SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 10
A 1.ª Guerra Mundial

Disciplina de História

Ano letivo 2011/2012

Professora Vera Pereira




Escola Secundária de São Pedro, Vila Real

                                                       Pedro Cruz Silvestre Nº 17 9ºD
                                                                                   1
ÍNDICE




1. INTRODUÇÃO ......................................................................................................................... 3
2.1. ANTECEDENTES ................................................................................................................. 3
2.2. FRENTES DA BATALHA .................................................................................................... 5
2.3. FASES DA GUERRA ............................................................................................................ 6
2.4. ARMAMENTO ...................................................................................................................... 7
2.5. PRINCIPAIS BATALHAS .................................................................................................... 8
2.6. CONSEQUÊNCIAS ............................................................................................................... 9
2.7. SOCIEDADE DAS NAÇÕES................................................................................................ 9
3. CONCLUSÃO ......................................................................................................................... 10
4. BIBLIOGRAFIA ..................................................................................................................... 10




                                                                                                                                            2
1. INTRODUÇÃO
      Neste trabalho irei falar sobre a 1.ª Guerra Mundial, o tema foi selecionado pela professora
Vera Pereira no âmbito da disciplina de História.

      Como toda a gente, já tinha ouvido falar sobre histórias terríveis acerca desta guerra, e
exemplo disso é a história do meu bisavô paterno que fugiu para o Brasil para não ir à guerra.
Também já vi alguns filmes e videojogos sobre este tema. Achei o tema bastante interessante e
complexo. Penso que este trabalho vai ajudar-me a perceber melhor o passado, as influências atuais
da guerra e, claro, espero ainda fazer um bom trabalho e aprender coisas novas sobre a 1.ª Grande
Guerra.

2. DESENVOLVIMENTO

      O desenvolvimento do trabalho vai ser apresentado nos seguintes pontos: antecedentes,
frentes da batalha, fases da guerra, armamento, principais batalhas, consequências e a sociedade das
nações.


2.1. ANTECEDENTES
      Desde finais do século XIX aumentavam as disputas pela posse de territórios, assim como as
rivalidades universais por questões de patriotismo que envolviam alterações de fronteiras,
diferenças religiosas, políticas e étnicas.

      Por estas e por outras razões, os países mais poderosos da Europa entraram em vários
conflitos:

       A Grã-Bretanha e a França rivalizavam pela posse de territórios ultramarinos;
      A França queria reconquistar a Alsácia e a Lorena, territórios dominados pela Alemanha
desde 1871;
       A Alemanha disputava também territórios no ultramar com a França e a Inglaterra e defendia
a ideia de superioridade da raça germânica;
      A Península Balcânica, formada por um mosaico de povos e nações, encontrava-se sob o
domínio dos impérios Austro-Húngaro e Otomano, cujos territórios eram disputados.

      Devido a esta competitividade, os países começaram a fortificar os seus exércitos, e houve a
chamada corrida armamentista. Formaram ainda alianças de acordo com os seus interesses. A
Tríplice Aliança formada em 1882 e constituída pela Alemanha, pelo Império Austro-Húngaro e
pela Itália e ainda a Tríplice Entente formada em 1907 e composta pela França, Grã-Bretanha e
Rússia (Fig. 1).
                                                                                                  3
Neste clima tenso qualquer incidente poderia resultar num conflito entre nações, a gota de
água foi então o assassinato do Arquiduque Francisco Fernando da Áustria e da sua esposa Sofia,
Duquesa de Hohenberg, assassinados pelo sérvio Gavrilo Princip, que pertencia ao grupo
nacionalista-terrorista armado Mão Negra, na Bósnia, Saravejo, no dia 28 de Junho de 1914. O
território da Sérvia era há anos disputado pelo Império Russo e pela Áustria-Hungria e era aliada do
Império Russo e inimiga da Áustria. Visto que um sérvio assassinou o herdeiro ao trono da Áustria,
esta declarou guerra à Sérvia. A Europa entrava assim em guerra, dando início à 1.ª Guerra
Mundial.




