SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 2
Baixar para ler offline
Especialidade de Anfíbios
EN 023
Introdução
Os anfíbios (do grego αμφι, amphi ('ambos') e βιο, bio ('vida'), que significa «ambas vidas» ou «em
ambos meios») constituem uma classe de animais vertebrados, pecilotérmicos que não possuem bolsa
amniótica agrupados na classe Amphibia. A característica mais marcante dos seres vivos da classe é o
seu ciclo de vida dividido em duas fases: uma aquática e outra terrestre, apesar de haver exceções.
Estão identificadas cerca de seis mil espécies vivas de anfíbios cadastradas no “Amphibian Species of
the World”. Muitos pesquisadores acreditam que os anfíbios são indicadores ecológicos e nas últimas
décadas tem havido um declínio das populações de anfíbios ao redor do globo. Muitas espécies estão
ameaçadas ou extintas.
Classificação
Quanto a ordem são classificados em:
 Anuros (Sapos, Rãs e Pererecas): Cada um tem quatro pernas, os
adultos não possuem cauda;
 Cordata (Salamandra, Tritão): Tem a pele furta-cor, quatro patas,
brânquias em algumas espécies e cauda;
 Apode (Cecília /Cobra Cega): possui o corpo vermiforme, são
praticamente cegos e não possuem patas.
Características
Os anfíbios, de acordo com a teoria evolutiva, constituem o primeiro grupo de vertebrados a viver fora
da água. Apesar disso não são encontrados nos mares e nenhum outro local de água salgada. O crânio
é articulado à coluna vertebral o que possibilita certa capacidade de movimentação da cabeça. Possuem
ainda dois pares de patas que estão adaptadas à natação e no meio terrestre servem como locomoção
por pulos. A exceção são os ápodes que não possuem membros como as patas, nem dianteiras nem
traseiras.
Sua pele secreta um muco que mantém a pele lisa e pode ser venenosa para várias outras espécies.
Algumas espécies possuem um veneno tão potente que são utilizados como substância para paralisar
outros animais durante a caça.
Anuros
 Sapos: são maiores e com pele rugosa;
 Rãs: pele lisa, pernas bem desenvolvidas para o salto com presença de
membranas entre os dedos das patas traseiras, facilitando a natação;
 Pererecas: pele lisa e presença de ventosas nas extremidades das
patas.
Ciclo de Vida
Características Gerais dos Anuros
Tem a cor do ambiente onde vivem. As rãs saltam para o fundo dá água, se escondem também no lodo.
As pererecas vivem escondidas atrás das plantas ou até atrás do lavatório nos banheiros. Os sapos se
intrometem nas moitas e buracos. Os anfíbios têm grande valor para os agricultores, porque comem
insetos nocivos. Não se deve maltrata-los ou tirar-lhes a vida. A parte do corpo utilizada para amplificar
o som produzido pelos anuros são os sacos vocais. Somente os machos são capazes de coaxar. Os
machos coaxam para atrair as fêmeas para o acasalamento, às vezes, os anuros coaxam para advertir
outros machos que estejam próximos. Os anuros se alimentam de minhocas, aranhas, insetos, e de
outros vertebrados, como anfíbios e pequenos mamíferos.
Adaptado por
Pedro H. A. Silva
Catende, 16 de dezembro de2016
Referências Bibliográficas
https://pt.wikipedia.org/wiki/Anf%C3%ADbios
http://www.todabiologia.com/zoologia/anfibios.htm
http://planetabiologia.com/caracteristicas-dos-anfibios-resumo/
http://clubecorujao.com.br/wp-content/uploads/2016/05/Conteudo-Especialidade-de-Anfibios.pdf

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

BIOLOGIA: Os peixes (COMPLETO)
BIOLOGIA: Os peixes (COMPLETO)BIOLOGIA: Os peixes (COMPLETO)
BIOLOGIA: Os peixes (COMPLETO)Ana Maciel
 
Filo artrópodes 04 crustáceos - características e anatomia
Filo artrópodes 04   crustáceos - características e anatomiaFilo artrópodes 04   crustáceos - características e anatomia
Filo artrópodes 04 crustáceos - características e anatomiaprestao
 
