SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 6
Baixar para ler offline
ALCIONE FERREIRA/DP/D.A PRESS




CADERNO
ESPECIAL


DOMINGO
Recife, 10 de julho de 2011




                                                                                                                                                                                                               DIARIOdeP E R N A M B U C O




Para fazer o Recife andar
  Com quantos prédios e carros se faz a imo-            macromobilidade vem sendo discutida e o                todos os dias. O tempo que perdemos no trân-           porte público. As linhas alimentadoras do
bilidade de uma cidade? Depende das ruas,               nosso dever de casa ainda não foi feito. Esta-         sito é em média de 30%. Imagine o desperdí-            transporte complementar são hoje peças fun-
do próprio sistema viário e da qualidade do             mos longe também de dispor de um sistema               cio disso em uma semana, um mês ou um                  damentais no contexto da mobilidade, mas
transporte público. Mas a mobilidade vai mui-           de ciclovias eficiente. O que existe são trechos       ano. O Plano de Mobilidade do Recife prevê             sem esquecer a imprescindível necessidade
to além do transporte individual ou público.            sem nenhum tipo de conexão. As necessida-              alternativas a longo prazo. Mas já há inter-           de melhoria do sistema viário. No Fórum De-
Todas as formas de deslocamento são váli-               des são urgentes e o calo aperta mais quanto           venções sendo apresentadas para reduzir o im-          safios para o Trânsito do Amanhã, promovi-
das. O bê-à-bá deveria começar pelas calça-             entra em cena o transporte individual.                 pacto dos entraves, como a construção da Via           do pelos Diários Associados, fizemos um raio
das. Somente no Recife, cerca de 20% da po-               Na contramão de uma lógica de mobilida-              Mangue, o alargamento do Capitão Temudo                x do que existe hoje na capital pernambuca-
pulação se deslocam a pé. Nossos passeios               de, a aposta pelos automóveis tem sido uma             e a reestruturação da CTTU. Igualmente im-             na e do que ainda está por vir. Até 2014, espe-
são mal cuidados, em geral têm obstáculos. Ou-          opção preferencial não só aqui, mas em to-             portante é a operação sistemática de manu-             ramos um novo trânsito e principalmente
tros são desnivelados, quase ladeirados. Ou-            do o mundo. O preço dessa escolha pode ser             tenção das vias que, por enquanto, é pouco             uma nova mobilidade urbana para a capital
tros sequer existem. É nessa condição que a             visto nos engarrafamentos que enfrentamos              perceptível. E, finalmente, a aposta no trans-         e a Região Metropolitana.


  EXPEDIENTE:   Diretora de redação: Vera Ogando Textos: Anamaria Nascimento, Nina Wicks e Tânia Passos Edição: Karla Veloso e Gabriel Trigueiro Edição de fotografia: Heitor Cunha Edição de arte: Christiano Mascaro
2 especial                                                                                                                                                             DIARIOd e P E R N A M B U C O - Recife, domingo, 10 de julho de 2011
                                                                                                                                                                             d


                                                                                                                                                         desafios para o trânsito do amanhã




CTTU investe em
pessoal e tecnologia                                                                                                                                         FOTOS: TERESA MAIA/DP/D.A.PRESS


                                                                                                                                                                                                     + saibamais
                                                                                                                                                                                                    Plano de Mobilidade
                                                                                                                                                                                                    Urbana do Recife

                                                                                                                                                                                                    O plano inclui cinco eixos a serem
                                                                                                                                                                                                    desenvolvidos pela CTTU:

                                                                                                                                                                                                    1.Eliminação de giros à
                                                                                                                                                                                                    esquerda:
                                                                                                                                                                                                    Entre a Avenida Norte e a Rua
                                                                                                                                                                                                    da Hamonia: proibido a partir de
                                                                                                                                                                                                    9 de julho

                                                                                                                                                                                                    Entre a Avenida Agamenon
                                                                                                                                                                                                    Magalhães e a Avenida Rui
                                                                                                                                                                                                    Barbosa e entre a Avenida
                                                                                                                                                                                                    Agamenon Magalhães e a Rua
                                                                                                                                                                                                    Henrique Dias: proibido a partir
                                                                                                                                                                                                    de 23 de julho

                                                                                                                                                                                                    Entre a a Avenida Norte para a
                                                                                                                                                                                                    Rua Gomes Coutinho: proibido
                                                                                                                                                                                                    a partir de 30 de julho

                                                                                                                                                                                                    Na Avenida Mascarenhas de
                                                                                                                                                                                                    Morais, embaixo do viaduto
                                                                                                                                                                                                    Tancredo Neves: proibido a
Central de operações da companhia em Santo Amaro. Projeto de reestruturação busca melhorar as estruturas interna e externa                                                                          partir de 3 de setembro

                                                                                                                                                                                                    2. Melhoria nos semáforos:
Órgão intensifica
Ór                                   realização de um concurso públi-       xangá e Norte funcionam com a                                                                                           Até agosto deste ano, 210 grupos
monitoramento                        co previsto para agosto. Mais 200      fonte alternativa. “Até agosto, os                                                                                      de semáforos estarão operando
                                     agentes serão contratados, totali-     equipamentos da Rua Real da Tor-
do trânsito diante                   zando 600, ou seja, mais que o do-     re, das avenidas Conselheiro
                                                                                                                                                                                                    com o sistema de baterias

do aumento do                        bro da quantidade inicial.             Aguiar e Dois Rios e de outras vias                                                                                     3. Sinalizações mais eficientes:
fluxo de veículos                       Segundo Maria de Pompéia, as        estarão com as baterias”.                                                                                               A CTTU tem até 2012 para
                                     transformações na empresa abran-         A ideia da presidente da CTTU já



D
                                                                                                                                                                                                    melhorar a sinalização, com
            esde 2003, quando foi    gem três segmentos: a parte físi-      foi, inclusive, exportada para São                                                                                      placas e pintura, por exemplo, nas
            criada, a Companhia      ca, os equipamentos e o quadro de      Paulo. “A capital paulista também                                                                                       principais vias do Recife
            de Trânsito e Trans-     pessoal. “Nosso maior desafio é        tem problemas de desligamento
            porte Urbano (CTTU)      fazer com que os motoristas fi-        de semáforos com a queda de ener-                                                                                       4. Disciplinamento nos
nunca viveu uma transformação        quem felizes com o trânsito. To-       gia. Os paulistas viram reporta-                                                                                        entornos dos mercados
tão intensa. Medidas como dupli-     das as questões necessárias para       gens sobre nossa ideia e quiseram                                                                                       públicos:
cação do número de agentes, aqui-    que tenhamos uma empresa de            implantá-la por lá também. Uma                                                                                          Inclui a regulamentação de
sição de viaturas, melhoria na si-   fiscalização e controle de trans-      empresa recifense desenvolve a tec-                                                                                     estacionamento, além da
nalização das vias e instalação de   porte que responda às necessida-       nologia que eles vão implementar                                                                                        implantação e manutenção de
semáforos que funcionam mes-         des dos recifenses são levadas em      na cidade. É muito bom ver nossa                                                                                        sinalização horizontal e vertical.
mo com chuva forte devem se tor-     consideração”, frisou.                 ideia expandindo”.                    Número de agentes atuando nas ruas dobrou neste ano                               Os mercados de Afogados, Água
nar realidade até o próximo ano.        Entre as ações já desenvolvidas                                                                                                                             Fria, Boa Vista, Casa Amarela,
A reestruturação foi um dos te-      pela CTTU está a melhoria dos se-      Futuro                                mentos. “A aquisição de mais se-     não pertence à empresa e não ofe-            Cordeiro, Encruzilhada,
mas debatidos na 3ª edição do Fó-    máforos da cidade. Mais de 200         De acordo com Maria de Pompéia,       máforos, fotossensores e lombadas    rece estrutura física sufuciente             Madalena, Nova Descoberta e
rum Desafios para o Trânsito do      equipamentos estão recebendo           ainda há muito o que ser feito pa-    eletrônicas está sendo discutida e   para os funcionários e visitantes            São José receberão o
Amanhã, promovido pelos Diá-         bateria como fonte de energia al-      ra se chegar a uma situação ideal     ainda vai passar por processo de     da companhia. “As salas são real-            ordenamento até o próximo ano
rios Associados.                     ternativa. “Uma das principais re-     para o trânsito do Recife. Entre      licitação, por isso ainda não há     mente pequenas e não dão confor-
   Aumentar o contingente de téc-    clamações era quanto ao desliga-       as melhorias previstas para os pró-   um prazo, mas podemos garan-         to suficiente às pessoas. Não é im-          5. Melhoria viária:
nicos e guardas municipais foi to-   mento dos semáforos quando cho-        ximos anos está o aumento no          tir que o número de equipamen-       possível trabalhar aqui, mas a es-           Ações para melhorar o tráfego
mado como prioridade pela presi-     via. Esses equipamentos são mui-       número de equipamentos eletrô-        tos vai aumentar”, disse.            trutura pode ser melhorada”, afir-
                                                                                                                                                                                      afir          nas principais vias do Recife. A
dente da CTTU, Maria de Pompéia      to importantes para o f luxo de
                                                              flux          nicos. O Recife conta hoje com 24        Outra questão que está sendo      mou Maria de Pompéia. Segundo                Rua José de Alencar, no bairro da
Lins, que elaborou o projeto de      veículos e não podem ter só uma        fotossensores que registram o         discutida pela CTTU é a estrutu-     ela, a intenção é se instalar no             Boa Vista, por exemplo, terá o
reestruturação. No início do ano,    fonte de energia”, explicou Ma-        avanço de sinal e aumento de ve-      ra física da empresa. A CTTU fun-    imóvel da antiga Companhia de                sentido invertido até dezembro
eram 290 agentes de trânsito.        ria de Pompéia, autora da ideia        locidade. O projeto de reestrutu-     ciona, desde 2003, na Rua Frei       Transportes Urbanos (CTU), loca-             deste ano
Atualmente são 400 e o efetivo de-   das baterias. Os semáforos das ave--   ração da empresa prevê um au-         Cassimiro, 91, em Santo Amaro,       lizado na Rua Treze de Maio, 207,
ve aumentar ainda mais após a        nidas Agamenon Magalhães, Ca-          mento no número dos equipa-           área central do Recife. O prédio     também em Santo Amaro.                       Fonte: CTTU




