SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 85
Baixar para ler offline
UX
01 20
08
16
Como utilizar a Metodologia do
Google Design Sprint
Sobre mim
• Formado em Publicidade e Propaganda pela UNISUL
• 07 anos de experiência com UX Design
• UX Designer no Simples Dental
O que é o Design Sprint?
O Design Sprint é um processo de cinco dias para responder
questões críticas de negócio através de design, prototipar e
testar as de idéias com os clientes.
Jake Knapp
Criador do Design Sprint
Por que fazer um Design Sprint?
O Design Sprint ajuda a orientar a equipe a focar os esforços em uma direção e
objetivo comum.
Sprints são úteis para validar um novo negócio, produto, recurso ou fluxo de
trabalho.
Quem já utilizou o Design Sprint?
Como é feito atualmente?
Modelo Cascata
Modelo Agil
Design Sprint
Preparação para o Design Sprint
Sprint Master
A Sprint master é o líder da equipe.
Responsável por identificar o desafio do projeto para o sprint,
convidar a equipe e guiar por todas as fases de sprint.
Este é um papel especial que exige uma profunda compreensão dos
métodos UX, estratégia, facilitação e da negociação.
Sprint Master
Responsabilidades do Sprint Master
Sprint Master
Responsabilidades antes do Sprint
• Definir o desafio
• Convidar a equipe
• Agendar os testes com usuários
Sprint Master
Responsabilidades durante o Sprint
• Preparar a sala de trabalho
• Facilitar as atividades
• Resolver conflitos
Sprint Master
Responsabilidades depois do Sprint
• Definir o lançamento
• Documentar
• Enviar e-mail com resumo
• Pesquisa com os participantes
• Planejar os próximos sprints
Escolher o desafio
Antes de começar, o Sprint Master tem que selecionar o
principal desafio para a equipe ira enfrentar. Isto irá conduzir
todo o trabalho e testes durante o Sprint.
Um bom desafio deve ser:
Relevante
Inspirador
Focado em um público alvo ou segmento
IMAGEM DO CHALANGE ACCEPTED
Selecionar e convidar o Time
A equipe de sprint deve incluir Designers, Engenheiros,
Gerentes de produto, StakeHolder , Suporte, diversificar
as áreas de atuação é fundamental.
O tamanho ideal da equipe é 5-8 pessoas.
Convide o encrenqueiro
Quem é a pessoa que geralmente tem uma opinião diferente das suas? Pessoas que dão opinião com
argumentos, não apenas discordam por discordar.
Encrenqueiros veem problemas de forma diferente de todos os outros. Sua idéia sobre como resolver o
problema pode ser correta. E mesmo que seja errado, a presença de uma opinião discordante vai
empurrar todos os outros para fazer um trabalho melhor.
Suprimentos
Reserve uma semana na sua agenda
Escolha uma sala para a semana toda
Esqueça o celular, notebook, tablet..
Etapas
Entender Divergir Decidir Prototipar Validar
Entender
Entender
Alinhar com todos da equipe apresentando o problema que quer ser resolvido,
o cliente que está sendo abordado, o valor que se quer entregar, o que pode
estar fazendo um problema acontecer e definir a nossa métrica de sucesso
Todos tem algo a contribuir, Designers, Desenvolvedores, Stakeholder , Gerente
de produto, Suporte.. Especialistas em geral.
Objetivo é identificar os riscos que possam fazer o projeto dar errado.
Todos na mesa direção
O que fazer?
Definir o desafio
Design Principles
Quem são os usuários
Qual problemas queremos resolver, qual o nosso desafio?
Ninguém sabe tudo!
Converse com o Stakeholder, entenda o que já foi feito, revise tudo o
que ja se sabe dos usuários, converse com especialistas da área.
Porque estamos fazendo este projeto? Onde queremos estar
em seis meses, um ano, cinco anos?
Imagine que você viajou para o futuro e seu projeto foi um desastre. O que
pode ter dado errado? Como seu objetivo dar errado?
Transforme os problemas/riscos encontrados anteriormente em
perguntas, para serem respondidas durante o Sprint.
Escreva no topo do quadro, em um local bem visível para todos o
objetivo deste sprint para que ninguém esqueça ou vá para outro
caminho durante o Sprint.
Design Principles
Quais 3 palavras você gostaria que seus clientes usassem descrever seu
produto?
Divertido
Seguro
Rápido
Fácil de Usar
Útil
Qual o contexto que seus usuários estão utilizando o seu produto?
Quem são nossos clientes?
Selecionar personas no início do processo nos ajuda a construir um produto
que resolve problemas dos usuários reais.
O ponto principal é encontrar as necessidades de uma pessoa particular.
Independente do foco que sua persona for, ela deve ser específica o suficiente
para ser real e permitir que os participantes conheçam ela.
A persona deve ser um reflexo do público-alvo para qual o desafio está sendo
