LAPA: Pensar global, agir local. MOVER Outubro de 2006
 
 
 
 
 
Da City Vila Romana avista-se a Serra da Cantareira com novas “torres” alternando a paisagem.
Empreendimentos na Vila Romana iniciam processo de bloqueio à fruição da paisagem. – Vista da Rua Cerro Corá.
Vista da verticalização acontecendo entre Vila Ipojuca e Vila Romana.
Empreendimento que se inicia onde antes havia imóveis originais, na Vila Romana.
Renque de casas antigas em fase de demolição para dar lugar a novo empreendimento. “Torres” já existentes na mesma quadra ...
Detalhe da tipologia geminada, térrea.
Tendo em vista a inoperância das políticas públicas, empreendimentos surgem uns ao lado dos outros.
O adensamento sem critérios se consolida, surgindo os “espigões” ou “torres” e resultando nos “paliteiros”. Vista de uma m...
Prédios concentrados, em ambos os lados da rua, formam “paliteiros” e contribuem para a saturação viária – Rua Carlos Webe...
 
Formação de “ ilhas de calor “, com impacto ambiental e de vizinhança –  Vila Ipojuca.
“ Torres” e adensamento por quadras: “ilhas de calor”, bloqueio da paisagem, sombreamento, comprometimento da capacidade d...
Capacidade de suporte da infra-estrutura: adequação de rede de água em rua onde construíram novo empreendimento.
A sociedade civil se organiza na Lapa e região para resistir ao avanço da verticalização desenfreada e preservar seu patri...
O movimento na comunidade da Lapa e região: jornada de coleta de assinaturas e esclarecimentos.
Coleta de assinaturas para o abaixo-assinado contra a verticalização desenfreada – Praça Cornélia.
MOVER esclarece dúvidas e recebe sugestões.
E ganha espaço em eventos da região, para divulgar suas propostas e colher assinaturas... ... como o da tradicional da com...
Movimento participa de audiência no Ministério Público – Agosto de 2005.
Discute com especialistas propostas de uso sustentado... ...do espaço urbano da Lapa e região... Prof. Candido Malta Prof....
Dra  Lucila Lacreta ...manutenção da qualidade de vida... ... preservação do patrimônio e planos de bairro.
Reúne-se com o executivo para apresentar e discutir propostas de bairros saudáveis: plenária participativa, em junho de 20...
... audiência com o subprefeito da Lapa – Outubro de 2005...
... e com a assessoria técnica da Subprefeitura da Lapa – setembro de 2006. Contando com a presença da representante da Ma...
Plenária de Política Urbana na Subprefeitura da Lapa... ... sobre a Revisão do PRE Lapa – Agosto 2006
Jornal da Gente – 05 a 11 de agosto - 2006 Para discutir e encaminhar propostas de revisão do PRE Lapa... ... reúne-se com...
... com a comunidade... ... e o Jornal da Gente.
Participa de eventos explicitando suas demandas por Metrópoles Saudáveis – Novembro de 2005.
Igreja São João Batista – V. Ipojuca Igreja São João Maria Vianey –  V. Romana Movimento discute e propõe preservação da a...
... da memória...
... da cultura... Jornal da Gente 07 a 13 de outubro –  2006 Tendal da Lapa
... e da história dos nossos bairros. EMEI Noêmia Hipólito Antiga Torrefação de café
Exemplos de ocupação de pouco ou nenhum impacto que podem viabilizar bairros saudáveis.
Condomínios horizontais
Condomínios horizontais
Condomínio de volumetria variada
Condomínio térreo mais 2 andares
Condomínio térreo mais 3 andares
Condomínio térreo mais 3 andares
Condomínio térreo mais 4 andares (15 metros)
Condomínios de 7 ou 8 andares (24 metros)...
... só em situações muito específicas no plano de bairro.
<ul><li>PROPOSTAS DO MOVER PARA BAIRROS SAUDÁVEIS </li></ul><ul><li>Limitação de gabaritos até 15 metros de altura (térreo...
“ Responsabilidade é um compromisso com o mundo (que começa ao nosso redor, mas inclui o bairro, a cidade, o planeta) e co...
Obrigado! [email_address]
REALIZAÇÃO  MOVER – Movimento de Oposição à Verticalização Desenfreada e pela preservação do Patrimônio Histórico, Arquite...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

MOVER - Movimento de Oposição à Verticalização caótica e pela preservação do Patrimônio Histórico, Arquitetônico e Cultural da Lapa e região.