+ saibamais                          Carga e descarga
                                     serão regulamentadas
Números da CTTU


66    câmeras de
monitoramento                           “O grande vilão do trânsito é o     tacionamento de veículos de
                                     processo de carga e descarga”. Foi     transporte, com comprimento su-
24 fotossensores                     com essa frase que a presidente da
                                     CTTU começou a falar sobre os
                                                                            perior a 6 metros nos dias úteis no
                                                                            Centro Expandido, nos corredo-
                                     problemas de mobilidade no Re-         res de transporte coletivo do Cen-
24 lombadas eletrônicas              cife. Segundo Maria de Pompéia,        tro e nos corredores metropolita-
                                     além de intervenções físicas, a em-    nos, urbanos principais e secun-
400 agentes de                       presa está elaborando um proje-
                                     to de lei que pretende regulamen-
                                                                            dários, das 7h às 19h. Na Avenida
                                                                            Boa Viagem, as sinalizações colo-
trânsito
                                     tar a operação de carga e descar-      cadas pela CTTU estabelecem re-
                                     ga de mercadorias além do Cen-         gras para carga e descarga na via.
642 semáforos de                     tro Expandido (Bairro do Recife,       O serviço pode ser realizado das
trânsito                             Boa Vista, Santo Antônio, São Jo-      5h às 8h e das 17h às 20h e só po-
                                     sé, Santo Amaro, Ilha do Leite e Ca-   de ser executado por cargas e des-
31 motocicletas                      banga), onde a lei municipal, de
                                     1996, que estabelece regras para
                                                                            cargas de mercadorias especiais
                                                                            ou emergenciais, pois a legisla-
                                                                                                                  Falta de ordenamento atrapalha o trânsito e gera risco para os próprios trabalhadores


38 viaturas
                                     que esse tipo de transtorno não
                                     aconteça, já vale.
                                                                            ção dá respaldo a esses serviços.
                                                                               O projeto será encaminhado à
                                                                                                                  22h, de segunda a sábado, em vá-
                                                                                                                  rios bairros. “A ideia é fazer com
                                                                                                                                                       do ou enviando mercadoria. É
                                                                                                                                                       uma ação conjunta com outros               >> acesse
                                                                                                                                                                                                 diariodepernambuco.com.br
                                        A intenção é fazer com que a        Câmara dos Vereadores neste ano       que não só o motorista do veícu-     órgãos da prefeitura”, explicou
Fonte: CTTU                          carga e descarga seja regulamen-       e, caso seja aprovado, ficará proi-   lo que está realizando a carga ou    Maria de Pompéia, afirmando que
                                                                                                                                                                         afir                                 /vidaurbana
                                     tada em todos os bairros do Reci-      bida a parada e o estacionamen-       a descarga seja punido, mas tam-     ainda não há prazo para a proibi-                               Vídeo do Fórum
                                                                                                                                                                                                                       Desafios para o
                                     fe. A lei já proíbe a parada e o es-   to de carga e descarga das 6h às      bém a empresa que está receben-      ção entrar em vigor.                                            Trânsito do Amanhã
DIARIOd e P E R N A M B U C O - Recife, domingo, 10 de julho de 2011
      d                                                                                                                                                                                                                                  especial 3

                                                                                                                                      desafios para o trânsito do amanhã




A necessidade de ciclovias
Recife tem 24km desse
                                                                                                                                                                                                                       + saibamais




                                                                                                                                                                              FOTOS: RICARDO FERNANDES/DP/D.A PRESS
acesso contruído. Meta
é implantar mais 424km                                                                                                                                                                                                Hoje existem 24 km de
                                                                                                                                                                                                                      ciclovias construídas, nos
no prazo de 20 anos                                                                                                                                                                                                   seguintes pontos
                                                                                                                                                                                                                      Avenida do Forte


Q
         uando se fala se mobilida-                                                                                                                                                                                   Engenho do meio
         de urbana, desafogamen-                                                                                                                                                                                      Avenida 21 de Abril
         to do trânsito e sustenta-                                                                                                                                                                                   Avenida Norte
                                                                                                                                                                                                                      Centro
bilidade, muitos planos de ação
                                                                                                                                                                                                                      Avenida Brasília Formosa
apontam para o uso de bicicletas                                                                                                                                                                                      Avenida Boa Viagem
como transporte, seja prioritário
ou complementar. Hoje o Recife                                                                                                                                                                                        Os novos trechos
possui 24km de ciclovias construí-
das. As principais estão localiza-                                                                                                                                                                                    74 km de ciclovias
das na avenidas Norte, Boa via-                                                                                                                                                                                       nos corredores hidrográficos
gem e do Forte. Não há ligações                                                                                                                                                                                       Rio Beberibe
entre elas, uma das principais                                                                                                                                                                                        Rio Capibaribe
queixas dos usuários, que preci-                                                                                                                                                                                      Canal do arruda
                                                                                                                                                                                                                      Ilha do Retiro
sam se aventurar no meio do trân-                                                                                                                                                                                     Mustardinha
sito para chegar ao seu destino.                                                                                                                                                                                      Rio Morno
   O plano de mobilidade urbana                                                                                                                                                                                       Rio Tejipíó
da Prefeitura do Recife prevê a                                                                                                                                                                                       Via Mangue
construção de 424km de ciclovias.                                                                                                                                                                                     Canal do Jordão
A solução integrada às outras su-
gestões de mobilidade, como o
aperfeiçoamento das calçadas e
                                             Na Avenida Caxangá, ciclistas se aventuram em meio aos carros por falta de uma via apropriada para o veículo                                                             120 km de ciclovias




                                                                                                                                  “
                                                                                                                                                                                                                      nos corredores de transporte
incentivo ao transporte público,                                                                                                                                                                                      Avenida Beberibe
procura minimizar o uso de car-                 Também adepto da bicicleta, o        te público. “Inicialmente pensa-                                                                                                 Avenida Norte
ros. Mas tem prazo de construção             motorista Henrique Lucena da Sil-       mos nas bicicletas como transpor-                                                                                                Corredor Leste-Oeste
previsto para 20 anos.                       va, 20, já quebrou dois dedos do        te complementar. Ao invés de per-                                                                                                Avenida Abdias de Carvalho
   Para o garçom Luiz Carlos Go-             pé em uma colisão com um veí-           correr 20km, o ciclista pedalaria                                                                                                Avenida Mascarenhas de Morais
                                                                                                                                                                                                                      Corredor Norte-Sul
mes, 43, que mora no Prado, Zo-              culo. “Por falta de ciclovias, a gen-   3km e em seguida utilizaria al-              Percorrer 20km                                                                      3ª Perimetral
na Oeste do Recife, visitar a mãe            te tem que se arriscar no trânsi-       gum transporte público. Para is-                                                                                                 4ª perimetral
em Olinda virou uma tarefa di-               to mesmo. E os carros não respei-       so, precisamos também da cons-               até Olinda sem
fícil. Desde que adotou a bicicle-           tam as bicicletas. Quando saio de       trução de bicicletários”, esclare-
ta como meio de transporte, ele              casa, tenho a ciclovia da Avenida       ceu Botler. “Faz muito pouco tem-            estrutura que                                                                       156 km de ciclofaixas
passou a restringir as visitas, que          do Forte. Mas quando chego na           po que se incorporou o tema de
agora acontecem uma vez por                  Avenida Caxangá não tem mais”.          acessibilidade às políticas públi-           ofereça segurança                                                                   Avenida Norte
                                                                                                                                                                                                                      Avenida Maurício de Nassau
mês. “Percorrer 20km até Olin-                 Segundo o presidente do Insti-        cas. Com o plano todo executado,             é um risco”                                                                         Avenida Agamenon Magalhães
da sem uma estrutura que me                  tuto da Cidade do Recife - Pelópi-      teremos uma malha perfeita de li-                                                                                                Cais José Estelista
ofereça segurança e facilite meu             das Silveira, Milton Botler, a prio-    gamento entre as ciclovias. Mas                                                                                                  Ibura a Boa viagem
                                                                                                                                                                                                                      Rua Maria Irene
acesso é muito desgastante”, ava-            ridade é para as ciclovias que dão      para isso é preciso tempo e inves-           Luiz Carlos , 43, que mora no Prado e usa                                           Dois Irmãos
liou o ciclista.                             acesso aos corredores de transpor-      timento”, completou.                         a bicicleta para visitar a mãe, em Olinda                                           Várzea
4 especial                                                                                                                                                            DIARIOd e P E R N A M B U C O - Recife, domingo, 10 de julho de 2011
                                                                                                                                                                            d


                                                                                                                                                         desafios para o trânsito do amanhã




Calçadas,
o dever de casa                                                                                                                                          FOTOS: LAIS TELLES/ESP DP/D.A PRESS


