SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 4
Baixar para ler offline
RESISTÊNCIA ELÉTRICA
                                   EXERCÍCIOS



01. Na figura ao lado temos o gráfico da tensão (U) aplicada a um condutor em função
da intensidade da corrente (i) que o percorre. Determine o valor da resistência quando a
tensão vale 20 V e 60 V e, em seguida, marque a alternativa correta.




a) 6Ω e 12 Ω
b) 5Ω e 10 Ω
c) 10Ω e 5 Ω
d) 5Ω e 15 Ω
e) 15Ω e 12 Ω

02. Marque a alternativa correta: os resistores são elementos de circuito que consomem
energia elétrica, convertendo-a integralmente em energia térmica. A conversão de
energia elétrica em energia térmica é chamada de:

a) Efeito Joule
b) Efeito Térmico
c) Condutores
d) Resistores
e) Amplificadores

03.Um fio condutor foi ligado a um gerador ideal, que mantém entre seus terminais uma
tensão U = 12 volts. Determine o valor da resistência desse fio sabendo que por ele
passa uma corrente elétrica de 2A e marque a alternativa correta.

a) 4 Ω     b) 5 Ω         c) 6 Ω       d) 7 Ω         e) 8 Ω

04. (Fatec-SP) Por um resistor faz-se passar uma corrente elétrica i e mede-se a
diferença de potencial U. Sua representação gráfica está esquematizada abaixo. A
resistência elétrica, em ohms, do resistor é:




a) 0,8     b) 1,25      c) 800      d) 1250       e) 80
05. A resistência elétrica de um fio com 300 m de comprimento e 0,3 cm de diâmetro é
de 12 Ω. Determine a resistência elétrica de um fio de mesmo material , mas com
diâmetro de 0,6 cm e comprimento de 150 m.

06. Deseja-se construir uma resistência elétrica de 1,0 ohm com um fio de seção
transversal constante de 1,0 mm de diâmetro. A resistividade do material é 4,8.107 ohm
e π pode ser adotado como 3,1. O comprimento do fio utilizado deve ser, em metros:

a)0,40

b)0,80

c)1,6

d)2,4

e)3,2

07. Um condutor de secção transversal constante e comprimento L tem resistência
elétrica R. Cortando-se o fio pela metade, sua resistência elétrica será igual a:

a) 2R

b)R/2

c)R/4

d)4/R

e)R/3
RESOLUÇÃO:

01. O gráfico é de um resistor não-ôhmico por tanto a resistência elétrica não é
constante mas continua válido a fórmula U =R.i.

_ Quando U= 20V temos i= 4A

U = R.i  20 = R.4  R= 20/4  R = 5Ω

_ Quando U= 60 V temos i= 6ª

U = R.i 60 = R.6  R= 60/6  R = 10Ω         (Alternativa”b”)

02. Alternativa “a”

03. U = R.i  12 = R.2  R= 12/2  R= 6Ω (Alternativa “c”)

04. O gráfico nos mostra que devido a uma d.d.p. de 20v é gerada uma corrente elétrica
de 25mA.Precisaremos converter mA para A dividindo o valor em mA por 1000. Sendo
assim, temos:

*25 mA : 1000 = 25.10-3

Substituindo os dados na fórmula U = R.i

20 = R.25.10-3

R=        = 0,8 .103 = 800 Ω (Alternativa “c”)



05.Primeiro vamos calcular a área da seção transversal do fio de 300m de comprimento
sem substituir o valor do π .

Diâmetro = 0,3 cm (raio é metade do diâmetro)  raio= 0,15 cm (transformando em
metros) raio = 0,15.10-2m.

S= π.r2  S= π.(0,15.10-2)2 S= π.0,0225.10-4 S= 2,25.10-6 π m2

Agora vamos calcular a área da seção transversal do fio de 150m sem substituir o valor
de π.

Diâmetro= 0,6cm (raio é metade do diâmetro)  raio= 0,3cm (transformando em
metros)  raio= 0,3.10-2m.