                        Figura 1. A castanho a Tríplice Aliança e a verde escuro a Tríplice Entente.


     Historiadores e políticos têm discutido outras causas da guerra durante anos, tais como:

     O crescimento do nacionalismo na Europa;
     Disputas territoriais não resolvidas;
     Problemático sistema de alianças;
     Rivalidade política, económica e militar na indústria e no comércio;
     Planeamento militar anterior;
     Governos não-unificados;
     Corrida armamentista;
     Movimentos Ultra-nacionalistas, como o Irredentismo;
     Atrasos e divergências nas comunicações diplomáticas.




                                                                                                       4
2.2. FRENTES DA BATALHA
     A 1.ª Grande Guerra foi disputada entre a Tríplice Entente (que passou a chamar-se Aliados) e
a Tríplice Aliança (que passou a designar-se por Potências Centrais).

     Os conflitos na Europa distribuíam-se por três frentes distintas:

     A frente ocidental localizada entre o mar do Norte até à fronteira norte da Suíça e desta ao
mar Adriático, ou seja, da Bélgica à fronteira noroeste da Suíça. Esta frente foi o principal palco de
guerra, onde os alemães avançaram sem piedade até serem detidos perto de Paris. Nos quatro anos
seguintes assistiu-se a uma guerra de trincheiras e fortificações com pequeníssimos avanços e
recuos para ambas as partes do confronto;




            Figura 2. A vermelho a frente ocidental da guerra, que pouco mudou ao longo do período 1915-1918.


     A frente oriental ou frente leste, situada na Europa Central e na Europa Oriental tinha um
cenário de guerra delimitado pelo mar Báltico no ocidente, Moscovo no oriente, São Petersburgo a
norte e o mar Negro a sul.
As linhas de batalha na frente oriental comparadas com as da frente ocidental tinham muita mais
fluidez e as trincheiras nunca chegaram a ser usadas. A frente oriental ocupou várias posições ao
longo dos anos 1914 até 1918;
     A frente sul ou também chamada balcânica era localizada entre o mar Adriático até à Turquia.
Os italianos resistiram durante dois anos aos austríacos, mas em outubro de 1917 (batalha de
Laporetto) foram forçados a retirarem-se para o rio Piave, numa operação onde foram feitos cerca
de 200 000 prisioneiros.
                                                                                                                5
2.3. FASES DA GUERRA
     A 1ª. Guerra Mundial é composta por três fases:

      A primeira fase da guerra de 1914 a 1915 ficou conhecida como guerra de movimentos ou
guerra-relâmpago. Foi marcada pelo rápido avanço das tropas alemãs. Apesar do exército Alemão
ter continuado a rápida marcha rumo à França, a invasão germânica provocou a decisão britânica de
interferir em ajuda da Tríplice Entente;
Na Europa Oriental, a Alemanha ocupou a Polónia, mas os seus planos de expansão viram-se
alterados devido ao rigoroso Inverno russo. O conflito iria ser mais longo do que o previsto e a
Alemanha podia esquecer o conceito de guerra-relâmpago;
      A segunda fase da guerra de 1915 até 1917 é chamada a guerra de posições ou guerra das
trincheiras. Entre 1915 e 1917 ocorreram grandes ofensivas ao longo da frente. Durante esta fase
ambos os lados beligerantes aperfeiçoaram o armamento Os atacantes aplicaram enormes
bombardeamentos de artilharia, e avançaram com a infantaria. Graças à combinação de
entrincheiramentos (Fig.3), ninhos de metralhadoras, uso de arame farpado, e tendo em conta as
condições em que viviam os soldados (atolados na lama, sujeitos a frio, a ataques de artilharia e de
gás) houve severas baixas nas forças agressoras e nas forças defensivas contra-atacantes. Como
consequência, nenhum avanço significativo foi alcançado e esta foi a fase mais mortífera da guerra.
Nesta fase, outros países como Portugal, Grécia, Japão, China e Brasil juntaram-se aos Aliados. A
Itália em 1915, passou para os Aliados em troca de compensações territoriais. Em 1917, a guerra
mudou devido à retirada do Império Russo, tal fato deveu-se à Revolução Soviética. Os Estados
Unidos da América entraram no conflito a favor dos Aliados.
Por fim, a Bulgária e o Império Otomano juntaram-se às Potências Centrais;
      A terceira fase, também chamada guerra de movimentos, decorreu entre 1917 e 1918. Após a
entrada dos EUA, as Potências Centrais sofreram sucessivas derrotas. A Alemanha ia ficando cada
vez mais isolada no conflito. A comunidade alemã sofria as consequências do bloqueio económico
e as tropas não queriam combater. Os generais obrigaram o kaiser alemão, Guilherme II, a abdicar.
Em 11 de novembro de 1918, o novo Governo alemão assinou o Armistício, a Alemanha rendeu-se
e os países que participaram na guerra prepararam os acordos para restabelecer a paz.