                                                                                                                                                                                                    + saibamais
                                                                                                                                                                                                   Lei Municipal 16.890/03
                                                                                                                                                                                                   (“Lei das Calçadas”)
                                                                                                                                                                                                   Regulamentada pelo
                                                                                                                                                                                                   decreto 20.604/04
                                                                                                                                                                                                   Trata da construção,
                                                                                                                                                                                                   manutenção e recuperação
                                                                                                                                                                                                   das calçadas no Recife

                                                                                                                                                                                                   A lei determina que
                                                                                                                                                                                                   proprietários de imóveis
                                                                                                                                                                                                   ou condôminos são
                                                                                                                                                                                                   responsáveis pela
                                                                                                                                                                                                   conservação das calçadas

                                                                                                                                                                                                   Os cidadãos são
                                                                                                                                                                                                   legalmente obrigados a
                                                                                                                                                                                                   consertar a calçada em
                                                                                                                                                                                                   frente ao seu imóvel dentro
                                                                                                                                                                                                   do prazo de 90 dias

                                                                                                                                                                                                   Caso não realize o conserto
                                                                                                                                                                                                   da calçada, o proprietário
                                                                                                                                                                                                   pode ser notificado pela
                                                                                                                                                                                                   Prefeitura do Recife, sob
Mariana Pereira, 88: dificuldade para andar nas ruas
                                                                                                                                                                                                   pena de multa

                                                                                                                                                                                                   O valor da multa varia de
Lei municipal                         lino Câmara que fica em frente à                                                                                                                             R$ 161,36 a R$ 2.418,77 e
determina que os                      sua casa. “Sei que tenho que man-                                                                                                                            depende do tipo de infração
                                      ter minha calçada bem cuidada e
proprietários façam a                 livre de obstáculos. Já fiz um repa-                                                                                                                         Caso o município execute o
manutenção do                         ro nela, inclusive”, contou. O vizi-                                                                                                                         serviço de conserto da
passeio. Regra que não                nho dela, no entanto, desconhecia                                                                                                                            calçada, o proprietário terá
vem sendo cumprida                    a legislação até a chegada da repor-                                                                                                                         ainda que pagar um
                                      tagem do Diario de Pernambuco                                                                                                                                percentual de 10% acima do
                                      na rua. “Nunca tinha ouvido falar                                                                                                                            preço do reparo



A
             ndar pelas calçadas do   nesta lei. Estava por fora, mas ago-
             Recife tem sido um       ra estou sabendo”, afirmou o en-                                                                                                                             Cabe a Prefeitura conservar
             ato cada vez mais tor-   genheiro Sílvio Rêgo, 59 anos.                                                                                                                               as calçadas que margeiam os
             tuoso. São tantos os        As calçadas mal cuidadas pre-                                                                                                                             rios, canais, lagos, praias,
obstáculos no passeio que a mo-       judicam muitas pessoas, mas, prin-                                                                                                                           praças e as que ficam em
bilidade dos 20% da população         cipalmente, os idosos e deficien-                                                                                                                            frente aos prédios públicos,
que se deslocam a pé pela cidade      tes físicos. A aposentada Mariana                                                                                                                            além de canteiros centrais de
é dificultada ou até impedida. Os     Pereira, 88 anos, por exemplo, sen-                                                                                                                          avenidas, praças, parques
galhos ou raízes de árvores, bar-     te muita dificuldade ao caminhar
                                                dificuldade
                                                                                                                                                                                                   Estragos causados por obras
racas ambulantes, sacos de lixo       pelo Recife. Além da idade avan-
                                                                                                                                                                                                   públicas e privadas devem ser
ou desníveis que atrapalham o ca-     çada, ela sofre de artose, uma         Moradora de Santo Amaro, Luzinete Lopes, 68, sabe que deve cuidar do espaço                                           consertados pelas empresas
minho dos que transitam pelas         doença degenerativa das articula-




                                                                                                                                                         “
                                                                                                                                                                                                   responsáveis pelas obras
vias da capital pernambucana são,     ções. “Já levei três quedas nas cal-
também, responsabilidades dos         çadas da cidade. Ando forçada pe-      nutenção delas cabe ao proprie-       de, de 2000. Novos projetos só                                                  Rampas construídas para a
cidadãos. O fato é que a lei muni-    las ruas, mas preciso resolver meus    tário do imóvel. Porém, o que se      são aprovados se estiverem de                                                   entrada de veículos só são
cipal das calçadas - n°16.890/03,     problemas e não tenho quem fa-         percebe é que a legislação não        acordo com a legislação”.                                                       permitidas se ocuparem até
aprovada há oito anos, não tem si-    ça isso por mim”, disse. O cadei-      tem sido respeitada. De acordo          Ainda segundo D’Biase, a Dir-                                                 um terço da largura da
do respeitada. A legislação deter-    rante Marcelo Costa, 47, trabalha      com a lei, o cidadão pode ser         con faz um trabalho em parce-         Exigimos o                                calçada
mina que os proprietários façam       na área central do Recife e se ar-     multado de R$ 161,36 a R$             ria com o Núcleo de Acessibilida-
a manutenção de sua própria cal-      risca pelas calçadas do centro. “Os    2.418,77, dependendo do tipo de       de da Prefeitura e está elaboran-     cumprimento                               A construção das rampas só
çada. Muitos recifenses, porém,       buracos e ausência de rampas são       infração cometida.                    do uma cartilha sobre a manu-         da legislação                             pode ser feita se não prejudicar
não conhecem a lei. Outros sa-        os maiores obstáculos para os que        A Diretoria de Controle Urba-       tenção das calçadas. “A ideia é                                                 a arborização da rua
bem que devem cuidar do passeio       usam cadeira de rodas. É um so-        no do Recife (Dircon) é responsá-     oferecer várias opções de padrões     vigente. Novos
                                                                                                                                                                                                   As calçadas devem ser
em frente à residência, mas con-      frimento enorme circular por aqui      vel pela fiscalização do cumpri-      construtivos a partir das normas      projetos só                               construídas e reformadas
tinuam a desrespeitar a norma.        e acabamos nos arriscando ainda        mento da legislação. A diretora       da Associação Brasileira de Nor-
                                                                                                                                                                                                   com materiais
  A pedagoga aposentada Luzine-       mais passando pela pista com os        do órgão, Maria José D’Biase, afir-   mas Técnicas (ABNT). Hoje todos       são aprovados                             antiderrapantes
te Lopes, 68 anos, moradora do        veículos”, ressaltou.                  ma que o papel da Dircon vem          os projetos da prefeitura são con-
bairro de Santo Amaro, na área                                               sendo feito. “Exigimos o cumpri-      templados com as normas de            se a seguirem”                            Não é permitido deixar
central do Recife, conhece a lei      Fiscalização                           mento da legislação vigente. An-      acessibilidade. Estamos também                                                  algum obstáculo que impeça
municipal e sabe que deve cuidar      A Lei Municipal das Calçadas de-       tes da Lei das Calçadas, já exis-     fazendo trabalhos junto às esco-      Maria José D’Biase,                       o livre trânsito de pedestres
do trecho da calçada da Rua Pau-      termina, desde 2003, que a ma-         tia a lei federal de acessibilida-    las, hospitais e praças”, explicou.   diretora da Dircon                        pelas calçadas
DIARIOd e P E R N A M B U C O - Recife, domingo, 10 de julho de 2011
      d                                                                                                                                                                                                                            especial 5

                                                                                                                                                                     desafios para o trânsito do amanhã




Transporte complementar
facilita o deslocamento
                                                                                                                                                                                                         FOTOS: MARCELO SOARES/ESP. DP/D. A PRESS



                                             Q
          Sistema que                                  uem lembra das vans e
  substituiu as kombis                                 kombis que invadiam o
                                                       centro do Recife e trans-
  atende demanda de                          formavam o trânsito em um caos?
      populações que                         Oito anos depois, essa cena já não
         antes sofriam                       faz mais parte da paisagem urba-
    para se locomover                        na da cidade. No lugar delas, sur-
                                             giu o transporte complementar
                                             com a função de não mais con-
                                             correr com os ônibus e sim fazer
                                             a complementação do sistema em
                                             áreas de difícil acesso ou onde não
                                             há demanda suficiente. Das 26 li-
                                             nhas previstas para entrar em ope--
                                             ração desde 2003, oito ainda não
                                             começaram a operar. Elas foram di-
                                             vididas em interbairros e alimen-
                                             tadoras. Essas últimas são gratui-
                                             tas e transportam o passageiro até
                                             a parada de ônibus mais próxima.
                                             Já a interbairro tem a função de
                                             atender demandas de menor por-
                                             te de um bairro para outro. De