proposto. Você deve criar personas para todos os tipos de usuários, dos básicos
ao avançado, leve em consideração os seus heavy users mas não esqueça dos
usuários que não engajam tanto com seu produto.
Crie sua persona baseada em usuários reais, pesquise!
Olhe para os usuários extremos! Não foque suas personas apenas em usuários
comuns, tente enxergar usuários com necessidades específicas. Eles irão ajudar
você a sair da caixa!
Como usar as personas?
Imprima as personas e distribuir um por equipe. Os participantes são então
convidado a sentar-se à mesa com a persona que os inspira a mais, ou lhes
proporciona um desafio divertido.
Estabeleça um tempo para que cada pessoa possa analisar sua e definir as
necessidades.
Definindo as necessidades
Divergir
Divergir
Divergir é o momento sensacional aonde tudo é possível.
Os participantes devem explorar todas as soluções possíveis para o
problema do seu usuário, colocando o pensamento de lado crítico e
gerando uma grande quantidade de ideias para classificar através de
mais tarde.
Metodologia
Brainstorm Individual
Brainstorm em grupo
É quase um Brain Storm, de você com seu alter ego.
Como funciona?
Cada participante recebe alguns pots-it e escreve uma ideia
em cada um.
Tudo o que ele acreditar ser interessante para resolver o
problemas que foi levantado anteriormente, levando em
consideração também para quem está sendo feito.
Sem pensar em dificuldades técnicas ou orçamento.
Hora de organizar as ideias
Hora de organizar as ideias
COMPLEXIDADE TÉCNICA
VALORPARAUSUÁRIO
Hora de organizar as ideias
COMPLEXIDADE TÉCNICA
VALORPARAUSUÁRIO
Já sabemos o objetivo, conhecemos os usuários e entendemos o que eles
querem, escolhemos alguns recursos e agora?
Fazer alguns Sketchs é a maneira mais rápida e mais fácil de transformar
idéias abstratas em soluções concretas.
Um bom sketch precisa
Auto explicativo: Pense este sketch como o primeiro teste para a sua ideia. Se ninguém pode
compreendê-lo em forma de esboço, é provável que não vai ser entendível quando fizer o protótipo final.
Anônimo: Não identifique autor do sketch, isso é fundamental para que as pessoas sejam sinceras na hora
de dar a opinar do que acharam da ideia.
Pode ser feio: Você não precisa ser um artista, basta conseguir desenhar algumas caixas, bonecos de
palitinho, porem ele precisa ser detalhado.
Palavras importam: Não escreva lotem-ipsum ou “aqui vai o texto”.
Sketch
"Cada pessoa é responsável por criar um sketch da solução. Se algumas pessoas
se inspirar e quer esboçar mais de um, sem problemas, mas não exagere.
Decidir
Decidir
Nesta etapa a hora para a equipe a avaliar todas as ideias da fase Divergir
e votar para as melhores opções.
A equipe pode então escolher 1-3 ideia para o protótipo
Zen Voting
Team Review
Prototipar
Protótipo
Construir Apenas o suficiente para aprender
O protótipo destina-se a responder a perguntas.
Você não precisa de um produto totalmente funcional só precisa de uma
fachada de aparência real para que os clientes podem reagir.
O quão real precisa ser o protótipo?
Você quer que seus clientes tenham uma reação natural e honesta.
Mostrar-lhes algo frágil, um "protótipo de papel" composta de desenhos, ou um wireframe
simplificada de seu projeto pode fazer com que ele não entenda.
Escolhendo a ferramenta certa
Validar
Validar
Esta fase final é quando é hora de responder a pergunta mais difícil no
projeto: "Esta ideia é boa"
A equipe deve convidar usuários potenciais, para testar as suas ideias.
Quantos usuários?
Defina quais são os objetivos do teste, o que você quer descobrir com o teste.
Escreva um roteiro de teste com até 10 tarefas para o usuário executar, o teste
não pode levar mais que 01 hora, caso isso ocorra o teste pode ser cansativo e
não trazer o resultado esperado.
Deixe claro para o usuário que você está testando o protótipo e não ele.
Não tente ajudar o usuário a executar uma tarefa, você pode estar gerando um
falso positivo. Você pode repetir a tarefa caso perceba que ele está perdido.
Não tente ajudar o usuário a executar uma tarefa, você pode estar gerando um
falso positivo. Você pode repetir a tarefa caso perceba que ele está perdido.
Grave o teste, é essencial para poder analisar com a equipe depois como o
usuário executou as tarefas, entender melhor os pontos aonde aconteceram
falhas e oportunidades para melhorar o projeto.
E aí, vamos fazer um Design Sprint?
01 20
08
16
www.uilab.com.br
fb.com/uilabschool
Obrigado!
pedro@pedropra.com
Outras formas de contato:
fb.com/pedropra
twitter.com/pedropra
br.linkedin.com/in/pedropra
www.pedropra.com

