O slideshow foi denunciado.

Trab1 8a grp08

1.214 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

Trab1 8a grp08

  1. 1. 100 ANOS DA IMPLANTAÇÃO DA REPÚBLICA EM PORTUGAL<br />25 DE ABRIL 1974 (CAUSAS E CONSEQUÊNCIAS)<br />EB 2/3 José Maria dos Santos <br />Pedro Couceiro Nº23<br />Rúben Clara Nº24 <br />Área de Projecto 8ºA<br />
  2. 2. Consequências<br /> No dia seguinte de 25 de Abril, forma-se a Junta de Salvação Nacional, constituída por militares que se procederá a um governo de transição.<br /> O essencial do programa do MFA é amiúde resumido no programa dos três D: Democratizar, Descolonizar e Desenvolver.<br /> Entre as medidas imediatas da revolução contam-se a extinção da polícia política (PIDE) e da censura.<br />
  3. 3. Os sindicatos livres e os partidos foram legalizados, só a dia 26 foram libertados os presos políticos da Prisão de Caxias e de Peniche. Os líderes políticos da oposição no exílio voltaram ao país nos dias seguintes. <br /> Passada uma semana, o 1º de Maio foi celebrado legalmente nas ruas pela primeira vez em muitos anos. Em Lisboa reuniram-se cerca de um milhão de pessoas.<br />
  4. 4. Portugal passou por um período conturbado que durou cerca de 2 anos, comummente referido como PREC (Processo Revolucionário Em Curso), marcado pela luta e perseguição politica entre as facções de esquerda e direita<br /> Foram nacionalizadas as grandes empresas, foram muitas vezes forçadas ao exílio personalidades que se identificavam com o Estado Novo ou não partilhavam da mesma visão politica que então se estabelecia para o país.<br />
  5. 5. No dia 25 de Abril de 1975 realizaram-se as primeiras eleições livres para a Assembleia Constituinte, na sequência dos trabalhos desta assembleia foi elaborada uma nova Constituição de forte pendor socialista e estabelecida uma democracia parlamentar.<br /> A constituição foi aprovada em 1976 pela maioria dos deputados. Acabada a guerra colonial, durante o PREC, as colónias africanas e Timor-Leste tornaram-se independentes<br />
  6. 6. Causas<br />Antes do 25 de Abril a censura e a repressãopredominavam no quotidiano do povo. As pessoas eram controladas e eram apreendidas, multadas ou presas se desrespeitassem as normas e os critérios estipulados da ditadura, não havia liberdade de expressão.<br /> Para além da censura existia também a PIDE. A polícia política em Portugal teve vários nomes mas a sua natureza e funções repressivas mantiveram-se as mesmas ao longo dos mais de quarenta anos de regime fascista. <br />
  7. 7. A PIDE surgiu em 1945, no contexto do final Segunda Guerra Mundial como tentativa de transmitir uma imagem menos opressora. Finalmente em 1969 passou a ser a designação oficial.<br /> A Revolução dos Cravos foi um período da história de Portugal, despoletado por um golpe de Estado militar ocorrido a 25 de Abril de 1974.<br />
  8. 8. Este golpe, normalmente conhecido pelos portugueses como 25 de Abril, foi conduzido por um movimento militar, o Movimento das Forças Armadas (MFA), composto por oficiais intermédios da hierarquia militar, na sua maior parte capitães que tinham participado na Guerra Colonial. <br /> Este movimento nasceu por volta de 1973, baseado inicialmente em reivindicações corporativistas como a luta pelo prestígio das forças armadas, acabando por se estender ao regime político em vigor.<br />
  9. 9. Sem apoios militares, e com a adesão em massa da população, a resistência do regime ao golpe foi praticamente inexistente, registando-se apenas quatro vítimas mortais.<br /> Após o golpe foi criada a Junta de Salvação Nacional, responsável pela nomeação do Presidente da República, pelo programa do Governo Provisório e respectiva orgânica. Assim, a 15 de Maio de 1974, o General António de Spínola foi nomeado Presidente da República que por sua vez atribuiu o cargo de primeiro-ministro a Adelino da Palma Carlos.<br />
  10. 10. Assim, a 15 de Maio de 1974, o General António de Spínola foi nomeado Presidente da República que por sua vez atribuiu o cargo de primeiro-ministro a Adelino da Palma Carlos.<br /> Seguiu-se um período de grande agitação social, política e militar conhecido como o PREC (Processo Revolucionário Em Curso), marcado por manifestações, ocupações, governos provisórios, nacionalizações, e confrontos militares, apenas terminado com uma tentativa de golpe de Estado fracassada a 25 de Novembro de 1975.<br />

×