SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 40
23 COISAS: Bibliotecas para a
gestão de dados de investigação
Visão geral de recursos úteis e ferramentas online livres que
podem servir para integrar a gestão de dados científicos no
trabalho prático dos profissionais das bibliotecas.
Pedro Príncipe
Universidade do Minho
Webinar
GT-BES @ BAD
02/05/2017
AGENDA
CONTEXTO
• Recomendações para as BES
• Criar Serviços de Apoio às Gestão de Dados Científicos
23 COISAS
• Recursos de aprendizagem, Dados de
referência e disseminação, Planos de Gestão de
Dados, Literacia de Dados, Metadados, Citação
de Dados, Licenças e Privacidade, Preservação
Digital, Repositórios de Dados, Comunidade de
prática
DISCUSSÃO
• Perguntas & Respostas
Ligações úteis
 Recomendações para as BES de Portugal
www.bad.pt/noticia/wp-content/uploads/2015/12/Recomendacoes_GT-
BES_2016_final.pdf.
 Webinar GT-BES sobre as 10 Recomendações para as BES de PT
www.slideshare.net/pedroprincipe/recomendaes-para-as-bibliotecas-de-ensino-
superior-de-portugal-webinar-badpt
 23 Things: Libraries for Research Data – (doc. em 11 línguas)
www.rd-alliance.org/group/libraries-research-data-ig/outcomes/23-things-
libraries-research-data-supporting-output
 23 Things: Libraries for Research Data - by RDA's Libraries for Research
Data Interest Group
https://www.rd-alliance.org/23-things-libraries-research-data-rdas-libraries-
research-data-interest-group.html
 Plano de atividades para 2017 do GT-BES da BAD
www.bad.pt/noticia/2017/04/29/grupo-de-trabalho-bad-das-bibliotecas-de-
ensino-superior-com-empenho-e-motivacao-em-2017-conheca-o-plano-de-
atividades-em-desenvolvimento/
Eixo 2:
O suporte às atividades de investigação
e de publicação científica
Conceber serviços de apoio à gestão de dados científicos,
alicerçados em planos de intervenção estratégica para atuação
institucional que respondam às necessidades da gestão dos
dados gerados e recolhidos na atividade dos investigadores,
compreendendo o papel relevante das instituições de investigação no
cumprimento das políticas de dados dos organismos financiadores da
ciência e procurando a promoção de uma cultura de dados abertos que
incentive a partilha, identificação e a citação dos dados de investigação.
Criar Serviços de Apoio às Gestão de Dados Científicos
ATIVIDADES DO GT-BES
 2013 - Workshop no 2º Encontro BES “Gestão
de dados científicos: o papel das bibliotecas”
www.slideshare.net/pedroprincipe/gesto-de-dados-cientficos-
o-papel-das-bibliotecas
 2014 - Seminários @BAD sobre gestão de
dados científicos (Lisboa e Porto)
www.pedroprincipe.pt/dadoscientificos/?page_id=83
www.pedroprincipe.pt/dadoscientificos/?page_id=110
 2015 – Recomendações para as BES
www.bad.pt/noticia/2015/12/31/recomendacoes-para-as-
bibliotecas-de-ensino-superior-em-portugal-2016
 2016 – Workshop no 3º Encontro BES - Gestão
de Dados Científicos: desenvolvimento de
serviços nas instituições de investigação.
www.bad.pt/3encontrobes/?page_id=450
DESAFIOS
 Precisamos:
– Adquirir confiança!
– E compreender as diferentes questões
técnicas e estratégicas.
Adquirir + Formação! Arriscar fazer.
 Desenvolver e participar ativamente no Fórum
Nacional de GDI
 1º Fórum GDI realizado no Porto a 23 de setembro de
2016
 2º Fórum GDI realizado em Lisboa a 31 de março de
2017
 Próximo – 6 de novembro de 2017 na UMinho
https://www.rd-alliance.org/23-things-libraries-research-data-rdas-libraries-research-data-interest-group.html
www.rd-alliance.org/group/libraries-research-data-ig/outcomes/23-things-libraries-research-data-supporting-output
The document is available in 11 languages!
Os Bibliotecários estão a aprendercomo aplicar
os princípios da Biblioteconomia e da Ciência da
Informação para resolver problemas e
providenciarnovos serviços relacionados com a
Gestão de Dados Científicos.
Recursos de aprendizagem
Recursos de
aprendizagem
1. Lista das 10 recomendações da LIBER para as Bibliotecas se
iniciarem na Gestão de Dados Científicos,
http://bit.ly/1qUvKG3
2. Tesauro de e-Science que apresenta e mapeia conceitos
relevantes, http://bit.ly/1LE04h8
3. Noções básicas sobre o ciclo de vida dos dados no Modelo do
DCC para o Ciclo de vida da Curadoria, http://bit.ly/1MoGGGv
4. Módulos de formação online para Bibliotecários – MANTRA,
http://bit.ly/1RRvVju
5. Bibliografia atualizada sobre Curadoria Digital,
http://bit.ly/1IjoivX
6. Dezenas de exemplos de guias criados por Bibliotecários, para
os utilizadores aprenderem mais sobre Gestão de Dados,
disponíveis no portal da comunidade SpringShare LibGuide,
http://bit.ly/1DvMDcr
Recursos de
aprendizagem
Os Bibliotecários estão a responder a questões
dos utilizadores e a realizar atividades de
disseminação para diagnosticar as necessidades
dos investigadores e estudantes no domínio da
Gestão dos Dados.
Dados de referência e
disseminação
Dados de
referência e
disseminação
7. Encetar uma conversa com investigadores conduzindo
uma entrevista sobre os dados e a sua gestão,
http://bit.ly/10pH0yQ
8. Conhecer melhor as necessidades dos investigadores
lendo ou criando o seu Perfil de Curadoria de Dados,
http://bit.ly/1ehftXb
9. Desenvolver materiais para apoiar outros Bibliotecários,
tais como Kits de Disseminação, http://bit.ly/1gOU3mn
10. Perguntas sobre Gestão de Dados respondidas por
especialistas no forum DataQ, http://bit.ly/1MoH4Vg
