SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 35
Baixar para ler offline
Diretrizes OpenAire
Pedro Príncipe, Eloy Rodrigues, José Carvalho, Ricardo Saraiva
Serviços de Documentação
Universidade do Minho
REPOSITÓRIOS DE DADOS, REPOSITÓRIOS DE LITERATURA E SISTEMAS CRIS
Tópicos
ConfOA @ São Paulo, 7 Out. 2013 2
1. Visão breve e geral do OpenAIRE:
• O que é, quem beneficia e qual a importância do OpenAIRE
• Políticas Open Access da Comissão Europeia
• Concretização e expansão OpenAIRE (2009-2012) + OpenAIREplus (2011-2014)
2. Infraestrutura de informação baseada numa rede participativa
• Rede de repositórios em expansão
• Interoperabilidade de repositórios a partir de diretrizes
3. Diretrizes OpenAIRE para:
• gestores de repositórios de literatura científica
• gestores de repositórios de dados
• gestores de sistemas CRIS – Current Research Information System
VISÃO GERAL
OpenAIRE
OpenAIREplus
3ConfOA @ São Paulo, 7 Out. 2013
1
O que é OpenAIRE?
• Uma infraestrutura participativa de Open Access na Europa para
gerir publicações científicas e informação associada por via de
uma rede de repositórios.
• Agrega publicações Open Access e interliga-as com a informação
de financiamento e os conjuntos de dados científicos.
• Disponibiliza serviços de helpdesk e diretrizes técnicas de apoio
para todos os parceiros envolvidos.
4ConfOA @ São Paulo, 7 Out. 2013
ConfOA @ São Paulo, 7 Out. 2013
ConfOA @ São Paulo, 7 Out. 2013
Quem beneficia?
ConfOA @ São Paulo, 7 Out. 2013 7
• Investigadores que acedem, depositam, partilham e ligam resultados de investigação.
• Iniciativas Nacionais OA para estabelecer, implementar ou alinhar políticas de dados científicos.
• Gestores de repositórios para aumentar a visibilidade do conteúdo do repositório.
• Decisores políticos e financiadores para monitorizar os resultados da investigação financiada.
• Gestores de ciência para apoiar na realização de relatórios, estatísticas e disseminação.
• Editores para aumentar a sua visibilidade e dos resultados da investigação publicados.
• Potenciais fornecedores de dados que queiram explorar a interligação da sua investigação.
OpenAIRE »» OpenAIREplus
RESEARCHERS FUNDERS
OPEN ACCESS
REPOSITORIES
PROJECT
INFORMATION
ConfOA @ São Paulo, 7 Out. 2013
OpenAIREplus
• Ligação entre as publicações, os dados científicos e a informação dos
financiadores.
• Consolidar a rede de repositórios institucionais.
• Integrar os repositórios de dados.
• Importar programas de financiamento de diferentes fontes.
• Apoiar o acesso aberto no espaço europeu de investigação
• Propagar as políticas, o estudo de dados e de problemas de direitos de propriedade
intelectual,
• Abranger toda a Europa: Os investigadores, gestores de investigação, responsáveis
institucionais e políticos.
24x7 serviços sustentáveis a longo prazo
ConfOA @ São Paulo, 7 Out. 2013
POLÍTICAS OPEN ACCESS NA UE
REQUER AOS INVESTIGADORES O DEPÓSITO DAS PUBLICAÇÕES
NUM REPOSITÓRIO INSTITUCIONAL OU DISCIPLINAR.
ConfOA @ São Paulo, 7 Out. 2013
ACESSO À INFORMAÇÃO CIENTÍFICA NA UE
“*….+ As políticas em prol do acesso aberto aos resultados da investigação
científica devem ser aplicadas a toda a in-vestigação que receba fundos
públicos. *…+ Estas políticas respondem igualmente ao desejo da própria
comunidade científica de que haja maior acesso à informação científica.”
ConfOA @ São Paulo, 7 Out. 2013
REDE DE REPOSITÓRIOS
INFRAESTRUTURA
em expansão e
apoiando a interoperabilidade
13
2
ConfOA @ São Paulo, 7 Out. 2013
Rede de pontos de contacto
14
“Infraestrutura Humana”
ConfOA @ São Paulo, 7 Out. 2013
OpenAIRE HUB
CERN
Invenio
Visualize - Manage
Enhanced Publications
Get support
(NOADs)
Linked Content
Statistics
+++
Search & Browse
Curate & collaborate
Deposit
Publications
& data
Research impact
Citations, usage statistics
+++
Link Classify
De-duplicate Cite
Text Mine
APIs
Publication repositories
Institutional & Thematic
Open Access Journals
6,500,000 OA publications
350 validated repositories
Data repositories
Data Journals
ResearchID (ORCID, ..)
OpenDOAR
…
CRIS Systems
National funding
EC funding
Usage dataMetadata
on publications Metadata
on data
Guidelines for Data Providers
Guidelines for Funding Info
Guidelines for Publications
Concretizando… Rede de repositórios
Investigadores
depositam em
acesso aberto
e/ou têm
mandato CE
Diretrizes
OpenAIRE
Repositórios e
revistas OpenAIRE
compatíveis
OpenAIRE
agrega a info e
oferece
serviços
ConfOA @ São Paulo, 7 Out. 2013
OpenAIRE
• Os repositórios Open Access são uma componente vital na estrutura global
de e-research & e-science.
• O potencial dos repositórios quando interligados é elevado.
• O valor dos recursos agregados em coleções globais é gerador de muitas
oportunidades na reutilização de dados.
As diretrizes OpenAIRE são baseadas em normas e padrões devidamente
documentados que asseguram a interoperabilidade de forma simples e ágil.
Apoiando a Interoperabiliade de repositórios
ConfOA @ São Paulo, 7 Out. 2013
Interoperabilidade através de diretrizes
• Ligar publicações a projetos com financiamento.
• Agregar publicações em acesso aberto.
• Interligar publicações aos dados científicos.
• Integrar com outros sistemas de informação.
• Disponibilizar serviços de valor acrescentado.
Com a implementação das diretrizes OpenAIRE:
18
PARA GESTORES DE
Diretrizes
OpenAIRE
repositórios de literatura
repositórios de dados
sistemas CRIS
19ConfOA @ São Paulo, 7 Out. 2013
3
O que são as diretrizes OpenAIRE
• OpenAIRE colaborou com parceiros chave para produzir o conjunto das
diretrizes para diferentes fornecedores de dados, tudo baseado em normas
de padrões já estabelecidos.
• Providenciar suporte adicional para agregadores OAI e Revistas Open Access
para a manutenção da proveniência do registo ao nível da revista.
• Baseadas nas melhores práticas de utilização do protocolo OAI-PMH,
formatos de metadados e controlo de vocabulários.
20ConfOA @ São Paulo, 7 Out. 2013
Diretrizes OpenAIRE
• Diretrizes para:
• Repositórios de literatura (3.0)
• Repositórios de dados (1.0)
• Sistemas CRIS (em definição)
• Com base em normas e padrões já existentes:
• OAI-PMH
• Dublin Core
• Diretrizes DRIVER
• Diretrizes OpenAIRE 2.0
• DataCite
• CERIF-XML
“Guidelines for Data Providers”
21ConfOA @ São Paulo, 7 Out. 2013
1 2 3Repositórios
de literatura
Dublin Core (DRIVER)
Repositórios
de dados
Datacite
Sistemas
CRIS
CERIF-XML
22
Diretrizes OpenAIRE
Como funcionam?
• Identicação de publicações Open Access e de resultados de
investigação financiada por intermédio de OAI-Sets:
• ‘openaire’
• ‘openaire_data’
• Agregação regular dos diferentes recursos (repositórios, revistas…)
• Garantia de compatibilidade com as versões anteriores.
• Possibilidade de validação e registo dos potenciais repositórios
• Enriquecer os metadados no espaço de informação OpenAIRE
23ConfOA @ São Paulo, 7 Out. 2013
Diretrizes
• Orientar os gestores de repositórios para expor o conteúdo
• não só de publicações financiadas pela Comissão Europeia
• como também de outras publicações em acesso aberto.
• Permitir aos gestores de repositórios apoiarem os autores no
cumprimento da política de acesso aberto da Comissão Europeia.
• Possibilitar aplicação semelhante para com os requisitos de
outros financiadores de âmbito nacional ou internacional.
REPOSITÓRIOS DE LITERATURA CIENTÍFICA
24ConfOA @ São Paulo, 7 Out. 2013
Diretrizes
• O que é novo:
• Renomeação do OAI-SET:
• ‘ec_fundedresources’ »»» ‘openaire’
• Definição de elementos identificadores alternativos e de relação
relação com outras publicações e com conjuntos de dados científicos.
• Inclusão das recomendações sobre os elementos Dublin Core
herdadas das Diretrizes DRIVER.
REPOSITÓRIOS DE LITERATURA CIENTÍFICA
25
Diretrizes
• Fornecer instruções para os gestores de repositórios de dados científicos
exporem os metadados de forma compatível com o OpenAIRE.
• Incluir no OpenAIRE os dados arquivados em repositórios quando estão
relacionados com um outro documento (ex. conjunto de dados citados
por um artigo).
• Adotou-se o esquema de metadados do DataCite (versão 2.2) como
base para a agregação e importação de metadados dos conjuntos de
dados (datasets) dos repositórios.
REPOSITÓRIOS DE DADOS
26
Diretrizes
• Vem proporcionar um esquema de metadados:
• abrangente e integrador, agnóstico no domínio científico,
• através da referência a um pequeno número de propriedades.
• Com a implementação destas diretrizes o OpenAIRE está:
• a facilitar a criação de publicações enriquecidas,
• a construir os pilares necessários para edificar uma infraestrutura de
pesquisa de publicações e dados interligados.
REPOSITÓRIOS DE DADOS
27
Diretrizes
• Apresentam a especificação do perfil de aplicação com base nos
requisitos do modelo de dados OpenAIRE, vocabulários relevantes,
entidades, descrição e os seus valores.
• Uso de CERIF-XML como formato padrão pelo qual o OpenAIRE irá
recolher informação dos sistemas CRIS.
• CERIF como referência para os sistema CRIS para mapeamento e
descrição de entidades como organização, projeto, dados, etc.).
• Resulta da colaboração euroCRIS e OpenAIRE.
SISTEMAS CRIS
28
SIMPLES
Intencionalmente
Diretrizes OpenAIRE
29ConfOA @ São Paulo, 7 Out. 2013
DRIVER »»» OpenAIRE
• De acordo com a expansão OpenAIRE em curso, a nova
versão das diretrizes prevê a fusão das diretrizes DRIVER
no contexto de diretrizes OpenAIRE
• pertinência da divulgação destas diretrizes para além do
espaço de intervenção das instiuições de investigação e
ensino superior da Europa.
30ConfOA @ São Paulo, 7 Out. 2013
Diretrizes OpenAIRE
• Consultar e contribuir: guidelines.openaire.eu
• Testar e registar: validator.openaire.eu
• Mais informação e suporte: www.openaire.eu/helpdesk
Como participar?
31
Wiki: http://guidelines.openaire.eu
ConfOA @ São Paulo, 7 Out. 2013
Validador OpenAIRE
 Testar a compatibilidade do repositório
com o OpenIARE.
 Verificar as implementação das
especificações técnicas das diretrizes
 Registar o repositório no OpenAIRE
validator.openaire.eu
ConfOA @ São Paulo, 7 Out. 2013
Registo no OpenAIRE
ConfOA @ São Paulo, 7 Out. 2013
ConfOA @ São Paulo, 7 Out. 2013
Registo no OpenAIRE
6,041,204 publicações de 387 repositórios e 53 revistas OA
ConfOA @ São Paulo, 7 Out. 2013
Join us!
www.openaire.eu
@openaire_eu
facebook.com/groups/openaire
linkedin.com/groups/OpenAIRE-3893548
openaccess@sdum.uminho.pt
36ConfOA @ São Paulo, 7 Out. 2013

