04.05 O Corpo Astral V - MOB 20 jan 2015

901 visualizações

Publicada em

04.05 O Corpo Astral V - MOB 20 jan 2015

Publicada em: Espiritual
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
901
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
68
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

04.05 O Corpo Astral V - MOB 20 jan 2015

  1. 1. Voltamos com o nosso assunto... Estudos Dirigidos O Corpo Astral
  2. 2. Vamos incluir neste nosso estudo, sobre o Corpo Astral, os conceitos do Sr. Hernani Guimarães Andrade e ver como ele idealizou nossos corpos. O Corpo Astral e o MOB. 31 de maio de 1913 25 de abril de 2003 Estudos Dirigidos
  3. 3. Apenas como apresentação, o Sr. Hernani Guimarães Andrade foi um grande pesquisador nesta área. Foi o fundador do Instituto Brasileiro de Pesquisas Psicobiofísicas, o IBPP. O Corpo Astral e o MOB. Estudos Dirigidos 31 de maio de 1913 25 de abril de 2003
  4. 4. Faremos apenas um breve passeio por um de seus livros mostrando alguns conceitos e esquemas. Nada aprofundado. O Corpo Astral e o MOB. Estudos Dirigidos 31 de maio de 1913 25 de abril de 2003
  5. 5. Traremos apenas algumas imagens de seu modelo idealizado, incluindo o MOB – o Modelo Organizador Biológico. O Corpo Astral e o MOB. Estudos Dirigidos 31 de maio de 1913 25 de abril de 2003
  6. 6. Foi através deste seu modelo que ele tenta demonstrar os vários fenômenos anímicos e mediúnicos. Por isso, estamos incluindo em nosso estudo. O Corpo Astral e o MOB. Estudos Dirigidos 31 de maio de 1913 25 de abril de 2003
  7. 7. Mas iremos mostrá-lo em outro ambiente, fora de nossa sala... O Corpo Astral e o MOB. Estudos Dirigidos 31 de maio de 1913 25 de abril de 2003
  8. 8. *Tetradimensional = quatro dimensões MOB Modelo Organizador Biológico Cúpula Ele nos diz que somos formados por um matéria básica chamada “matéria Psi”, que forma uma estrutura tetradimensional*, possuindo uma Cúpula e o Modelo Organizador Biológico – MOB.
  9. 9. Nesta Cúpula formaria e estaria localizado o Corpo Astral. Corpo Astral Cúpula
  10. 10. E no MOB formaria e estaria localizado o Corpo Vital, ou seja, cada um com sua função específica. Corpo Vital MOB Modelo Organizador Biológico Corpo Astral Cúpula
  11. 11. O MOB seria o responsável em atuar pela formação do Corpo Físico através de sua Zona Embriofetal Histórica, ou seja, desde a sua formação embrionária. NASCIMENTO Zona Embriofetal Histórica MOB Modelo Organizador Biológico Corpo Vital
  12. 12. (*) Para explicar como ocorrem as encarnações, e como temos acesso a elas, através das regres- sões de memória, o Sr. Hernani Guimarães idealizou um outro modelo, em camadas, mas que não traremos para este nosso estudo. Os interessados podem pesquisar em seu livro. Corpo Astral Cúpula A Cúpula seria responsável em armazenar as nossas experiências encarnatórias. Estariam aqui todas as nossas vivências anteriores (*).
  13. 13. NASCIMENTO Corpo Vital Zona Embriofetal Histórica Corpo Astral Cúpula Então teremos o MOB com a nossa fase embriofetal, de nossa evolução da espécie. E a Cúpula com a nossa síntese psicológica, de nossas experiências encarnatórias. NASCIMENTO MOB Modelo Organizador Biológico
  14. 14. A todo este complexo, mais o corpo físico, Hernani identifica como o Espírito, ou seja, a Individualidade. Corpo Físico ESPÍRITO Corpo VitalCorpo Astral Cúpula MOB Modelo Organizador Biológico
  15. 15. Corpo Físico ESPÍRITO Corpo VitalCorpo Astral Cúpula MOB Modelo Organizador Biológico E essa Individualidade ou Espírito completo Hernani escreve que é a denominação de Corpo Mental, usada por André Luiz. (CORPO MENTAL)
  16. 16. Corpo Vital Zona Embriofetal Histórica Corpo Astral Cúpula NASCIMENTO MOB Modelo Organizador Biológico Corpo Físico A Individualidade ou Espírito completo Hernani diz que é formado pela matéria Psi, e que André Luiz chama de matéria mental.
