07.04 O Desdobramento IV Son An Med 20 jan 2015

235 visualizações

Publicada em

07.04 O Desdobramento IV Son An Med 20 jan 2015

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
235
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
16
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

07.04 O Desdobramento IV Son An Med 20 jan 2015

  1. 1. Estudos Dirigidos O Desdobramento Voltamos com o nosso assunto...
  2. 2. Queremos lembrar, mostrando novamente, Lego desdobrado, e que ele assim, pode estar consciente plenamente, ou não, deste plano espiritual (astral). Estudos Dirigidos O Desdobramento
  3. 3. E estamos falando daquelas pessoas que já possuem uma certa consciência de estarem neste outro plano (outra dimensão, ou nível). Estudos Dirigidos O Desdobramento
  4. 4. Como vimos anteriormente, a lembrança do que ocorreu, ou não, o após, é que vai caracterizar se foi um desdobramento consciente ou inconsciente! Estudos Dirigidos O Desdobramento
  5. 5. E há outra observação muito importante! É que Lego, neste estado, de desdobramento, pode se expressar de uma forma não muito comum a seu comportamento normal, quando no estado de vigília! Estudos Dirigidos O Desdobramento
  6. 6. Ou seja, ele poderá se expressar de uma forma bem mais livre. Poderá se comportar também de forma diferente, e até mesmo falar sobre assuntos diferentes! Mas é ele mesmo! Estudos Dirigidos O Desdobramento
  7. 7. Um exemplo: Lego não sabe falar inglês, mas neste estado começou a falar inglês fluentemente! Estudos Dirigidos O Desdobramento
  8. 8. Estudos Dirigidos E é neste momento onde o próprio Lego fala, conversa, vê, sente, e se expressa “livremente”, e até as vezes diferentemente do normal (neste outro plano) que ocorre o fenômeno chamado de ANIMISMO! O Desdobramento Animismo=> do latim Anima (alma) + ismo. Aquilo que vem de dentro da pessoa, de sua alma.
  9. 9. Estudos Dirigidos Ou seja, o ANIMISMO, de uma forma bem geral, é quando a própria pessoa está se manifestando, se expressando, parcialmente ou totalmente. O Desdobramento Animismo=> do latim Anima (alma) + ismo. Aquilo que vem de dentro da pessoa, de sua alma.
  10. 10. E este ANIMISMO poderá ser de forma consciente ou inconsciente! Estudos Dirigidos O Desdobramento Animismo=> do latim Anima (alma) + ismo. Aquilo que vem de dentro da pessoa, de sua alma.
  11. 11. No ANIMISMO inconsciente encontramos a principal característica do sonâmbulo, ou seja, não lembrará do que aconteceu durante este período! Estudos Dirigidos O Desdobramento
  12. 12. Você agora poderá até estar se questionando agora: O que você quer dizer com “...a própria pessoa está se manifestando, se expressando???” E pode acontecer algo de diferente nisso? Estudos Dirigidos O Desdobramento
  13. 13. E até uma outra dúvida: “Isso quer dizer que outra pessoa pode se expressar, se manifestar através do Lego????” Estudos Dirigidos O Desdobramento
  14. 14. E a resposta é simples: SIM! Estudos Dirigidos O Desdobramento
  15. 15. Através de várias observações e experiências pôde-se observar que isso era, e é, possível! Estudos Dirigidos O Desdobramento
  16. 16. E é esta uma das intenções deste estudo. Mostrar como isso acontece. Por isso faremos aqui uma breve demonstração deste conceito apenas para finalizar este assunto. Estudos Dirigidos O Desdobramento
  17. 17. O estudo do fenômeno mediúnico será feito mais adiante, como também falaremos mais sobre o fenômeno do animismo. Só estamos apresentando uma introdução sobre estes temas dentro do assunto sobre o desdobramento dos corpos. Estudos Dirigidos O Desdobramento
  18. 18. Vamos ver esta imagem de novo, onde Lego está em seu estado de vigília. Estudos Dirigidos O Desdobramento
  19. 19. E agora no estado de “transe”, ou no “estado alterado de consciência”. Existem muitos nomes para o mesmo fenômeno! Estudos Dirigidos O Desdobramento
  20. 20. Estudos Dirigidos O DesdobramentoAté agora o que já estudamos, e através de diversas experiências se comprovou que o animismo existe e é fato real! Demonstrando que a consciência, a personalidade, o Eu, não está no cérebro, ou seja no corpo físico!
  21. 21. Nesta outra figura vemos o desdobramento e o afastamento do corpo astral. Estudos Dirigidos O Desdobramento Estamos mostrando somente o corpo etérico e o astral, além do corpo físico.
  22. 22. E nesta outra figura vemos uma outra “pessoa” se aproximando. Vamos dizer que ela está desdobrada de seu corpo físico e próximo a Lego. Reparem os cordões de prata de cada um deles. Estudos Dirigidos O Desdobramento