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

OpenAIRE COVID-19 Gateway - apresentação e demo na #OpenAccessWeek2020 na UMinho
OpenAIRE COVID-19 Gateway - apresentação e demo na #OpenAccessWeek2020 na UMinhoOpenAIRE COVID-19 Gateway - apresentação e demo na #OpenAccessWeek2020 na UMinho
OpenAIRE COVID-19 Gateway - apresentação e demo na #OpenAccessWeek2020 na UMinhoPedro Príncipe
 
Poster - OpenAIREplus: construindo um espaço aberto de informação científica ...
Poster - OpenAIREplus: construindo um espaço aberto de informação científica ...Poster - OpenAIREplus: construindo um espaço aberto de informação científica ...
Poster - OpenAIREplus: construindo um espaço aberto de informação científica ...Pedro Príncipe
 
O portal FOSTER Plus no apoio à Gestão de Dados de Investigação
O portal FOSTER Plus no apoio à Gestão de Dados de InvestigaçãoO portal FOSTER Plus no apoio à Gestão de Dados de Investigação
O portal FOSTER Plus no apoio à Gestão de Dados de InvestigaçãoMaria Antónia Correia
 
Workshop APDIS sobre Gestão de Dados Científicos
Workshop APDIS sobre Gestão de Dados CientíficosWorkshop APDIS sobre Gestão de Dados Científicos
Workshop APDIS sobre Gestão de Dados CientíficosPedro Príncipe
 
