Aleijadinho

6.057 visualizações

Publicada em

Língua Portuguesa-Filme:Aleijadinho-Paixão, Glória e Suplício

Publicada em: Educação
1 comentário
1 gostou
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.057
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
179
Comentários
1
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aleijadinho

  1. 1. PERÍODO BARROCO: A LEITURA DEIMAGENS, VIDA E OBRAS DO ESCULTOR ALEIJADINHO
  2. 2. A leitura é essencial para o ser humano, poispermite às pessoas:• interagirem;• conhecerem a história da humanidade e domundo;• registrar juntamente com a escrita o contextosócio-histórico-cultural.
  3. 3. Geraldi (1996, p.125) afirma que a leitura “(...) se faz sempre sobre textos que se dão aler, textos que trazem representações do mundo ecom as quais o leitor vê-se obrigado a negociar, jáque, ao ler um texto, o leitor mobiliza dois tiposde ‘informações’: aquelas que se constituíram emsua experiência de vida e aquelas que lhe forneceo autor em seu próprio texto.”
  4. 4. A Leitura nas Aulas de Língua EstrangeiraPensar no ensino de língua estrangeira evocaressignificar sua presença no currículofazendo valer sua função social, onde o ensinode leitura deve, segundo Silva, levar o aluno aler para “compreender a realidade e situar-sena vida social” (apud SAVELI, 2007, p. 116).
  5. 5. No processo de ensino e de aprendizagem delínguas, o trato com a leitura se realiza numaperspectiva de leitura crítica, que, segundoAguiar (apud MONTEIRO, 2008), “[...] é atividadeque requer inter-relação entre o conhecimentonovo e o previamente adquirido assumindo umposicionamento do que é lido, para dessa formautilizá-lo em novas situações.” Monteiro(2006, p.20) ainda coloca que “Aleitura, entretanto, não é uma atividade naturaldo ser humano: ela é social e precisa seradquirida.”
  6. 6. Na leitura, como processo de atribuição desentidos, dentro de uma perspectiva críticapela qual os confrontos acontecem e asatitudes diante do mundo se constroem e sereconstroem, o leitor não é passivo, eleparticipa do processo de construção desentidos. Neste processo, o leitor se vale desua “[...] cultura, de sua língua, seusprocedimentos interpretativos, os discursosconstruídos coletivamente em sua comunidadee a ideologia na qual está inserido” (DCEs,2008).
  7. 7. Entendendo a língua como discursoenquanto prática social que sematerializa nas práticas discursivas(oralidade, leitura e escrita), não hácomo segmentá-la. No trabalho coma leitura não se excluem asdemais, pois elas não se separam emsituações concretas de comunicação.
  8. 8. OBJETIVOS GERAIS: *descriver pessoas e situações; *relatar e interpretar imagens and situações; *Verbos tempo: presente, passado e futuro /substantivo usado para descrever; *Conhecer a vida e os trabalhos do Escultor,desenhista e entalhador Antônio Francisco Lisboa, oAleijadinho.
  9. 9. Escultor, entalhador e arquiteto mineiro da arte barrocaALEIJADINHO (Foto encontrada na casa de ex-votos doSantuário do Bom Jesus de Matosinhos, em Congonhas,MG no início século XX)
  10. 10. 1 - Em grupos de(3 a 5), observe asimagens e responda as questões:
  11. 11. A- Qual é o sentimento que as esculturastransmitem para você?B-Quais são os temas favoritos abordadosem seus trabalhos?C –Você gostou deles?
  12. 12. 2 - Conecte os títulos dos trabalhos com as esculturas de Aleijadinho.1- Passos do Horto 1790, 2- O carregamento da cruz 1796, 3- Os doze profetasentre 1795 a 1805, 4- Detalhe de portal de uma igreja 1790 ?, 5 A última ceia-1795, 6- São Jorge, 1798 4 3 2 5 6 1
  13. 13. 3 - Complete os trechos com os verbos da lista e então ordene-os para obter a biografia de Antonio Francisco Lisboa, o Aleijadinho. nascer–ter– ser –ser–surgir –aparecer– piorar–morrer –elencar–descreverToda sua obra foi realizada em Minas O conhecimento que ele tinha fora O catálogo geral publicado por MárcioGerais, especialmente nas cidades de obtido de seu pai e talvez do desenhista Jardim em 2006 ____________ 425 peçasOuro Preto, Sabará, São João del-Rei e e pintor João Gomes Batista. como de sua lavra exclusiva, sem ajuda deCongonhas. Com um estilo relacionado ao ___________frequentado o internato outrem, número muito maior do que asBarroco e ao Rococó, ________ do Seminário dos Franciscanos Donatos, 163 obras contadas em 1951, na primeiraconsiderado pela crítica brasileira quase de 1750 até 1759, em Ouro Preto, onde catalogação.em consenso como o maior expoente da aprenderia Gramática, Latim, 9arte colonial no Brasil. 3 Matemática e Religião. 