 + saibamais                                 Moradores tinham
Números do transporte
                                             que caminhar por
complementar do Recife                       longas distâncias
                                             até as paradas
70 milpessoas                                                                      No Alto do Rosário, linha alimentadora melhora o transporte de moradores, mas via está em más condições
são transportadas por                        acordo com a Companhia de Trân-       ruim. Na Rua Chagas Ferreira, Al-       ar ir ao centro, tem ônibus”, afir-     te da CTTU, Bárbara Estolano. A
dia no sistema                               sito e Transporte Público (CTTU),     to do Rosário, a via esburacada é       mou. De fato, a circulação de ôni-      distância para justificar uma ali-
                                             o sistema complementar atende         um tormento para os passageiros         bus nos morros é cena bastante          mentadora é de 600 a 700 metros.
63     bairros e altos do
                                             hoje toda demanda dos altos da ci-
                                             dade. De fato melhorou e a própria
                                                                                   e motoristas. “O ônibus quebra
                                                                                   umas duas vezes por mês”, reve-
                                                                                                                           comum. Segundo o engenheiro e
                                                                                                                           especialista em transporte, Ger-
                                                                                                                                                                      Das oito linhas complementares
                                                                                                                                                                   que ainda não entraram em ope-
Recife são atendidos pelos
                                             população reconhece. Mas ainda        la o motorista Giliarde da Silva, 28    mano Travassos, a cidade é bem          ração, pelo menos duas não de-
complementares
                                             não é o ideal.                        anos. Na van, encontramos o au-         servida de ônibus. “Há uma con-         vem sair do papel. São as inter-
                                                No Alto do Rosário, Zona Nor-      xiliar de cozinha Anílson Edson,        centração de linhas nos morros,         bairros Shopping/Setúbal e Tor-
141 veículos compõem                         te, uma van faz o transporte de
                                             passageiros dos moradores até a
                                                                                   32 anos, que estava indo para o tra-
                                                                                   balho e pegou carona na linha
                                                                                                                           mas o ônibus não chega onde o sis-
                                                                                                                           tema viário não permite e onde
                                                                                                                                                                   re/CDU. “Essas regiões hoje são
                                                                                                                                                                   bem servidas de ônibus e não jus-
a frota do sistema
                                             parada de ônibus mais próxima.        alimentadora. “Ficou muito me-          não há demanda que justifique”.         tificaria a implantação de com-
                                             Nem sempre foi assim. Antes, pa-      lhor para a gente. Mas quando              A comunidade de Sítio dos Pin-       plementares. Provavelmente va-
28% da frota já foram                        ra ter acesso aos ônibus, os mora-
                                             dores precisavam vencer a distân-
                                                                                   volto do trabalho subo a ladeira
                                                                                   a pé. Saio depois da meia-noite e
                                                                                                                           tos, Zona Norte, é uma das que so-
                                                                                                                           licitaram uma linha alimentado-
                                                                                                                                                                   mos fazer ajustes dos itinerários”,
                                                                                                                                                                   explicou Estolano. De 2003 a 2011,
renovados com
40 novos ônibus                              cia do alto até uma região mais       as vans só funcionam até as 22h”.       ra, mesmo dispondo de ônibus.           houve modificações no sistema. O
                                                                                                                                                                          modificações
                                             plana onde houvesse paradas do           Para a dona de casa Adriana San-     “No caso de Sítio dos Pintos, há        edital previa um número maior
                                             sistema regular de transporte. Pa-    tos, 39, a opção da van é suficiente.
                                                                                                             suficient     um problema do sistema viário           de linhas interbairros. “Hoje a
8 anos            é o tempo                  rece perfeito, mas não é. As ali-     “Vou raramente ao centro. Muita         que precisa ser resolvido antes de      gente percebe que há uma deman-
de vida útil dos primeiros                   mentadoras, em geral, atuam nos       coisa resolvo no bairro. Desço e        implantarmos uma alimentado-            da maior pelas alimentadoras”,
micro-ônibus adquiridos em                   pontos onde o sistema viário é        subo na van sem pagar. Se precis-       ra”, explicou a diretora de transpor-   explicou Bárbara.
2003



                                             Linhas têm funções distintas
                                                                                                                                                                                                             “
2014       é o prazo limite
para renovação de toda a frota

Números dos ônibus                              O sistema de transporte com-       para a parada mais próxima.             ra outro já que as distâncias são       culos tenham o elevador para o
convencionais na RMR                                                                                                                                                                                         O sistema é bom,
                                             plementar atende 63 bairros e al-        Atualmente a CTTU estuda a           grandes”, explicou Bárbara Esto-        cadeirante. “A gente também
                                             tos da cidade e transporta cerca      implantação de duas novas linhas:       lano. Segundo ela, tanto a univer-      conseguiu redução no IPVA e no            mas como só
385 linhas                                   de 70 mil pessoas por dia. São 36
                                             comunidades atendidas pelas se-
                                                                                   uma interbairro ligando o Jordão
                                                                                   ao Aeroporto e uma alimentado-
                                                                                                                           sidade como os empresários de
                                                                                                                           ônibus estão simpáticos à inicia-
                                                                                                                                                                   ICMS da mesma forma que os
                                                                                                                                                                   ônibus convencionais”, comemo-            funciona até as
                                             te linhas interbairros e 27 que re-   ra na Cidade Universitária. “A Ali-     tiva, que ainda não tem data pa-        rou o presidente da CoopeNorte,           22h, ainda subo
2.730 ônibus                                 cebem as 17 linhas alimentado-
                                             ras. Uma das razões para essa dis-
                                                                                   mentadora na Cidade Universitá-
                                                                                   ria vai evitar que uma grande
                                                                                                                           ra ser implantada.
                                                                                                                              Em oito anos de implantação
                                                                                                                                                                   Manoel Leôncio Correia. Segun-
                                                                                                                                                                   do ele, já foram adquiridos 40            a ladeira a pé
                                             paridade é a distância. As linhas     quantidade de ônibus circule nas        do complementar a frota está            novos ônibus, dos 170 que com-
1,8 milhão                                   interbairros percorRem trechos
                                             de até 30 quilômetros e cobrem
                                                                                   ruas do campus. O passageiro vai
                                                                                   poder descer nas imediações da
                                                                                                                           sendo renovada. Os micro-ôni-
                                                                                                                           bus vão dar lugar a ônibus de 21
                                                                                                                                                                   põem a frota do complementar.
                                                                                                                                                                   “Até 2014 toda a frota deverá ser
                                                                                                                                                                                                             quando chego”
de passageiros
transportados ao dia                         um número maior de comunida-          reitoria e pegar um transporte. O       lugares. A mudança na classifi-         renovada, inclusive das linhas
                                             des. E as alimentadoras têm a fun-    sistema também vai atender a de-        cação é uma exigência de uma            alimentadoras que ainda funcio-           Anílson Edson, auxiliar de cozinha,
Fonte: CTTU e Grande Recife                  ção apenas de levar o passageiro      manda interna de um prédio pa-          lei federal para que todos os veí-      nam com vans”, afirmou.                   morador do Alto do Rosário
6 especial                                                                                DIARIOd e P E R N A M B U C O - Recife, domingo, 10 de julho de 2011
                                                                                                d




                  A RMR GANHOU
                MAIS MOBILIDADE.
             O DESENVOLVIMENTO
                       TAMBÉM.
                            Entregue o 2º trecho do
                      Viaduto da Estrada da Batalha.
               As obras da nova Estrada da Batalha avançam. Em Prazeres, o segundo elevado do Viaduto do

                  Bandepe já foi liberado. É mais mobilidade para a Região Metropolitana do Recife e 40 mil

             veículos que circulam diariamente pelo local. É mais facilidade de acesso à Suape e às praias do

               Litoral Sul. A reforma da via integra, também, as obras de infraestrutura viária do Governo do

             Estado para a Copa 2014. Significa novo impulso para o turismo e para o desenvolvimento, com

                                     mais oportunidades para os pernambucanos. Agora e no futuro próximo.

                          Comprimento: 736m | Largura: 12m | Altura: 8,8m | Investimento: R$ 19,5 milhões

Mais conteúdo relacionado

Destaque

When Will Drupal Die? Keynote talk from Bay Area Drupal Camp 2014
When Will Drupal Die? Keynote talk from Bay Area Drupal Camp 2014When Will Drupal Die? Keynote talk from Bay Area Drupal Camp 2014
When Will Drupal Die? Keynote talk from Bay Area Drupal Camp 2014chrisshattuck
 
When Will Drupal Die?
When Will Drupal Die?When Will Drupal Die?
When Will Drupal Die?chrisshattuck
 
DRUPAL 7 & DRUPAL COMMERCE PER IL IL NUOVO CATALOGO INFORMATIZZATO DI INU EDI...
DRUPAL 7 & DRUPAL COMMERCE PER IL IL NUOVO CATALOGO INFORMATIZZATO DI INU EDI...DRUPAL 7 & DRUPAL COMMERCE PER IL IL NUOVO CATALOGO INFORMATIZZATO DI INU EDI...
DRUPAL 7 & DRUPAL COMMERCE PER IL IL NUOVO CATALOGO INFORMATIZZATO DI INU EDI...Italo Mairo
 
From Drupal 7 to Drupal 8 - Drupal Intensive Course Overview
From Drupal 7 to Drupal 8 - Drupal Intensive Course OverviewFrom Drupal 7 to Drupal 8 - Drupal Intensive Course Overview
From Drupal 7 to Drupal 8 - Drupal Intensive Course OverviewItalo Mairo
 
Custom Forms and Configuration Forms in Drupal 8
Custom Forms and Configuration Forms in Drupal 8Custom Forms and Configuration Forms in Drupal 8
Custom Forms and Configuration Forms in Drupal 8Italo Mairo
 
Pres why entity_forms_italo_mairo_drupal_days_milano_8_may_2014
Pres why entity_forms_italo_mairo_drupal_days_milano_8_may_2014Pres why entity_forms_italo_mairo_drupal_days_milano_8_may_2014
Pres why entity_forms_italo_mairo_drupal_days_milano_8_may_2014Italo Mairo
 

Destaque (6)

When Will Drupal Die? Keynote talk from Bay Area Drupal Camp 2014
When Will Drupal Die? Keynote talk from Bay Area Drupal Camp 2014When Will Drupal Die? Keynote talk from Bay Area Drupal Camp 2014
When Will Drupal Die? Keynote talk from Bay Area Drupal Camp 2014
 
When Will Drupal Die?
When Will Drupal Die?When Will Drupal Die?
When Will Drupal Die?
 
