O expressionismo alemão foi um estilo cinematográfico cujo
auge se deu na década de 1920, que caracterizou-se pela
distorç...
O expressionismo alemão, que se estendeu por quase todas as
artes como o cinema, a pintura e caracteriza-se pela distorção...
Uma nova forma de cinema surge, com temas sombrios de
suspense
policial
e
mistério
num
ambiente
urbano, personagens bizarr...
O filmes mais marcantes do expressionismo alemão:
• Metrópolis (filme) (1927) de Fritz Lang
• O gabinete do Dr. Caligari (...
Friedrich Wilhelm Murnau (1888 — 1931), foi um dos mais
importantes
realizadores
do
cinema
mudo,
do
cinema expressionista ...
É um filme alemão de 1922, em cinco
actos, dirigido por F. W. Murnau.
Hutter, agente imobiliário, viaja até os
Montes Cárp...
É um filme mudo, o terceiro rodado
pelo diretor alemão F. W. Murnau,
em 1919, mas somente lançado
em 1921.
O filme é consi...
É um filme 1924, do
género Kammerspiel, escrito
por Carl Mayer.
Neste filme é contada a história
de um idoso que trabalha
...
É um filme americano mudo
de 1931, o último dirigido pelo
cineasta alemão Murnau.
Laureado com um Óscar,
Tabu
foi
seleccio...
É um filme mudo de 1927, o primeiro
dirigido por Murnau em Hollywood.
O seu roteiro foi adaptado a partir
do conto Viagem ...
É um filme mudo de 1922, dirigido
por F. W. Murnau.
Foi considerado perdido durante
muitos anos, até ser anunciada, em
200...
http://pt.wikipedia.org/wiki/Nosferatu

http://pt.wikipedia.org/wiki/F._W._Murnau
http://www.imdb.com/title/tt0013442/
htt...
- Nome:
Pedro Xavier Pinto Pessoa
- Número Mecanográfico:
53746
- Unidade Curricular:
História das Artes Visuais e Contemp...
Expressionismo (F.W. Murnau)
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Expressionismo (F.W. Murnau)

612 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
612
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
76
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Expressionismo (F.W. Murnau)

  1. 1. O expressionismo alemão foi um estilo cinematográfico cujo auge se deu na década de 1920, que caracterizou-se pela distorção de cenários e personagens, através da maquilhagem, dos recursos de fotografia e de outros mecanismos, com o objectivo de expressar a maneira como os realizadores viam o mundo.
  2. 2. O expressionismo alemão, que se estendeu por quase todas as artes como o cinema, a pintura e caracteriza-se pela distorção da imagem, o uso de cores vibrantes e remetentes ao sobrenatural, do retorno ao gótico e a oposição a uma sociedade imersa no desolador cenário do racionalismo moderno pregador do trabalho mecânico. As vibrantes e alucinogénias pinturas expressam um desligamento com o real .
  3. 3. Uma nova forma de cinema surge, com temas sombrios de suspense policial e mistério num ambiente urbano, personagens bizarras e assustadores, uma distorção da imagem devido a uma excessiva dramaticidade tanto na actuação quanto na maquilhagem e cenografia fantástica de recriação do imaginário humano. A influência dos expressionistas do cinema se fez sentir em Hollywood, tanto na temática quanto na linguagem, porque muitos dos directores alemães foram para Hollywood onde realizaram filmes. O cinema é a forma mais lembrada do expressionismo alemão.
  4. 4. O filmes mais marcantes do expressionismo alemão: • Metrópolis (filme) (1927) de Fritz Lang • O gabinete do Dr. Caligari (1919), de Robert Wiene • Nosferatu, (1922), de Friedrich Wilhelm Murnau
  5. 5. Friedrich Wilhelm Murnau (1888 — 1931), foi um dos mais importantes realizadores do cinema mudo, do cinema expressionista alemão e do movimento Kammerspiel. Nosferatu , de 1922, é o filme mais conhecido da sua obra Em 1926 emigrou para Hollywood, onde antes de morrer realizaria o aclamado Sunrise de 1927. O seu último filme Tabu foi filmado nos mares do sul, longe dos grandes estúdios. É considerado hoje em dia um filme de culto e marca uma quebra com a estética dos seus filmes anteriores.
  6. 6. É um filme alemão de 1922, em cinco actos, dirigido por F. W. Murnau. Hutter, agente imobiliário, viaja até os Montes Cárpatos para vender um castelo no Mar Báltico cujo proprietário é o excêntrico conde Graf Orlock, que na verdade é um vampiro que, buscando poder, se muda para Bremen, Alemanha, espalhando o terror na região. Curiosamente quem pode reverter esta situação é Ellen a esposa de Hutter, pois Orlock está atraído por ela.
  7. 7. É um filme mudo, o terceiro rodado pelo diretor alemão F. W. Murnau, em 1919, mas somente lançado em 1921. O filme é considerado perdido. Um jovem dançarino russo morava em Genebra, na Suíça. Ao retornar a seu país natal, ele se apaixona por uma duquesa. O dançarino é preso, mas consegue escapar. Parte então, em busca de sua amada até descobrir, por fim, que ela havia morrido enquanto ele estava na prisão.
  8. 8. É um filme 1924, do género Kammerspiel, escrito por Carl Mayer. Neste filme é contada a história de um idoso que trabalha carregando malas em um hotel e, em virtude de sua idade, é forçado a mudar de cargo e sofre uma crise de identidade.
  9. 9. É um filme americano mudo de 1931, o último dirigido pelo cineasta alemão Murnau. Laureado com um Óscar, Tabu foi seleccionado, em 1994, para preservação na Biblioteca do Congresso dos Estados Unidos com a classificação de significância cultural, histórica e estética.
  10. 10. É um filme mudo de 1927, o primeiro dirigido por Murnau em Hollywood. O seu roteiro foi adaptado a partir do conto Viagem a Tilsit, do escritor alemão Herrman Suderman, embora nele possam ser inegavelmente encontrados vários elementos do romance Uma história americana, de Theodore Dreiser, lançado dois anos antes e o sucesso comercial literário daquela época nos Estados Unidos.
  11. 11. É um filme mudo de 1922, dirigido por F. W. Murnau. Foi considerado perdido durante muitos anos, até ser anunciada, em 2003, a finalização de sua reconstrução e restauração a partir do negativo original.
  12. 12. http://pt.wikipedia.org/wiki/Nosferatu http://pt.wikipedia.org/wiki/F._W._Murnau http://www.imdb.com/title/tt0013442/ http://google.pt
  13. 13. - Nome: Pedro Xavier Pinto Pessoa - Número Mecanográfico: 53746 - Unidade Curricular: História das Artes Visuais e Contemporâneas - Professor: Pedro Coutinho Martins Colaço Rosário - Curso: Comunicação & Multimédia Escola de Ciências e Tecnologias – UTAD - Ano: 2013

×