S= π.r²  S= π.(0,3.10-2)² S= π.0,09.10-4 S= 9.10-6 π m²

Usando os dados relativo ao fio de 300m temos:
R =12Ω, l= 300m e S= 2,25.10-6 π m²

R=    12 =              300p = 12 x 2,25.10-6 π  p= 27.10-6 π/300 =9.10-8 Ω.m

Como o material do fio é o mesmo teremos a mesma resistividade “p” para o fio de
150m.Então, vamos calcular a resistência do fio de 150m.

R=    R= (9.10-8 π . 150) / 9.10-6 π  R= 150.10-8/10-6  R= 150.10-2  R= 1,5Ω

OUTRA FORMA DE RESOLVER A 5ª QUESTÃO

A resistência elétrica é diretamente proporcional ao comprimento do fio.Logo se o fio
foi reduzido pela metade (era 300m passou para 150m) sua resistência também será
reduzida pela metade (12Ω passa para 6Ω).

Sabemos também que a resistência elétrica é inversamente proporcional a área da seção
transversal.Logo se aumentar a área da seção transversal diminui a resistência elétrica.

Num círculo quando dobramos o diâmetro(era 0,3cm passou a ser 0,6cm) sua área
quadruplica.Então, a resistência elétrica é dividida por 4.

Então, 6Ω: 4= 1,5Ω

06.

Diâmetro= 1,0mm (raio é metade do diâmetro)  raio= 0,5mm (transformando em
metros)  raio= 0,5.10-3m.

Agora vamos calcular a área da seção transversal.

S= π.r² S= 3,1.(0,5.10-3)²  S= 3,1x0,25.10-6 S= 0,775.10-6 = 7,75.10-7m²

Calculando o comprimento do fio.

R=     1= (4,8.10-7 . l ) / 7,75.10-7  cancela as potências  4,8.l =7,75 l =     
l =1,6m (Alternativa „c”)

07.A resistência elétrica é diretamente proporcional ao comprimento do fio. Logo se o
comprimento do fio for reduzido à metade a resistência elétrica também será reduzida
pela metade. Então, temos:

                  =                    por tanto     (Alternativa “b”)

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mais procurados (20)

MATERIAL - ESTUDO DOS GASES - 2 ANO
MATERIAL - ESTUDO DOS GASES - 2 ANOMATERIAL - ESTUDO DOS GASES - 2 ANO
MATERIAL - ESTUDO DOS GASES - 2 ANO
 
Associação de resistores
Associação de resistoresAssociação de resistores
Associação de resistores
 
Potencial elétrico
Potencial elétricoPotencial elétrico
Potencial elétrico
 
Questoes resolvidas de termodinmica
Questoes resolvidas de termodinmicaQuestoes resolvidas de termodinmica
Questoes resolvidas de termodinmica
 
Estudo dos geradores
Estudo dos geradoresEstudo dos geradores
Estudo dos geradores
 
Exercícios extras 9ano densidade
Exercícios extras 9ano densidadeExercícios extras 9ano densidade
Exercícios extras 9ano densidade
 
Átomos
ÁtomosÁtomos
Átomos
 
Movimento Circular Uniforme
Movimento Circular UniformeMovimento Circular Uniforme
Movimento Circular Uniforme
 
Força magnética
Força magnéticaForça magnética
Força magnética
 
Estrutura cristalina
Estrutura cristalinaEstrutura cristalina
Estrutura cristalina
 
Campo magnético
Campo magnéticoCampo magnético
Campo magnético
 
Trabalho e Energia Slide
Trabalho e Energia SlideTrabalho e Energia Slide
Trabalho e Energia Slide
 
Eletrodinâmica
EletrodinâmicaEletrodinâmica
Eletrodinâmica
 
Campo magnético
Campo magnéticoCampo magnético
Campo magnético
 
Gabarito v2
Gabarito v2Gabarito v2
Gabarito v2
 
Balanceamento de equações
Balanceamento de equaçõesBalanceamento de equações
Balanceamento de equações
 