DRUPAL 7 & DRUPAL COMMERCE PER IL IL NUOVO CATALOGO INFORMATIZZATO DI INU EDI...
DRUPAL 7 & DRUPAL COMMERCE PER IL IL NUOVO CATALOGO INFORMATIZZATO DI INU EDI...DRUPAL 7 & DRUPAL COMMERCE PER IL IL NUOVO CATALOGO INFORMATIZZATO DI INU EDI...
DRUPAL 7 & DRUPAL COMMERCE PER IL IL NUOVO CATALOGO INFORMATIZZATO DI INU EDI...
 
From Drupal 7 to Drupal 8 - Drupal Intensive Course Overview
From Drupal 7 to Drupal 8 - Drupal Intensive Course OverviewFrom Drupal 7 to Drupal 8 - Drupal Intensive Course Overview
From Drupal 7 to Drupal 8 - Drupal Intensive Course Overview
 
Custom Forms and Configuration Forms in Drupal 8
Custom Forms and Configuration Forms in Drupal 8Custom Forms and Configuration Forms in Drupal 8
Custom Forms and Configuration Forms in Drupal 8
 
Pres why entity_forms_italo_mairo_drupal_days_milano_8_may_2014
Pres why entity_forms_italo_mairo_drupal_days_milano_8_may_2014Pres why entity_forms_italo_mairo_drupal_days_milano_8_may_2014
Pres why entity_forms_italo_mairo_drupal_days_milano_8_may_2014
 

Semelhante a Mobilidade urbana e desafios para o trânsito no Recife

Exemplo de cartas ao leitor
Exemplo de cartas ao leitorExemplo de cartas ao leitor
Exemplo de cartas ao leitorlindamairy
 
Caderno Educação de Trânsito
Caderno Educação de TrânsitoCaderno Educação de Trânsito
Caderno Educação de Trânsitopepontocom
 
Revista Técnica SPTrans nº01
Revista Técnica SPTrans nº01Revista Técnica SPTrans nº01
Revista Técnica SPTrans nº01trans_smt
 

Semelhante a Mobilidade urbana e desafios para o trânsito no Recife (9)

30deagosto
30deagosto30deagosto
30deagosto
 
,Esp3008p0001
,Esp3008p0001,Esp3008p0001
,Esp3008p0001
 
,Esp3010p0001
,Esp3010p0001,Esp3010p0001
,Esp3010p0001
 
,Esp3008p0002
,Esp3008p0002,Esp3008p0002
,Esp3008p0002
 
Projeto 9 Ppt
Projeto 9 PptProjeto 9 Ppt
Projeto 9 Ppt
 
Exemplo de cartas ao leitor
Exemplo de cartas ao leitorExemplo de cartas ao leitor
Exemplo de cartas ao leitor
 
Caderno Educação de Trânsito
Caderno Educação de TrânsitoCaderno Educação de Trânsito
Caderno Educação de Trânsito
 
31dejulho
31dejulho31dejulho
31dejulho
 
Revista Técnica SPTrans nº01
Revista Técnica SPTrans nº01Revista Técnica SPTrans nº01
Revista Técnica SPTrans nº01
 

Mais de pepontocom

ENADE 2012 - Lista dos cursos avaliados em Pernambuco
ENADE 2012 - Lista dos cursos avaliados em PernambucoENADE 2012 - Lista dos cursos avaliados em Pernambuco
ENADE 2012 - Lista dos cursos avaliados em Pernambucopepontocom
 
Listão Unicap 2013.2
Listão Unicap 2013.2Listão Unicap 2013.2
Listão Unicap 2013.2pepontocom
 
367413097 gabarito dia_2
367413097 gabarito dia_2367413097 gabarito dia_2
367413097 gabarito dia_2pepontocom
 
Teoria musical
Teoria musicalTeoria musical
Teoria musicalpepontocom
 
1119942123 gabaritos ufpe_2013_dia_1
1119942123 gabaritos ufpe_2013_dia_11119942123 gabaritos ufpe_2013_dia_1
1119942123 gabaritos ufpe_2013_dia_1pepontocom
 
Projeções Agronegócio 2012 - 2022
Projeções Agronegócio 2012 - 2022Projeções Agronegócio 2012 - 2022
Projeções Agronegócio 2012 - 2022pepontocom
 
Gabaritos definitivos
Gabaritos  definitivosGabaritos  definitivos
Gabaritos definitivospepontocom
 
Gabaritos preliminares
Gabaritos  preliminaresGabaritos  preliminares
Gabaritos preliminarespepontocom
 
Gabarito ssa 2_2_dia
Gabarito ssa 2_2_diaGabarito ssa 2_2_dia
Gabarito ssa 2_2_diapepontocom
 
Prova seriado 2º ano caderno ii segundo d
Prova seriado 2º ano caderno ii segundo dProva seriado 2º ano caderno ii segundo d
Prova seriado 2º ano caderno ii segundo dpepontocom
 
Gabarito ssa1 segundo_dia
Gabarito ssa1 segundo_diaGabarito ssa1 segundo_dia
Gabarito ssa1 segundo_diapepontocom
 
Prova seriado 1º ano caderno ii segundo d
Prova seriado 1º ano caderno ii segundo dProva seriado 1º ano caderno ii segundo d
Prova seriado 1º ano caderno ii segundo dpepontocom
 
Gabarito seriado 2_ano_1_dia
Gabarito seriado 2_ano_1_diaGabarito seriado 2_ano_1_dia
Gabarito seriado 2_ano_1_diapepontocom
 
Prova seriado 2º ano caderno i primeiro d
Prova seriado 2º ano caderno i primeiro dProva seriado 2º ano caderno i primeiro d
Prova seriado 2º ano caderno i primeiro dpepontocom
 
Gabarito ssa1 1_dia
Gabarito ssa1 1_diaGabarito ssa1 1_dia
Gabarito ssa1 1_diapepontocom
 
Prova seriado 1º ano caderno i primeiro d
Prova seriado 1º ano caderno i primeiro dProva seriado 1º ano caderno i primeiro d
Prova seriado 1º ano caderno i primeiro dpepontocom
 

Mais de pepontocom (20)

ENADE 2012 - Lista dos cursos avaliados em Pernambuco
ENADE 2012 - Lista dos cursos avaliados em PernambucoENADE 2012 - Lista dos cursos avaliados em Pernambuco
ENADE 2012 - Lista dos cursos avaliados em Pernambuco
 
Listão Unicap 2013.2
Listão Unicap 2013.2Listão Unicap 2013.2
Listão Unicap 2013.2
 
367413097 gabarito dia_2
367413097 gabarito dia_2367413097 gabarito dia_2
367413097 gabarito dia_2
 
Matemática
MatemáticaMatemática
Matemática
 
Teoria musical
Teoria musicalTeoria musical
Teoria musical
 
Literatura
LiteraturaLiteratura
Literatura
 
Biologia
BiologiaBiologia
Biologia
 
Português 2
Português 2Português 2
Português 2
 
1119942123 gabaritos ufpe_2013_dia_1
1119942123 gabaritos ufpe_2013_dia_11119942123 gabaritos ufpe_2013_dia_1
1119942123 gabaritos ufpe_2013_dia_1
 
Projeções Agronegócio 2012 - 2022
Projeções Agronegócio 2012 - 2022Projeções Agronegócio 2012 - 2022
Projeções Agronegócio 2012 - 2022
 
Gabaritos definitivos
Gabaritos  definitivosGabaritos  definitivos
Gabaritos definitivos
 
Gabaritos preliminares
Gabaritos  preliminaresGabaritos  preliminares
Gabaritos preliminares
 
Gabarito ssa 2_2_dia
Gabarito ssa 2_2_diaGabarito ssa 2_2_dia
Gabarito ssa 2_2_dia
 
Prova seriado 2º ano caderno ii segundo d
Prova seriado 2º ano caderno ii segundo dProva seriado 2º ano caderno ii segundo d
Prova seriado 2º ano caderno ii segundo d
 
Gabarito ssa1 segundo_dia
Gabarito ssa1 segundo_diaGabarito ssa1 segundo_dia
Gabarito ssa1 segundo_dia
 
Prova seriado 1º ano caderno ii segundo d
Prova seriado 1º ano caderno ii segundo dProva seriado 1º ano caderno ii segundo d
Prova seriado 1º ano caderno ii segundo d
 
Gabarito seriado 2_ano_1_dia
Gabarito seriado 2_ano_1_diaGabarito seriado 2_ano_1_dia
Gabarito seriado 2_ano_1_dia
 
Prova seriado 2º ano caderno i primeiro d
Prova seriado 2º ano caderno i primeiro dProva seriado 2º ano caderno i primeiro d
Prova seriado 2º ano caderno i primeiro d
 
Gabarito ssa1 1_dia
Gabarito ssa1 1_diaGabarito ssa1 1_dia
Gabarito ssa1 1_dia
 
Prova seriado 1º ano caderno i primeiro d
Prova seriado 1º ano caderno i primeiro dProva seriado 1º ano caderno i primeiro d
Prova seriado 1º ano caderno i primeiro d
 

Último

QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASEdinardo Aguiar
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasRicardo Diniz campos
 
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundogeografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundonialb
 
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoMary Alvarenga
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOVALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOBiatrizGomes1
 
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptxDoutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptxThye Oliver
 
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfHABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfdio7ff
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfErasmo Portavoz
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAlexandreFrana33
 
trabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduratrabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduraAdryan Luiz
 