                                                                                                  6
Figura 3. e 4. Vida dos soldados nas trincheiras.



2.4. ARMAMENTO
     Durante a 1ª. Guerra Mundial foram experimentadas muitas máquinas e equipamentos, que
foram utilizados pela primeira vez na guerra. Ambos os lados possuíam diferente armamento, que
passo a descrever:

     Canhões de longo alcance como o Krupp que disparava projéteis durante horas seguidas,
destruindo tudo o que estava ao seu alcance;
     A infantaria possuía diferentes metralhadoras, espingardas e pistolas que podiam matar dúzias
de homens em poucos minutos;
     Tanques que foram utilizados pela primeira vez, em 1916, pelos ingleses (Fig. 5);
     Lança-chamas que foram utilizados pelos alemães;
     Granadas, catapultas e gás tóxico;
     No mar, navios mercantes foram afundados por submarinos, que se moviam sem ser vistos
por baixo de água;
     Também foram usados porta-aviões;
     Foi esta a primeira guerra em que os homens travaram combates no ar, os pilotos atacavam
usando pistolas e metralhadoras. As pessoas que viviam perto dos campos de batalha foram
atacadas. Os alemães lançaram bombas sobre a Inglaterra dos seus dirigíveis Zeppelin (Fig.6).




                                                                                                7
Figura 5. Carro de combate britânico.             Figura 6. Dirigível Zeppelin na 1ª. Guerra Mundial.




2.5. PRINCIPAIS BATALHAS
      Entre outras, as principais batalhas da 1.ª Guerra Mundial foram:

      A primeira batalha do Marne, que foi uma batalha disputada entre 5 de setembro e 12 de
setembro de 1914 As tropas francesas e britânicas venceram a Alemanha, num dos momentos mais
decisivos da 1.ª Guerra Mundial. A segunda batalha do Marne decorreu entre 15 de julho e 5 de
agosto. As forças da Triplíce Entente (francesas, do Corpo Expedicionário Britânico e dos Estados
Unidos), derrotaram as tropas alemãs, cujo moral ficou gravemente afetado pela inesperada
resistência encontrada;
      A batalha de Verdun, a qual começou em 21 de fevereiro de 1916 e acabou em 18 de
dezembro de 1916, foi uma violenta batalha travada entre a Alemanha e a França. Foi a mais longa
batalha da 1.ª Grande Guerra e a segunda mais sangrenta, por causa disso tornou-se um símbolo de
determinação e sacrifício para os franceses;
      A batalha da Jutlândia, que foi a maior batalha naval da 1.ª Guerra Mundial e segundo alguns
critérios a maior batalha naval da História. Foi o único grande confronto entre couraçados. A
batalha teve lugar de 31 de maio a 1 de junho de 1916 e as forças navais combatentes foram as
esquadras britânicas e alemãs. Depois deste confronto os ingleses tornaram-se senhores dos mares
controlando toda a navegação;
      A prolongada batalha do Somme travada por ingleses e franceses contra as forças alemãs
durante a 1.ª Guerra Mundial na região do rio Somme, em França, no ano de 1916. Foi considerada
uma das maiores batalhas da 1.ª Guerra Mundial
      A batalha La Lys, que ocorreu entre 9 a 29 de abril de 1918, no vale da ribeira de La Lys,
Flandres, Bélgica. Esta batalha marcou a participação de Portugal na Primeira Guerra Mundial e
constituiu a maior catástrofe militar portuguesa depois da batalha de Alcácer-Quibir, pois, os
exércitos alemães provocaram uma estrondosa derrota às tropas portuguesas e, para piorar as coisas,
                                                                                                         8
as tropas portuguesas não se encontravam no seu melhor estado psicológico e tinham pior
equipamento.