Dados de
referência e
disseminação
Dados de
referência
http://www.data-audit.eu
http://cardio.dcc.ac.uk
Os Bibliotecários estão a familiarizar-se com os
requisitos dos financiadoresde ciência,
providenciando consultoria aos investigadores
para os apoiar a elaborar e implementar Planos
de Gestão de Dados.
Planos de Gestão de Dados
Planos de
Gestão de
Dados
11. A DMPTool identifica os requisitos de financiadores nos
Estados Unidos e elabora um plano pedindo ao
investigador para responder a um conjunto de questões.
Outros países, como o Reino Unido e o Canadá têm
ferramentas semelhantes, http://bit.ly/1LuNZMH
Planos de
Gestão de
Dados
https://dmponline.dcc.ac.uk
Os profissionais das Bibliotecas estão a incluir os
Dados nos programas de Literacia da Informação,
para reconheceras necessidades que os
utilizadores têm de dados e a capacidade de os
localizar, avaliar e utilizar.
Literacia de Dados
Literacia de
Dados
12. O projeto Data Information Literacy propõe um
currículo para apoiar Bibliotecários e Docentes a integrar
a Gestão de Dados nos programas de capacitação de
Literacia da Informação, http://bit.ly/1KkOvws
Literacia de
Dados
Os Bibliotecários estão a apoiar na organização,
classificação e descrição dos dados científicos e a
desenvolver normas e esquemas de metadados
para tornar os dados mais facilmente
pesquisáveis e preserváveis.
Metadados
Metadados 13. Determinar qual é o esquema de metadados apropriado e
a norma a recomendar ou aplicar recorrendo ao diretório
de Metadata Standards, http://bit.ly/1g6e0Vy
Metadados
Os Bibliotecários apoiam a promoção dos dados
na investigação científica e académica,
incentivando a citação de dados, facilitando a
atribuição de identificadores persistentes para
conjuntos de dados e para a criação de
interligações entre publicações e dados e ainda
ajudando os utilizadoresa atribuírem os devidos
créditos aos produtoresde dados.
Citação de Dados
Citação de
Dados
14. A DataCite tem recursos para apoiar os investigadores a
criar conjuntos de dados facilmente citáveis e para
auxiliar os utilizadores a atribuírem créditos e a
começarem a medir o impacto através do registo de DOIs
para datasets, http://bit.ly/1SCFGgu
Citação de
Dados
Os Bibliotecários estão a apoiar os investigadores
a partilharem os seus dados usando as licenças
apropriadase simultaneamente a proteger a
informação confidencial.
Licenças e Privacidade
Licenças e
Privacidade
15. O guia do DCC sobre como atribuir licenças aos Dados
pode ajudar os Bibliotecários no trabalho com os
investigadores a selecionarem as licenças adequadas para
os seus dados, http://bit.ly/1RDEqfw
16. O JISC gere a mailing-list DATA-PROTECTION que discute
sobre assuntos relacionados com dados sensíveis e
confidencialidade, http://bit.ly/1JyQQy2
Licenças e
Privacidade
Os Bibliotecários estão a trabalhar com a
comunidade arquivística para desenvolver e
implementar infraestruturase práticas que
assegurem que as coleções de dados são
acessíveis e reutilizáveis em cinco, vinte,
cinquenta, cem anos ou mais.
Preservação Digital
Preservação
Digital
17. Compreender vocabulários e normas para arquivos
digitais, usando o modelo de referência OAIS e
certificações de repositórios digitais confiáveis como a
ISO 16363 e o Data Seal of Approval
18. Localizar ferramentas disponíveis para ajudar na
preservação digital usando o registo COPTR,
http://bit.ly/1KEj1Bu
Preservação
Digital
Muitas bibliotecas disponibilizam repositórios
institucionais para permitir que os seus
utilizadores publiquem e arquivem os seus dados,
ou auxiliam na identificação do repositório
apropriado para um
Repositórios de Dados
Repositórios de
Dados
19. Localizar um repositório apropriado no diretório de
repositórios de dados re3data.org, http://bit.ly/1Klsivr
20. Publicar e partilhar dados usando repositórios livres
online, como: figshare, Zenodo, Open Science
Framework, ou DataVerse
Repositórios de
Dados
Os Bibliotecários estão a colaborar entre eles e
através de uma comunidade mais ampla de
investigadores, tecnólogos, financiadores e
editores para desenvolver soluções e partilhar
boas práticas de gestão de dados.
Comunidade de prática
Comunidade de
prática
21. Um exemplo de abordagem distribuída e de abrangência
nacional para a criação de comunidades de Gestão de Dados é
o Australian National Data Service, http://bit.ly/1Vw3oPW
22. Existem algumas conferências anuais que lidam com dados de
investigação e envolvem os Bibliotecários: International Digital
Curation Conference (IDCC), Research Data Access &
Preservation Summit (RDAP), International Association for
Social Science and Information Services & Technology (IASSIST),
e Research Data Alliance (RDA)
23. Junte-se à Research Data Alliance!
Pertencer a uma comunidade internacional que está a construir
pontes sociais e técnicas para desenvolver a partilha de dados.
É possível aderir gratuitamente via website e inscrever-se no
Grupo de Interesse em Bibliotecas para Dados de
Investigação, http://bit.ly/1gtTE92
Pedro Príncipe
Universidade do Minho
pedroprincipe@sdum.uminho.pt
OBRIGADO!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Apresentação Rede Cariniana Histórico
Apresentação Rede Cariniana HistóricoApresentação Rede Cariniana Histórico
Apresentação Rede Cariniana HistóricoCariniana Rede
 