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Introdução ao Design Sprint - Hackaprothon Aplicativos Cívicos para Android
Introdução ao Design Sprint - Hackaprothon Aplicativos Cívicos para AndroidIntrodução ao Design Sprint - Hackaprothon Aplicativos Cívicos para Android
Introdução ao Design Sprint - Hackaprothon Aplicativos Cívicos para AndroidNelson Vasconcelos
 
Design Sprint - Conceituação sobre os 5 dias
Design Sprint - Conceituação sobre os 5 diasDesign Sprint - Conceituação sobre os 5 dias
Design Sprint - Conceituação sobre os 5 diasWilliam Martins
 
Design Sprint: metodologia na prática
Design Sprint: metodologia na práticaDesign Sprint: metodologia na prática
Design Sprint: metodologia na práticaMatina Moreira
 
Desconstruindo o Design Sprint
Desconstruindo o Design SprintDesconstruindo o Design Sprint
Desconstruindo o Design SprintAna Paula Batista
 
Google Design Sprint
Google Design SprintGoogle Design Sprint
Google Design SprintNey Ricardo
 
Design thinking aplicado ao serviço público
Design thinking aplicado ao serviço públicoDesign thinking aplicado ao serviço público
Design thinking aplicado ao serviço públicoColaborativismo
 
Construindo um produto - da ideia ao desenvolvimento
Construindo um produto - da ideia ao desenvolvimentoConstruindo um produto - da ideia ao desenvolvimento
Construindo um produto - da ideia ao desenvolvimentoAna Paula Batista
 
O poder do Teste de Usabilidade e como ele ajudou o Simples Dental a criar u...
O poder do Teste de Usabilidade  e como ele ajudou o Simples Dental a criar u...O poder do Teste de Usabilidade  e como ele ajudou o Simples Dental a criar u...
O poder do Teste de Usabilidade e como ele ajudou o Simples Dental a criar u...Pedro Prá
 
UX Design para Desenvolvedores
UX Design para DesenvolvedoresUX Design para Desenvolvedores
UX Design para DesenvolvedoresPedro Prá
 
Design sprint workshop techleap
Design sprint workshop techleapDesign sprint workshop techleap
Design sprint workshop techleapNelson Vasconcelos
 
Design Sprint: seu MLP em até 5 dias.
Design Sprint: seu MLP em até 5 dias.Design Sprint: seu MLP em até 5 dias.
Design Sprint: seu MLP em até 5 dias.Ana Paula Batista
 
Sprint Lab baseado no Google Design Sprint
Sprint Lab baseado no Google Design SprintSprint Lab baseado no Google Design Sprint
Sprint Lab baseado no Google Design SprintHeller de Paula
 
Moderando Testes de Usabilidade
Moderando Testes de UsabilidadeModerando Testes de Usabilidade
Moderando Testes de UsabilidadeAna Paula Batista
 

Mais procurados (20)

Introdução ao Design Sprint - Hackaprothon Aplicativos Cívicos para Android
Introdução ao Design Sprint - Hackaprothon Aplicativos Cívicos para AndroidIntrodução ao Design Sprint - Hackaprothon Aplicativos Cívicos para Android
Introdução ao Design Sprint - Hackaprothon Aplicativos Cívicos para Android
 
Design Sprint - Conceituação sobre os 5 dias
Design Sprint - Conceituação sobre os 5 diasDesign Sprint - Conceituação sobre os 5 dias
Design Sprint - Conceituação sobre os 5 dias
 