2 Entre 1807 e 1809, sua doença avançou, Aleijadinho (Antônio Francisco Lisboa) a sua oficina encerrou as atividades, masA estética barroca tornou-se um veículo _____________em Vila Rica no ano de ele ainda realizou alguns trabalhos. Aperfeito de arte a fim de poder seduzir a 1738. Era filho de uma escrava com um partir de 1812 sua saúde ___________ealma, perturbá-la e encantá-la em benefício mestre-de-obras português. Iniciou sua ele passou a depender muito das pessoasda fé. Todo esse cenário ___________um vida artística ainda na que o assistiam. 7pano de fundo perfeito para a catequese infância, observando o trabalho de seucatólica, largamente influenciada pelos pai que também era entalhador. Aleijadinho se acomodou na casa de suapreceitos jesuíticos e contra-reformistas. 4 1 nora, que se encarregou dos cuidados de que necessitava. __________ em 18 de novembro de 1814. Foi sepultado na Aleijadinho viveu no contexto do auge do Matriz de Antônio Dias.Em 1796 recebeu outra encomenda de ouro no Brasil que favoreceu o 8grande importância, para a realização de contrabando. Imagens de santos eramesculturas da Via Sacra e os Profetas para utilizadas como esconderijo para o ouro. Bretas o _________________ noso Santuário de Bom Jesus de Governadores, escravos e clérigos seguintes termos:Matosinhos, em Congonhas, consideradas estavam envolvidos nesse tipo de "Era pardo-escuro, tinha voz forte, a falaa sua obra-prima. No censo de 1804 seu contrabando. Daí ___________a arrebatada, e o gênio agastado: afilho ________________como um de expressão “Santo do pau oco”. estatura era baixa, o corpo cheio e malseus dependentes, junto com a nora 5 configurado, o rosto e a cabeçaJoana e um neto. 6 redondos, volumosa, ..." 10
  14. 14. 4- Depois de ter completado a biografia deAleijadinho, responda:a)Como Aleijadinho foi descrito pelo historiador Rodrigo Ferreira Brêtas, em 1856? _______________________________________________ _______________________________________________b)?Qual é a temática mais abordada nas obras desse mestre da escultura, do desenho e do talhe?_________________________________________________ _______________________________________________c)O que a igreja Católica pretendia ao estimular a arte barroca? ______________________________________________d)Qual é o contexto do período literário Barroco?
  15. 15. 5)Descreva esta figura com a ajuda dos substantivos/nomes dacaixa. estátua – tamanho- características, preço- prazo de entrega – governador - detalhes– palácio- Maurício- Certo dia, o _________________das Minas convocou-me paraencomendar-me uma ______________e combinar_____________:_______________,____________________,_________,_________________________. Dirigi-me ao ____________acompanhado de meu escravoMaurício e fui recebido pelo chefe de gabinete do governador, JoséRomão. Ele tinha um ar irônico e olhou-me fixamente de cima abaixo.
  16. 16. 5)Descreva esta figura com a ajuda dos substantivos/nomes dacaixa. Doença- aparência-rostoNão gostei de ser olhado dessa maneira. Todos sabiam que eu não tinhauma _____________ lá muito agradável devido às deformações físicascausadas por uma______________. Isso deixou-me magoado. Eu fiz os acertos com o governador sobre a estátua de São Jorge,articulada em tamanho um pouco maior que o natural. Passando novamente pelo chefe de gabinete, o olhei fixamenteno ____________como se quisesse registrar em minha mente, cada ruga,cada detalhe.
  17. 17. 5)Descreva esta figura com a ajuda dos substantivos/nomes dacaixa. imagem -grito -procissão - Corpus Christi Nos próximos dias, trabalhei sem cessar em minha oficina paraentregar a encomenda no prazo combinado. A ____________eraarticulada e deveria sair montada a cavalo na ________________de____________________que se aproximava. A imagem estava coberta por um pano e o governador ordenouque a descobrissem. Nesse momento, um _______________de susto saiude todas as bocas, seguido de risos nervosos. É que a imagem reproduzia,nos mínimos detalhes, meio caricaturalmente, o rosto do chefe degabinete, José Romão.
  18. 18. 5)Descreva esta figura com a ajuda dos substantivos/nomes dacaixa. verso -estátua–resposta- santo -chefe- Essa foi a minha _______________aos olhares insultuosos do___________de gabinete que não teve mais sossego pois, quando saia àsruas, era sempre objeto de chacota de quantos haviam visto a________________. Fizeram até um ______________que dizia:“Aquele que ali vai, com cara de santarrão,não é ____________coisa nenhuma, é José Romão!”
  19. 19. Referênciashttp://www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/portals/pde/arquivos/1945-8.pdfpt.wikipedia.orghttp://en.wikipedia.org/wiki/http://www.google.com.br/

×