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESPRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESpatriciasofiacunha18
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveaulasgege
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasCassio Meira Jr.
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxBiancaNogueira42
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfHenrique Pontes
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdfProfGleide
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfIedaGoethe
 
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfGuia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfEyshilaKelly1
 

Último (20)

QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
 
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundogeografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
 
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOVALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
 
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptxDoutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
 
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfHABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
 
trabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduratrabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditadura
 
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESPRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
 
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfGuia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
 

Mobilidade urbana e desafios para o trânsito no Recife

  • 1. ALCIONE FERREIRA/DP/D.A PRESS CADERNO ESPECIAL DOMINGO Recife, 10 de julho de 2011 DIARIOdeP E R N A M B U C O Para fazer o Recife andar Com quantos prédios e carros se faz a imo- macromobilidade vem sendo discutida e o todos os dias. O tempo que perdemos no trân- porte público. As linhas alimentadoras do bilidade de uma cidade? Depende das ruas, nosso dever de casa ainda não foi feito. Esta- sito é em média de 30%. Imagine o desperdí- transporte complementar são hoje peças fun- do próprio sistema viário e da qualidade do mos longe também de dispor de um sistema cio disso em uma semana, um mês ou um damentais no contexto da mobilidade, mas transporte público. Mas a mobilidade vai mui- de ciclovias eficiente. O que existe são trechos ano. O Plano de Mobilidade do Recife prevê sem esquecer a imprescindível necessidade to além do transporte individual ou público. sem nenhum tipo de conexão. As necessida- alternativas a longo prazo. Mas já há inter- de melhoria do sistema viário. No Fórum De- Todas as formas de deslocamento são váli- des são urgentes e o calo aperta mais quanto venções sendo apresentadas para reduzir o im- safios para o Trânsito do Amanhã, promovi- das. O bê-à-bá deveria começar pelas calça- entra em cena o transporte individual. pacto dos entraves, como a construção da Via do pelos Diários Associados, fizemos um raio das. Somente no Recife, cerca de 20% da po- Na contramão de uma lógica de mobilida- Mangue, o alargamento do Capitão Temudo x do que existe hoje na capital pernambuca- pulação se deslocam a pé. Nossos passeios de, a aposta pelos automóveis tem sido uma e a reestruturação da CTTU. Igualmente im- na e do que ainda está por vir. Até 2014, espe- são mal cuidados, em geral têm obstáculos. Ou- opção preferencial não só aqui, mas em to- portante é a operação sistemática de manu- ramos um novo trânsito e principalmente tros são desnivelados, quase ladeirados. Ou- do o mundo. O preço dessa escolha pode ser tenção das vias que, por enquanto, é pouco uma nova mobilidade urbana para a capital tros sequer existem. É nessa condição que a visto nos engarrafamentos que enfrentamos perceptível. E, finalmente, a aposta no trans- e a Região Metropolitana. EXPEDIENTE: Diretora de redação: Vera Ogando Textos: Anamaria Nascimento, Nina Wicks e Tânia Passos Edição: Karla Veloso e Gabriel Trigueiro Edição de fotografia: Heitor Cunha Edição de arte: Christiano Mascaro
  • 2. 2 especial DIARIOd e P E R N A M B U C O - Recife, domingo, 10 de julho de 2011 d desafios para o trânsito do amanhã CTTU investe em pessoal e tecnologia FOTOS: TERESA MAIA/DP/D.A.PRESS + saibamais Plano de Mobilidade Urbana do Recife O plano inclui cinco eixos a serem desenvolvidos pela CTTU: 1.Eliminação de giros à esquerda: Entre a Avenida Norte e a Rua da Hamonia: proibido a partir de 9 de julho Entre a Avenida Agamenon Magalhães e a Avenida Rui Barbosa e entre a Avenida Agamenon Magalhães e a Rua Henrique Dias: proibido a partir de 23 de julho Entre a a Avenida Norte para a Rua Gomes Coutinho: proibido a partir de 30 de julho Na Avenida Mascarenhas de Morais, embaixo do viaduto Tancredo Neves: proibido a Central de operações da companhia em Santo Amaro. Projeto de reestruturação busca melhorar as estruturas interna e externa partir de 3 de setembro 2. Melhoria nos semáforos: Órgão intensifica Ór realização de um concurso públi- xangá e Norte funcionam com a Até agosto deste ano, 210 grupos monitoramento co previsto para agosto. Mais 200 fonte alternativa. “Até agosto, os de semáforos estarão operando agentes serão contratados, totali- equipamentos da Rua Real da Tor- do trânsito diante zando 600, ou seja, mais que o do- re, das avenidas Conselheiro com o sistema de baterias do aumento do bro da quantidade inicial. Aguiar e Dois Rios e de outras vias 3. Sinalizações mais eficientes: fluxo de veículos Segundo Maria de Pompéia, as estarão com as baterias”. A CTTU tem até 2012 para transformações na empresa abran- A ideia da presidente da CTTU já D melhorar a sinalização, com esde 2003, quando foi gem três segmentos: a parte físi- foi, inclusive, exportada para São placas e pintura, por exemplo, nas criada, a Companhia ca, os equipamentos e o quadro de Paulo. “A capital paulista também principais vias do Recife de Trânsito e Trans- pessoal. “Nosso maior desafio é tem problemas de desligamento porte Urbano (CTTU) fazer com que os motoristas fi- de semáforos com a queda de ener- 4. Disciplinamento nos nunca viveu uma transformação quem felizes com o trânsito. To- gia. Os paulistas viram reporta- entornos dos mercados tão intensa. Medidas como dupli- das as questões necessárias para gens sobre nossa ideia e quiseram públicos: cação do número de agentes, aqui- que tenhamos uma empresa de implantá-la por lá também. Uma Inclui a regulamentação de sição de viaturas, melhoria na si- fiscalização e controle de trans- empresa recifense desenvolve a tec- estacionamento, além da nalização das vias e instalação de porte que responda às necessida- nologia que eles vão implementar implantação e manutenção de semáforos que funcionam mes- des dos recifenses são levadas em na cidade. É muito bom ver nossa sinalização horizontal e vertical. mo com chuva forte devem se tor- consideração”, frisou. ideia expandindo”. Número de agentes atuando nas ruas dobrou neste ano Os mercados de Afogados, Água nar realidade até o próximo ano. Entre as ações já desenvolvidas Fria, Boa Vista, Casa Amarela, A reestruturação foi um dos te- pela CTTU está a melhoria dos se- Futuro mentos. “A aquisição de mais se- não pertence à empresa e não ofe- Cordeiro, Encruzilhada, mas debatidos na 3ª edição do Fó- máforos da cidade. Mais de 200 De acordo com Maria de Pompéia, máforos, fotossensores e lombadas rece estrutura física sufuciente Madalena, Nova Descoberta e rum Desafios para o Trânsito do equipamentos estão recebendo ainda há muito o que ser feito pa- eletrônicas está sendo discutida e para os funcionários e visitantes São José receberão o Amanhã, promovido pelos Diá- bateria como fonte de energia al- ra se chegar a uma situação ideal ainda vai passar por processo de da companhia. “As salas são real- ordenamento até o próximo ano rios Associados. ternativa. “Uma das principais re- para o trânsito do Recife. Entre licitação, por isso ainda não há mente pequenas e não dão confor- Aumentar o contingente de téc- clamações era quanto ao desliga- as melhorias previstas para os pró- um prazo, mas podemos garan- to suficiente às pessoas. Não é im- 5. Melhoria viária: nicos e guardas municipais foi to- mento dos semáforos quando cho- ximos anos está o aumento no tir que o número de equipamen- possível trabalhar aqui, mas a es- Ações para melhorar o tráfego mado como prioridade pela presi- via. Esses equipamentos são mui- número de equipamentos eletrô- tos vai aumentar”, disse. trutura pode ser melhorada”, afir- afir nas principais vias do Recife. A dente da CTTU, Maria de Pompéia to importantes para o f luxo de flux nicos. O Recife conta hoje com 24 Outra questão que está sendo mou Maria de Pompéia. Segundo Rua José de Alencar, no bairro da Lins, que elaborou o projeto de veículos e não podem ter só uma fotossensores que registram o discutida pela CTTU é a estrutu- ela, a intenção é se instalar no Boa Vista, por exemplo, terá o reestruturação. No início do ano, fonte de energia”, explicou Ma- avanço de sinal e aumento de ve- ra física da empresa. A CTTU fun- imóvel da antiga Companhia de sentido invertido até dezembro eram 290 agentes de trânsito. ria de Pompéia, autora da ideia locidade. O projeto de reestrutu- ciona, desde 2003, na Rua Frei Transportes Urbanos (CTU), loca- deste