estamos no mundo espiritual, desdobrados, geralmente, só conseguimos ver o corpo espiritual mais denso, idêntico ao nosso corpo físico. E também não percebemos o cordão de prata.
  28. 28. Quando desencarnamos perdemos o corpo físico, e o corpo etérico, mas permanecemos com os outros corpos. PERISPÍRITO AFASTADO DO ENCARNADO
  29. 29. É por isso, e muitas vezes, que não percebemos quando desencarnamos, o perispírito é idêntico ao nosso corpo físico.
  30. 30. Como se dá uma das formas de “Incorporação”.
  31. 31. Como se dá uma das formas de “Incorporação”.
  32. 32. Como se dá uma das formas de “Incorporação”. DESENCARNADO
  33. 33. Como se dá uma das formas de “Incorporação”.
  34. 34. Como se dá uma das formas de “Incorporação”. PERISPÍRITO AFASTADO DO ENCARNADO PERISPÍRITO DO DESENCARNADO
  35. 35. Em uma das formas da psicografia (mecânica), o processo é quase o mesmo. Essa é uma das formas! Existem outras formas nos processos chamados de “incorporação”! Como se dá uma das formas de “Incorporação”. PERISPÍRITO AFASTADO DO ENCARNADO PERISPÍRITO DO DESENCARNADO
  36. 36. Comum de ocorrerem nas palestras, psicografias. Médium Comunicante Como se dá uma das formas de Inspiração.
  37. 37. “A mediunidade está ligada ao corpo pelo espírito que a ele se liga, mas não pertence ao corpo e sim ao perispírito, que enquanto estivermos encarnados faz parte do corpo e permite a ligação do espírito comunicante com o perispírito do médium.” “É o grau MAIOR ou Menor da possibilidade de expansão das energias perispirituais no corpo do médium que determina a MAIOR ou menor flexibilidade do médium na recepção das comunicações.” J. Herculano Pires Perispírito do Médium Perispírito do Comunicante Corpo Físico do Médium
  38. 38. J. Herculano Pires “É o grau MAIOR ou Menor da possibilidade de expansão das energias perispirituais no corpo do médium que determina a MAIOR ou menor flexibilidade do médium na recepção das comunicações.” Perispírito do Médium Perispírito do Comunicante Corpo Físico do Médium Espírito do Médium Espírito do Comunicante “A mediunidade está ligada ao corpo pelo espírito que a ele se liga, mas não pertence ao corpo e sim ao perispírito, que enquanto estivermos encarnados faz parte do corpo e permite a ligação do espírito comunicante com o perispírito do médium.”
  39. 39. 2ª Parte – Capítulo I – Dos Espíritos – Perispírito Item 94 – De onde tira o Espírito o seu invólucro semimaterial? “Do fluido universal de cada globo, razão por que não é idêntico em todos os mundos. Passando de um mundo a outro, o Espírito muda de envoltório, como mudais de roupa.” a) — Assim, quando os Espíritos que habitam mundos superiores vêm ao nosso meio, tomam um perispírito mais grosseiro? “É necessário que se revistam da vossa matéria, já o dissemos.”
  40. 40. 2ª Parte – Capítulo II – Da Encarnação dos Espíritos – A Alma Item 135 – Há no homem alguma outra coisa além da alma e do corpo? “Há o laço que liga a alma ao corpo.” a) — De que natureza é esse laço? “Semimaterial, isto é, de natureza intermédia entre o Espírito e o corpo. É preciso que seja assim para que os dois se possam comunicar um com o outro. Por meio desse laço é que o Espírito atua sobre a matéria e reciprocamente.” LAÇO SEMIMATERIAL ALMA CORPO
  41. 41. 2ª Parte – Capítulo II – Da Encarnação dos Espíritos – A Alma Nota do item 135. O homem é, portanto, formado de três partes essenciais: 1º — o corpo ou ser material, análogo ao dos animais e animado pelo mesmo princípio vital; 2º — a alma, Espírito encarnado que tem no corpo a sua habitação; 3º — o princípio intermediário, ou perispírito, substância semi- material que serve de primeiro envoltório ao Espírito e liga a alma ao corpo. Tal, num fruto, o gérmen, o perisperma e a casca. ALMA CORPO PERISPÍRITO SEMIMATERIAL
  42. 42. Capítulo XIV – Os fluidos – Formação e Propriedades do Perispírito – Item 7 O corpo perispirítico e o corpo carnal têm pois origem no mesmo elemento primitivo; ambos são matéria, ainda que em dois estados diferentes. No perispírito, a transformação molecular se opera diferentemente, porquanto o fluido conserva a sua imponderabilidade (que não se pode pesar) e suas qualidades etéreas. Já vimos que também o corpo carnal tem seu princípio de origem nesse mesmo fluido condensado e transformado em matéria tangível. O perispírito, ou corpo fluídico dos Espíritos, é um dos mais importantes produtos do fluido cósmico; é uma condensação desse fluido em torno de um foco de inteligência ou alma.
