Reciclagem de Embalagens em Portugal

1.728 visualizações

Publicada em

Trabalho realizado pela Jéssica e Joana, alunas do curso profissional de Técnico de Turismo Ambiental e Rural do Agrupamento de Escolas de Oliveira de Frades, no âmbito da disciplina de Ambiente e Desenvolvimento Rural

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.728
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
248
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Reciclagem de Embalagens em Portugal

  1. 1. VALORIZAÇÃO DE RESÍDUOS DE EMBALAGENS
  2. 2.  1 722 mil toneladas de resíduos de embalagens, foram produzidos em 2010; Nesse ano foi registada uma taxa de reciclagem de resíduos de embalagens de 62% e 67% de produtos aproveitados;
  3. 3.  Todos os materiais têm uma taxa de reciclagem superior a meta de 2011, com exceção do vidro; Em 2010 os resíduos de embalagens do papel e do cartão continham uma taxa de reciclagem mais elevada (85%), seguidos dos resíduos de embalagens metálicas e de madeira com uma taxa de reciclagem de 67% e 66%.Os resíduos de embalagens do vidro e do plástico foram os que tiveram as menores taxas de reciclagem 53% e 25%
  4. 4. Produção de resíduos de Embalagens Face às quantidadesrecicladas e valorizadas
  5. 5.  Portugal em 2011 tinha como objetivo aumentar as taxas de reciclagem e valorizar globalmente e sectorialmente os diferentes materiais dos resíduos de embalagens. Taxas de Reciclagem e de Valorização de Resíduos de Embalagens
  6. 6.  Portugal assumiu um compromisso de alcançar as metas de reciclagem de resíduos de embalagens que visa o cumprimento até ao final de 2011,de um mínimo de aproveitamento de 60%, do qual pelo menos 55%deverá corresponder a reciclagem do material:  60% -resíduos de embalagens de papel/cartão  50%-metal  22,5%-plástico  15%- madeira
  7. 7. Taxas de Reciclagem da madeira e do plástico e metas especificas aalcançar em 2011 Taxas de Reciclagem do Papel/Cartão e do Metal e as Metas especificas a alcançar em 2011
  8. 8. Taxas de Reciclagem da madeira e do plástico e Metas especificas aalcançar em 2011 Taxa de Reciclagem do vidro e metas especificas a alcançar em 2011
  9. 9.  Em Portugal, os resíduos de embalagens provenientes do fluxo urbano é feita através da entrega voluntaria de resíduos, nos ecopontos. A entidade gestora é a Sociedade Ponto Verde(SPV), juntamente com assistentes multimunicipais, intermunicipais e ainda com a contribuição da Valormed recolhe-se os resíduos de embalagens e também medicamentos.
  10. 10.  Relativamente ao fluxo não urbano destaca-se o contributo dado pela Valorfito(entidade gestora do sistema integrado de gestão de embalagens e resíduos em agricultura para a valorização de resíduos de embalagens de fitofarmacêuticos.
  11. 11.  Podemos concluir que :  As taxas de Reciclagem e a Taxa de Valorização ultrapassaram as esperadas espectativas na meta de 2011;  O número dos resíduos de embalagens produzidas é muito mais elevado que o total de embalagens recicladas e valorizadas;
  12. 12.  As metas para 2011 foram alcançadas para todos os materiais, menos para o vidro; Cada vez mais as pessoas estão a reciclar voluntariamente;
  13. 13.  Cada vez mais as pessoas estão a Reciclar voluntariamente; A Sociedade Ponto Verde, a Valormed e a Valorfito estão a sensibilizar as pessoas para reciclar medicamentos, fitofarmacêuticos e embalagens;
  14. 14.  Joana Santos nº10  Jéssica Ferreira nº09

×