ano Atualmente são 400 e o efetivo de- das baterias. Os semáforos das ave-- ração da empresa prevê um au- Cassimiro, 91, em Santo Amaro, lizado na Rua Treze de Maio, 207, ve aumentar ainda mais após a nidas Agamenon Magalhães, Ca- mento no número dos equipa- área central do Recife. O prédio também em Santo Amaro. Fonte: CTTU + saibamais Carga e descarga serão regulamentadas Números da CTTU 66 câmeras de monitoramento “O grande vilão do trânsito é o tacionamento de veículos de processo de carga e descarga”. Foi transporte, com comprimento su- 24 fotossensores com essa frase que a presidente da CTTU começou a falar sobre os perior a 6 metros nos dias úteis no Centro Expandido, nos corredo- problemas de mobilidade no Re- res de transporte coletivo do Cen- 24 lombadas eletrônicas cife. Segundo Maria de Pompéia, tro e nos corredores metropolita- além de intervenções físicas, a em- nos, urbanos principais e secun- 400 agentes de presa está elaborando um proje- to de lei que pretende regulamen- dários, das 7h às 19h. Na Avenida Boa Viagem, as sinalizações colo- trânsito tar a operação de carga e descar- cadas pela CTTU estabelecem re- ga de mercadorias além do Cen- gras para carga e descarga na via. 642 semáforos de tro Expandido (Bairro do Recife, O serviço pode ser realizado das trânsito Boa Vista, Santo Antônio, São Jo- 5h às 8h e das 17h às 20h e só po- sé, Santo Amaro, Ilha do Leite e Ca- de ser executado por cargas e des- 31 motocicletas banga), onde a lei municipal, de 1996, que estabelece regras para cargas de mercadorias especiais ou emergenciais, pois a legisla- Falta de ordenamento atrapalha o trânsito e gera risco para os próprios trabalhadores 38 viaturas que esse tipo de transtorno não aconteça, já vale. ção dá respaldo a esses serviços. O projeto será encaminhado à 22h, de segunda a sábado, em vá- rios bairros. “A ideia é fazer com do ou enviando mercadoria. É uma ação conjunta com outros >> acesse diariodepernambuco.com.br A intenção é fazer com que a Câmara dos Vereadores neste ano que não só o motorista do veícu- órgãos da prefeitura”, explicou Fonte: CTTU carga e descarga seja regulamen- e, caso seja aprovado, ficará proi- lo que está realizando a carga ou Maria de Pompéia, afirmando que afir /vidaurbana tada em todos os bairros do Reci- bida a parada e o estacionamen- a descarga seja punido, mas tam- ainda não há prazo para a proibi- Vídeo do Fórum Desafios para o fe. A lei já proíbe a parada e o es- to de carga e descarga das 6h às bém a empresa que está receben- ção entrar em vigor. Trânsito do Amanhã
  • 3. DIARIOd e P E R N A M B U C O - Recife, domingo, 10 de julho de 2011 d especial 3 desafios para o trânsito do amanhã A necessidade de ciclovias Recife tem 24km desse + saibamais FOTOS: RICARDO FERNANDES/DP/D.A PRESS acesso contruído. Meta é implantar mais 424km Hoje existem 24 km de ciclovias construídas, nos no prazo de 20 anos seguintes pontos Avenida do Forte Q uando se fala se mobilida- Engenho do meio de urbana, desafogamen- Avenida 21 de Abril to do trânsito e sustenta- Avenida Norte Centro bilidade, muitos planos de ação Avenida Brasília Formosa apontam para o uso de bicicletas Avenida Boa Viagem como transporte, seja prioritário ou complementar. Hoje o Recife Os novos trechos possui 24km de ciclovias construí- das. As principais estão localiza- 74 km de ciclovias das na avenidas Norte, Boa via- nos corredores hidrográficos gem e do Forte. Não há ligações Rio Beberibe entre elas, uma das principais Rio Capibaribe queixas dos usuários, que preci- Canal do arruda Ilha do Retiro sam se aventurar no meio do trân- Mustardinha sito para chegar ao seu destino. Rio Morno O plano de mobilidade urbana Rio Tejipíó da Prefeitura do Recife prevê a Via Mangue construção de 424km de ciclovias. Canal do Jordão A solução integrada às outras su- gestões de mobilidade, como o aperfeiçoamento das calçadas e Na Avenida Caxangá, ciclistas se aventuram em meio aos carros por falta de uma via apropriada para o veículo 120 km de ciclovias “ nos corredores de transporte incentivo ao transporte público, Avenida Beberibe procura minimizar o uso de car- Também adepto da bicicleta, o te público. “Inicialmente pensa- Avenida Norte ros. Mas tem prazo de construção motorista Henrique Lucena da Sil- mos nas bicicletas como transpor- Corredor Leste-Oeste previsto para 20 anos. va, 20, já quebrou dois dedos do te complementar. Ao invés de per- Avenida Abdias de Carvalho Para o garçom Luiz Carlos Go- pé em uma colisão com um veí- correr 20km, o ciclista pedalaria Avenida Mascarenhas de Morais Corredor Norte-Sul mes, 43, que mora no Prado, Zo- culo. “Por falta de ciclovias, a gen- 3km e em seguida utilizaria al- Percorrer 20km 3ª Perimetral na Oeste do Recife, visitar a mãe te tem que se arriscar no trânsi- gum transporte público. Para is- 4ª perimetral em Olinda virou uma tarefa di- to mesmo. E os carros não respei- so, precisamos também da cons- até Olinda sem fícil. Desde que adotou a bicicle- tam as bicicletas. Quando saio de trução de bicicletários”, esclare- ta como meio de transporte, ele casa, tenho a ciclovia da Avenida ceu Botler. “Faz muito pouco tem- estrutura que 156 km de ciclofaixas passou a restringir as visitas, que do Forte. Mas quando chego na po que se incorporou o tema de agora acontecem uma vez por Avenida Caxangá não tem mais”. acessibilidade às políticas públi- ofereça segurança Avenida Norte Avenida Maurício de Nassau mês. “Percorrer 20km até Olin- Segundo o presidente do Insti- cas. Com o plano todo executado, é um risco” Avenida Agamenon Magalhães da sem uma estrutura que me tuto da Cidade do Recife - Pelópi- teremos uma malha perfeita de li- Cais José Estelista ofereça segurança e facilite meu das Silveira, Milton Botler, a prio- gamento entre as ciclovias. Mas Ibura a Boa viagem Rua Maria Irene acesso é muito desgastante”, ava- ridade é para as ciclovias que dão para isso é preciso tempo e inves- Luiz Carlos , 43, que mora no Prado e usa Dois Irmãos liou o ciclista. acesso aos corredores de transpor- timento”, completou. a bicicleta para visitar a mãe, em Olinda Várzea
  • 4. 4 especial DIARIOd e P E R N A M B U C O - Recife, domingo, 10 de julho de 2011 d desafios para o trânsito do amanhã Calçadas, o dever de casa FOTOS: LAIS TELLES/ESP DP/D.A PRESS + saibamais Lei Municipal 16.890/03 (“Lei das Calçadas”) Regulamentada pelo decreto 20.604/04 Trata da construção, manutenção e recuperação das calçadas no Recife A lei determina que proprietários de imóveis ou condôminos são responsáveis pela conservação das calçadas Os cidadãos são legalmente obrigados a consertar a calçada em frente ao seu imóvel dentro do prazo de 90 dias Caso não realize o conserto da calçada, o proprietário pode ser notificado pela Prefeitura do Recife, sob Mariana Pereira, 88: dificuldade para andar nas ruas pena de multa O valor da multa varia de Lei municipal lino Câmara que fica em frente à R$ 161,36 a R$ 2.418,77 e determina que os sua casa. “Sei que tenho que man- depende do tipo de infração ter minha calçada bem cuidada e proprietários façam a livre de obstáculos. Já fiz um repa- Caso o município execute o manutenção do ro nela, inclusive”, contou. O vizi- serviço de conserto da passeio. Regra que não nho dela, no entanto, desconhecia calçada, o proprietário terá vem sendo cumprida a legislação até a chegada da repor- ainda que pagar um tagem do Diario de Pernambuco percentual de 10% acima do na rua. “Nunca tinha ouvido falar preço do reparo A ndar pelas calçadas do nesta lei. Estava por fora, mas ago- Recife tem sido um ra estou sabendo”, afirmou o en- Cabe a Prefeitura conservar ato cada vez mais tor- genheiro Sílvio Rêgo, 59 anos. as calçadas que margeiam os tuoso. São tantos os As calçadas mal cuidadas pre- rios, canais, lagos, praias, obstáculos no passeio que a mo- judicam muitas pessoas, mas, prin- praças e as que ficam em bilidade dos 20% da população cipalmente, os idosos e deficien- frente aos prédios públicos, que se deslocam a pé pela cidade tes físicos. A aposentada Mariana além de canteiros centrais de é dificultada ou até impedida. Os Pereira, 88 anos, por exemplo, sen- avenidas, praças, parques galhos ou raízes de árvores, bar- te muita dificuldade ao caminhar dificuldade Estragos causados por obras racas ambulantes, sacos de lixo pelo Recife. Além da idade avan- públicas e privadas devem ser ou desníveis que atrapalham o ca- çada, ela sofre de artose, uma Moradora de Santo Amaro, Luzinete Lopes, 68, sabe que deve cuidar do espaço consertados pelas empresas minho dos que transitam pelas doença degenerativa das articula- “ responsáveis pelas obras vias da capital pernambucana são, ções. “Já levei três quedas nas cal- também, responsabilidades dos çadas da cidade. Ando forçada pe- nutenção delas cabe ao proprie- de, de 2000. Novos projetos só Rampas construídas para a cidadãos. O fato é que a lei muni- las ruas, mas preciso resolver meus tário do imóvel. Porém, o que se são aprovados se estiverem de entrada de veículos só são cipal das calçadas - n°16.890/03, problemas e não tenho quem fa- percebe é que a legislação não acordo com a legislação”. permitidas se ocuparem até aprovada há oito anos, não tem si- ça isso por mim”, disse. O cadei- tem sido respeitada. De acordo Ainda segundo D’Biase, a