Modelos atômicos
Modelos atômicosModelos atômicos
Modelos atômicos
 
Fisica resolucao exercicios gabarito cinematica 2011 1_serie
Fisica resolucao exercicios gabarito cinematica 2011 1_serieFisica resolucao exercicios gabarito cinematica 2011 1_serie
Fisica resolucao exercicios gabarito cinematica 2011 1_serie
 
Roteiro de atividades circuitos elétricos
Roteiro de atividades circuitos elétricosRoteiro de atividades circuitos elétricos
Roteiro de atividades circuitos elétricos
 
Experimento 2 velocidade média
Experimento 2  velocidade médiaExperimento 2  velocidade média
Experimento 2 velocidade média
 

Destaque

Corrente elétrica
Corrente elétricaCorrente elétrica
Corrente elétricafisicaatual
 
Questões Corrigidas, em Word: Corrente, Ohm, Potência Elétrica - Conteúdo v...
Questões Corrigidas, em Word:  Corrente, Ohm, Potência Elétrica  - Conteúdo v...Questões Corrigidas, em Word:  Corrente, Ohm, Potência Elétrica  - Conteúdo v...
Questões Corrigidas, em Word: Corrente, Ohm, Potência Elétrica - Conteúdo v...Rodrigo Penna
 
Corrente eletrica
Corrente eletricaCorrente eletrica
Corrente eletricacon_seguir
 
Eletricidade básica resistência elétrica
Eletricidade básica   resistência elétricaEletricidade básica   resistência elétrica
Eletricidade básica resistência elétricaMSGAMA GESTÃO&EMPRESAS
 
Circuitos electricos 9º ano, Fisica
Circuitos electricos 9º ano, FisicaCircuitos electricos 9º ano, Fisica
Circuitos electricos 9º ano, FisicaYolanda Maria
 
Resistencia electrica
Resistencia electricaResistencia electrica
Resistencia electricasiscrre
 
Trabalho físico química 9º ano
Trabalho físico química 9º anoTrabalho físico química 9º ano
Trabalho físico química 9º anoanafilipacunha
 
Circuitos eléctricos.
Circuitos eléctricos.Circuitos eléctricos.
Circuitos eléctricos.pjpj2525j
 

Destaque (13)

Resistência elétrica
Resistência elétricaResistência elétrica
Resistência elétrica
 
Corrente elétrica
Corrente elétricaCorrente elétrica
Corrente elétrica
 
Corrente elétrica
Corrente elétricaCorrente elétrica
Corrente elétrica
 
Questões Corrigidas, em Word: Corrente, Ohm, Potência Elétrica - Conteúdo v...
Questões Corrigidas, em Word:  Corrente, Ohm, Potência Elétrica  - Conteúdo v...Questões Corrigidas, em Word:  Corrente, Ohm, Potência Elétrica  - Conteúdo v...
Questões Corrigidas, em Word: Corrente, Ohm, Potência Elétrica - Conteúdo v...
 
Corrente eletrica
Corrente eletricaCorrente eletrica
Corrente eletrica
 
Eletricidade básica resistência elétrica
Eletricidade básica   resistência elétricaEletricidade básica   resistência elétrica
Eletricidade básica resistência elétrica
 
A resistência elétrica
A resistência elétricaA resistência elétrica
A resistência elétrica
 
6 circuitos-eletricos
6 circuitos-eletricos6 circuitos-eletricos
6 circuitos-eletricos
 
Aae 9ºano..
Aae 9ºano..Aae 9ºano..
Aae 9ºano..
 
Circuitos electricos 9º ano, Fisica
Circuitos electricos 9º ano, FisicaCircuitos electricos 9º ano, Fisica
Circuitos electricos 9º ano, Fisica
 
Resistencia electrica
Resistencia electricaResistencia electrica
Resistencia electrica
 
Trabalho físico química 9º ano
Trabalho físico química 9º anoTrabalho físico química 9º ano
Trabalho físico química 9º ano
 
Circuitos eléctricos.
Circuitos eléctricos.Circuitos eléctricos.
Circuitos eléctricos.
 