  23. 23. Nesta outra imagem agora vemos esta outra “pessoa” envolvendo o corpo físico de Lego, enquanto ele no corpo astral está mais afastado, ligado ao corpo físico pelo cordão de prata. Estudos Dirigidos O Desdobramento
  24. 24. Vamos agora apenas detalhar na imagem de Lego “físico” sendo envolvido por esta “pessoa”. Mas vemos o cordão de prata, que liga Lego “físico” a Lego “astral”, ainda mais afastado. Estudos Dirigidos O Desdobramento Cordão de prata de Lego desdobrado. Cordão de prata da pessoa desdobrada.
  25. 25. Com isso queremos dizer que, nesta nova situação esta “pessoa” poderá se expressar através do Lego “físico”. Ou seja, poderá falar, escrever, andar, etc. Tudo isso através do Lego “físico”! Estudos Dirigidos O Desdobramento Cordão de prata de Lego desdobrado. Cordão de prata da pessoa desdobrada.
  26. 26. E podemos dizer ainda que Lego está servindo de “meio”, de “intermediário”, para que esta “pessoa” possa se manifestar, e se expressar! Estudos Dirigidos O Desdobramento Cordão de prata de Lego desdobrado. Cordão de prata da pessoa desdobrada.
  27. 27. Então poderemos usar um novo termo para isso! Lego está servindo de médium para que esta “pessoa” possa se comunicar. Estudos Dirigidos O DesdobramentoMédium => do latim medium = meio, intermediário. Cordão de prata de Lego desdobrado. Cordão de prata da pessoa desdobrada.
  28. 28. Temos aqui então uma nova situação no qual chamaremos de mediunismo! Estudos Dirigidos O DesdobramentoMédium => do latim medium = meio, intermediário. Cordão de prata de Lego desdobrado. Cordão de prata da pessoa desdobrada.
  29. 29. No mediunismo portanto existe a participação de duas pessoas. Neste nosso exemplo, de Lego (médium) e a de outra pessoa, neste nosso caso, encarnada. Estudos Dirigidos O DesdobramentoMédium => do latim medium = meio, intermediário. Cordão de prata de Lego desdobrado. Cordão de prata da pessoa desdobrada.
  30. 30. Ou seja, observe também que no mediunismo há a comunicação desta outra pessoa, podendo ser ela tanto um encarnado (ele está desdobrado) ou um desencarnado! Estudos Dirigidos O DesdobramentoMédium => do latim medium = meio, intermediário. Cordão de prata de Lego desdobrado. Cordão de prata da pessoa desdobrada.
  31. 31. Um outro termo que poderíamos usar é dizer que Lego está servindo de “Canal” para que essa pessoa possa se comunicar. Estudos Dirigidos O DesdobramentoMédium => do latim medium = meio, intermediário. Cordão de prata de Lego desdobrado. Cordão de prata da pessoa desdobrada. Este outro termo, e processo de receber informações dessa maneira, é popularmente denominado canalização.
  32. 32. É neste processo também que podemos ver o que vulgarmente chamamos de “incorporação”. Mas que na verdade ninguém entra em ninguém! E sim no significado da palavra juntar, unir. Estudos Dirigidos O Desdobramento Cordão de prata de Lego desdobrado. Cordão de prata da pessoa desdobrada.
  33. 33. Uma outra observação muito importante de conceitos. Alguns autores também chamam de animismo o fenômeno quando é um encarnado que está se manifestando pelo médium, e de espiritismo quando se trata de um desencarnado. Estudos Dirigidos O Desdobramento Cordão de prata de Lego desdobrado. Cordão de prata da pessoa desdobrada.
  34. 34. Veja esta outra situação de mediunismo. A pessoa está ao lado falando para Lego, e ele transmitirá, através de seu corpo físico, o que está “ouvindo”, através de seu corpo astral e/ou mental. Não havendo a necessidade do “acoplamento”. Estudos Dirigidos O Desdobramento Ele está dizendo: blá, bla, blá... blá, bla, blá...
  35. 35. Existem diversas formas em que acontece o que chamamos de mediunismo. Estamos apenas demonstrando algumas. Estudaremos essas formas mais adiante. Estudos Dirigidos O Desdobramento Ele está dizendo: blá, bla, blá... blá, bla, blá...
  36. 36. Agora vamos prestar bastante atenção ao que irei falar aqui. Estudos Dirigidos O Desdobramento
  37. 37. Lego ao retornar ao seu estado normal, ou de vigília, poderá lembrar ou, até mesmo, não lembrará de nada do que aconteceu! Estudos Dirigidos O Desdobramento ?
  38. 38. Lembra-se de quando falamos sobre o estado consciente e inconsciente? Estudos Dirigidos O Desdobramento
  39. 39. Aqui, na mediunidade, ou mediunismo, também poderemos usar o mesmo termo, porém com uma diferença! Estudos Dirigidos O Desdobramento
  40. 40. Voltando para o desenho onde ele está servindo de “médium” para que uma outra “pessoa” possa se comunicar, e se expressar... Estudos Dirigidos O Desdobramento Cordão de prata de Lego desdobrado. Cordão de prata da pessoa desdobrada.
