ç ç
1
Introdução
A circulação do comboio do Caminho-de-Ferro de Benguela foi, um dos maiores
ganhos que a paz trouxe e tem...
ç ç
2
Os ganhos que o comboio trouxe param província do Moxico
A circulação do comboio do Caminho-de-Ferro de Benguela um ...
ç ç
3
De salientar que o comboio de passageiros e de cargas do Caminho-de-Ferro-Benguela
voltou a apitar oficialmente em J...
ç ç
4
Este ganho que, a partir de agora, passa a levar alegria, paz e desenvolvimento, constitui
a força motriz do bem-est...
ç ç
5
Conclusão
A concluir, o governador sublinhou que sempre pensou num futuro melhor para a
província e pediu a conjugaç...
ç ç
6
Referencia
O trabalho feito, foi investigado por estudante do curso de Estatística e Planeamento do
Instituto Médio ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Os ganhos de comboio

167 visualizações

Publicada em

A circulação do comboio do Caminho-de-Ferro de Benguela foi, um dos maiores ganhos que a paz trouxe e tem contribuído grandemente para o desenvolvimento da província, por facilitar as trocas comerciais

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
167
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Os ganhos de comboio

  1. 1. ç ç 1 Introdução A circulação do comboio do Caminho-de-Ferro de Benguela foi, um dos maiores ganhos que a paz trouxe e tem contribuído grandemente para o desenvolvimento da província, por facilitar as trocas comerciais.
  2. 2. ç ç 2 Os ganhos que o comboio trouxe param província do Moxico A circulação do comboio do Caminho-de-Ferro de Benguela um dos maiores ganhos que a paz trouxe e tem contribuído grandemente para o desenvolvimento da província, por facilitar as trocas comerciais. Depois de muito trabalho, o comboio de passageiros chegou ao Luena em 2012. Para dar seguimento até ao Luau, já foram inauguradas todas as infra-estruturas ferroviárias. A paz garantiu a livre circulação de pessoas e bens em toda a extensão do território da província, o reencontro de famílias e mais estabilidade social e económica para a população. Para João Ernesto dos Santos, apesar de Angola ter alcançado a Independência Nacional em 1975, foi difícil concretizar o sonho da liberdade, porque o país mergulhou em novos conflitos internos e externos, que devastaram o território. Ao fazer um balanço dos ganhos que a paz proporcionou à província, destacou as acções que permitiram a construção de inúmeras infra-estruturas dos mais variados sectores da vida da província, e a grande melhoria dos principais serviços básicos, através da aplicação dos programas de Investimentos Públicos e de Luta Contra a Pobreza. Os ganhos serão muitos, desde o transporte de passageiros e mercadorias á preços acessíveis. A expectativa da população cresce na esperança de uma vida melhor, pois, se antevê a redução de preços dos principais produtos básicos de consumo corrente e de materiais de construção civil. O responsável vaticinou a redução dos preços dos combustíveis e seus derivados, produtos que são transportados actualmente através de camiões cisternas de Luanda ao Moxico, com muitos custos e riscos. "A vantagem é que vai facilitar a circulação de pessoas e mercadorias desta cidade para outras localidades por onde passa a linha férrea. O comboio terá uma frequência semanal do Luena ao Bié e vice-versa com um preço de dois mil e 450 kwanzas, num percurso de mais de 300 quilómetros. A circulação regular do comboio de passageiros e de carga vai beneficiar a população de toda região leste de Angola e o município do Luau é a próxima empreitada para ligar a rede ferroviária da República Democrática do Congo (RDC) à República da Zâmbia. Os benefícios são óbvios para o país, e especialmente para esta região leste Em termos de transporte de equipamentos pesados e de longas distâncias os caminhos-de- ferro dão condições mais vantajosas porque são sempre muito mais baratos. "Por outro lado, podem-se transportar grandes quantidades de uma só vez. Acreditamos que, às proporcionar estas condições, estarão garantidas todas as possibilidades para um desenvolvimento mais harmonioso e menos dispendioso para as populações." Para nós, esta circulação tem vindo também, em grande medida, a facilitar os camponeses de transportarem os seus produtos do campo para os centros urbanos onde são comercializados.