Semelhante a Resistência elétrica

Correção da pág. 168 à 170 v
Correção da pág. 168 à 170 vCorreção da pág. 168 à 170 v
Correção da pág. 168 à 170 vRicardo Tavares
 
Circuitos eletricos 01
Circuitos eletricos 01Circuitos eletricos 01
Circuitos eletricos 01Adriano Silva
 
Circuitos eletricos 01
Circuitos eletricos 01Circuitos eletricos 01
Circuitos eletricos 01Adriano Silva
 
Circuitos eletricos 01
Circuitos eletricos 01Circuitos eletricos 01
Circuitos eletricos 01Adriano Silva
 
Circuitos eletricos 01
Circuitos eletricos 01Circuitos eletricos 01
Circuitos eletricos 01Adriano Silva
 
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Eletrodinâmica
www.aulasdefisicaapoio.com - Física -  Eletrodinâmica www.aulasdefisicaapoio.com - Física -  Eletrodinâmica
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Eletrodinâmica Videoaulas De Física Apoio
 
Exercícios extras - Leis de Ohm
Exercícios extras - Leis de OhmExercícios extras - Leis de Ohm
Exercícios extras - Leis de OhmO mundo da FÍSICA
 
Lista 19 eletrodinamica 2
Lista 19 eletrodinamica 2Lista 19 eletrodinamica 2
Lista 19 eletrodinamica 2rodrigoateneu
 
Básico de eletricidade - Ficha 01 - Professor Anderson Silva
Básico de eletricidade - Ficha 01 - Professor Anderson SilvaBásico de eletricidade - Ficha 01 - Professor Anderson Silva
Básico de eletricidade - Ficha 01 - Professor Anderson SilvaAnderson Silva
 
3° Eetapa_1° Avaliação_Tipo II_3° Ano
3° Eetapa_1° Avaliação_Tipo II_3° Ano3° Eetapa_1° Avaliação_Tipo II_3° Ano
3° Eetapa_1° Avaliação_Tipo II_3° AnoO mundo da FÍSICA
 
Aula 02 -_noções_de_eletrônica_-_resistores_e_capacitores
Aula 02 -_noções_de_eletrônica_-_resistores_e_capacitoresAula 02 -_noções_de_eletrônica_-_resistores_e_capacitores
Aula 02 -_noções_de_eletrônica_-_resistores_e_capacitoresviktorthedwarf
 

Semelhante a Resistência elétrica (20)

Correção da pág. 168 à 170 v
Correção da pág. 168 à 170 vCorreção da pág. 168 à 170 v
Correção da pág. 168 à 170 v
 
Física – circuitos elétricos 01 – 2013
Física – circuitos elétricos 01 – 2013Física – circuitos elétricos 01 – 2013
Física – circuitos elétricos 01 – 2013
 
Td 8 física iii
Td 8   física iiiTd 8   física iii
Td 8 física iii
 
Resistores bacelar portela
Resistores   bacelar portelaResistores   bacelar portela
Resistores bacelar portela
 
Exercicios 2
Exercicios 2Exercicios 2
Exercicios 2
 
Resistores bacelar portela
Resistores   bacelar portelaResistores   bacelar portela
Resistores bacelar portela
 
Circuitos eletricos 01
Circuitos eletricos 01Circuitos eletricos 01
Circuitos eletricos 01
 
Circuitos eletricos 01
Circuitos eletricos 01Circuitos eletricos 01
Circuitos eletricos 01
 
Circuitos eletricos 01
Circuitos eletricos 01Circuitos eletricos 01
Circuitos eletricos 01
 
Circuitos eletricos 01
Circuitos eletricos 01Circuitos eletricos 01
Circuitos eletricos 01
 