Download - Organograma Clube
Download - Organograma ClubeDownload - Organograma Clube
Download - Organograma ClubeAPaC Elo 2
 
Animais invertebrados parte 2
Animais invertebrados   parte 2Animais invertebrados   parte 2
Animais invertebrados parte 2Grazi Grazi
 
Apostila-entomologia-geral
Apostila-entomologia-geralApostila-entomologia-geral
Apostila-entomologia-geralFabricia Maisa
 
Classe arachnida
Classe arachnidaClasse arachnida
Classe arachnidaBiomedicina
 
Apresentação slides sobre os peixes
Apresentação slides sobre os peixes Apresentação slides sobre os peixes
Apresentação slides sobre os peixes Michelle2789
 
1. Desbravadores - Escola de educação completa _ED.pptx
1. Desbravadores - Escola de educação completa _ED.pptx1. Desbravadores - Escola de educação completa _ED.pptx
1. Desbravadores - Escola de educação completa _ED.pptxAndré Phelps
 
Especialidade de e.v.a
Especialidade de e.v.aEspecialidade de e.v.a
Especialidade de e.v.araissarai1
 
Tabela comparativa reino animal
Tabela comparativa reino animalTabela comparativa reino animal
Tabela comparativa reino animaleebniltonkucker
 
Os invertebrados parte 1
Os invertebrados parte 1Os invertebrados parte 1
Os invertebrados parte 1Roxana Alhadas
 
GE 061 Resgate básico.pdf
GE 061 Resgate básico.pdfGE 061 Resgate básico.pdf
GE 061 Resgate básico.pdfandersonmbraga1
 

Mais procurados (20)

BIOLOGIA: Os peixes (COMPLETO)
BIOLOGIA: Os peixes (COMPLETO)BIOLOGIA: Os peixes (COMPLETO)
BIOLOGIA: Os peixes (COMPLETO)
 
Filo artrópodes 04 crustáceos - características e anatomia
Filo artrópodes 04   crustáceos - características e anatomiaFilo artrópodes 04   crustáceos - características e anatomia
Filo artrópodes 04 crustáceos - características e anatomia
 
Mammalia
 Mammalia Mammalia
Mammalia
 
Acampamento iii
Acampamento iiiAcampamento iii
Acampamento iii
 
Download - Organograma Clube
Download - Organograma ClubeDownload - Organograma Clube
Download - Organograma Clube
 
Animais invertebrados parte 2
Animais invertebrados   parte 2Animais invertebrados   parte 2
Animais invertebrados parte 2
 
Artropodes
ArtropodesArtropodes
Artropodes
 
Apostila-entomologia-geral
Apostila-entomologia-geralApostila-entomologia-geral
Apostila-entomologia-geral
 
Classe arachnida
Classe arachnidaClasse arachnida
Classe arachnida
 
Apresentação slides sobre os peixes
Apresentação slides sobre os peixes Apresentação slides sobre os peixes
Apresentação slides sobre os peixes
 
Especialidade de Animais Noturnos
Especialidade de Animais NoturnosEspecialidade de Animais Noturnos
Especialidade de Animais Noturnos
 
Peixes e anfíbios(1)
Peixes e anfíbios(1)Peixes e anfíbios(1)
Peixes e anfíbios(1)
 
1. Desbravadores - Escola de educação completa _ED.pptx
1. Desbravadores - Escola de educação completa _ED.pptx1. Desbravadores - Escola de educação completa _ED.pptx
1. Desbravadores - Escola de educação completa _ED.pptx
 
Especialidade de e.v.a
Especialidade de e.v.aEspecialidade de e.v.a
Especialidade de e.v.a
 
Tabela comparativa reino animal
Tabela comparativa reino animalTabela comparativa reino animal
Tabela comparativa reino animal
 
Especialidade de Testemunho Juvenil
Especialidade de Testemunho JuvenilEspecialidade de Testemunho Juvenil
Especialidade de Testemunho Juvenil
 
Os invertebrados parte 1
Os invertebrados parte 1Os invertebrados parte 1
Os invertebrados parte 1
 