Design Sprint: metodologia na prática
Design Sprint: metodologia na práticaDesign Sprint: metodologia na prática
Design Sprint: metodologia na prática
 
Desconstruindo o Design Sprint
Desconstruindo o Design SprintDesconstruindo o Design Sprint
Desconstruindo o Design Sprint
 
Google Design Sprint
Google Design SprintGoogle Design Sprint
Google Design Sprint
 
Design thinking aplicado ao serviço público
Design thinking aplicado ao serviço públicoDesign thinking aplicado ao serviço público
Design thinking aplicado ao serviço público
 
Construindo um produto - da ideia ao desenvolvimento
Construindo um produto - da ideia ao desenvolvimentoConstruindo um produto - da ideia ao desenvolvimento
Construindo um produto - da ideia ao desenvolvimento
 
The design sprint v1.0
The design sprint v1.0The design sprint v1.0
The design sprint v1.0
 
O poder do Teste de Usabilidade e como ele ajudou o Simples Dental a criar u...
O poder do Teste de Usabilidade  e como ele ajudou o Simples Dental a criar u...O poder do Teste de Usabilidade  e como ele ajudou o Simples Dental a criar u...
O poder do Teste de Usabilidade e como ele ajudou o Simples Dental a criar u...
 
UX Design para Desenvolvedores
UX Design para DesenvolvedoresUX Design para Desenvolvedores
UX Design para Desenvolvedores
 
Design sprint workshop techleap
Design sprint workshop techleapDesign sprint workshop techleap
Design sprint workshop techleap
 
"Agile Think" - Design Sprint
"Agile Think" - Design Sprint"Agile Think" - Design Sprint
"Agile Think" - Design Sprint
 
Workshop de Surveys
Workshop de SurveysWorkshop de Surveys
Workshop de Surveys
 
Design Sprint: seu MLP em até 5 dias.
Design Sprint: seu MLP em até 5 dias.Design Sprint: seu MLP em até 5 dias.
Design Sprint: seu MLP em até 5 dias.
 
[Coletivo Ação] Webinar introdução ao Design Sprint Com Mayra de Souza
[Coletivo Ação] Webinar introdução ao Design Sprint Com Mayra de Souza[Coletivo Ação] Webinar introdução ao Design Sprint Com Mayra de Souza
[Coletivo Ação] Webinar introdução ao Design Sprint Com Mayra de Souza
 
Design Thinking (simplificado)
Design Thinking (simplificado)Design Thinking (simplificado)
Design Thinking (simplificado)
 
UX para Startups
UX para StartupsUX para Startups
UX para Startups
 
Design thinking
Design thinkingDesign thinking
Design thinking
 
Sprint Lab baseado no Google Design Sprint
Sprint Lab baseado no Google Design SprintSprint Lab baseado no Google Design Sprint
Sprint Lab baseado no Google Design Sprint
 
Moderando Testes de Usabilidade
Moderando Testes de UsabilidadeModerando Testes de Usabilidade
Moderando Testes de Usabilidade
 

Semelhante a Google Design Sprint

Design Sprint - GBG Sorocaba 2017
Design Sprint - GBG Sorocaba 2017Design Sprint - GBG Sorocaba 2017
Design Sprint - GBG Sorocaba 2017Hudson Augusto
 
Empreendedorismo UFMG - Design Sprint
Empreendedorismo UFMG - Design SprintEmpreendedorismo UFMG - Design Sprint
Empreendedorismo UFMG - Design SprintAna Paula Batista
 
Pocket Content Design Sprint: testando ideias em apenas cinco dias
Pocket Content Design Sprint: testando ideias em apenas cinco diasPocket Content Design Sprint: testando ideias em apenas cinco dias
Pocket Content Design Sprint: testando ideias em apenas cinco diasMJV Technology & Innovation Brasil
 
E- book 6 - Design Thinking em Vendas
E- book 6 - Design Thinking em VendasE- book 6 - Design Thinking em Vendas
E- book 6 - Design Thinking em VendasErnesto Costa Santos
 
Caixa de ferramentas para oficinas de Design Thinking (protótipo - v.0.5) - ANAC
Caixa de ferramentas para oficinas de Design Thinking (protótipo - v.0.5) - ANACCaixa de ferramentas para oficinas de Design Thinking (protótipo - v.0.5) - ANAC
Caixa de ferramentas para oficinas de Design Thinking (protótipo - v.0.5) - ANACRodrigo Narcizo
 