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Eletrodinâmica
www.aulasdefisicaapoio.com - Física -  Eletrodinâmica www.aulasdefisicaapoio.com - Física -  Eletrodinâmica
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Eletrodinâmica
 
Resistores 203-ba-20 em
Resistores 203-ba-20 emResistores 203-ba-20 em
Resistores 203-ba-20 em
 
Exercícios extras - Leis de Ohm
Exercícios extras - Leis de OhmExercícios extras - Leis de Ohm
Exercícios extras - Leis de Ohm
 
Lista 19 eletrodinamica 2
Lista 19 eletrodinamica 2Lista 19 eletrodinamica 2
Lista 19 eletrodinamica 2
 
Aula 1( resistores)
Aula 1( resistores)Aula 1( resistores)
Aula 1( resistores)
 
Basica resistores
Basica resistoresBasica resistores
Basica resistores
 
Básico de eletricidade - Ficha 01 - Professor Anderson Silva
Básico de eletricidade - Ficha 01 - Professor Anderson SilvaBásico de eletricidade - Ficha 01 - Professor Anderson Silva
Básico de eletricidade - Ficha 01 - Professor Anderson Silva
 
3° Eetapa_1° Avaliação_Tipo II_3° Ano
3° Eetapa_1° Avaliação_Tipo II_3° Ano3° Eetapa_1° Avaliação_Tipo II_3° Ano
3° Eetapa_1° Avaliação_Tipo II_3° Ano
 
Aula 02 -_noções_de_eletrônica_-_resistores_e_capacitores
Aula 02 -_noções_de_eletrônica_-_resistores_e_capacitoresAula 02 -_noções_de_eletrônica_-_resistores_e_capacitores
Aula 02 -_noções_de_eletrônica_-_resistores_e_capacitores
 
Eletrodinâmica
EletrodinâmicaEletrodinâmica
Eletrodinâmica
 

Mais de pensefisica

Movimento retilineo uniformemente Variado
Movimento retilineo uniformemente VariadoMovimento retilineo uniformemente Variado
Movimento retilineo uniformemente Variadopensefisica
 
Atividade mru 2016
Atividade mru 2016Atividade mru 2016
Atividade mru 2016pensefisica
 
Resolução dos exercícios da apostila
Resolução dos exercícios da apostilaResolução dos exercícios da apostila
Resolução dos exercícios da apostilapensefisica
 
Apostila queda livre e l vertical
Apostila queda livre e l verticalApostila queda livre e l vertical
Apostila queda livre e l verticalpensefisica
 
Resolução das questões
Resolução das questõesResolução das questões
Resolução das questõespensefisica
 
Simulado recuperação
Simulado recuperaçãoSimulado recuperação
Simulado recuperaçãopensefisica
 
Simulado calorimetria 2
Simulado calorimetria 2Simulado calorimetria 2
Simulado calorimetria 2pensefisica
 
Simulado calorimetria 2
Simulado calorimetria 2Simulado calorimetria 2
Simulado calorimetria 2pensefisica
 
Recuperação 3º ano
Recuperação 3º anoRecuperação 3º ano
Recuperação 3º anopensefisica
 
Recuperação 2º ano
Recuperação 2º anoRecuperação 2º ano
Recuperação 2º anopensefisica
 
Recuperação 1 ano 2 bi
Recuperação 1 ano 2 biRecuperação 1 ano 2 bi
Recuperação 1 ano 2 bipensefisica
 
Revisão do bimestre
Revisão do bimestre Revisão do bimestre
Revisão do bimestre pensefisica
 

Mais de pensefisica (13)

Movimento retilineo uniformemente Variado
Movimento retilineo uniformemente VariadoMovimento retilineo uniformemente Variado
Movimento retilineo uniformemente Variado
 
Atividade mru 2016
Atividade mru 2016Atividade mru 2016
Atividade mru 2016
 
Resolução dos exercícios da apostila
Resolução dos exercícios da apostilaResolução dos exercícios da apostila
Resolução dos exercícios da apostila
 