GE 061 Resgate básico.pdf
GE 061 Resgate básico.pdfGE 061 Resgate básico.pdf
GE 061 Resgate básico.pdf
 
Classe das Aves
Classe das AvesClasse das Aves
Classe das Aves
 
Acampamento ii
Acampamento iiAcampamento ii
Acampamento ii
 

Semelhante a Especialidade de anfíbios (20)

Anfíbios completo
Anfíbios completo Anfíbios completo
Anfíbios completo
 
Anfibius
AnfibiusAnfibius
Anfibius
 
Animais
AnimaisAnimais
Animais
 
Anfibios
AnfibiosAnfibios
Anfibios
 
Anfíbios 3 A2015
Anfíbios 3 A2015Anfíbios 3 A2015
Anfíbios 3 A2015
 
Especilaidade anfibios.pptx
Especilaidade anfibios.pptxEspecilaidade anfibios.pptx
Especilaidade anfibios.pptx
 
Peixes , anfíbios e répteis
Peixes , anfíbios e répteisPeixes , anfíbios e répteis
Peixes , anfíbios e répteis
 
Cordados
CordadosCordados
Cordados
 
MÓDULO-19-E-20-ARTRÓPODES-22.08.16.pdf
MÓDULO-19-E-20-ARTRÓPODES-22.08.16.pdfMÓDULO-19-E-20-ARTRÓPODES-22.08.16.pdf
MÓDULO-19-E-20-ARTRÓPODES-22.08.16.pdf
 
Artrópodos
ArtrópodosArtrópodos
Artrópodos
 
Diversidade animal ii
Diversidade animal iiDiversidade animal ii
Diversidade animal ii
 
Anfibios 5º ano
Anfibios 5º anoAnfibios 5º ano
Anfibios 5º ano
 
Anfíbios
AnfíbiosAnfíbios
Anfíbios
 
Anfíbios
AnfíbiosAnfíbios
Anfíbios
 
RéPteis Slide
RéPteis SlideRéPteis Slide
RéPteis Slide
 
Répteis e anfíbios em vias de extinção 6ºe prof fátima alves
Répteis e anfíbios em vias de extinção 6ºe prof fátima alvesRépteis e anfíbios em vias de extinção 6ºe prof fátima alves
Répteis e anfíbios em vias de extinção 6ºe prof fátima alves
 
Animais
AnimaisAnimais
Animais
 
ESPECIALIDADE DE ANFIBIOS (2).pdf
ESPECIALIDADE DE ANFIBIOS (2).pdfESPECIALIDADE DE ANFIBIOS (2).pdf
ESPECIALIDADE DE ANFIBIOS (2).pdf
 
Animais 110913184501-phpapp02
Animais 110913184501-phpapp02Animais 110913184501-phpapp02
Animais 110913184501-phpapp02
 
Resumo: Filo Artrópodes
Resumo: Filo ArtrópodesResumo: Filo Artrópodes
Resumo: Filo Artrópodes
 

Mais de Pedro Henrique Araújo

Especialidade de Hereditariedade - Clube de Desbravadores
Especialidade de Hereditariedade - Clube de DesbravadoresEspecialidade de Hereditariedade - Clube de Desbravadores
Especialidade de Hereditariedade - Clube de DesbravadoresPedro Henrique Araújo
 
Especialidade de Citologia - Clube de Desbravadores
Especialidade de Citologia - Clube de DesbravadoresEspecialidade de Citologia - Clube de Desbravadores
Especialidade de Citologia - Clube de DesbravadoresPedro Henrique Araújo
 
Relatório de Visitação dos Conselheiros
Relatório de Visitação dos ConselheirosRelatório de Visitação dos Conselheiros
Relatório de Visitação dos ConselheirosPedro Henrique Araújo
 
Comunicado aos Pais / Responsáveis - Desbravadores
Comunicado aos Pais / Responsáveis - DesbravadoresComunicado aos Pais / Responsáveis - Desbravadores
Comunicado aos Pais / Responsáveis - DesbravadoresPedro Henrique Araújo
 