Workshop 101: Concebendo produtos de forma ágil (e divertida) - Scrum Gathe...
  Workshop 101: Concebendo produtos de forma ágil (e divertida) - Scrum Gathe...  Workshop 101: Concebendo produtos de forma ágil (e divertida) - Scrum Gathe...
Workshop 101: Concebendo produtos de forma ágil (e divertida) - Scrum Gathe...Diana Corrêa, CSPO / CSM
 
Workshop Entregando Valor E Não Apenas Funcionalidades
Workshop Entregando Valor E Não Apenas FuncionalidadesWorkshop Entregando Valor E Não Apenas Funcionalidades
Workshop Entregando Valor E Não Apenas FuncionalidadesMarcelo Neves
 
Startup weekend guia do participante
Startup weekend guia do participante Startup weekend guia do participante
Startup weekend guia do participante Raoni Pereira
 
Design Thinking em produtos e serviços digitais
Design Thinking em produtos e serviços digitaisDesign Thinking em produtos e serviços digitais
Design Thinking em produtos e serviços digitaisGinga.ag
 
Mindset de entrega vs mindset de resultado - Product Starter 2019
Mindset de entrega vs mindset de resultado - Product Starter 2019Mindset de entrega vs mindset de resultado - Product Starter 2019
Mindset de entrega vs mindset de resultado - Product Starter 2019Marcell Almeida
 
[Product Starter] Marcell Almeida - Mindset de entrega vs Mindset de Resultado
[Product Starter] Marcell Almeida - Mindset de entrega vs Mindset de Resultado[Product Starter] Marcell Almeida - Mindset de entrega vs Mindset de Resultado
[Product Starter] Marcell Almeida - Mindset de entrega vs Mindset de ResultadoProduct Camp Brasil
 
Workshop • UX design •
Workshop • UX design •  Workshop • UX design •
Workshop • UX design • Suzi Sarmento
 
[Stefanini Mindset Experiences] Design Thinking - Dia 2
[Stefanini Mindset Experiences] Design Thinking - Dia 2[Stefanini Mindset Experiences] Design Thinking - Dia 2
[Stefanini Mindset Experiences] Design Thinking - Dia 2Vinicius Marinho
 
BootCamp Design Thinking - Como criar estratégias criativas para criação de ...
BootCamp Design Thinking - Como criar estratégias criativas para criação de ...BootCamp Design Thinking - Como criar estratégias criativas para criação de ...
BootCamp Design Thinking - Como criar estratégias criativas para criação de ...Laboratorium
 
[Oficina] UX e Smart Cities: Aplicando design como forma de pensar
[Oficina] UX e Smart Cities: Aplicando design como forma de pensar[Oficina] UX e Smart Cities: Aplicando design como forma de pensar
[Oficina] UX e Smart Cities: Aplicando design como forma de pensarRafael Burity
 
São Paulo Tech Week - Melhorando o Mundo Através do Design
São Paulo Tech Week - Melhorando o Mundo Através do DesignSão Paulo Tech Week - Melhorando o Mundo Através do Design
São Paulo Tech Week - Melhorando o Mundo Através do DesignColetivo Mola
 
Treinamento de Design Thinking
Treinamento de Design ThinkingTreinamento de Design Thinking
Treinamento de Design ThinkingVictor Gonçalves
 

Semelhante a Google Design Sprint (20)

Design Sprint - GBG Sorocaba 2017
Design Sprint - GBG Sorocaba 2017Design Sprint - GBG Sorocaba 2017
Design Sprint - GBG Sorocaba 2017
 
Empreendedorismo UFMG - Design Sprint
Empreendedorismo UFMG - Design SprintEmpreendedorismo UFMG - Design Sprint
Empreendedorismo UFMG - Design Sprint
 
Pocket Content Design Sprint: testando ideias em apenas cinco dias
Pocket Content Design Sprint: testando ideias em apenas cinco diasPocket Content Design Sprint: testando ideias em apenas cinco dias
Pocket Content Design Sprint: testando ideias em apenas cinco dias
 
E- book 6 - Design Thinking em Vendas
E- book 6 - Design Thinking em VendasE- book 6 - Design Thinking em Vendas
E- book 6 - Design Thinking em Vendas
 
Caixa de ferramentas para oficinas de Design Thinking (protótipo - v.0.5) - ANAC
Caixa de ferramentas para oficinas de Design Thinking (protótipo - v.0.5) - ANACCaixa de ferramentas para oficinas de Design Thinking (protótipo - v.0.5) - ANAC
Caixa de ferramentas para oficinas de Design Thinking (protótipo - v.0.5) - ANAC
 
Workshop 101: Concebendo produtos de forma ágil (e divertida) - Scrum Gathe...
  Workshop 101: Concebendo produtos de forma ágil (e divertida) - Scrum Gathe...  Workshop 101: Concebendo produtos de forma ágil (e divertida) - Scrum Gathe...
Workshop 101: Concebendo produtos de forma ágil (e divertida) - Scrum Gathe...
 