Apostila queda livre e l vertical
Apostila queda livre e l verticalApostila queda livre e l vertical
Apostila queda livre e l vertical
 
Resolução das questões
Resolução das questõesResolução das questões
Resolução das questões
 
Rec 1 ano
Rec 1 anoRec 1 ano
Rec 1 ano
 
Simulado recuperação
Simulado recuperaçãoSimulado recuperação
Simulado recuperação
 
Simulado calorimetria 2
Simulado calorimetria 2Simulado calorimetria 2
Simulado calorimetria 2
 
Simulado calorimetria 2
Simulado calorimetria 2Simulado calorimetria 2
Simulado calorimetria 2
 
Recuperação 3º ano
Recuperação 3º anoRecuperação 3º ano
Recuperação 3º ano
 
Recuperação 2º ano
Recuperação 2º anoRecuperação 2º ano
Recuperação 2º ano
 
Recuperação 1 ano 2 bi
Recuperação 1 ano 2 biRecuperação 1 ano 2 bi
Recuperação 1 ano 2 bi
 
Revisão do bimestre
Revisão do bimestre Revisão do bimestre
Revisão do bimestre
 

Último

organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdfCarlosRodrigues832670
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfQueleLiberato
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLaseVasconcelos1
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAEdioFnaf
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptAlineSilvaPotuk
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileirosMary Alvarenga
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoCelianeOliveira8
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...nexocan937
 
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURACRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURADouglasVasconcelosMa
 
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptxRevolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptxHlioMachado1
 
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETOProjeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETODouglasVasconcelosMa
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024GleyceMoreiraXWeslle
 
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptxProva de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptxJosAurelioGoesChaves
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullyingMary Alvarenga
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...Martin M Flynn
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas BrasileirosMary Alvarenga
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
 
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
 
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURACRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
 
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptxRevolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
 
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETOProjeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
 
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptxProva de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptx
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
 