Ficha de inscrição/ Cadastro Para Desbravadores de 10 à 15
Ficha de inscrição/ Cadastro Para Desbravadores de 10 à 15Ficha de inscrição/ Cadastro Para Desbravadores de 10 à 15
Ficha de inscrição/ Cadastro Para Desbravadores de 10 à 15Pedro Henrique Araújo
 
Ficha de inscrição/ cadastro de Desbravadores acima de 16 Anos
Ficha de inscrição/ cadastro de Desbravadores acima de 16 AnosFicha de inscrição/ cadastro de Desbravadores acima de 16 Anos
Ficha de inscrição/ cadastro de Desbravadores acima de 16 AnosPedro Henrique Araújo
 
Sermao para o dia Mundial dos Desbravadores
Sermao para o dia Mundial dos DesbravadoresSermao para o dia Mundial dos Desbravadores
Sermao para o dia Mundial dos DesbravadoresPedro Henrique Araújo
 
Resumo da História Geral do Clube de Desbravadores
Resumo da História Geral do Clube de DesbravadoresResumo da História Geral do Clube de Desbravadores
Resumo da História Geral do Clube de DesbravadoresPedro Henrique Araújo
 

Mais de Pedro Henrique Araújo (18)

Especialidade de Ecologia - Aula PPT
Especialidade de Ecologia - Aula PPTEspecialidade de Ecologia - Aula PPT
Especialidade de Ecologia - Aula PPT
 
Especialidade de Hereditariedade - Clube de Desbravadores
Especialidade de Hereditariedade - Clube de DesbravadoresEspecialidade de Hereditariedade - Clube de Desbravadores
Especialidade de Hereditariedade - Clube de Desbravadores
 
Especialidade de Citologia - Clube de Desbravadores
Especialidade de Citologia - Clube de DesbravadoresEspecialidade de Citologia - Clube de Desbravadores
Especialidade de Citologia - Clube de Desbravadores
 
Relatório de Visitação dos Conselheiros
Relatório de Visitação dos ConselheirosRelatório de Visitação dos Conselheiros
Relatório de Visitação dos Conselheiros
 
Especialidade de morcegos
Especialidade de morcegosEspecialidade de morcegos
Especialidade de morcegos
 
Amarás o Teu Próximo - Sermão PPT
Amarás o Teu Próximo - Sermão PPTAmarás o Teu Próximo - Sermão PPT
Amarás o Teu Próximo - Sermão PPT
 
Ofício para estudantes
Ofício para estudantesOfício para estudantes
Ofício para estudantes
 
Comunicado aos Pais / Responsáveis - Desbravadores
Comunicado aos Pais / Responsáveis - DesbravadoresComunicado aos Pais / Responsáveis - Desbravadores
Comunicado aos Pais / Responsáveis - Desbravadores
 
O Que São Drogas?
O Que São Drogas?O Que São Drogas?
O Que São Drogas?
 
Ficha de inscrição/ Cadastro Para Desbravadores de 10 à 15
Ficha de inscrição/ Cadastro Para Desbravadores de 10 à 15Ficha de inscrição/ Cadastro Para Desbravadores de 10 à 15
Ficha de inscrição/ Cadastro Para Desbravadores de 10 à 15
 
Ficha de inscrição/ cadastro de Desbravadores acima de 16 Anos
Ficha de inscrição/ cadastro de Desbravadores acima de 16 AnosFicha de inscrição/ cadastro de Desbravadores acima de 16 Anos
Ficha de inscrição/ cadastro de Desbravadores acima de 16 Anos
 
O sexo na bíblia
O sexo na bíbliaO sexo na bíblia
O sexo na bíblia
 
Sermao para o dia Mundial dos Desbravadores
Sermao para o dia Mundial dos DesbravadoresSermao para o dia Mundial dos Desbravadores
Sermao para o dia Mundial dos Desbravadores
 
Resumo da História Geral do Clube de Desbravadores
Resumo da História Geral do Clube de DesbravadoresResumo da História Geral do Clube de Desbravadores
Resumo da História Geral do Clube de Desbravadores
 