Gestão de Dados Científicos nas Instituições - workshop #ConfOA2015
Gestão de Dados Científicos nas Instituições - workshop #ConfOA2015Gestão de Dados Científicos nas Instituições - workshop #ConfOA2015
Gestão de Dados Científicos nas Instituições - workshop #ConfOA2015Pedro Príncipe
 
Ciência Aberta na prática - processos e políticas, serviços e ferramentas
Ciência Aberta na prática - processos e políticas, serviços e ferramentasCiência Aberta na prática - processos e políticas, serviços e ferramentas
Ciência Aberta na prática - processos e políticas, serviços e ferramentasPedro Príncipe
 
Gestão de Dados de Investigação e Bibliotecas em Portugal: estratégias, servi...
Gestão de Dados de Investigação e Bibliotecas em Portugal: estratégias, servi...Gestão de Dados de Investigação e Bibliotecas em Portugal: estratégias, servi...
Gestão de Dados de Investigação e Bibliotecas em Portugal: estratégias, servi...Pedro Príncipe
 
OAI - Open Archives Initiative
OAI - Open Archives Initiative OAI - Open Archives Initiative
OAI - Open Archives Initiative Juliana Gulka
 
Biblioteca 2.0: o cliente digital [novas redes, novos suportes]
Biblioteca 2.0: o cliente digital [novas redes, novos suportes]Biblioteca 2.0: o cliente digital [novas redes, novos suportes]
Biblioteca 2.0: o cliente digital [novas redes, novos suportes] Pedro Príncipe
 

Mais procurados (14)

OpenAIRE COVID-19 Gateway - apresentação e demo na #OpenAccessWeek2020 na UMinho
OpenAIRE COVID-19 Gateway - apresentação e demo na #OpenAccessWeek2020 na UMinhoOpenAIRE COVID-19 Gateway - apresentação e demo na #OpenAccessWeek2020 na UMinho
OpenAIRE COVID-19 Gateway - apresentação e demo na #OpenAccessWeek2020 na UMinho
 
Poster - OpenAIREplus: construindo um espaço aberto de informação científica ...
Poster - OpenAIREplus: construindo um espaço aberto de informação científica ...Poster - OpenAIREplus: construindo um espaço aberto de informação científica ...
Poster - OpenAIREplus: construindo um espaço aberto de informação científica ...
 
Integração do mecanismo de sincronização PTCRISync com o CRIS do ISCTE-IUL
Integração do mecanismo de sincronização PTCRISync com o CRIS do ISCTE-IULIntegração do mecanismo de sincronização PTCRISync com o CRIS do ISCTE-IUL
Integração do mecanismo de sincronização PTCRISync com o CRIS do ISCTE-IUL
 
O portal FOSTER Plus no apoio à Gestão de Dados de Investigação
O portal FOSTER Plus no apoio à Gestão de Dados de InvestigaçãoO portal FOSTER Plus no apoio à Gestão de Dados de Investigação
O portal FOSTER Plus no apoio à Gestão de Dados de Investigação
 
Oficina 4 - Gestao de dados cientificos: o papel das bibliotecas
Oficina 4 - Gestao de dados cientificos: o papel das bibliotecasOficina 4 - Gestao de dados cientificos: o papel das bibliotecas
Oficina 4 - Gestao de dados cientificos: o papel das bibliotecas
 
Workshop APDIS sobre Gestão de Dados Científicos
Workshop APDIS sobre Gestão de Dados CientíficosWorkshop APDIS sobre Gestão de Dados Científicos
Workshop APDIS sobre Gestão de Dados Científicos
 
Gestão de Dados Científicos nas Instituições - workshop #ConfOA2015
Gestão de Dados Científicos nas Instituições - workshop #ConfOA2015Gestão de Dados Científicos nas Instituições - workshop #ConfOA2015
Gestão de Dados Científicos nas Instituições - workshop #ConfOA2015
 
Ciência Aberta na prática - processos e políticas, serviços e ferramentas
Ciência Aberta na prática - processos e políticas, serviços e ferramentasCiência Aberta na prática - processos e políticas, serviços e ferramentas
Ciência Aberta na prática - processos e políticas, serviços e ferramentas
 
Gestão de Dados de Investigação e Bibliotecas em Portugal: estratégias, servi...
Gestão de Dados de Investigação e Bibliotecas em Portugal: estratégias, servi...Gestão de Dados de Investigação e Bibliotecas em Portugal: estratégias, servi...
Gestão de Dados de Investigação e Bibliotecas em Portugal: estratégias, servi...
 
Gdibibliotecas
GdibibliotecasGdibibliotecas
Gdibibliotecas
 
OAI - Open Archives Initiative
OAI - Open Archives Initiative OAI - Open Archives Initiative
OAI - Open Archives Initiative
 
Biblioteca 2.0: o cliente digital [novas redes, novos suportes]
Biblioteca 2.0: o cliente digital [novas redes, novos suportes]Biblioteca 2.0: o cliente digital [novas redes, novos suportes]
Biblioteca 2.0: o cliente digital [novas redes, novos suportes]
 
Ritmos da Informação/Comunicação de Ciência dos Centros de Investigação em Po...
Ritmos da Informação/Comunicação de Ciência dos Centros de Investigação em Po...Ritmos da Informação/Comunicação de Ciência dos Centros de Investigação em Po...
Ritmos da Informação/Comunicação de Ciência dos Centros de Investigação em Po...
 
Oficina 1 Confoa 2013 - parte 4 - Interoperabilidade e repositorios - pedro ...
Oficina 1  Confoa 2013 - parte 4 - Interoperabilidade e repositorios - pedro ...Oficina 1  Confoa 2013 - parte 4 - Interoperabilidade e repositorios - pedro ...
Oficina 1 Confoa 2013 - parte 4 - Interoperabilidade e repositorios - pedro ...
 