1.587 visualizações

Publicada em

Apresentação muito elucidativa e importante, sobre os impactos da verticalização desenfreada e sem planejamento que ocorre em São Paulo, especificamente na Lapa (Zona Oeste), a mobilização da comunidade junto ao poder público e propostas.

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.587
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

MOVER - Movimento de Oposição à Verticalização caótica e pela preservação do Patrimônio Histórico, Arquitetônico e Cultural da Lapa e região.

  1. 1. LAPA: Pensar global, agir local. MOVER Outubro de 2006
  2. 7. Da City Vila Romana avista-se a Serra da Cantareira com novas “torres” alternando a paisagem.
  3. 8. Empreendimentos na Vila Romana iniciam processo de bloqueio à fruição da paisagem. – Vista da Rua Cerro Corá.
  4. 9. Vista da verticalização acontecendo entre Vila Ipojuca e Vila Romana.
  5. 10. Empreendimento que se inicia onde antes havia imóveis originais, na Vila Romana.
  6. 11. Renque de casas antigas em fase de demolição para dar lugar a novo empreendimento. “Torres” já existentes na mesma quadra indicam o adensamento em curso.
  7. 12. Detalhe da tipologia geminada, térrea.
  8. 13. Tendo em vista a inoperância das políticas públicas, empreendimentos surgem uns ao lado dos outros.
  9. 14. O adensamento sem critérios se consolida, surgindo os “espigões” ou “torres” e resultando nos “paliteiros”. Vista de uma mesma quadra.
  10. 15. Prédios concentrados, em ambos os lados da rua, formam “paliteiros” e contribuem para a saturação viária – Rua Carlos Weber / V. Leopoldina.
  11. 17. Formação de “ ilhas de calor “, com impacto ambiental e de vizinhança – Vila Ipojuca.
  12. 18. “ Torres” e adensamento por quadras: “ilhas de calor”, bloqueio da paisagem, sombreamento, comprometimento da capacidade de suporte da infra-estrutura dos bairros.
  13. 19. Capacidade de suporte da infra-estrutura: adequação de rede de água em rua onde construíram novo empreendimento.
  14. 20. A sociedade civil se organiza na Lapa e região para resistir ao avanço da verticalização desenfreada e preservar seu patrimônio histórico.
  15. 21. O movimento na comunidade da Lapa e região: jornada de coleta de assinaturas e esclarecimentos.
  16. 22. Coleta de assinaturas para o abaixo-assinado contra a verticalização desenfreada – Praça Cornélia.
  17. 23. MOVER esclarece dúvidas e recebe sugestões.
  18. 24. E ganha espaço em eventos da região, para divulgar suas propostas e colher assinaturas... ... como o da tradicional da comunidade espírita, em julho de 2006.
  19. 25. Movimento participa de audiência no Ministério Público – Agosto de 2005.
  20. 26. Discute com especialistas propostas de uso sustentado... ...do espaço urbano da Lapa e região... Prof. Candido Malta Prof. Paulo Bastos
  21. 27. Dra Lucila Lacreta ...manutenção da qualidade de vida... ... preservação do patrimônio e planos de bairro.
  22. 28. Reúne-se com o executivo para apresentar e discutir propostas de bairros saudáveis: plenária participativa, em junho de 2005...
  23. 29. ... audiência com o subprefeito da Lapa – Outubro de 2005...
  24. 30. ... e com a assessoria técnica da Subprefeitura da Lapa – setembro de 2006. Contando com a presença da representante da Macrozona Oeste no CMPU e do editor do Jornal da Gente.
  25. 31. Plenária de Política Urbana na Subprefeitura da Lapa... ... sobre a Revisão do PRE Lapa – Agosto 2006