  3. 3. ç ç 3 De salientar que o comboio de passageiros e de cargas do Caminho-de-Ferro-Benguela voltou a apitar oficialmente em Junho do ano passado na comuna do Kunje (ex-Gar), no município do Kuito, província do Bié, depois de cerca de trinta anos de paralisação. Este meio de transporte ferroviário volta a devolver a dignidade ao povo bieno e, não só, no que tange ao melhoramento do transporte, fruto do grande esforço do Governo angolano na recuperação da linha férrea que parte do município do Lobito (Benguela) até à fronteira de Louro, no Luau (Moxico). O comboio representa um grande ganho para a população do leste, pois é barato e seguro. “Agora com o comboio vamos poder nos deslocar a outras províncias e comprar os produtos directamente dos camponeses e deste modo vamos poder vender mais barato. Os camionistas nos cobram muito caro, por isso também temos que vender caro para poder lucrar Vamos poder ir comprar cimento no Lobito a preços acessíveis para podermos construir as nossas casas, no futuro até poderemos ir de comboio a Zâmbia ou RD Congo para passear ou fazer compras, enfim tudo vai mudar, o progresso será mais rápido e na circulação de pessoas e bens e das oportunidades de negócios que vão fazer crescer economicamente a região e o país em geral. O povo do Luau alegre com a chegada do comboio pra melhoria das condições de vida das populações e dizer que este gesto vai facilitar a população na transportação de produtos e mercadorias de uma região para outra. A circulação do comboio vai permitir também ainda as trocas comerciais entre as três localidades, assim como contribuir na baixa de preço dos principais produtos e bens de primeira necessidade. “Hoje, por exemplo, muitas famílias não têm possibilidade de ter uma dieta alimentar regular devido à subida e à escassez dos principais produtos. Mas com a circulação frequente do comboio as pessoas vão ter maior poder de compra e de escolha Os benefícios do comboio:  Transporte seguro para os viajantes e comerciantes  Transportação de Equipamentos pesados  Exportação e importação de produto  Facilidade para os camponeses.  Preço Acessível etc.
  4. 4. ç ç 4 Este ganho que, a partir de agora, passa a levar alegria, paz e desenvolvimento, constitui a força motriz do bem-estar de todos aqueles que querem ver esta Nação prosperar. É a alavanca para o desenvolvimento do leste angolano. O Governo acaba de demonstrar, mais uma vez, que o país tem um rumo certo. É desta forma que Angola vai crescer mais e distribuir melhor. A chegada do novo Caminho-de-Ferro de Benguela ao leste do país acaba de levar a esperança de desenvolvimento para uma vida melhor. Significa que haverá mais oferta de produtos, o custo de vida vai baixar, haverá mais emprego para os jovens e não só. É assim que Angola está a crescer, rumo ao desenvolvimento e à harmonia social. Está, assim, garantida a circulação de pessoas e bens. Unir o país significa unir os angolanos, como um só povo e uma só Nação, de Cabinda ao Cunene e do mar ao leste. Os ganhos da estrada de Moxico para Lunda sul. Um dos feitos mais notáveis que a paz trouxe. A paz garantiu a livre circulação de pessoas e bens em toda a extensão do território da província, o reencontro de famílias e mais estabilidade social e económica para a população Os empresários, camponeses e comerciantes passam a ver a sua vida mais facilitada, uma vez que o transporte de pessoas e mercadorias contribui para a descida dos preços. Espero que mais estradas possam ser reparadas em todas as províncias do país para facilitar as trocas comerciais e a deslocação de pessoas e bens”, desejou o condutor de uma empresa particular.
  5. 5. ç ç 5 Conclusão A concluir, o governador sublinhou que sempre pensou num futuro melhor para a província e pediu a conjugação de esforços, rumo ao desenvolvimento sustentável. A paz garantiu a livre circulação de pessoas e bens em toda a extensão do território da província, o reencontro de famílias e mais estabilidade social e económica para a população. …Comboio trouxe alegria.
  6. 6. ç ç 6 Referencia O trabalho feito, foi investigado por estudante do curso de Estatística e Planeamento do Instituto Médio de Administração e Gestão do Luena Moxico Pedro Kangombe Por mais informações kangombepedro94@gmail.com ou facebook.

×