Destaque

Acesso Aberto às publicações: políticas Open Access dos financiadores de ciên...
Acesso Aberto às publicações: políticas Open Access dos financiadores de ciên...Acesso Aberto às publicações: políticas Open Access dos financiadores de ciên...
Acesso Aberto às publicações: políticas Open Access dos financiadores de ciên...Pedro Príncipe
 
Open Access no Horizonte 2020 - sessão de esclarecimento na Reitoria da Unive...
Open Access no Horizonte 2020 - sessão de esclarecimento na Reitoria da Unive...Open Access no Horizonte 2020 - sessão de esclarecimento na Reitoria da Unive...
Open Access no Horizonte 2020 - sessão de esclarecimento na Reitoria da Unive...Pedro Príncipe
 
Apoios para financiar taxas de publicação em Acesso Aberto nos projetos do 7º PQ
Apoios para financiar taxas de publicação em Acesso Aberto nos projetos do 7º PQApoios para financiar taxas de publicação em Acesso Aberto nos projetos do 7º PQ
Apoios para financiar taxas de publicação em Acesso Aberto nos projetos do 7º PQPedro Príncipe
 
1º Fórum Gestão de Dados de Investigação - apresentação do evento
1º Fórum Gestão de Dados de Investigação - apresentação do evento1º Fórum Gestão de Dados de Investigação - apresentação do evento
1º Fórum Gestão de Dados de Investigação - apresentação do eventoPedro Príncipe
 
Grupo de Trabalho da BAD das Bibliotecas de Ensino Superior - atividade 2016
Grupo de Trabalho da BAD das Bibliotecas de Ensino Superior - atividade 2016Grupo de Trabalho da BAD das Bibliotecas de Ensino Superior - atividade 2016
Grupo de Trabalho da BAD das Bibliotecas de Ensino Superior - atividade 2016Pedro Príncipe
 
Acesso Aberto a publicações e dados: requisitos dos financiadores de ciência ...
Acesso Aberto a publicações e dados: requisitos dos financiadores de ciência ...Acesso Aberto a publicações e dados: requisitos dos financiadores de ciência ...
Acesso Aberto a publicações e dados: requisitos dos financiadores de ciência ...Pedro Príncipe
 
Introdução ao painel sobre Repositórios Científicos no "Encontro Curadoria Di...
Introdução ao painel sobre Repositórios Científicos no "Encontro Curadoria Di...Introdução ao painel sobre Repositórios Científicos no "Encontro Curadoria Di...
Introdução ao painel sobre Repositórios Científicos no "Encontro Curadoria Di...Pedro Príncipe
 
O piloto de dados científicos abertos no H2020 - webinar FOSTER
O piloto de dados científicos abertos no H2020 - webinar FOSTERO piloto de dados científicos abertos no H2020 - webinar FOSTER
O piloto de dados científicos abertos no H2020 - webinar FOSTERPedro Príncipe
 
Workshop sobre Planos de Gestão de Dados - ferramentas e requisitos dos finan...
Workshop sobre Planos de Gestão de Dados - ferramentas e requisitos dos finan...Workshop sobre Planos de Gestão de Dados - ferramentas e requisitos dos finan...
Workshop sobre Planos de Gestão de Dados - ferramentas e requisitos dos finan...Pedro Príncipe
 
Contributo OpenAIRE sobre Open Access no painel Ciência Cidadã realizado na S...
Contributo OpenAIRE sobre Open Access no painel Ciência Cidadã realizado na S...Contributo OpenAIRE sobre Open Access no painel Ciência Cidadã realizado na S...
Contributo OpenAIRE sobre Open Access no painel Ciência Cidadã realizado na S...Pedro Príncipe
 
OpenAIRE services & tools: Zenodo and what's next (Danish OpenAIRE workshop)
OpenAIRE services & tools: Zenodo and what's next (Danish OpenAIRE workshop)OpenAIRE services & tools: Zenodo and what's next (Danish OpenAIRE workshop)
OpenAIRE services & tools: Zenodo and what's next (Danish OpenAIRE workshop)Pedro Príncipe
 
Interoperabilidade em repositórios: Alinhamento com diretrizes técnicas, inte...
Interoperabilidade em repositórios: Alinhamento com diretrizes técnicas, inte...Interoperabilidade em repositórios: Alinhamento com diretrizes técnicas, inte...
Interoperabilidade em repositórios: Alinhamento com diretrizes técnicas, inte...Pedro Príncipe
 

Destaque (12)

Acesso Aberto às publicações: políticas Open Access dos financiadores de ciên...
Acesso Aberto às publicações: políticas Open Access dos financiadores de ciên...Acesso Aberto às publicações: políticas Open Access dos financiadores de ciên...
Acesso Aberto às publicações: políticas Open Access dos financiadores de ciên...
 
Open Access no Horizonte 2020 - sessão de esclarecimento na Reitoria da Unive...
Open Access no Horizonte 2020 - sessão de esclarecimento na Reitoria da Unive...Open Access no Horizonte 2020 - sessão de esclarecimento na Reitoria da Unive...
Open Access no Horizonte 2020 - sessão de esclarecimento na Reitoria da Unive...
 
Apoios para financiar taxas de publicação em Acesso Aberto nos projetos do 7º PQ
Apoios para financiar taxas de publicação em Acesso Aberto nos projetos do 7º PQApoios para financiar taxas de publicação em Acesso Aberto nos projetos do 7º PQ
Apoios para financiar taxas de publicação em Acesso Aberto nos projetos do 7º PQ
 
1º Fórum Gestão de Dados de Investigação - apresentação do evento
1º Fórum Gestão de Dados de Investigação - apresentação do evento1º Fórum Gestão de Dados de Investigação - apresentação do evento
1º Fórum Gestão de Dados de Investigação - apresentação do evento
 
Grupo de Trabalho da BAD das Bibliotecas de Ensino Superior - atividade 2016
Grupo de Trabalho da BAD das Bibliotecas de Ensino Superior - atividade 2016Grupo de Trabalho da BAD das Bibliotecas de Ensino Superior - atividade 2016
Grupo de Trabalho da BAD das Bibliotecas de Ensino Superior - atividade 2016
 
Acesso Aberto a publicações e dados: requisitos dos financiadores de ciência ...
Acesso Aberto a publicações e dados: requisitos dos financiadores de ciência ...Acesso Aberto a publicações e dados: requisitos dos financiadores de ciência ...
Acesso Aberto a publicações e dados: requisitos dos financiadores de ciência ...
 
Introdução ao painel sobre Repositórios Científicos no "Encontro Curadoria Di...
Introdução ao painel sobre Repositórios Científicos no "Encontro Curadoria Di...Introdução ao painel sobre Repositórios Científicos no "Encontro Curadoria Di...
Introdução ao painel sobre Repositórios Científicos no "Encontro Curadoria Di...
 
O piloto de dados científicos abertos no H2020 - webinar FOSTER
O piloto de dados científicos abertos no H2020 - webinar FOSTERO piloto de dados científicos abertos no H2020 - webinar FOSTER
O piloto de dados científicos abertos no H2020 - webinar FOSTER
 
Workshop sobre Planos de Gestão de Dados - ferramentas e requisitos dos finan...
Workshop sobre Planos de Gestão de Dados - ferramentas e requisitos dos finan...Workshop sobre Planos de Gestão de Dados - ferramentas e requisitos dos finan...
Workshop sobre Planos de Gestão de Dados - ferramentas e requisitos dos finan...
 