Guia modelagem-negocios
Guia modelagem-negociosGuia modelagem-negocios
Guia modelagem-negocios
 
Workshop Entregando Valor E Não Apenas Funcionalidades
Workshop Entregando Valor E Não Apenas FuncionalidadesWorkshop Entregando Valor E Não Apenas Funcionalidades
Workshop Entregando Valor E Não Apenas Funcionalidades
 
Lean Startups
Lean StartupsLean Startups
Lean Startups
 
Startup weekend guia do participante
Startup weekend guia do participante Startup weekend guia do participante
Startup weekend guia do participante
 
Design Thinking em produtos e serviços digitais
Design Thinking em produtos e serviços digitaisDesign Thinking em produtos e serviços digitais
Design Thinking em produtos e serviços digitais
 
Design Centrado no Ser Humano
Design Centrado no Ser HumanoDesign Centrado no Ser Humano
Design Centrado no Ser Humano
 
Mindset de entrega vs mindset de resultado - Product Starter 2019
Mindset de entrega vs mindset de resultado - Product Starter 2019Mindset de entrega vs mindset de resultado - Product Starter 2019
Mindset de entrega vs mindset de resultado - Product Starter 2019
 
[Product Starter] Marcell Almeida - Mindset de entrega vs Mindset de Resultado
[Product Starter] Marcell Almeida - Mindset de entrega vs Mindset de Resultado[Product Starter] Marcell Almeida - Mindset de entrega vs Mindset de Resultado
[Product Starter] Marcell Almeida - Mindset de entrega vs Mindset de Resultado
 
Workshop • UX design •
Workshop • UX design •  Workshop • UX design •
Workshop • UX design •
 
[Stefanini Mindset Experiences] Design Thinking - Dia 2
[Stefanini Mindset Experiences] Design Thinking - Dia 2[Stefanini Mindset Experiences] Design Thinking - Dia 2
[Stefanini Mindset Experiences] Design Thinking - Dia 2
 
BootCamp Design Thinking - Como criar estratégias criativas para criação de ...
BootCamp Design Thinking - Como criar estratégias criativas para criação de ...BootCamp Design Thinking - Como criar estratégias criativas para criação de ...
BootCamp Design Thinking - Como criar estratégias criativas para criação de ...
 
[Oficina] UX e Smart Cities: Aplicando design como forma de pensar
[Oficina] UX e Smart Cities: Aplicando design como forma de pensar[Oficina] UX e Smart Cities: Aplicando design como forma de pensar
[Oficina] UX e Smart Cities: Aplicando design como forma de pensar
 
São Paulo Tech Week - Melhorando o Mundo Através do Design
São Paulo Tech Week - Melhorando o Mundo Através do DesignSão Paulo Tech Week - Melhorando o Mundo Através do Design
São Paulo Tech Week - Melhorando o Mundo Através do Design
 
Treinamento de Design Thinking
Treinamento de Design ThinkingTreinamento de Design Thinking
Treinamento de Design Thinking
 