Lúcia da Silveira - Portais de periódicos: Presença gestão e panorama brasileiro
Lúcia da Silveira - Portais de periódicos: Presença gestão e panorama brasileiroLúcia da Silveira - Portais de periódicos: Presença gestão e panorama brasileiro
Lúcia da Silveira - Portais de periódicos: Presença gestão e panorama brasileiroSciELO - Scientific Electronic Library Online
 
Avaliação da usabilidade e organização e representação da informação do novo ...
Avaliação da usabilidade e organização e representação da informação do novo ...Avaliação da usabilidade e organização e representação da informação do novo ...
Avaliação da usabilidade e organização e representação da informação do novo ...Paulo Sousa
 
Pesquisa sobre a biblioteca digital brasileira de teses
Pesquisa sobre a biblioteca digital brasileira de tesesPesquisa sobre a biblioteca digital brasileira de teses
Pesquisa sobre a biblioteca digital brasileira de tesesGrazielaSamara
 
Relatos de experiência com a gestão de dados abertos e de pesquisa
Relatos de experiência com a gestão de dados abertos e de pesquisaRelatos de experiência com a gestão de dados abertos e de pesquisa
Relatos de experiência com a gestão de dados abertos e de pesquisaLiber UFPE
 
Biblioteca 2.0: o cliente digital [novas redes, novos suportes]
Biblioteca 2.0: o cliente digital [novas redes, novos suportes]Biblioteca 2.0: o cliente digital [novas redes, novos suportes]
Biblioteca 2.0: o cliente digital [novas redes, novos suportes] Pedro Príncipe
 

Mais procurados (6)

Apresentação Rede Cariniana Histórico
Apresentação Rede Cariniana HistóricoApresentação Rede Cariniana Histórico
Apresentação Rede Cariniana Histórico
 
Lúcia da Silveira - Portais de periódicos: Presença gestão e panorama brasileiro
Lúcia da Silveira - Portais de periódicos: Presença gestão e panorama brasileiroLúcia da Silveira - Portais de periódicos: Presença gestão e panorama brasileiro
Lúcia da Silveira - Portais de periódicos: Presença gestão e panorama brasileiro
 
Avaliação da usabilidade e organização e representação da informação do novo ...
Avaliação da usabilidade e organização e representação da informação do novo ...Avaliação da usabilidade e organização e representação da informação do novo ...
Avaliação da usabilidade e organização e representação da informação do novo ...
 