Contributo OpenAIRE sobre Open Access no painel Ciência Cidadã realizado na S...
Contributo OpenAIRE sobre Open Access no painel Ciência Cidadã realizado na S...Contributo OpenAIRE sobre Open Access no painel Ciência Cidadã realizado na S...
Contributo OpenAIRE sobre Open Access no painel Ciência Cidadã realizado na S...
 
OpenAIRE services & tools: Zenodo and what's next (Danish OpenAIRE workshop)
OpenAIRE services & tools: Zenodo and what's next (Danish OpenAIRE workshop)OpenAIRE services & tools: Zenodo and what's next (Danish OpenAIRE workshop)
OpenAIRE services & tools: Zenodo and what's next (Danish OpenAIRE workshop)
 
Interoperabilidade em repositórios: Alinhamento com diretrizes técnicas, inte...
Interoperabilidade em repositórios: Alinhamento com diretrizes técnicas, inte...Interoperabilidade em repositórios: Alinhamento com diretrizes técnicas, inte...
Interoperabilidade em repositórios: Alinhamento com diretrizes técnicas, inte...
 

Semelhante a Diretrizes OpenAire para Repositórios de Dados, Repositórios de Literatura e Sistemas CRIS

OpenAIRE: apoiando a ciência aberta na Europa - XI Jornadas APDIS
OpenAIRE: apoiando a ciência aberta na Europa - XI Jornadas APDISOpenAIRE: apoiando a ciência aberta na Europa - XI Jornadas APDIS
OpenAIRE: apoiando a ciência aberta na Europa - XI Jornadas APDISPedro Príncipe
 
OpenAIRE - Infraestrutura de Acesso Aberto para a Investigação na Europa (XII...
OpenAIRE - Infraestrutura de Acesso Aberto para a Investigação na Europa (XII...OpenAIRE - Infraestrutura de Acesso Aberto para a Investigação na Europa (XII...
OpenAIRE - Infraestrutura de Acesso Aberto para a Investigação na Europa (XII...Pedro Príncipe
 
OpenAIRE e OpenAIREplus - apresentação dos projetos no Colabora2013
OpenAIRE e OpenAIREplus - apresentação dos projetos no Colabora2013OpenAIRE e OpenAIREplus - apresentação dos projetos no Colabora2013
OpenAIRE e OpenAIREplus - apresentação dos projetos no Colabora2013Pedro Príncipe
 
Em busca de um sistema de comunicação inovador e sustentável para a Ciência A...
Em busca de um sistema de comunicação inovador e sustentável para a Ciência A...Em busca de um sistema de comunicação inovador e sustentável para a Ciência A...
Em busca de um sistema de comunicação inovador e sustentável para a Ciência A...Projeto RCAAP
 
Abel L Packer - SciELO 2019-2023: Políticas e critérios de indexação das cole...
Abel L Packer - SciELO 2019-2023: Políticas e critérios de indexação das cole...Abel L Packer - SciELO 2019-2023: Políticas e critérios de indexação das cole...
Abel L Packer - SciELO 2019-2023: Políticas e critérios de indexação das cole...SciELO - Scientific Electronic Library Online
 
Infraestruturas de Acesso Aberto à informação científica e académica (Bibliot...
Infraestruturas de Acesso Aberto à informação científica e académica (Bibliot...Infraestruturas de Acesso Aberto à informação científica e académica (Bibliot...
Infraestruturas de Acesso Aberto à informação científica e académica (Bibliot...Pedro Príncipe
 
Serviços OpenAIRE para Gestores de Repositórios - OpenAIRE webinar Portugal f...
Serviços OpenAIRE para Gestores de Repositórios - OpenAIRE webinar Portugal f...Serviços OpenAIRE para Gestores de Repositórios - OpenAIRE webinar Portugal f...
Serviços OpenAIRE para Gestores de Repositórios - OpenAIRE webinar Portugal f...OpenAIRE
 
Infraestrutura OpenAIRE: serviço para implementação do Acesso Aberto no Horiz...
Infraestrutura OpenAIRE: serviço para implementação do Acesso Aberto no Horiz...Infraestrutura OpenAIRE: serviço para implementação do Acesso Aberto no Horiz...
Infraestrutura OpenAIRE: serviço para implementação do Acesso Aberto no Horiz...Pedro Príncipe
 
SciCom Pt 2014 - O Acesso Aberto como prática padrão de disseminação da inves...
SciCom Pt 2014 - O Acesso Aberto como prática padrão de disseminação da inves...SciCom Pt 2014 - O Acesso Aberto como prática padrão de disseminação da inves...
SciCom Pt 2014 - O Acesso Aberto como prática padrão de disseminação da inves...Pedro Príncipe
 
Considerações OpenAIRE na mesa-redonda da 2ª Jornada LusOpenEdition
Considerações OpenAIRE na mesa-redonda da 2ª Jornada LusOpenEditionConsiderações OpenAIRE na mesa-redonda da 2ª Jornada LusOpenEdition
Considerações OpenAIRE na mesa-redonda da 2ª Jornada LusOpenEditionPedro Príncipe
 
A realização do projeto OpenAIRE e o contributo de Portugal na infraestrutura...
A realização do projeto OpenAIRE e o contributo de Portugal na infraestrutura...A realização do projeto OpenAIRE e o contributo de Portugal na infraestrutura...
A realização do projeto OpenAIRE e o contributo de Portugal na infraestrutura...Pedro Príncipe
 
Indexação de dados científicos: uma análise a partir das políticas da Rede de...
Indexação de dados científicos: uma análise a partir das políticas da Rede de...Indexação de dados científicos: uma análise a partir das políticas da Rede de...
Indexação de dados científicos: uma análise a partir das políticas da Rede de...Projeto RCAAP
 
Data RepositóriUM: projeto de implementação do repositório de dados para a Un...
Data RepositóriUM: projeto de implementação do repositório de dados para a Un...Data RepositóriUM: projeto de implementação do repositório de dados para a Un...
Data RepositóriUM: projeto de implementação do repositório de dados para a Un...Pedro Príncipe
 
Abel L Packer - Políticas editoriais que instrumentam a transição dos periódi...
Abel L Packer - Políticas editoriais que instrumentam a transição dos periódi...Abel L Packer - Políticas editoriais que instrumentam a transição dos periódi...
Abel L Packer - Políticas editoriais que instrumentam a transição dos periódi...SciELO - Scientific Electronic Library Online
 
OpenAIRE e comunicação da ciência: a infraestrutura Open Access para a invest...
OpenAIRE e comunicação da ciência: a infraestrutura Open Access para a invest...OpenAIRE e comunicação da ciência: a infraestrutura Open Access para a invest...
OpenAIRE e comunicação da ciência: a infraestrutura Open Access para a invest...Pedro Príncipe
 