Dir- um terço da largura da do respeitada. A legislação deter- rante Marcelo Costa, 47, trabalha com a lei, o cidadão pode ser con faz um trabalho em parce- Exigimos o calçada mina que os proprietários façam na área central do Recife e se ar- multado de R$ 161,36 a R$ ria com o Núcleo de Acessibilida- a manutenção de sua própria cal- risca pelas calçadas do centro. “Os 2.418,77, dependendo do tipo de de da Prefeitura e está elaboran- cumprimento A construção das rampas só çada. Muitos recifenses, porém, buracos e ausência de rampas são infração cometida. do uma cartilha sobre a manu- da legislação pode ser feita se não prejudicar não conhecem a lei. Outros sa- os maiores obstáculos para os que A Diretoria de Controle Urba- tenção das calçadas. “A ideia é a arborização da rua bem que devem cuidar do passeio usam cadeira de rodas. É um so- no do Recife (Dircon) é responsá- oferecer várias opções de padrões vigente. Novos As calçadas devem ser em frente à residência, mas con- frimento enorme circular por aqui vel pela fiscalização do cumpri- construtivos a partir das normas projetos só construídas e reformadas tinuam a desrespeitar a norma. e acabamos nos arriscando ainda mento da legislação. A diretora da Associação Brasileira de Nor- com materiais A pedagoga aposentada Luzine- mais passando pela pista com os do órgão, Maria José D’Biase, afir- mas Técnicas (ABNT). Hoje todos são aprovados antiderrapantes te Lopes, 68 anos, moradora do veículos”, ressaltou. ma que o papel da Dircon vem os projetos da prefeitura são con- bairro de Santo Amaro, na área sendo feito. “Exigimos o cumpri- templados com as normas de se a seguirem” Não é permitido deixar central do Recife, conhece a lei Fiscalização mento da legislação vigente. An- acessibilidade. Estamos também algum obstáculo que impeça municipal e sabe que deve cuidar A Lei Municipal das Calçadas de- tes da Lei das Calçadas, já exis- fazendo trabalhos junto às esco- Maria José D’Biase, o livre trânsito de pedestres do trecho da calçada da Rua Pau- termina, desde 2003, que a ma- tia a lei federal de acessibilida- las, hospitais e praças”, explicou. diretora da Dircon pelas calçadas
  • 5. DIARIOd e P E R N A M B U C O - Recife, domingo, 10 de julho de 2011 d especial 5 desafios para o trânsito do amanhã Transporte complementar facilita o deslocamento FOTOS: MARCELO SOARES/ESP. DP/D. A PRESS Q Sistema que uem lembra das vans e substituiu as kombis kombis que invadiam o centro do Recife e trans- atende demanda de formavam o trânsito em um caos? populações que Oito anos depois, essa cena já não antes sofriam faz mais parte da paisagem urba- para se locomover na da cidade. No lugar delas, sur- giu o transporte complementar com a função de não mais con- correr com os ônibus e sim fazer a complementação do sistema em áreas de difícil acesso ou onde não há demanda suficiente. Das 26 li- nhas previstas para entrar em ope-- ração desde 2003, oito ainda não começaram a operar. Elas foram di- vididas em interbairros e alimen- tadoras. Essas últimas são gratui- tas e transportam o passageiro até a parada de ônibus mais próxima. Já a interbairro tem a função de atender demandas de menor por- te de um bairro para outro. De + saibamais Moradores tinham Números do transporte que caminhar por complementar do Recife longas distâncias até as paradas 70 milpessoas No Alto do Rosário, linha alimentadora melhora o transporte de moradores, mas via está em más condições são transportadas por acordo com a Companhia de Trân- ruim. Na Rua Chagas Ferreira, Al- ar ir ao centro, tem ônibus”, afir- te da CTTU, Bárbara Estolano. A dia no sistema sito e Transporte Público (CTTU), to do Rosário, a via esburacada é mou. De fato, a circulação de ôni- distância para justificar uma ali- o sistema complementar atende um tormento para os passageiros bus nos morros é cena bastante mentadora é de 600 a 700 metros. 63 bairros e altos do hoje toda demanda dos altos da ci- dade. De fato melhorou e a própria e motoristas. “O ônibus quebra umas duas vezes por mês”, reve- comum. Segundo o engenheiro e especialista em transporte, Ger- Das oito linhas complementares que ainda não entraram em ope- Recife são atendidos pelos população reconhece. Mas ainda la o motorista Giliarde da Silva, 28 mano Travassos, a cidade é bem ração, pelo menos duas não de- complementares não é o ideal. anos. Na van, encontramos o au- servida de ônibus. “Há uma con- vem sair do papel. São as inter- No Alto do Rosário, Zona Nor- xiliar de cozinha Anílson Edson, centração de linhas nos morros, bairros Shopping/Setúbal e Tor- 141 veículos compõem te, uma van faz o transporte de passageiros dos moradores até a 32 anos, que estava indo para o tra- balho e pegou carona na linha mas o ônibus não chega onde o sis- tema viário não permite e onde re/CDU. “Essas regiões hoje são bem servidas de ônibus e não jus- a frota do sistema parada de ônibus mais próxima. alimentadora. “Ficou muito me- não há demanda que justifique”. tificaria a implantação de com- Nem sempre foi assim. Antes, pa- lhor para a gente. Mas quando A comunidade de Sítio dos Pin- plementares. Provavelmente va- 28% da frota já foram ra ter acesso aos ônibus, os mora- dores precisavam vencer a distân- volto do trabalho subo a ladeira a pé. Saio depois da meia-noite e tos, Zona Norte, é uma das que so- licitaram uma linha alimentado- mos fazer ajustes dos itinerários”, explicou Estolano. De 2003 a 2011, renovados com 40 novos ônibus cia do alto até uma região mais as vans só funcionam até as 22h”. ra, mesmo dispondo de ônibus. houve modificações no sistema. O modificações plana onde houvesse paradas do Para a dona de casa Adriana San- “No caso de Sítio dos Pintos, há edital previa um número maior sistema regular de transporte. Pa- tos, 39, a opção da van é suficiente. suficient um problema do sistema viário de linhas interbairros. “Hoje a 8 anos é o tempo rece perfeito, mas não é. As ali- “Vou raramente ao centro. Muita que precisa ser resolvido antes de gente percebe que há uma deman- de vida útil dos primeiros mentadoras, em geral, atuam nos coisa resolvo no bairro. Desço e implantarmos uma alimentado- da maior pelas alimentadoras”, micro-ônibus adquiridos em pontos onde o sistema viário é subo na van sem pagar. Se precis- ra”, explicou a diretora de transpor- explicou Bárbara. 2003 Linhas têm funções distintas “ 2014 é o prazo limite para renovação de toda a frota Números dos ônibus O sistema de transporte com- para a parada mais próxima. ra outro já que as distâncias são culos tenham o elevador para o convencionais na RMR O sistema é bom, plementar atende 63 bairros e al- Atualmente a CTTU estuda a grandes”, explicou Bárbara Esto- cadeirante. “A gente também tos da cidade e transporta cerca implantação de duas novas linhas: lano. Segundo ela, tanto a univer- conseguiu redução no IPVA e no mas como só 385 linhas de 70 mil pessoas por dia. São 36 comunidades atendidas pelas se- uma interbairro ligando o Jordão ao Aeroporto e uma alimentado- sidade como os empresários de ônibus estão simpáticos à inicia- ICMS da mesma forma que os ônibus convencionais”, comemo- funciona até as te linhas interbairros e 27 que re- ra na Cidade Universitária. “A Ali- tiva, que ainda não tem data pa- rou o presidente da CoopeNorte, 22h, ainda subo 2.730 ônibus cebem as 17 linhas alimentado- ras. Uma das razões para essa dis- mentadora na Cidade Universitá- ria vai evitar que uma grande ra ser implantada. Em oito anos de implantação Manoel Leôncio Correia. Segun- do ele, já foram adquiridos 40 a ladeira a pé paridade é a distância. As linhas quantidade de ônibus circule nas do complementar a frota está novos ônibus, dos 170 que com- 1,8 milhão interbairros percorRem trechos de até 30 quilômetros e cobrem ruas do campus. O passageiro vai poder descer nas imediações da sendo renovada. Os micro-ôni- bus vão dar lugar a ônibus de 21 põem a frota do complementar. “Até 2014 toda a frota deverá ser quando chego” de passageiros transportados ao dia um número maior de comunida- reitoria e pegar um transporte. O lugares. A mudança na classifi- renovada, inclusive das linhas des. E as alimentadoras têm a fun- sistema também vai atender a de- cação é uma exigência de uma alimentadoras que ainda funcio- Anílson Edson, auxiliar de cozinha, Fonte: CTTU e Grande Recife ção apenas de levar o passageiro manda interna de um prédio pa- lei federal para que todos os veí- nam com vans”, afirmou. morador do Alto do Rosário
  • 6. 6 especial DIARIOd e P E R N A M B U C O - Recife, domingo, 10 de julho de 2011 d A RMR GANHOU MAIS MOBILIDADE. O DESENVOLVIMENTO TAMBÉM. Entregue o 2º trecho do Viaduto da Estrada da Batalha. As obras da nova Estrada da Batalha avançam. Em Prazeres, o segundo elevado do Viaduto do Bandepe já foi liberado. É mais mobilidade para a Região Metropolitana do Recife e 40 mil veículos que circulam diariamente pelo local. É mais facilidade de acesso à Suape e às praias do Litoral Sul. A reforma da via integra, também, as obras de infraestrutura viária do Governo do Estado para a Copa 2014. Significa novo impulso para o turismo e para o desenvolvimento, com mais oportunidades para os pernambucanos. Agora e no futuro próximo. Comprimento: 736m | Largura: 12m | Altura: 8,8m | Investimento: R$ 19,5 milhões