Pesquisa sobre a biblioteca digital brasileira de teses
Pesquisa sobre a biblioteca digital brasileira de tesesPesquisa sobre a biblioteca digital brasileira de teses
Pesquisa sobre a biblioteca digital brasileira de teses
 
Relatos de experiência com a gestão de dados abertos e de pesquisa
Relatos de experiência com a gestão de dados abertos e de pesquisaRelatos de experiência com a gestão de dados abertos e de pesquisa
Relatos de experiência com a gestão de dados abertos e de pesquisa
 
Biblioteca 2.0: o cliente digital [novas redes, novos suportes]
Biblioteca 2.0: o cliente digital [novas redes, novos suportes]Biblioteca 2.0: o cliente digital [novas redes, novos suportes]
Biblioteca 2.0: o cliente digital [novas redes, novos suportes]
 

Semelhante a 23 coisas: Bibliotecas para a Gestão de Dados de Investigação (Webinar BAD do GT-BES)

Workshop APDIS sobre Gestão de Dados Científicos
Workshop APDIS sobre Gestão de Dados CientíficosWorkshop APDIS sobre Gestão de Dados Científicos
Workshop APDIS sobre Gestão de Dados CientíficosPedro Príncipe
 
Dataverse cariniana 2017
Dataverse cariniana 2017Dataverse cariniana 2017
Dataverse cariniana 2017Cariniana Rede
 
Data RepositóriUM: projeto de implementação do repositório de dados para a Un...
Data RepositóriUM: projeto de implementação do repositório de dados para a Un...Data RepositóriUM: projeto de implementação do repositório de dados para a Un...
Data RepositóriUM: projeto de implementação do repositório de dados para a Un...Pedro Príncipe
 
DataRepositóriUM - partilhar, publicar e gerir dados de investigação
DataRepositóriUM - partilhar, publicar e gerir dados de investigaçãoDataRepositóriUM - partilhar, publicar e gerir dados de investigação
DataRepositóriUM - partilhar, publicar e gerir dados de investigaçãoPedro Príncipe
 
Gestão de Dados de Investigação e Bibliotecas em Portugal: estratégias, servi...
Gestão de Dados de Investigação e Bibliotecas em Portugal: estratégias, servi...Gestão de Dados de Investigação e Bibliotecas em Portugal: estratégias, servi...
Gestão de Dados de Investigação e Bibliotecas em Portugal: estratégias, servi...Pedro Príncipe
 
Gestão de dados para periódicos científicos
Gestão de dados para periódicos científicosGestão de dados para periódicos científicos
Gestão de dados para periódicos científicosPortal de Periódicos UFSC
 
ABERTURA E GESTÃO DE DADOS DE INVESTIGAÇÃO - Estratégias Institucionais e Ser...
ABERTURA E GESTÃO DE DADOS DE INVESTIGAÇÃO - Estratégias Institucionais e Ser...ABERTURA E GESTÃO DE DADOS DE INVESTIGAÇÃO - Estratégias Institucionais e Ser...
ABERTURA E GESTÃO DE DADOS DE INVESTIGAÇÃO - Estratégias Institucionais e Ser...Pedro Príncipe
 
Gestão de Dados de Investigação - Os desafios dos novos profissionais de info...
Gestão de Dados de Investigação - Os desafios dos novos profissionais de info...Gestão de Dados de Investigação - Os desafios dos novos profissionais de info...
Gestão de Dados de Investigação - Os desafios dos novos profissionais de info...Pedro Príncipe
 
Conteudos Digitais
Conteudos DigitaisConteudos Digitais
Conteudos DigitaisUFSC
 
Desafios da preservação de dados de pesquisa no Brasil
Desafios da preservação de dados de pesquisa no BrasilDesafios da preservação de dados de pesquisa no Brasil
Desafios da preservação de dados de pesquisa no BrasilCariniana Rede
 
