1. relaxometria

353 visualizações

Publicada em

Apresentação sobre relaxometria em ressonância magnética.

Publicada em: Ciências
1 comentário
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
353
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
1
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=s0103-97332006000100005
    http://www.scielo.br/img/revistas/bjp/v36n1a/a04fig06.jpg
  • https://www.healthcare.siemens.com/siemens_hwem-hwem_ssxa_websites-context-root/wcm/idc/groups/public/@global/@imaging/@mri/documents/image/mday/mjux/~edisp/mri-applications-myomaps-parametric-maps-01183646/~renditions/mri-applications-myomaps-parametric-maps-01183646~10.jpg

    Now you can better detect global, diffuse, myocardial pathologies (T1 Map). Or better depict cardiac edema (T2 Map) and improve early detection of iron overload (T2* Map).
  • 1. relaxometria

    1. 1. RELAXOMETRIA UM GUIA EXPLANATÓRIO
    2. 2. 1. Em que mecanismos de contraste a relaxometria de baseia? • A relaxometria baseia-se nos tempos de relaxação T1 e T2.
    3. 3. 2. Qual é a vantagem da relaxometria em relação aos métodos convencionais de ponderação em T1 e T2? • A relaxometria é um método quantitativo. • Nele temos a criação de mapas baseados nos valores dos tempos de relaxação T1 e T2 para cada pixel da imagem.
    4. 4. 3. O que representa o tom de cinza de cada pixel de uma imagem ponderada em T1 (ou T2)? E no caso dos mapas de T1 (ou T2) obtidos com relaxometria? • Os tons de cinza em uma imagem ponderada em T1 ou T2 representam a intensidade do sinal recebido. • Já em relaxometria representam os próprios valores T1 e T2.
    5. 5. 4. Quais sequências de pulsos podem ser usadas em relaxometria? • Para quantificar T1 usa-se inversão- recuperação. • Para quantificar T2 usa-se spin-eco.
    6. 6. 5. Do que depende a sensibilidade de cada método usado em relaxometria? • Da sequência de pulsos; • Do tempo de repetição TR; • Do tempo de inversão TI (para quantificar T1); • Do tempo de eco TE (para quantificar T2); • Do número de TE’s, de TI’s; • Do modelo de ajuste.
    7. 7. 6. Explique como se mede T1 utilizando a técnica de inversão-recuperação. Qual é a principal desvantagem desse método? • Mede-se T1 variando TI para cada pixel da imagem. Para cada TI teremos uma amplitude diferente de sinal. • Plota-se um gráfico de amplitude em função de TI e faz um ajuste por : Para obter o sinal daquele pixel. • Desvantagens incluem tempo de aquisição, número de processamentos e perda de resolução.
    8. 8. 7. Explique como se mede T2 utilizando a técnica de eco de spins. • T2 pode ser estimado com dois sinais em uma sequência spin-eco com TE’s diferentes, assim obtemos dois sinais S1 e S2 de modo que:
    9. 9. 7. Explique como se mede T2 utilizando a técnica de eco de spins. • Outro método é realizar spin-eco com repetição, no qual vários TE’s são adquiridos juntamente com a amplitude do pulso. • Plota-se amplitude em função de TE e um ajuste é feito pela equação:
    10. 10. 8. Explique como se mede T2* utilizando a técnica gradiente eco. • Para medir T2* é utilizada uma sequência gradiente eco, na qual observamos a diminuição do sinal com T2* e nessa técnica são adquiridos dados da amplitude variando o tempo de aplicação do gradiente. • Ajuste da amplitude em TE (mas a sequência é gradiente eco).
    11. 11. 9. Como é feito o processamento de imagens? • Após a aquisição cada fatia contém pixels com sinais de amplitude diferentes, medidos em um TI no caso de T1 ou TE no caso de T2. • O valor de um dado pixel é avaliado e plotado em função de TI ou TE de cada fatia obtida.
    12. 12. 10. Cite algumas aplicações da relaxometria e descreva uma delas mais detalhadamente. • Esclerose múltipla, tumor intracranial, epilepsia, quantificação de ferro no fígado, baço, pâncreas. • No caso da quantificação de ferro nesses órgãos temos a diminuição de T1 e T2 devido a presença do ferro nestas estruturas e a região com maior concentração de ferro aparecem mais claras. • ** maior concentração de ferro no tecido, mais curti será T2 (maior será R2) e menores devem ser os valores de TE.

    ×