Google Design Sprint

  • 1. UX 01 20 08 16 Como utilizar a Metodologia do Google Design Sprint
  • 2. Sobre mim • Formado em Publicidade e Propaganda pela UNISUL • 07 anos de experiência com UX Design • UX Designer no Simples Dental
  • 3. O que é o Design Sprint?
  • 4. O Design Sprint é um processo de cinco dias para responder questões críticas de negócio através de design, prototipar e testar as de idéias com os clientes.
  • 5. Jake Knapp Criador do Design Sprint
  • 6. Por que fazer um Design Sprint? O Design Sprint ajuda a orientar a equipe a focar os esforços em uma direção e objetivo comum. Sprints são úteis para validar um novo negócio, produto, recurso ou fluxo de trabalho.
  • 7. Quem já utilizou o Design Sprint?
  • 8. Como é feito atualmente?
  • 12. Preparação para o Design Sprint
  • 13. Sprint Master A Sprint master é o líder da equipe. Responsável por identificar o desafio do projeto para o sprint, convidar a equipe e guiar por todas as fases de sprint. Este é um papel especial que exige uma profunda compreensão dos métodos UX, estratégia, facilitação e da negociação.
  • 15. Sprint Master Responsabilidades antes do Sprint • Definir o desafio • Convidar a equipe • Agendar os testes com usuários
  • 16. Sprint Master Responsabilidades durante o Sprint • Preparar a sala de trabalho • Facilitar as atividades • Resolver conflitos
  • 17. Sprint Master Responsabilidades depois do Sprint • Definir o lançamento • Documentar • Enviar e-mail com resumo • Pesquisa com os participantes • Planejar os próximos sprints
  • 18. Escolher o desafio Antes de começar, o Sprint Master tem que selecionar o principal desafio para a equipe ira enfrentar. Isto irá conduzir todo o trabalho e testes durante o Sprint. Um bom desafio deve ser: Relevante Inspirador Focado em um público alvo ou segmento IMAGEM DO CHALANGE ACCEPTED
  • 19. Selecionar e convidar o Time A equipe de sprint deve incluir Designers, Engenheiros, Gerentes de produto, StakeHolder , Suporte, diversificar as áreas de atuação é fundamental. O tamanho ideal da equipe é 5-8 pessoas.
  • 20. Convide o encrenqueiro Quem é a pessoa que geralmente tem uma opinião diferente das suas? Pessoas que dão opinião com argumentos, não apenas discordam por discordar. Encrenqueiros veem problemas de forma diferente de todos os outros. Sua idéia sobre como resolver o problema pode ser correta. E mesmo que seja errado, a presença de uma opinião discordante vai empurrar todos os outros para fazer um trabalho melhor.
  • 22. Reserve uma semana na sua agenda
  • 23. Escolha uma sala para a semana toda
  • 24. Esqueça o celular, notebook, tablet..
  • 25. Etapas Entender Divergir Decidir Prototipar Validar
  • 27. Entender Alinhar com todos da equipe apresentando o problema que quer ser resolvido, o cliente que está sendo abordado, o valor que se quer entregar, o que pode estar fazendo um problema acontecer e definir a nossa métrica de sucesso Todos tem algo a contribuir, Designers, Desenvolvedores, Stakeholder , Gerente de produto, Suporte.. Especialistas em geral. Objetivo é identificar os riscos que possam fazer o projeto dar errado.
  • 28. Todos na mesa direção
  • 29. O que fazer? Definir o desafio Design Principles Quem são os usuários
  • 30. Qual problemas queremos resolver, qual o nosso desafio?
  • 32. Converse com o Stakeholder, entenda o que já foi feito, revise tudo o que ja se sabe dos usuários, converse com especialistas da área.
  • 33. Porque estamos fazendo este projeto? Onde queremos estar em seis meses, um ano, cinco anos?
  • 34. Imagine que você viajou para o futuro e seu projeto foi um desastre. O que pode ter dado errado? Como seu objetivo dar errado?
  • 35. Transforme os problemas/riscos encontrados anteriormente em perguntas, para serem respondidas durante o Sprint.
  • 36. Escreva no topo do quadro, em um local bem visível para todos o objetivo deste sprint para que ninguém esqueça ou vá para outro caminho durante o Sprint.
  • 38. Quais 3 palavras você gostaria que seus clientes usassem descrever seu produto?
  • 40. Qual o contexto que seus usuários estão utilizando o seu produto?
  • 41.
  • 42. Quem são nossos clientes?
  • 43. Selecionar personas no início do processo nos ajuda a construir um produto que resolve problemas dos usuários reais.
  • 44. O ponto principal é encontrar as necessidades de uma pessoa particular. Independente do foco que sua persona for, ela deve ser específica o suficiente para ser real e permitir que os participantes conheçam ela.