Dados Abertos e os Serviços para a Gestão de Dados de Investigação - Workshop...
Dados Abertos e os Serviços para a Gestão de Dados de Investigação - Workshop...Dados Abertos e os Serviços para a Gestão de Dados de Investigação - Workshop...
Dados Abertos e os Serviços para a Gestão de Dados de Investigação - Workshop...Pedro Príncipe
 
Bibliotecas de ensino superior: novas e saudáveis tendências
Bibliotecas de ensino superior: novas e saudáveis tendênciasBibliotecas de ensino superior: novas e saudáveis tendências
Bibliotecas de ensino superior: novas e saudáveis tendênciasCarlos Lopes
 
Situação e tendências da gestão de dados de investigação
Situação e tendências da gestão de dados de investigaçãoSituação e tendências da gestão de dados de investigação
Situação e tendências da gestão de dados de investigaçãoPedro Príncipe
 
Relatório sobre Serviços de Dados Científicos no RCAAP: Introdução (Jornadas ...
Relatório sobre Serviços de Dados Científicos no RCAAP: Introdução (Jornadas ...Relatório sobre Serviços de Dados Científicos no RCAAP: Introdução (Jornadas ...
Relatório sobre Serviços de Dados Científicos no RCAAP: Introdução (Jornadas ...Pedro Príncipe
 
Fontes digitais
Fontes digitaisFontes digitais
Fontes digitaisUFSC
 
Preservação e curadoria de dados cientificos
Preservação e curadoria de dados cientificosPreservação e curadoria de dados cientificos
Preservação e curadoria de dados cientificosLiber UFPE
 
Preservação e Curadoria de Dados Científicos
Preservação e Curadoria de Dados CientíficosPreservação e Curadoria de Dados Científicos
Preservação e Curadoria de Dados CientíficosCariniana Rede
 
Estratégia Institucional para a gestão de dados de investigação na UMINHO: o ...
Estratégia Institucional para a gestão de dados de investigação na UMINHO: o ...Estratégia Institucional para a gestão de dados de investigação na UMINHO: o ...
Estratégia Institucional para a gestão de dados de investigação na UMINHO: o ...Pedro Príncipe
 

Semelhante a 23 coisas: Bibliotecas para a Gestão de Dados de Investigação (Webinar BAD do GT-BES) (20)

Workshop APDIS sobre Gestão de Dados Científicos
Workshop APDIS sobre Gestão de Dados CientíficosWorkshop APDIS sobre Gestão de Dados Científicos
Workshop APDIS sobre Gestão de Dados Científicos
 
Dataverse cariniana 2017
Dataverse cariniana 2017Dataverse cariniana 2017
Dataverse cariniana 2017
 
Data RepositóriUM: projeto de implementação do repositório de dados para a Un...
Data RepositóriUM: projeto de implementação do repositório de dados para a Un...Data RepositóriUM: projeto de implementação do repositório de dados para a Un...
Data RepositóriUM: projeto de implementação do repositório de dados para a Un...
 
DataRepositóriUM - partilhar, publicar e gerir dados de investigação
DataRepositóriUM - partilhar, publicar e gerir dados de investigaçãoDataRepositóriUM - partilhar, publicar e gerir dados de investigação
DataRepositóriUM - partilhar, publicar e gerir dados de investigação
 
Gestão de Dados de Investigação e Bibliotecas em Portugal: estratégias, servi...
Gestão de Dados de Investigação e Bibliotecas em Portugal: estratégias, servi...Gestão de Dados de Investigação e Bibliotecas em Portugal: estratégias, servi...
Gestão de Dados de Investigação e Bibliotecas em Portugal: estratégias, servi...
 
Gdibibliotecas
GdibibliotecasGdibibliotecas
Gdibibliotecas
 
Gestão de dados para periódicos científicos
Gestão de dados para periódicos científicosGestão de dados para periódicos científicos
Gestão de dados para periódicos científicos
 
ABERTURA E GESTÃO DE DADOS DE INVESTIGAÇÃO - Estratégias Institucionais e Ser...
ABERTURA E GESTÃO DE DADOS DE INVESTIGAÇÃO - Estratégias Institucionais e Ser...ABERTURA E GESTÃO DE DADOS DE INVESTIGAÇÃO - Estratégias Institucionais e Ser...
ABERTURA E GESTÃO DE DADOS DE INVESTIGAÇÃO - Estratégias Institucionais e Ser...
 
Gestão de Dados de Investigação - Os desafios dos novos profissionais de info...
Gestão de Dados de Investigação - Os desafios dos novos profissionais de info...Gestão de Dados de Investigação - Os desafios dos novos profissionais de info...
Gestão de Dados de Investigação - Os desafios dos novos profissionais de info...
 