OpenAIRE em 10 min: serviços e ferramentas para projetos - Apresentação reali...
OpenAIRE em 10 min: serviços e ferramentas para projetos - Apresentação reali...OpenAIRE em 10 min: serviços e ferramentas para projetos - Apresentação reali...
OpenAIRE em 10 min: serviços e ferramentas para projetos - Apresentação reali...Pedro Príncipe
 

Semelhante a Diretrizes OpenAire para Repositórios de Dados, Repositórios de Literatura e Sistemas CRIS (20)

OpenAIRE: apoiando a ciência aberta na Europa - XI Jornadas APDIS
OpenAIRE: apoiando a ciência aberta na Europa - XI Jornadas APDISOpenAIRE: apoiando a ciência aberta na Europa - XI Jornadas APDIS
OpenAIRE: apoiando a ciência aberta na Europa - XI Jornadas APDIS
 
OpenAIRE - Infraestrutura de Acesso Aberto para a Investigação na Europa (XII...
OpenAIRE - Infraestrutura de Acesso Aberto para a Investigação na Europa (XII...OpenAIRE - Infraestrutura de Acesso Aberto para a Investigação na Europa (XII...
OpenAIRE - Infraestrutura de Acesso Aberto para a Investigação na Europa (XII...
 
OpenAIRE e OpenAIREplus - apresentação dos projetos no Colabora2013
OpenAIRE e OpenAIREplus - apresentação dos projetos no Colabora2013OpenAIRE e OpenAIREplus - apresentação dos projetos no Colabora2013
OpenAIRE e OpenAIREplus - apresentação dos projetos no Colabora2013
 
Em busca de um sistema de comunicação inovador e sustentável para a Ciência A...
Em busca de um sistema de comunicação inovador e sustentável para a Ciência A...Em busca de um sistema de comunicação inovador e sustentável para a Ciência A...
Em busca de um sistema de comunicação inovador e sustentável para a Ciência A...
 
Abel L Packer - SciELO 2019-2023: Políticas e critérios de indexação das cole...
Abel L Packer - SciELO 2019-2023: Políticas e critérios de indexação das cole...Abel L Packer - SciELO 2019-2023: Políticas e critérios de indexação das cole...
Abel L Packer - SciELO 2019-2023: Políticas e critérios de indexação das cole...
 
Infraestruturas de Acesso Aberto à informação científica e académica (Bibliot...
Infraestruturas de Acesso Aberto à informação científica e académica (Bibliot...Infraestruturas de Acesso Aberto à informação científica e académica (Bibliot...
Infraestruturas de Acesso Aberto à informação científica e académica (Bibliot...
 
Serviços OpenAIRE para Gestores de Repositórios - OpenAIRE webinar Portugal f...
Serviços OpenAIRE para Gestores de Repositórios - OpenAIRE webinar Portugal f...Serviços OpenAIRE para Gestores de Repositórios - OpenAIRE webinar Portugal f...
Serviços OpenAIRE para Gestores de Repositórios - OpenAIRE webinar Portugal f...
 
Infraestrutura OpenAIRE: serviço para implementação do Acesso Aberto no Horiz...
Infraestrutura OpenAIRE: serviço para implementação do Acesso Aberto no Horiz...Infraestrutura OpenAIRE: serviço para implementação do Acesso Aberto no Horiz...
Infraestrutura OpenAIRE: serviço para implementação do Acesso Aberto no Horiz...
 
Infraestrutura OpenAIRE: serviço para implementação do Acesso Aberto no Horiz...
Infraestrutura OpenAIRE: serviço para implementação do Acesso Aberto no Horiz...Infraestrutura OpenAIRE: serviço para implementação do Acesso Aberto no Horiz...
Infraestrutura OpenAIRE: serviço para implementação do Acesso Aberto no Horiz...
 
SciCom Pt 2014 - O Acesso Aberto como prática padrão de disseminação da inves...
SciCom Pt 2014 - O Acesso Aberto como prática padrão de disseminação da inves...SciCom Pt 2014 - O Acesso Aberto como prática padrão de disseminação da inves...
SciCom Pt 2014 - O Acesso Aberto como prática padrão de disseminação da inves...
 
Considerações OpenAIRE na mesa-redonda da 2ª Jornada LusOpenEdition
Considerações OpenAIRE na mesa-redonda da 2ª Jornada LusOpenEditionConsiderações OpenAIRE na mesa-redonda da 2ª Jornada LusOpenEdition
Considerações OpenAIRE na mesa-redonda da 2ª Jornada LusOpenEdition
 
Desafios e oportunidades da interoperabilidade nos repositórios de acesso aberto
Desafios e oportunidades da interoperabilidade nos repositórios de acesso abertoDesafios e oportunidades da interoperabilidade nos repositórios de acesso aberto
Desafios e oportunidades da interoperabilidade nos repositórios de acesso aberto
 
Percepção do pesquisador português em neurociências quanto ao compartilhament...
Percepção do pesquisador português em neurociências quanto ao compartilhament...Percepção do pesquisador português em neurociências quanto ao compartilhament...
Percepção do pesquisador português em neurociências quanto ao compartilhament...
 
A realização do projeto OpenAIRE e o contributo de Portugal na infraestrutura...
A realização do projeto OpenAIRE e o contributo de Portugal na infraestrutura...A realização do projeto OpenAIRE e o contributo de Portugal na infraestrutura...
A realização do projeto OpenAIRE e o contributo de Portugal na infraestrutura...
 
A realização do projeto OpenAIRE e o contributo de Portugal na infraestrutura...
A realização do projeto OpenAIRE e o contributo de Portugal na infraestrutura...A realização do projeto OpenAIRE e o contributo de Portugal na infraestrutura...
A realização do projeto OpenAIRE e o contributo de Portugal na infraestrutura...
 
Indexação de dados científicos: uma análise a partir das políticas da Rede de...
Indexação de dados científicos: uma análise a partir das políticas da Rede de...Indexação de dados científicos: uma análise a partir das políticas da Rede de...
Indexação de dados científicos: uma análise a partir das políticas da Rede de...
 
Data RepositóriUM: projeto de implementação do repositório de dados para a Un...
Data RepositóriUM: projeto de implementação do repositório de dados para a Un...Data RepositóriUM: projeto de implementação do repositório de dados para a Un...
Data RepositóriUM: projeto de implementação do repositório de dados para a Un...
 
Abel L Packer - Políticas editoriais que instrumentam a transição dos periódi...
Abel L Packer - Políticas editoriais que instrumentam a transição dos periódi...Abel L Packer - Políticas editoriais que instrumentam a transição dos periódi...
Abel L Packer - Políticas editoriais que instrumentam a transição dos periódi...
 