  • 45. A persona deve ser um reflexo do público-alvo para qual o desafio está sendo proposto. Você deve criar personas para todos os tipos de usuários, dos básicos ao avançado, leve em consideração os seus heavy users mas não esqueça dos usuários que não engajam tanto com seu produto.
  • 46. Crie sua persona baseada em usuários reais, pesquise!
  • 47. Olhe para os usuários extremos! Não foque suas personas apenas em usuários comuns, tente enxergar usuários com necessidades específicas. Eles irão ajudar você a sair da caixa!
  • 48.
  • 49. Como usar as personas? Imprima as personas e distribuir um por equipe. Os participantes são então convidado a sentar-se à mesa com a persona que os inspira a mais, ou lhes proporciona um desafio divertido. Estabeleça um tempo para que cada pessoa possa analisar sua e definir as necessidades.
  • 52. Divergir Divergir é o momento sensacional aonde tudo é possível. Os participantes devem explorar todas as soluções possíveis para o problema do seu usuário, colocando o pensamento de lado crítico e gerando uma grande quantidade de ideias para classificar através de mais tarde.
  • 54. É quase um Brain Storm, de você com seu alter ego.
  • 55. Como funciona? Cada participante recebe alguns pots-it e escreve uma ideia em cada um. Tudo o que ele acreditar ser interessante para resolver o problemas que foi levantado anteriormente, levando em consideração também para quem está sendo feito. Sem pensar em dificuldades técnicas ou orçamento.
  • 56.
  • 57. Hora de organizar as ideias
  • 58. Hora de organizar as ideias COMPLEXIDADE TÉCNICA VALORPARAUSUÁRIO
  • 59. Hora de organizar as ideias COMPLEXIDADE TÉCNICA VALORPARAUSUÁRIO
  • 60. Já sabemos o objetivo, conhecemos os usuários e entendemos o que eles querem, escolhemos alguns recursos e agora?
  • 61. Fazer alguns Sketchs é a maneira mais rápida e mais fácil de transformar idéias abstratas em soluções concretas.
  • 62. Um bom sketch precisa Auto explicativo: Pense este sketch como o primeiro teste para a sua ideia. Se ninguém pode compreendê-lo em forma de esboço, é provável que não vai ser entendível quando fizer o protótipo final. Anônimo: Não identifique autor do sketch, isso é fundamental para que as pessoas sejam sinceras na hora de dar a opinar do que acharam da ideia. Pode ser feio: Você não precisa ser um artista, basta conseguir desenhar algumas caixas, bonecos de palitinho, porem ele precisa ser detalhado. Palavras importam: Não escreva lotem-ipsum ou “aqui vai o texto”.
  • 64. "Cada pessoa é responsável por criar um sketch da solução. Se algumas pessoas se inspirar e quer esboçar mais de um, sem problemas, mas não exagere.
  • 66. Decidir Nesta etapa a hora para a equipe a avaliar todas as ideias da fase Divergir e votar para as melhores opções. A equipe pode então escolher 1-3 ideia para o protótipo
  • 70. Protótipo Construir Apenas o suficiente para aprender O protótipo destina-se a responder a perguntas. Você não precisa de um produto totalmente funcional só precisa de uma fachada de aparência real para que os clientes podem reagir.
  • 71. O quão real precisa ser o protótipo? Você quer que seus clientes tenham uma reação natural e honesta. Mostrar-lhes algo frágil, um "protótipo de papel" composta de desenhos, ou um wireframe simplificada de seu projeto pode fazer com que ele não entenda.
  • 73.
  • 75. Validar Esta fase final é quando é hora de responder a pergunta mais difícil no projeto: "Esta ideia é boa" A equipe deve convidar usuários potenciais, para testar as suas ideias.
  • 76.
  • 78. Defina quais são os objetivos do teste, o que você quer descobrir com o teste.
  • 79. Escreva um roteiro de teste com até 10 tarefas para o usuário executar, o teste não pode levar mais que 01 hora, caso isso ocorra o teste pode ser cansativo e não trazer o resultado esperado.
  • 80. Deixe claro para o usuário que você está testando o protótipo e não ele.
  • 81. Não tente ajudar o usuário a executar uma tarefa, você pode estar gerando um falso positivo. Você pode repetir a tarefa caso perceba que ele está perdido.
  • 82. Não tente ajudar o usuário a executar uma tarefa, você pode estar gerando um falso positivo. Você pode repetir a tarefa caso perceba que ele está perdido.
  • 83. Grave o teste, é essencial para poder analisar com a equipe depois como o usuário executou as tarefas, entender melhor os pontos aonde aconteceram falhas e oportunidades para melhorar o projeto.
  • 84. E aí, vamos fazer um Design Sprint?
  • 85. 01 20 08 16 www.uilab.com.br fb.com/uilabschool Obrigado! pedro@pedropra.com Outras formas de contato: fb.com/pedropra twitter.com/pedropra br.linkedin.com/in/pedropra www.pedropra.com