Conteudos Digitais
Conteudos DigitaisConteudos Digitais
Conteudos Digitais
 
Desafios da preservação de dados de pesquisa no Brasil
Desafios da preservação de dados de pesquisa no BrasilDesafios da preservação de dados de pesquisa no Brasil
Desafios da preservação de dados de pesquisa no Brasil
 
Dados Abertos e os Serviços para a Gestão de Dados de Investigação - Workshop...
Dados Abertos e os Serviços para a Gestão de Dados de Investigação - Workshop...Dados Abertos e os Serviços para a Gestão de Dados de Investigação - Workshop...
Dados Abertos e os Serviços para a Gestão de Dados de Investigação - Workshop...
 
Bibliotecas de ensino superior: novas e saudáveis tendências
Bibliotecas de ensino superior: novas e saudáveis tendênciasBibliotecas de ensino superior: novas e saudáveis tendências
Bibliotecas de ensino superior: novas e saudáveis tendências
 
Situação e tendências da gestão de dados de investigação
Situação e tendências da gestão de dados de investigaçãoSituação e tendências da gestão de dados de investigação
Situação e tendências da gestão de dados de investigação
 
Oficina 5 confoa 2013 - Boas práticas para a construção de repositórios ins...
Oficina 5   confoa 2013 - Boas práticas para a construção de repositórios ins...Oficina 5   confoa 2013 - Boas práticas para a construção de repositórios ins...
Oficina 5 confoa 2013 - Boas práticas para a construção de repositórios ins...
 
Relatório sobre Serviços de Dados Científicos no RCAAP: Introdução (Jornadas ...
Relatório sobre Serviços de Dados Científicos no RCAAP: Introdução (Jornadas ...Relatório sobre Serviços de Dados Científicos no RCAAP: Introdução (Jornadas ...
Relatório sobre Serviços de Dados Científicos no RCAAP: Introdução (Jornadas ...
 
Fontes digitais
Fontes digitaisFontes digitais
Fontes digitais
 
Preservação e curadoria de dados cientificos
Preservação e curadoria de dados cientificosPreservação e curadoria de dados cientificos
Preservação e curadoria de dados cientificos
 
Preservação e Curadoria de Dados Científicos
Preservação e Curadoria de Dados CientíficosPreservação e Curadoria de Dados Científicos
Preservação e Curadoria de Dados Científicos
 
Estratégia Institucional para a gestão de dados de investigação na UMINHO: o ...
Estratégia Institucional para a gestão de dados de investigação na UMINHO: o ...Estratégia Institucional para a gestão de dados de investigação na UMINHO: o ...
Estratégia Institucional para a gestão de dados de investigação na UMINHO: o ...
 

23 coisas: Bibliotecas para a Gestão de Dados de Investigação (Webinar BAD do GT-BES)