2.6. CONSEQUÊNCIAS
     A 1.ª Guerra Mundial teve consequências significativas a nível mundial. As principais
consequências foram:

     A nível político – a alteração do mapa político da Europa e o aparecimento de novos Estados
levou à instabilidade política. A Europa perdeu a sua posição de hegemonia que ocupava no
panorama mundial. A extinção de grandes impérios, como o império Alemão, Austro-Húngaro e
Russo. O aparecimento de novos Estados/Países e os regimes autoritários passaram a democracias
liberais. E finalmente um aspeto positivo, no ocidente, as mulheres ganharam importância política,
conquistando o direito ao voto;
     A nível económico – a Europa ficou completamente desorganizada, com graves problemas no
setor agrícola e industrial. Nos campos e nas cidades as infraestruturas foram destruídas devido aos
bombardeamentos e à construção de trincheiras. Houve uma falta de produtos e subida dos preços, o
que levou à desvalorização das moedas europeias. Devido ao grande número de jovens mortos ou
inválidos houve uma diminuição da força de trabalho e várias regiões foram devastadas;
     Sociais e Demográficas – As classes médias empobreceram devido ao alastramento da fome,
ao desemprego e à diminuição de mão-de-obra ativa. Houve milhões de feridos, viúvas e órfãos.
Um número elevadíssimo de mortos, (9 milhões) entre eles, soldados, voluntários, enfermeiras e
outros civis. As mulheres entraram no mundo do trabalho.


2.7. SOCIEDADE DAS NAÇÕES
     Na sequência da 1.ª Guerra Mundial, o presidente norte-americano Woodrow Wilson propôs a
criação de um mecanismo internacional capaz de assegurar a paz. A ideia foi proposta a 28 de abril
de 1919, em Versalhes, nos arredores de Paris. A Sociedade das Nações tinha como principais
objetivos:

     Manter a paz e a segurança dos Estados de forma a evitar novos conflitos;
     Desenvolver a colaboração económica, financeira, cultural e social entre os países-membros;
     Garantir a proteção das minorias nacionais.

     A sede da organização passou em novembro de 1920 para a cidade de Genebra, na Suíça.
Procurava-se assim evitar a repetição do conflito, de acordo com os desejos da opinião pública, que
acreditara que a guerra de 1914-18 fora uma "guerra para acabar com todas as guerras", como então
                                                                                                   9
se dizia. A Sociedade das Nações veio a fracassar pela falta de autoridade real e pela inoperância
    para resolver conflitos regionais de amplitude e gravidade excecionais, como a conquista italiana da
    Etiópia, a agressão japonesa contra a Manchúria e a Guerra Civil de Espanha. Outro ponto fraco na
    vida da organização foram as relações com as potências agressoras, como a Alemanha nazi e o
    Japão e, mais tarde, a Itália fascista, que a abandonaram, para não se subordinarem aos ditames
    pacifistas que se encontravam no seu espírito.