OpenAIRE e comunicação da ciência: a infraestrutura Open Access para a invest...
OpenAIRE e comunicação da ciência: a infraestrutura Open Access para a invest...OpenAIRE e comunicação da ciência: a infraestrutura Open Access para a invest...
OpenAIRE e comunicação da ciência: a infraestrutura Open Access para a invest...
 
OpenAIRE em 10 min: serviços e ferramentas para projetos - Apresentação reali...
OpenAIRE em 10 min: serviços e ferramentas para projetos - Apresentação reali...OpenAIRE em 10 min: serviços e ferramentas para projetos - Apresentação reali...
OpenAIRE em 10 min: serviços e ferramentas para projetos - Apresentação reali...
 

Último

AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAEdioFnaf
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxHenriqueLuciano2
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdfCarlosRodrigues832670
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdfProfGleide
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.HildegardeAngel
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxkarinasantiago54
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxJMTCS
 
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptxRevolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptxHlioMachado1
 
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?MrciaRocha48
 
A população Brasileira e diferença de populoso e povoado
A população Brasileira e diferença de populoso e povoadoA população Brasileira e diferença de populoso e povoado
A população Brasileira e diferença de populoso e povoadodanieligomes4
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAlexandreFrana33
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoCelianeOliveira8
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãodanielagracia9
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxGislaineDuresCruz
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdfDemetrio Ccesa Rayme
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptxpamelacastro71
 
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parteDança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira partecoletivoddois
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfmarialuciadasilva17
 

Último (20)

AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
 
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptxRevolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
 
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
 
A população Brasileira e diferença de populoso e povoado
A população Brasileira e diferença de populoso e povoadoA população Brasileira e diferença de populoso e povoado
A população Brasileira e diferença de populoso e povoado
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetização
 
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
 
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parteDança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
 

Diretrizes OpenAire para Repositórios de Dados, Repositórios de Literatura e Sistemas CRIS