  • 1. 23 COISAS: Bibliotecas para a gestão de dados de investigação Visão geral de recursos úteis e ferramentas online livres que podem servir para integrar a gestão de dados científicos no trabalho prático dos profissionais das bibliotecas. Pedro Príncipe Universidade do Minho Webinar GT-BES @ BAD 02/05/2017
  • 2. AGENDA CONTEXTO • Recomendações para as BES • Criar Serviços de Apoio às Gestão de Dados Científicos 23 COISAS • Recursos de aprendizagem, Dados de referência e disseminação, Planos de Gestão de Dados, Literacia de Dados, Metadados, Citação de Dados, Licenças e Privacidade, Preservação Digital, Repositórios de Dados, Comunidade de prática DISCUSSÃO • Perguntas & Respostas
  • 3. Ligações úteis  Recomendações para as BES de Portugal www.bad.pt/noticia/wp-content/uploads/2015/12/Recomendacoes_GT- BES_2016_final.pdf.  Webinar GT-BES sobre as 10 Recomendações para as BES de PT www.slideshare.net/pedroprincipe/recomendaes-para-as-bibliotecas-de-ensino- superior-de-portugal-webinar-badpt  23 Things: Libraries for Research Data – (doc. em 11 línguas) www.rd-alliance.org/group/libraries-research-data-ig/outcomes/23-things- libraries-research-data-supporting-output  23 Things: Libraries for Research Data - by RDA's Libraries for Research Data Interest Group https://www.rd-alliance.org/23-things-libraries-research-data-rdas-libraries- research-data-interest-group.html  Plano de atividades para 2017 do GT-BES da BAD www.bad.pt/noticia/2017/04/29/grupo-de-trabalho-bad-das-bibliotecas-de- ensino-superior-com-empenho-e-motivacao-em-2017-conheca-o-plano-de- atividades-em-desenvolvimento/
  • 4. Eixo 2: O suporte às atividades de investigação e de publicação científica
  • 5. Conceber serviços de apoio à gestão de dados científicos, alicerçados em planos de intervenção estratégica para atuação institucional que respondam às necessidades da gestão dos dados gerados e recolhidos na atividade dos investigadores, compreendendo o papel relevante das instituições de investigação no cumprimento das políticas de dados dos organismos financiadores da ciência e procurando a promoção de uma cultura de dados abertos que incentive a partilha, identificação e a citação dos dados de investigação.
  • 6. Criar Serviços de Apoio às Gestão de Dados Científicos ATIVIDADES DO GT-BES  2013 - Workshop no 2º Encontro BES “Gestão de dados científicos: o papel das bibliotecas” www.slideshare.net/pedroprincipe/gesto-de-dados-cientficos- o-papel-das-bibliotecas  2014 - Seminários @BAD sobre gestão de dados científicos (Lisboa e Porto) www.pedroprincipe.pt/dadoscientificos/?page_id=83 www.pedroprincipe.pt/dadoscientificos/?page_id=110  2015 – Recomendações para as BES www.bad.pt/noticia/2015/12/31/recomendacoes-para-as- bibliotecas-de-ensino-superior-em-portugal-2016  2016 – Workshop no 3º Encontro BES - Gestão de Dados Científicos: desenvolvimento de serviços nas instituições de investigação. www.bad.pt/3encontrobes/?page_id=450 DESAFIOS  Precisamos: – Adquirir confiança! – E compreender as diferentes questões técnicas e estratégicas. Adquirir + Formação! Arriscar fazer.  Desenvolver e participar ativamente no Fórum Nacional de GDI  1º Fórum GDI realizado no Porto a 23 de setembro de 2016  2º Fórum GDI realizado em Lisboa a 31 de março de 2017  Próximo – 6 de novembro de 2017 na UMinho
  • 9.
  • 10. Os Bibliotecários estão a aprendercomo aplicar os princípios da Biblioteconomia e da Ciência da Informação para resolver problemas e providenciarnovos serviços relacionados com a Gestão de Dados Científicos. Recursos de aprendizagem
  • 11. Recursos de aprendizagem 1. Lista das 10 recomendações da LIBER para as Bibliotecas se iniciarem na Gestão de Dados Científicos, http://bit.ly/1qUvKG3 2. Tesauro de e-Science que apresenta e mapeia conceitos relevantes, http://bit.ly/1LE04h8 3. Noções básicas sobre o ciclo de vida dos dados no Modelo do DCC para o Ciclo de vida da Curadoria, http://bit.ly/1MoGGGv 4. Módulos de formação online para Bibliotecários – MANTRA, http://bit.ly/1RRvVju 5. Bibliografia atualizada sobre Curadoria Digital, http://bit.ly/1IjoivX 6. Dezenas de exemplos de guias criados por Bibliotecários, para os utilizadores aprenderem mais sobre Gestão de Dados, disponíveis no portal da comunidade SpringShare LibGuide, http://bit.ly/1DvMDcr
  • 13. Os Bibliotecários estão a responder a questões dos utilizadores e a realizar atividades de disseminação para diagnosticar as necessidades dos investigadores e estudantes no domínio da Gestão dos Dados. Dados de referência e disseminação
  • 14. Dados de referência e disseminação 7. Encetar uma conversa com investigadores conduzindo uma entrevista sobre os dados e a sua gestão, http://bit.ly/10pH0yQ 8. Conhecer melhor as necessidades dos investigadores lendo ou criando o seu Perfil de Curadoria de Dados, http://bit.ly/1ehftXb 9. Desenvolver materiais para apoiar outros Bibliotecários, tais como Kits de Disseminação, http://bit.ly/1gOU3mn 10. Perguntas sobre Gestão de Dados respondidas por especialistas no forum DataQ, http://bit.ly/1MoH4Vg