    3. CONCLUSÃO
          Neste trabalho tive dificuldades em identificar as principais batalhas, mas através de uma
    pesquisa mais cuidada identifiquei as mais importantes. Fiquei a saber que a guerra é de fato terrível
    e afetou muita gente. Quanto ao meu trabalho, acho que ficou bem elaborado. Acho que é
    importante aprender História e conhecer as guerras porque ensina-nos a dar valor à paz. Outro
    aspeto interessante é constatar que países como a Inglaterra, França e Alemanha que hoje são
    “amigos” em tempos foram inimigos.


    4. BIBLIOGRAFIA
    http://pt.wikipedia.org/wiki/Primeira_Guerra_Mundial (02/10/2011).

    http://www.infopedia.pt/$primeira-guerra-mundial (02/10/2011).

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Categoria:Armas_da_Primeira_Guerra_Mundial (03/10/2011).

    http://www.infopedia.pt/$armamento (03/10/2011).

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Anexo:Lista_de_batalhas_da_Primeira_Guerra_Mundial (04/10/2011).

    http://www.infopedia.pt/$consequencias-da-primeira-guerra-mundial (04/10/2011).

    http://www.infopedia.pt/$liga-das-nacoes (05/10/2011).

     (Fig. capa)http://3.bp.blogspot.com/-S81bYim5IM4/TbxJ7BLJQzIaBrCnWrP8wQ/s400/ grande_guerra.jpg.

    (Fig. 1) http://www.tudook.com/guiadoensino/images/800px-map_europe_alliances_1914-en_svg.png.

    (Fig. 2) http://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/5/51/Western_front_1915-16.jpg.

    (Fig. 3) http://fotos.sapo.pt/sqfpBUVqZjeRBkzQTvsF/340x255.jpg.

    (Fig. 4) http://www.planetaeducacao.com.br/portal/imagens/artigos/historia/vida_trincheiras_01.jpg.

    (Fig.5)http://3.bp.blogspot.com/-h3Cv9eVvml8/TgThzbOCzCI/B88/4OTf_D0VYVY /s1600/Foto+71.jpg.

    (Fig. 6)http://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/thumb/a/a7/German_photo_with_English_Tank.jpg

     Amaral, C., Castro, J., Alves, B., Neves, P., A. (coord.), Barca, I. (rev. científica), 2010. Descobrir a
História 9, 9º Ano, Porto Editora, 1ª edição. Porto.

    Rodrigues, F. , Enciclopédia de História A-Z, F.G.P Editora , Espanha.
                                                                                                           10

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A intervenção de Portugal na 1ª Guerra Mundial
A intervenção de Portugal na 1ª Guerra Mundial   A intervenção de Portugal na 1ª Guerra Mundial
A intervenção de Portugal na 1ª Guerra Mundial Susana Simões
 
Consequências da 1° guerra mundial
Consequências da 1° guerra mundialConsequências da 1° guerra mundial
Consequências da 1° guerra mundialDaniely Vatras
 
Portugal 1ªguerra mundial - final
Portugal 1ªguerra mundial - finalPortugal 1ªguerra mundial - final
Portugal 1ªguerra mundial - finalSusana Simões
 
Uniao iberica
Uniao ibericaUniao iberica
Uniao ibericacattonia
 
1 primeira guerra mundial
1   primeira guerra mundial 1   primeira guerra mundial
1 primeira guerra mundial Marilia Pimentel
 
As Invasões Francesas
As Invasões FrancesasAs Invasões Francesas
As Invasões FrancesasJorge Almeida
 
1ª guerra mundial (1914 1918)
1ª guerra mundial (1914 1918)1ª guerra mundial (1914 1918)
1ª guerra mundial (1914 1918)Valéria Shoujofan
 