  17. 17. A região entre o Corpo Astral e o Corpo Vital, onde estes se ligam ao Corpo Físico por um Campo Biomagnético (CBM), ele denomina de Região Anímico-Perispirítica. Região ou Zona Anímico-Perispirítica Esta região seria formada por um campo e teria uma estrutura biomagnética (um campo de força) com a forma do corpo humano, com seus diferentes tecidos, orgãos, etc. Corpo VitalCorpo Astral Corpo Físico
  18. 18. ALMA Região ou Zona Anímico-Perispirítica E seria essa região, onde está este campo biomagnético, que anima o corpo físico, e que liga o corpo astral ao corpo vital, é que Hernani chama de Alma (a personalidade encarnada). Cúpula MOB Modelo Organizador Biológico
  19. 19. Quando o corpo físico se acaba, ou há o desdobramento dos corpos, o corpo astral e o corpo vital formam o perispírito ou corpo espiritual. PERISPÍRITO Hernani Guimarães nos diz que este perispírito é formado por uma matéria a que chama de “matéria Psi”. É a matéria quintessenciada de Allan Kardec. MOB Modelo Organizador Biológico Cúpula Corpo VitalCorpo Astral
  20. 20. Veremos então como ficou o nosso corpo, segundo Hernani.
  21. 21. NASCIMENTO Campo Biomagnético – CBM Espírito, Perispírito e Alma Modelo desenvolvido por Hernani Guimarães Andrade Região Anímico-Perispirítica Cúpula MOB Modelo Organizador Biológico Corpo Físico Corpo Astral Corpo Vital Zona Embriofetal Histórica
  22. 22. Imagens retiradas da internet sobre o MOB – Modelo Organizador Biológico Obs.: (3D) e (4D) refere-se a visualização de um imagem em 3 e 4 dimensões.
  23. 23. Cupula (4D) Corpo Físico (3D) Corpo Vital (3D) Corpo Astral (3D) Zona Embriofetal Histórica Nascimento Fase de Crescimento Região Anímico-Perispirítica (PERISPÍRITO) MOB (4D) CORPO ASTRAL + CORPO VITAL = PERISPÍRITO CUPULA + MOB = CORPO MENTAL OU ESPÍRITO INTEGRAL
  24. 24. Seguindo esse modelo veja como acontece o desdobramento do corpo. Ou como Hernani prefere, o deslocamento da cúpula.
  25. 25. Cúpula MOB Modelo Organizador Biológico Região Anímico-Perispirítica Deslocamentos da Cúpula A primeira observação que ele nos fala é de que o deslocamento da cúpula acontece na região anímico-perispiritual. Esse deslocamento ocorre em vários graus, desde as pequenas e simples desconexões ao nível do corpo astral, até o total desaco- plamento dos corpos astral, físico e vital, seguido do colapso e morte quando tal desligamento se torna muito prolongado e definitivo. Corpo Astral Corpo Vital Corpo Físico
  26. 26. Deslocamentos da Cúpula A segunda observação é de que a cúpula sempre estará unida ao corpo astral, enquanto o MOB estará sempre unido ao corpo vital. No deslocamento da cúpula, sempre unida ao corpo astral, o corpo físico estará acoplado ao corpo vital. cordão prateado MOB Cúpula
  27. 27. cordão prateado MOB Deslocamentos da Cúpula Este deslocamento ocorre durante o sono, no Desdobramento Astral (Experiência Fora-do-Corpo, Projeção da Consciência). Em inglês é chamado de OOBE ou OBE (out-of-the body experience) Pode ocorrer consciente ou inconscientemente. Cúpula
  28. 28. Deslocamentos da Cúpula Hernani também nos chama a atenção para um fenômeno interessante quando ocorre o deslocamento da cúpula, que é o da Ectoplasmia, ou seja, a produção de ectoplasma. A emissão de ectoplasma é realizada em maior ou menor quantidade, conforme o grau do deslocamento da cúpula. cordão prateado MOB Cúpula
  29. 29. Seguindo ainda esse modelo é no deslocamento da cúpula que ocorre a incorporação, vamos ver como...
  30. 30. Incorporação Mediúnica Completa Desencarnado com seu Corpo Espiritual ou Perispírito. Encarnado Aqui temos dois personagens: Um encarnado e outro desencarnado. MOB (espírito) Cúpula (espírito) Cúpula (médium) MOB (médium)
  31. 31. A próxima ação será a aproximação da cúpula do desencarnado ao corpo do encarnado. Cúpula (espírito) Cúpula (médium) Incorporação Mediúnica Completa MOB (espírito) MOB (médium)
  32. 32. A seguir teremos o afastamento da cúpula do encarnado com o seu Corpo Astral. cordão prateado Cúpula (médium) Incorporação Mediúnica Completa MOB (espírito) Cúpula (espírito) MOB (médium)