  26. 32. Jornal da Gente – 05 a 11 de agosto - 2006 Para discutir e encaminhar propostas de revisão do PRE Lapa... ... reúne-se com representantes da Câmara Municipal de São Paulo... ver. Aurélio Nomura ver. Juscelino Gadelha – abril 2006
  27. 33. ... com a comunidade... ... e o Jornal da Gente.
  28. 34. Participa de eventos explicitando suas demandas por Metrópoles Saudáveis – Novembro de 2005.
  29. 35. Igreja São João Batista – V. Ipojuca Igreja São João Maria Vianey – V. Romana Movimento discute e propõe preservação da arquitetura...
  30. 36. ... da memória...
  31. 37. ... da cultura... Jornal da Gente 07 a 13 de outubro – 2006 Tendal da Lapa
  32. 38. ... e da história dos nossos bairros. EMEI Noêmia Hipólito Antiga Torrefação de café
  33. 39. Exemplos de ocupação de pouco ou nenhum impacto que podem viabilizar bairros saudáveis.
  34. 40. Condomínios horizontais
  35. 41. Condomínios horizontais
  36. 42. Condomínio de volumetria variada
  37. 43. Condomínio térreo mais 2 andares
  38. 44. Condomínio térreo mais 3 andares
  39. 45. Condomínio térreo mais 3 andares
  40. 46. Condomínio térreo mais 4 andares (15 metros)
  41. 47. Condomínios de 7 ou 8 andares (24 metros)...
  42. 48. ... só em situações muito específicas no plano de bairro.
  43. 49. <ul><li>PROPOSTAS DO MOVER PARA BAIRROS SAUDÁVEIS </li></ul><ul><li>Limitação de gabaritos até 15 metros de altura (térreo mais quatro pisos); </li></ul><ul><li>Limitação de adensamento por quadras: para aquelas que permitam o adensamento, número de edifícios verticalizados definidos em função do tamanho da quadra e do limite de gabarito; </li></ul><ul><li>Exigência de estudos prévios de avaliação de impacto ambiental e de impacto de vizinhança das áreas dos empreendimentos(capacidade de suporte da infra-estrutura, saturação viária, manejo sustentado dos recursos hídricos, formação de ilhas de calor, disponibilidade de áreas verdes, sombreamento, fruição da paisagem, respeito ao patrimônio), com redução dos limites para aplicação dos referidos estudos de impacto, em relação ao porte dos empreendimentos. </li></ul><ul><li>Política de preservação e conscientização do patrimônio histórico, arquitetônico e cultural dos bairros e da cidade, com o fortalecimento do COMPRESP e DPH e agilização dos processos de tombamento. </li></ul><ul><li>Revisão dos critérios e transparência na destinação dos recursos do importante instrumento de “outorga onerosa do direito de construir”. </li></ul><ul><li>Elaboração de planos de bairro participativos com disponibilização de subsídios de infra-estrutura e técnicos especializados para as comunidades e entidades locais. </li></ul>
  44. 50. “ Responsabilidade é um compromisso com o mundo (que começa ao nosso redor, mas inclui o bairro, a cidade, o planeta) e com os outros (conhecidos e desconhecidos, os que vivem hoje e os que virão a este mundo mais tarde). A responsabilidade é um comprometimento com as condições que imprimimos e podemos imprimir no mundo em que, com nossos semelhantes, e não solitariamente, existimos.”
  45. 51. Obrigado! [email_address]
  46. 52. REALIZAÇÃO MOVER – Movimento de Oposição à Verticalização Desenfreada e pela preservação do Patrimônio Histórico, Arquitetônico e Cultural da Lapa FOTOS Sidney S. de Oliveira Silvio Talim Virgílio Galvão PRODUÇÃO E ARTE Paloma Scarazzati [email_address]

×