  43. 43. A forma do perispírito, a que geralmente vemos, é a forma humana, porém, a matéria sutil do perispírito nem tem a tenacidade nem a rigidez da matéria compacta do corpo. Ela é, se assim podemos dizer, flexível e expansível. Desembaraçado do corpo que o comprime, o perispírito se distende, se contrai, se transforma, isto é, se presta a todas as modificações segundo a vontade que o dirige. O perispírito devido a sua textura, organização, flexibilidade e expansibilidade, fornece inúmeras condições de ação ao Espírito, mesmo quando encarnado, condições estas, que podemos chamar de propriedades (qualidades especiais) do perispírito, sem desconhecer com isso que o comando de toda e qualquer ação é sempre do Espírito. O que possibilita ao Espírito, moldar esse corpo à sua vontade, dando-lhe a aparência que queira.
  44. 44. O Espírito atua sobre o seu perispírito através do pensamento e vontade, mo- dificando sua estrutura perispiritual, "acionando“ as propriedades, sendo que não existe a ação isolada de uma só propriedade. Para estudá-las devemos considerar: Lei de Afinidade Fluídica, que é a lei fundamental dos fluidos: Os fluidos se unem em razão da semelhança de sua natureza; os dessemelhantes se repelem; há incompatibilidade entre os bons e os maus fluidos, como entre o óleo e a água. (http://www.cebatuira.org.br/) * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * As propriedades constituem potencial do Espírito.
  45. 45. Porosidade Plasticidade DensidadePonderabilidade Luminosidade Penetrabilidade Visibilidade Corporeidade Tangibilidade Sensibilidade Global Sensibilidade Magnética ExpansibilidadeBicorporeidade Unicidade Perenidade Mutabilidade Capacidade Refletora Odor Temperatura Assimilação Bicorporeidade
  46. 46. Os fluidos à nossa volta irão exercer uma ação sobre o perispírito (que também é de natureza fluídica) e, consequentemente, sobre o nosso corpo físico. fluidos fluidos fluidos fluidos fluidos fluidos fluidos fluidos
  47. 47. Nossos pensamentos, nossas palavras, nossas atitudes também, exercem uma ação sobre os fluidos que emitimos e, conseqüentemente, sobre o perispírito, e sobre o corpo físico. Quais os pensamentos (fluidos) que estamos emitindo? Quem estamos atraindo com os nossos pensamentos (fluidos)? Que danos podemos estar fazendo ao nosso perispírito, e corpo físico, com os nossos pensamentos, com as nossas palavras e com as nossas atitudes? fluidos fluidos fluidos fluidos fluidos fluidos fluidos fluidos
  48. 48. Antes do passe... Depois do passe... 1. Passe Magnético (humano) 2. Passe Espiritual 3. Misto
  49. 49. Pessoas que conseguem ver a qualquer momento os espíritos (seus perispíritos) são chamados de médiuns videntes. Porém são raros os que possuem essa faculdade. O perispírito de uma pessoa viva pode se tornar visível. As aparições, portanto, são classificadas nesta propriedade do perispírito. O Espírito Superior O Espírito Inferior O Espírito Encarnado
  50. 50. O perispírito é sensível à influenciação magnética que reflete a ação do pensamento e vontade, possibilitando ao Espírito operar transformações na contextura do seu envoltório fluídico.