  33. 33. E na ação final a incorporação. cordão prateado MOB (espírito) Cúpula (espírito) Cúpula (médium) Incorporação Mediúnica Completa Observe que segundo o modelo de Hernani Guimarães o desencarnado fica afastado de seu MOB, e com isso também de seu corpo vital. MOB (médium)
  34. 34. Vamos ver como acontece o deslocamento da cúpula e do MOB.
  35. 35. Cúpula MOB Modelo Organizador Biológico Região Anímico-Perispirítica Corpo Astral Corpo Vital Corpo Físico Deslocamentos da Cúpula e do MOB
  36. 36. Cúpula Corpo Astral MOB Modelo Organizador Biológico Corpo Vital Corpo Físico Deslocamentos da Cúpula e do MOB 1. A cúpula e o MOB se afastam do corpo físico, porém ficam ligados a ele através do cordão fluídico.
  37. 37. Cúpula Corpo Astral MOB Modelo Organizador Biológico Corpo Vital Cordão Prateado 2. Aqui tem uma observação importante que Hernani nos fala. É que ele nos diz que o MOB, e o corpo vital devem estar acoplado ao corpo físico, garantindo a integridade biológica do soma (corpo físico). Ou seja, ele não se distancia muito do corpo físico. Deslocamentos da Cúpula e do MOB Corpo Físico
  38. 38. MOB Modelo Organizador Biológico Corpo Vital Cúpula Corpo Astral Cordão Prateado 3. Enquanto o MOB retorna e deve ficar acoplado ao físico, a cúpula, e o corpo astral, podem se afastar do físico. Deslocamentos da Cúpula e do MOB Corpo Físico
  39. 39. de volta, na sala... Deste trabalho desenvolvido pelo Hernani Guimarães poderemos ver algumas semelhanças com o nosso modelo que estaremos estudando. O Corpo Astral e o MOB. Estudos Dirigidos
  40. 40. Mas o que queremos falar mesmo é sobre o Corpo Vital do MOB. O Corpo Astral e o MOB. Estudos Dirigidos
  41. 41. E também como você mesmo viu não é apenas o Corpo Astral que seria o MOB como alguns autores comentam em seus livros. Corpo Astral Corpo VitalMOB Cúpula O Corpo Astral e o MOB. Estudos Dirigidos
  42. 42. E o Corpo Vital, do esquema do Sr, Hernani Guimarães, nos faz lembrar na verdade é do corpo etérico, ou duplo etérico, já que ele deve ficar acoplado ao corpo físico. O Corpo Astral e o MOB. Estudos Dirigidos
  43. 43. Porém chamamos a sua atenção, no esquema, quando o espírito desencarnado “incorporou”, com a sua Cúpula, ao corpo físico do médium, deixando o seu MOB afastado, com o seu corpo vital. Lembra? O Corpo Astral e o MOB. Estudos Dirigidos
  44. 44. Mas pudemos também ver que, em outro esquema, no encarnado, o afastamento por longo período, do Corpo Vital, não é possível. Pelo menos quando está encarnado. O Corpo Astral e o MOB. Estudos Dirigidos
  45. 45. Então, não poderia ser o “nosso” duplo etérico, pois este corpo se desfaz durante o desencarne. Ele é matéria, portanto não poderia ser ele, segundo nossos estudos. O Corpo Astral e o MOB. Estudos Dirigidos
  46. 46. Fica então essa dúvida para nós. Pois, pelas funções que este MOB desempenha, realmente se trata do duplo etérico. O Corpo Astral e o MOB. Estudos Dirigidos
  47. 47. Uma outra explicação seria que o MOB, e o corpo vital, segundo o esquema do Sr. Hernani, fiquem acoplado ao corpo astral ao deixar o corpo físico, após o desencarne. O Corpo Astral e o MOB. Estudos Dirigidos
  48. 48. Estão lembrados quando falamos sobre o Corpo Astral da possibilidade dele também apresentar um corpo energético? Pensem sobre isso... O Corpo Astral e o MOB. Estudos Dirigidos
  49. 49. E essas nossas colocações não se trata, de forma alguma, de nenhuma crítica ou correções, com o que foi estudado pelo modelo do Sr. Hernani Guimarães. O Corpo Astral e o MOB. Estudos Dirigidos
  50. 50. Não expomos aqui o belíssimo trabalho do Sr. Hernani Guimarães para fazermos comparações, e até mesmo críticas, mas apenas para mostrar uma outra configuração proposta, por ele, ao Espírito. O Corpo Astral e o MOB. Estudos Dirigidos
  51. 51. Portanto veio somente acrescentar mais conhecimento. Iremos dar uma pausa e então continuar com os nossos estudos. O Corpo Astral e o MOB. Estudos Dirigidos http://vivenciasespiritualismo.net/index.htm Luiz Antonio Brasil Périclis Roberto pericliscb@outlook.com

×