  • 1. Diretrizes OpenAire Pedro Príncipe, Eloy Rodrigues, José Carvalho, Ricardo Saraiva Serviços de Documentação Universidade do Minho REPOSITÓRIOS DE DADOS, REPOSITÓRIOS DE LITERATURA E SISTEMAS CRIS
  • 2. Tópicos ConfOA @ São Paulo, 7 Out. 2013 2 1. Visão breve e geral do OpenAIRE: • O que é, quem beneficia e qual a importância do OpenAIRE • Políticas Open Access da Comissão Europeia • Concretização e expansão OpenAIRE (2009-2012) + OpenAIREplus (2011-2014) 2. Infraestrutura de informação baseada numa rede participativa • Rede de repositórios em expansão • Interoperabilidade de repositórios a partir de diretrizes 3. Diretrizes OpenAIRE para: • gestores de repositórios de literatura científica • gestores de repositórios de dados • gestores de sistemas CRIS – Current Research Information System
  • 4. O que é OpenAIRE? • Uma infraestrutura participativa de Open Access na Europa para gerir publicações científicas e informação associada por via de uma rede de repositórios. • Agrega publicações Open Access e interliga-as com a informação de financiamento e os conjuntos de dados científicos. • Disponibiliza serviços de helpdesk e diretrizes técnicas de apoio para todos os parceiros envolvidos. 4ConfOA @ São Paulo, 7 Out. 2013
  • 5. ConfOA @ São Paulo, 7 Out. 2013
  • 6. ConfOA @ São Paulo, 7 Out. 2013
  • 7. Quem beneficia? ConfOA @ São Paulo, 7 Out. 2013 7 • Investigadores que acedem, depositam, partilham e ligam resultados de investigação. • Iniciativas Nacionais OA para estabelecer, implementar ou alinhar políticas de dados científicos. • Gestores de repositórios para aumentar a visibilidade do conteúdo do repositório. • Decisores políticos e financiadores para monitorizar os resultados da investigação financiada. • Gestores de ciência para apoiar na realização de relatórios, estatísticas e disseminação. • Editores para aumentar a sua visibilidade e dos resultados da investigação publicados. • Potenciais fornecedores de dados que queiram explorar a interligação da sua investigação.
  • 8. OpenAIRE »» OpenAIREplus RESEARCHERS FUNDERS OPEN ACCESS REPOSITORIES PROJECT INFORMATION ConfOA @ São Paulo, 7 Out. 2013
  • 9. OpenAIREplus • Ligação entre as publicações, os dados científicos e a informação dos financiadores. • Consolidar a rede de repositórios institucionais. • Integrar os repositórios de dados. • Importar programas de financiamento de diferentes fontes. • Apoiar o acesso aberto no espaço europeu de investigação • Propagar as políticas, o estudo de dados e de problemas de direitos de propriedade intelectual, • Abranger toda a Europa: Os investigadores, gestores de investigação, responsáveis institucionais e políticos. 24x7 serviços sustentáveis a longo prazo ConfOA @ São Paulo, 7 Out. 2013
  • 10. POLÍTICAS OPEN ACCESS NA UE REQUER AOS INVESTIGADORES O DEPÓSITO DAS PUBLICAÇÕES NUM REPOSITÓRIO INSTITUCIONAL OU DISCIPLINAR. ConfOA @ São Paulo, 7 Out. 2013
  • 11. ACESSO À INFORMAÇÃO CIENTÍFICA NA UE “*….+ As políticas em prol do acesso aberto aos resultados da investigação científica devem ser aplicadas a toda a in-vestigação que receba fundos públicos. *…+ Estas políticas respondem igualmente ao desejo da própria comunidade científica de que haja maior acesso à informação científica.” ConfOA @ São Paulo, 7 Out. 2013
  • 12. REDE DE REPOSITÓRIOS INFRAESTRUTURA em expansão e apoiando a interoperabilidade 13 2 ConfOA @ São Paulo, 7 Out. 2013
  • 13. Rede de pontos de contacto 14 “Infraestrutura Humana” ConfOA @ São Paulo, 7 Out. 2013
  • 14. OpenAIRE HUB CERN Invenio Visualize - Manage Enhanced Publications Get support (NOADs) Linked Content Statistics +++ Search & Browse Curate & collaborate Deposit Publications & data Research impact Citations, usage statistics +++ Link Classify De-duplicate Cite Text Mine APIs Publication repositories Institutional & Thematic Open Access Journals 6,500,000 OA publications 350 validated repositories Data repositories Data Journals ResearchID (ORCID, ..) OpenDOAR … CRIS Systems National funding EC funding Usage dataMetadata on publications Metadata on data Guidelines for Data Providers Guidelines for Funding Info Guidelines for Publications
  • 15. Concretizando… Rede de repositórios Investigadores depositam em acesso aberto e/ou têm mandato CE Diretrizes OpenAIRE Repositórios e revistas OpenAIRE compatíveis OpenAIRE agrega a info e oferece serviços ConfOA @ São Paulo, 7 Out. 2013
  • 16. OpenAIRE • Os repositórios Open Access são uma componente vital na estrutura global de e-research & e-science. • O potencial dos repositórios quando interligados é elevado. • O valor dos recursos agregados em coleções globais é gerador de muitas oportunidades na reutilização de dados. As diretrizes OpenAIRE são baseadas em normas e padrões devidamente documentados que asseguram a interoperabilidade de forma simples e ágil. Apoiando a Interoperabiliade de repositórios ConfOA @ São Paulo, 7 Out. 2013
  • 17. Interoperabilidade através de diretrizes • Ligar publicações a projetos com financiamento. • Agregar publicações em acesso aberto. • Interligar publicações aos dados científicos. • Integrar com outros sistemas de informação. • Disponibilizar serviços de valor acrescentado. Com a implementação das diretrizes OpenAIRE: 18
  • 18. PARA GESTORES DE Diretrizes OpenAIRE repositórios de literatura repositórios de dados sistemas CRIS 19ConfOA @ São Paulo, 7 Out. 2013 3
  • 19. O que são as diretrizes OpenAIRE • OpenAIRE colaborou com parceiros chave para produzir o conjunto das diretrizes para diferentes fornecedores de dados, tudo baseado em normas de padrões já estabelecidos. • Providenciar suporte adicional para agregadores OAI e Revistas Open Access para a manutenção da proveniência do registo ao nível da revista. • Baseadas nas melhores práticas de utilização do protocolo OAI-PMH, formatos de metadados e controlo de vocabulários. 20ConfOA @ São Paulo, 7 Out. 2013
  • 20. Diretrizes OpenAIRE • Diretrizes para: • Repositórios de literatura (3.0) • Repositórios de dados (1.0) • Sistemas CRIS (em definição) • Com base em normas e padrões já existentes: • OAI-PMH • Dublin Core • Diretrizes DRIVER • Diretrizes OpenAIRE 2.0 • DataCite • CERIF-XML “Guidelines for Data Providers” 21ConfOA @ São Paulo, 7 Out. 2013
  • 21. 1 2 3Repositórios de literatura Dublin Core (DRIVER) Repositórios de dados Datacite Sistemas CRIS CERIF-XML 22 Diretrizes OpenAIRE
  • 22. Como funcionam? • Identicação de publicações Open Access e de resultados de investigação financiada por intermédio de OAI-Sets: • ‘openaire’ • ‘openaire_data’ • Agregação regular dos diferentes recursos (repositórios, revistas…) • Garantia de compatibilidade com as versões anteriores. • Possibilidade de validação e registo dos potenciais repositórios • Enriquecer os metadados no espaço de informação OpenAIRE 23ConfOA @ São Paulo, 7 Out. 2013
  • 23. Diretrizes • Orientar os gestores de repositórios para expor o conteúdo • não só de publicações financiadas pela Comissão Europeia • como também de outras publicações em acesso aberto. • Permitir aos gestores de repositórios apoiarem os autores no cumprimento da política de acesso aberto da Comissão Europeia. • Possibilitar aplicação semelhante para com os requisitos de outros financiadores de âmbito nacional ou internacional. REPOSITÓRIOS DE LITERATURA CIENTÍFICA 24ConfOA @ São Paulo, 7 Out. 2013
  • 24. Diretrizes • O que é novo: • Renomeação do OAI-SET: • ‘ec_fundedresources’ »»» ‘openaire’ • Definição de elementos identificadores alternativos e de relação relação com outras publicações e com conjuntos de dados científicos. • Inclusão das recomendações sobre os elementos Dublin Core herdadas das Diretrizes DRIVER. REPOSITÓRIOS DE LITERATURA CIENTÍFICA 25
  • 25. Diretrizes • Fornecer instruções para os gestores de repositórios de dados científicos exporem os metadados de forma compatível com o OpenAIRE. • Incluir no OpenAIRE os dados arquivados em repositórios quando estão relacionados com um outro documento (ex. conjunto de dados citados por um artigo). • Adotou-se o esquema de metadados do DataCite (versão 2.2) como base para a agregação e importação de metadados dos conjuntos de dados (datasets) dos repositórios. REPOSITÓRIOS DE DADOS 26
  • 26. Diretrizes • Vem proporcionar um esquema de metadados: • abrangente e integrador, agnóstico no domínio científico, • através da referência a um pequeno número de propriedades. • Com a implementação destas diretrizes o OpenAIRE está: • a facilitar a criação de publicações enriquecidas, • a construir os pilares necessários para edificar uma infraestrutura de pesquisa de publicações e dados interligados. REPOSITÓRIOS DE DADOS 27
  • 27. Diretrizes • Apresentam a especificação do perfil de aplicação com base nos requisitos do modelo de dados OpenAIRE, vocabulários relevantes, entidades, descrição e os seus valores. • Uso de CERIF-XML como formato padrão pelo qual o OpenAIRE irá recolher informação dos sistemas CRIS. • CERIF como referência para os sistema CRIS para mapeamento e descrição de entidades como organização, projeto, dados, etc.). • Resulta da colaboração euroCRIS e OpenAIRE. SISTEMAS CRIS 28
  • 29. DRIVER »»» OpenAIRE • De acordo com a expansão OpenAIRE em curso, a nova versão das diretrizes prevê a fusão das diretrizes DRIVER no contexto de diretrizes OpenAIRE • pertinência da divulgação destas diretrizes para além do espaço de intervenção das instiuições de investigação e ensino superior da Europa. 30ConfOA @ São Paulo, 7 Out. 2013
  • 30. Diretrizes OpenAIRE • Consultar e contribuir: guidelines.openaire.eu • Testar e registar: validator.openaire.eu • Mais informação e suporte: www.openaire.eu/helpdesk Como participar? 31 Wiki: http://guidelines.openaire.eu ConfOA @ São Paulo, 7 Out. 2013
  • 31. Validador OpenAIRE  Testar a compatibilidade do repositório com o OpenIARE.  Verificar as implementação das especificações técnicas das diretrizes  Registar o repositório no OpenAIRE validator.openaire.eu ConfOA @ São Paulo, 7 Out. 2013
  • 32. Registo no OpenAIRE ConfOA @ São Paulo, 7 Out. 2013
  • 33. ConfOA @ São Paulo, 7 Out. 2013 Registo no OpenAIRE
  • 34. 6,041,204 publicações de 387 repositórios e 53 revistas OA ConfOA @ São Paulo, 7 Out. 2013 Join us!

Notas do Editor

  1. Publications from OA repositoriesLinks to any funding informationLinks them to data repositoriesIntegrating national research systemsProduces new knowledge / serviceMonitoring for research administrators