9 ano 9_2_as transformações do após-guerra
9 ano 9_2_as transformações do após-guerra9 ano 9_2_as transformações do após-guerra
9 ano 9_2_as transformações do após-guerraVítor Santos
 
As consequências da 1ª guerra mundial
As consequências da 1ª guerra mundialAs consequências da 1ª guerra mundial
As consequências da 1ª guerra mundialSusana Simões
 
A crise do século XIV
A crise do século XIVA crise do século XIV
A crise do século XIVMaria Gomes
 
Primeira guerra mundial
Primeira guerra mundialPrimeira guerra mundial
Primeira guerra mundialantioxidante
 
A europa e o mundo no limiar do séc. xx
A europa e o mundo no limiar do séc. xxA europa e o mundo no limiar do séc. xx
A europa e o mundo no limiar do séc. xxLucilia Fonseca
 
Ppt aula de história final
Ppt   aula de história finalPpt   aula de história final
Ppt aula de história finalturma5C
 
A Restauração Da Independência
A Restauração Da IndependênciaA Restauração Da Independência
A Restauração Da IndependênciaRui Neto
 
Da união ibérica à restauração da independência
Da união ibérica à restauração da independênciaDa união ibérica à restauração da independência
Da união ibérica à restauração da independênciaxicao97
 

Mais procurados (20)

A intervenção de Portugal na 1ª Guerra Mundial
A intervenção de Portugal na 1ª Guerra Mundial   A intervenção de Portugal na 1ª Guerra Mundial
A intervenção de Portugal na 1ª Guerra Mundial
 
Consequências da 1° guerra mundial
Consequências da 1° guerra mundialConsequências da 1° guerra mundial
Consequências da 1° guerra mundial
 
Portugal 1ªguerra mundial - final
Portugal 1ªguerra mundial - finalPortugal 1ªguerra mundial - final
Portugal 1ªguerra mundial - final
 
Uniao iberica
Uniao ibericaUniao iberica
Uniao iberica
 
II Guerra Mundial
II Guerra MundialII Guerra Mundial
II Guerra Mundial
 
1 primeira guerra mundial
1   primeira guerra mundial 1   primeira guerra mundial
1 primeira guerra mundial
 
Invasões Francesas
Invasões FrancesasInvasões Francesas
Invasões Francesas
 
As Invasões Francesas
As Invasões FrancesasAs Invasões Francesas
As Invasões Francesas
 
1ª guerra mundial (1914 1918)
1ª guerra mundial (1914 1918)1ª guerra mundial (1914 1918)
1ª guerra mundial (1914 1918)
 
9 ano 9_2_as transformações do após-guerra
9 ano 9_2_as transformações do após-guerra9 ano 9_2_as transformações do após-guerra
9 ano 9_2_as transformações do após-guerra
 
As consequências da 1ª guerra mundial
As consequências da 1ª guerra mundialAs consequências da 1ª guerra mundial
As consequências da 1ª guerra mundial
 
A Crise Da Monarquia
A Crise Da MonarquiaA Crise Da Monarquia
A Crise Da Monarquia
 
A crise do século XIV
A crise do século XIVA crise do século XIV
A crise do século XIV
 
Primeira guerra mundial
Primeira guerra mundialPrimeira guerra mundial
Primeira guerra mundial
 
11 ha m4 u2 1
11 ha m4 u2 111 ha m4 u2 1
11 ha m4 u2 1
 
Crise 1929
Crise 1929Crise 1929
Crise 1929
 
A europa e o mundo no limiar do séc. xx
A europa e o mundo no limiar do séc. xxA europa e o mundo no limiar do séc. xx
A europa e o mundo no limiar do séc. xx
 
Ppt aula de história final
Ppt   aula de história finalPpt   aula de história final
Ppt aula de história final
 
A Restauração Da Independência
A Restauração Da IndependênciaA Restauração Da Independência
A Restauração Da Independência
 