Mãe Um Ato de Divindade
Mãe Um Ato de DivindadeMãe Um Ato de Divindade
Mãe Um Ato de Divindade
 
Mensagens aos jovens
Mensagens aos jovensMensagens aos jovens
Mensagens aos jovens
 
Folheto JA para o Dia de Finados
Folheto JA para o Dia de FinadosFolheto JA para o Dia de Finados
Folheto JA para o Dia de Finados
 
Ideais do desbravadores
Ideais do desbravadoresIdeais do desbravadores
Ideais do desbravadores
 

Especialidade de anfíbios

  • 1. Especialidade de Anfíbios EN 023 Introdução Os anfíbios (do grego αμφι, amphi ('ambos') e βιο, bio ('vida'), que significa «ambas vidas» ou «em ambos meios») constituem uma classe de animais vertebrados, pecilotérmicos que não possuem bolsa amniótica agrupados na classe Amphibia. A característica mais marcante dos seres vivos da classe é o seu ciclo de vida dividido em duas fases: uma aquática e outra terrestre, apesar de haver exceções. Estão identificadas cerca de seis mil espécies vivas de anfíbios cadastradas no “Amphibian Species of the World”. Muitos pesquisadores acreditam que os anfíbios são indicadores ecológicos e nas últimas décadas tem havido um declínio das populações de anfíbios ao redor do globo. Muitas espécies estão ameaçadas ou extintas. Classificação Quanto a ordem são classificados em:  Anuros (Sapos, Rãs e Pererecas): Cada um tem quatro pernas, os adultos não possuem cauda;  Cordata (Salamandra, Tritão): Tem a pele furta-cor, quatro patas, brânquias em algumas espécies e cauda;  Apode (Cecília /Cobra Cega): possui o corpo vermiforme, são praticamente cegos e não possuem patas. Características Os anfíbios, de acordo com a teoria evolutiva, constituem o primeiro grupo de vertebrados a viver fora da água. Apesar disso não são encontrados nos mares e nenhum outro local de água salgada. O crânio é articulado à coluna vertebral o que possibilita certa capacidade de movimentação da cabeça. Possuem ainda dois pares de patas que estão adaptadas à natação e no meio terrestre servem como locomoção por pulos. A exceção são os ápodes que não possuem membros como as patas, nem dianteiras nem traseiras. Sua pele secreta um muco que mantém a pele lisa e pode ser venenosa para várias outras espécies. Algumas espécies possuem um veneno tão potente que são utilizados como substância para paralisar outros animais durante a caça. Anuros  Sapos: são maiores e com pele rugosa;  Rãs: pele lisa, pernas bem desenvolvidas para o salto com presença de membranas entre os dedos das patas traseiras, facilitando a natação;  Pererecas: pele lisa e presença de ventosas nas extremidades das patas.
  • 2. Ciclo de Vida Características Gerais dos Anuros Tem a cor do ambiente onde vivem. As rãs saltam para o fundo dá água, se escondem também no lodo. As pererecas vivem escondidas atrás das plantas ou até atrás do lavatório nos banheiros. Os sapos se intrometem nas moitas e buracos. Os anfíbios têm grande valor para os agricultores, porque comem insetos nocivos. Não se deve maltrata-los ou tirar-lhes a vida. A parte do corpo utilizada para amplificar o som produzido pelos anuros são os sacos vocais. Somente os machos são capazes de coaxar. Os machos coaxam para atrair as fêmeas para o acasalamento, às vezes, os anuros coaxam para advertir outros machos que estejam próximos. Os anuros se alimentam de minhocas, aranhas, insetos, e de outros vertebrados, como anfíbios e pequenos mamíferos. Adaptado por Pedro H. A. Silva Catende, 16 de dezembro de2016 Referências Bibliográficas https://pt.wikipedia.org/wiki/Anf%C3%ADbios http://www.todabiologia.com/zoologia/anfibios.htm http://planetabiologia.com/caracteristicas-dos-anfibios-resumo/ http://clubecorujao.com.br/wp-content/uploads/2016/05/Conteudo-Especialidade-de-Anfibios.pdf