  51. 51. Primeira Parte – Manifestações dos Espíritos § II – Manifestações Visuais – Item 16 “Outra propriedade do perispírito, peculiar essa à sua natureza etérea, é a penetrabilidade. Matéria nenhuma lhe opõe obstáculo; ele as atravessa todas, como a luz atravessa os corpos transparentes. Daí vem que não há como impedir que os Espíritos entrem num recinto inteiramente fechado. Eles visitam o preso no seu cárcere tão facilmente como visitam a um que está no campo a trabalhar.” Não há meios de impedir a entrada dos Espíritos nos diferentes locais, porém, quanto mais evoluído o Espírito, mais respeito terá, inclusive às barreiras apresentadas pelo mundo material. (http://www.cebatuira.org.br/)
  52. 52. Propriedade de estarem em dois locais. Corpo físico em um lugar e corpo perispiritual em outro. Propriedade do corpo perispiritual se tornar “denso” (“condensação”). E além disso, também, em alguns casos, num corpo sólido e tangível. Santo Antônio de Lisboa e Pádua Milagre da BILOCAÇÃO Essa mudança ocorre pela vontade do espírito. Porém deve haver condições ambientais para isso (fluidos). ECTOPLASMA Tocar, Apalpar. Espírito Katie King William Crookes Cientista Inglês (Físico e Químico) Florence Cook (médium + - 16 anos)
  53. 53. Emancipação da Alma Exteriorização da Sensibilidade Processos Mediúnicos (Psicofonia, Psicografia, etc.) Estados Mentais Real Posição Evolutiva De acordo com a evolução do espírito há também diferentes graus de densidades do perispírito. Quanto mais evoluído mais sutil. Quanto mais inferior mais denso.
  54. 54. As funções básicas do perispírito são marcadas por características de natureza: Instrumental, Individualizadora, Organizadora e Sustentadora. FUNÇÃO INSTRUMENTAL Zalmino Zimmermann Função primordial do perispírito é servir de instrumento à alma, em sua interação com os mundos espiritual e físico. “É o envoltório sutil e perene da alma, que possibilita sua interação com os meios espiritual e físico.” ALMA CORPO PERISPÍRITO
  55. 55. FUNÇÃO INDIVIDUALIZADORA O perispírito, corpo imperecível da alma, serve à sua individualização e identificação. Zalmino Zimmermann A alma é única e diferenciada, e o perispírito, como seu envoltório ou, mais especificamente, seu corpo perene, mostra-a, refletindo-a, assegurando-lhe a identidade exclusiva. No perispírito encontra-se à sua própria história, às suas particulares características evolutivas. Essa identidade, que diz de suas qualidades positivas e negativas, transmite-se, quando em estado de encarnação, ao corpo físico, que, entretanto, nem sempre a reflete inteiramente.
  56. 56. Com efeito, situações cármicas podem impor que, a partir da formação dos órgãos e das estrutura do do seu corpo físico, espelhe condições transitórias do perispírito, mostrando aparência, possibilidades fisiológicas ou condições psicológicas, sinalizando uma presença temporária no plano físico, que não expressa, propriamente, a identidade profunda do reencarnante, parcialmente apagada, mas que após a desencarnação, presentes as necessárias condições, emergirá inteira, enriquecida pelas experiências vividas. FUNÇÃO INDIVIDUALIZADORA Zalmino Zimmermann
  57. 57. FUNÇÃO ORGANIZADORA A função organizadora do perispírito aparece especialmente notável no processo de reen- carnação, obedecendo aos impulsos de crescimento, leva à formação de um novo corpo físico que se estrutura rigorosamente de acordo com as características que marcam o corpo espiritual, modelo por excelência. Essa capacidade modeladora (ou plasmadora) varia de acordo com a evolução do Espírito, sendo... ...certo que muita diferença há entre a encarnação de um Espírito superior e a de um que não o seja. No Plano Espiritual... Modelo de Seu Futuro Perispírito e Corpo. Missão Prova Expiação Planejamento Encarnatório. Próxima Encarnação Perispírito anterior Perispírito futuro
  58. 58. FUNÇÃO SUSTENTADORA O perispírito, impregnando-se de energia vital e transferindo-a paulatinamente, ao impulso da alma, para o veículo físico, sustenta-o desde a formação até o completo crescimento, conservando-o, depois, na vida adulta, durante o tempo necessário. Zalmino Zimmermann
  59. 59. Zalmino Zimmermann Outro aspecto importante relaciona-se com o sistema imunológico, onde já se constatou que está diretamente vinculado com o equilíbrio emocional. O comprometimento psíquico – a refletir seguidamente a própria história do Espírito – pode repercutir na ação sustentadora do psicossoma, provo- cando desequilíbrio homeostático. Recomposta a harmonia mental – dentro das possibilidades cármicas –, as forças perispiríticas de sustentação, desblo- queadas, voltam a operar, reativando a imunologia. FUNÇÃO SUSTENTADORA
  60. 60. pelos esforços transformação mora “Reconhece-se o verdadeiro espírita pela sua transformação moral e pelos esforços que 19 ANOS Allan Kardece-mail: pericliscb@outlook.com facebook: Périclis Roberto 1º 2º

×