  41. 41. Ao retornar ao seu estado normal, e caso ele não consiga lembrar do que aconteceu poderemos dizer que Lego esteve em um estado sonambúlico, mas com um complemento de novo termo nesta palavra. Estudos Dirigidos O Desdobramento ?
  42. 42. Poderemos dizer então que ele esteve sobre um estado sonambúlico mediúnico! Estudos Dirigidos O Desdobramento ?
  43. 43. Ou seja, ele esteve sobre um estado inconsciente (sonambulismo) e servindo como médium! Estudos Dirigidos O Desdobramento ?
  44. 44. Estudos Dirigidos O DesdobramentoE, como já falamos a pouco, quando isso ocorre dizemos que houve o mediunismo, ou seja, na verdade houve o fenômeno onde se serviu apenas de meio para que uma outra pessoa pudesse se comunicar, se manifestar, e de se expressar. Cordão de prata de Lego desdobrado. Cordão de prata da pessoa desdobrada.
  45. 45. Você poderá encontrar também além do termo mediunismo um outro, que é espiritismo! Estudos Dirigidos O Desdobramento Cordão de prata de Lego desdobrado. Cordão de prata da pessoa desdobrada.
  46. 46. E o uso do termo espiritismo é simplesmente para dizer que é um espírito que está se manifestando. Lembrando ainda que pode ser tanto um espírito que esteja encarnado como também desencarnado. Estudos Dirigidos O Desdobramento Cordão de prata de Lego desdobrado. Cordão de prata da pessoa desdobrada.
  47. 47. Então teremos... Estudos Dirigidos O Desdobramento 2. Animismo: (consciente e inconsciente1) Manifestação da própria pessoa. 3. Mediunismo ou Espiritismo: (consciente e inconsciente4) Manifestação de uma outra pessoa. 1. Sonambulismo: (inconsciente) Manifestação da própria pessoa, sem a lembrança do ocorrido. 4. Sonambulismo mediúnico: (inconsciente) Manifestação de uma outra pessoa sem a lembrança do ocorrido, pelo médium.
  48. 48. E para tirar uma dúvida frequente, poderemos dizer que em todo fenômeno mediúnico existirá o animismo, pois o espírito do médium exerce sempre um certo grau de interferência, participação, nas comunicações mediúnicas. Estando próximo ou não ao seu corpo! Estudos Dirigidos O Desdobramento Cordão de prata de Lego desdobrado. Cordão de prata da pessoa desdobrada.
  49. 49. Quanto maior essa participação, e influência, do médium na transmissão, maior é o grau de seu animismo. Estudos Dirigidos O Desdobramento Cordão de prata de Lego desdobrado. Cordão de prata da pessoa desdobrada.
  50. 50. Participação queremos dizer é quando o médium tenta controlar, as vezes, e até demais, as palavras e ou as atitudes do espírito que deseja se comunicar, se “manifestar”. Estudos Dirigidos O Desdobramento Cordão de prata de Lego desdobrado. Cordão de prata da pessoa desdobrada.
  51. 51. Capítulo XIV. Dos Médiuns 6. MÉDIUNS SONAMBÚLICOS 172. Pode considerar-se o sonambulismo uma variedade da facul- dade mediúnica, ou, melhor, são duas ordens de fenômenos que frequentemente se acham reunidos. O sonâmbulo age sob a in- fluência do seu próprio Espírito; é sua alma que, nos momentos de emancipação, vê, ouve e percebe, fora dos limites dos sentidos. O que ele externa tira-o de si mesmo; suas ideias são, em geral, mais justas do que no estado normal, seus conhecimentos mais dilata- dos, porque tem livre a alma. Numa palavra, ele vive antecipada- mente a vida dos Espíritos. O médium, ao contrário, é instrumento de uma inteligência estranha; é passivo e o que diz não vem de si. Em resumo, o sonâmbulo exprime o seu próprio pensamento, enquanto que o médium exprime o de outrem. Mas, o Espírito que se comunica com um médium comum também o pode fazer com um sonâmbulo; dá-se mesmo que, muitas vezes, o estado de emancipação da alma facilita essa comunicação. Muitos sonâm- bulos vêem perfeitamente os Espíritos e os descrevem com tanta precisão, como os médiuns videntes. Podem confabular com eles e transmitir-nos seus pensamentos. O que dizem, fora do âmbito de seus conhecimentos pessoais, lhes é com frequência sugerido por outros Espíritos. Aqui está um exemplo notável, em que a dupla ação do Espírito do sonâmbulo e de outro Espírito se revela e de modo inequívoco. FIM
  52. 52. Bem, chegamos ao fim deste assunto. Lembramos que falaremos mais sobre ele durante nossos estudos. E isso foi apenas uma introdução!!! Estudos Dirigidos O Desdobramento
  53. 53. Estudos Dirigidos Vamos dar uma pausa por aqui. http://vivenciasespiritualismo.net/index.htm Luiz Antonio Brasil Périclis Roberto pericliscb@outlook.com

×