Resistência elétrica

  • 1. RESISTÊNCIA ELÉTRICA EXERCÍCIOS 01. Na figura ao lado temos o gráfico da tensão (U) aplicada a um condutor em função da intensidade da corrente (i) que o percorre. Determine o valor da resistência quando a tensão vale 20 V e 60 V e, em seguida, marque a alternativa correta. a) 6Ω e 12 Ω b) 5Ω e 10 Ω c) 10Ω e 5 Ω d) 5Ω e 15 Ω e) 15Ω e 12 Ω 02. Marque a alternativa correta: os resistores são elementos de circuito que consomem energia elétrica, convertendo-a integralmente em energia térmica. A conversão de energia elétrica em energia térmica é chamada de: a) Efeito Joule b) Efeito Térmico c) Condutores d) Resistores e) Amplificadores 03.Um fio condutor foi ligado a um gerador ideal, que mantém entre seus terminais uma tensão U = 12 volts. Determine o valor da resistência desse fio sabendo que por ele passa uma corrente elétrica de 2A e marque a alternativa correta. a) 4 Ω b) 5 Ω c) 6 Ω d) 7 Ω e) 8 Ω 04. (Fatec-SP) Por um resistor faz-se passar uma corrente elétrica i e mede-se a diferença de potencial U. Sua representação gráfica está esquematizada abaixo. A resistência elétrica, em ohms, do resistor é: a) 0,8 b) 1,25 c) 800 d) 1250 e) 80
  • 2. 05. A resistência elétrica de um fio com 300 m de comprimento e 0,3 cm de diâmetro é de 12 Ω. Determine a resistência elétrica de um fio de mesmo material , mas com diâmetro de 0,6 cm e comprimento de 150 m. 06. Deseja-se construir uma resistência elétrica de 1,0 ohm com um fio de seção transversal constante de 1,0 mm de diâmetro. A resistividade do material é 4,8.107 ohm e π pode ser adotado como 3,1. O comprimento do fio utilizado deve ser, em metros: a)0,40 b)0,80 c)1,6 d)2,4 e)3,2 07. Um condutor de secção transversal constante e comprimento L tem resistência elétrica R. Cortando-se o fio pela metade, sua resistência elétrica será igual a: a) 2R b)R/2 c)R/4 d)4/R e)R/3
  • 3. RESOLUÇÃO: 01. O gráfico é de um resistor não-ôhmico por tanto a resistência elétrica não é constante mas continua válido a fórmula U =R.i. _ Quando U= 20V temos i= 4A U = R.i  20 = R.4  R= 20/4  R = 5Ω _ Quando U= 60 V temos i= 6ª U = R.i 60 = R.6  R= 60/6  R = 10Ω (Alternativa”b”) 02. Alternativa “a” 03. U = R.i  12 = R.2  R= 12/2  R= 6Ω (Alternativa “c”) 04. O gráfico nos mostra que devido a uma d.d.p. de 20v é gerada uma corrente elétrica de 25mA.Precisaremos converter mA para A dividindo o valor em mA por 1000. Sendo assim, temos: *25 mA : 1000 = 25.10-3 Substituindo os dados na fórmula U = R.i 20 = R.25.10-3 R= = 0,8 .103 = 800 Ω (Alternativa “c”) 05.Primeiro vamos calcular a área da seção transversal do fio de 300m de comprimento sem substituir o valor do π . Diâmetro = 0,3 cm (raio é metade do diâmetro)  raio= 0,15 cm (transformando em metros) raio = 0,15.10-2m. S= π.r2  S= π.(0,15.10-2)2 S= π.0,0225.10-4 S= 2,25.10-6 π m2 Agora vamos calcular a área da seção transversal do fio de 150m sem substituir o valor de π. Diâmetro= 0,6cm (raio é metade do diâmetro)  raio= 0,3cm (transformando em metros)  raio= 0,3.10-2m. S= π.r²  S= π.(0,3.10-2)² S= π.0,09.10-4 S= 9.10-6 π m² Usando os dados relativo ao fio de 300m temos:
  • 4. R =12Ω, l= 300m e S= 2,25.10-6 π m² R= 12 =  300p = 12 x 2,25.10-6 π  p= 27.10-6 π/300 =9.10-8 Ω.m Como o material do fio é o mesmo teremos a mesma resistividade “p” para o fio de 150m.Então, vamos calcular a resistência do fio de 150m. R= R= (9.10-8 π . 150) / 9.10-6 π  R= 150.10-8/10-6  R= 150.10-2  R= 1,5Ω OUTRA FORMA DE RESOLVER A 5ª QUESTÃO A resistência elétrica é diretamente proporcional ao comprimento do fio.Logo se o fio foi reduzido pela metade (era 300m passou para 150m) sua resistência também será reduzida pela metade (12Ω passa para 6Ω). Sabemos também que a resistência elétrica é inversamente proporcional a área da seção transversal.Logo se aumentar a área da seção transversal diminui a resistência elétrica. Num círculo quando dobramos o diâmetro(era 0,3cm passou a ser 0,6cm) sua área quadruplica.Então, a resistência elétrica é dividida por 4. Então, 6Ω: 4= 1,5Ω 06. Diâmetro= 1,0mm (raio é metade do diâmetro)  raio= 0,5mm (transformando em metros)  raio= 0,5.10-3m. Agora vamos calcular a área da seção transversal. S= π.r² S= 3,1.(0,5.10-3)²  S= 3,1x0,25.10-6 S= 0,775.10-6 = 7,75.10-7m² Calculando o comprimento do fio. R=  1= (4,8.10-7 . l ) / 7,75.10-7  cancela as potências  4,8.l =7,75 l =  l =1,6m (Alternativa „c”) 07.A resistência elétrica é diretamente proporcional ao comprimento do fio. Logo se o comprimento do fio for reduzido à metade a resistência elétrica também será reduzida pela metade. Então, temos: = por tanto  (Alternativa “b”)