  • 17. Os Bibliotecários estão a familiarizar-se com os requisitos dos financiadoresde ciência, providenciando consultoria aos investigadores para os apoiar a elaborar e implementar Planos de Gestão de Dados. Planos de Gestão de Dados
  • 18. Planos de Gestão de Dados 11. A DMPTool identifica os requisitos de financiadores nos Estados Unidos e elabora um plano pedindo ao investigador para responder a um conjunto de questões. Outros países, como o Reino Unido e o Canadá têm ferramentas semelhantes, http://bit.ly/1LuNZMH
  • 20. Os profissionais das Bibliotecas estão a incluir os Dados nos programas de Literacia da Informação, para reconheceras necessidades que os utilizadores têm de dados e a capacidade de os localizar, avaliar e utilizar. Literacia de Dados
  • 21. Literacia de Dados 12. O projeto Data Information Literacy propõe um currículo para apoiar Bibliotecários e Docentes a integrar a Gestão de Dados nos programas de capacitação de Literacia da Informação, http://bit.ly/1KkOvws
  • 23. Os Bibliotecários estão a apoiar na organização, classificação e descrição dos dados científicos e a desenvolver normas e esquemas de metadados para tornar os dados mais facilmente pesquisáveis e preserváveis. Metadados
  • 24. Metadados 13. Determinar qual é o esquema de metadados apropriado e a norma a recomendar ou aplicar recorrendo ao diretório de Metadata Standards, http://bit.ly/1g6e0Vy
  • 26. Os Bibliotecários apoiam a promoção dos dados na investigação científica e académica, incentivando a citação de dados, facilitando a atribuição de identificadores persistentes para conjuntos de dados e para a criação de interligações entre publicações e dados e ainda ajudando os utilizadoresa atribuírem os devidos créditos aos produtoresde dados. Citação de Dados
  • 27. Citação de Dados 14. A DataCite tem recursos para apoiar os investigadores a criar conjuntos de dados facilmente citáveis e para auxiliar os utilizadores a atribuírem créditos e a começarem a medir o impacto através do registo de DOIs para datasets, http://bit.ly/1SCFGgu
  • 29. Os Bibliotecários estão a apoiar os investigadores a partilharem os seus dados usando as licenças apropriadase simultaneamente a proteger a informação confidencial. Licenças e Privacidade
  • 30. Licenças e Privacidade 15. O guia do DCC sobre como atribuir licenças aos Dados pode ajudar os Bibliotecários no trabalho com os investigadores a selecionarem as licenças adequadas para os seus dados, http://bit.ly/1RDEqfw 16. O JISC gere a mailing-list DATA-PROTECTION que discute sobre assuntos relacionados com dados sensíveis e confidencialidade, http://bit.ly/1JyQQy2
  • 32. Os Bibliotecários estão a trabalhar com a comunidade arquivística para desenvolver e implementar infraestruturase práticas que assegurem que as coleções de dados são acessíveis e reutilizáveis em cinco, vinte, cinquenta, cem anos ou mais. Preservação Digital
  • 33. Preservação Digital 17. Compreender vocabulários e normas para arquivos digitais, usando o modelo de referência OAIS e certificações de repositórios digitais confiáveis como a ISO 16363 e o Data Seal of Approval 18. Localizar ferramentas disponíveis para ajudar na preservação digital usando o registo COPTR, http://bit.ly/1KEj1Bu
  • 35. Muitas bibliotecas disponibilizam repositórios institucionais para permitir que os seus utilizadores publiquem e arquivem os seus dados, ou auxiliam na identificação do repositório apropriado para um Repositórios de Dados
  • 36. Repositórios de Dados 19. Localizar um repositório apropriado no diretório de repositórios de dados re3data.org, http://bit.ly/1Klsivr 20. Publicar e partilhar dados usando repositórios livres online, como: figshare, Zenodo, Open Science Framework, ou DataVerse
  • 38. Os Bibliotecários estão a colaborar entre eles e através de uma comunidade mais ampla de investigadores, tecnólogos, financiadores e editores para desenvolver soluções e partilhar boas práticas de gestão de dados. Comunidade de prática
  • 39. Comunidade de prática 21. Um exemplo de abordagem distribuída e de abrangência nacional para a criação de comunidades de Gestão de Dados é o Australian National Data Service, http://bit.ly/1Vw3oPW 22. Existem algumas conferências anuais que lidam com dados de investigação e envolvem os Bibliotecários: International Digital Curation Conference (IDCC), Research Data Access & Preservation Summit (RDAP), International Association for Social Science and Information Services & Technology (IASSIST), e Research Data Alliance (RDA) 23. Junte-se à Research Data Alliance! Pertencer a uma comunidade internacional que está a construir pontes sociais e técnicas para desenvolver a partilha de dados. É possível aderir gratuitamente via website e inscrever-se no Grupo de Interesse em Bibliotecas para Dados de Investigação, http://bit.ly/1gtTE92
  • 40. Pedro Príncipe Universidade do Minho pedroprincipe@sdum.uminho.pt OBRIGADO!

Notas do Editor

  1. .