Da união ibérica à restauração da independência
Da união ibérica à restauração da independênciaDa união ibérica à restauração da independência
Da união ibérica à restauração da independência
 

Semelhante a 1ª Guerra Mundial

A Primeira Guerra Mundial - Prof. Altair Aguilar
A Primeira Guerra Mundial - Prof. Altair AguilarA Primeira Guerra Mundial - Prof. Altair Aguilar
A Primeira Guerra Mundial - Prof. Altair AguilarAltair Moisés Aguilar
 
A Primeira Guerra em imagens
A Primeira Guerra em imagensA Primeira Guerra em imagens
A Primeira Guerra em imagensAlex Macedo
 
Primeira Guerra Mundial
Primeira Guerra MundialPrimeira Guerra Mundial
Primeira Guerra MundialJoao Paulo
 
Primeira Guerra Mundial
Primeira Guerra MundialPrimeira Guerra Mundial
Primeira Guerra MundialJoao Paulo
 
Imperialismo e primeira Guerra mundial..
Imperialismo e primeira Guerra mundial..Imperialismo e primeira Guerra mundial..
Imperialismo e primeira Guerra mundial..JsicaFernandesDosSan
 
primeira guerra.pdf
primeira guerra.pdfprimeira guerra.pdf
primeira guerra.pdfAndersonJCR
 
Primeira Guerra Mundial.pdf
Primeira Guerra Mundial.pdfPrimeira Guerra Mundial.pdf
Primeira Guerra Mundial.pdfwladson2011
 
Primeira guerra mundial (1914 – 1918 )
Primeira guerra mundial (1914 – 1918 )Primeira guerra mundial (1914 – 1918 )
Primeira guerra mundial (1914 – 1918 )SENAI/SC
 
A primeira guerra mundial
A primeira guerra mundialA primeira guerra mundial
A primeira guerra mundialJosé Gomes
 
1ª guerra mundial (césar e simone)
1ª guerra mundial (césar e simone)1ª guerra mundial (césar e simone)
1ª guerra mundial (césar e simone)Sílvia Sousa
 
Apresentação 1ºguerra mundial
Apresentação 1ºguerra mundialApresentação 1ºguerra mundial
Apresentação 1ºguerra mundialluizinhovlr
 
A_1a_GUERRA_MUNDIAL_Cel_Machado_-_2023.pdf
A_1a_GUERRA_MUNDIAL_Cel_Machado_-_2023.pdfA_1a_GUERRA_MUNDIAL_Cel_Machado_-_2023.pdf
A_1a_GUERRA_MUNDIAL_Cel_Machado_-_2023.pdfBIGPREC
 

Semelhante a 1ª Guerra Mundial (20)

1 guerra mundial
1 guerra mundial1 guerra mundial
1 guerra mundial
 
1° GUERRA MUNDIAL.pptx
1° GUERRA MUNDIAL.pptx1° GUERRA MUNDIAL.pptx
1° GUERRA MUNDIAL.pptx
 
A Primeira Guerra Mundial - Prof. Altair Aguilar
A Primeira Guerra Mundial - Prof. Altair AguilarA Primeira Guerra Mundial - Prof. Altair Aguilar
A Primeira Guerra Mundial - Prof. Altair Aguilar
 
HIS - 1 GRANDE GUERRA
HIS - 1 GRANDE GUERRAHIS - 1 GRANDE GUERRA
HIS - 1 GRANDE GUERRA
 
Primeira guerra
Primeira guerra Primeira guerra
Primeira guerra
 
A Primeira Guerra em imagens
A Primeira Guerra em imagensA Primeira Guerra em imagens
A Primeira Guerra em imagens
 
Primeira Guerra Mundial
Primeira Guerra MundialPrimeira Guerra Mundial
Primeira Guerra Mundial
 
Primeira Guerra Mundial
Primeira Guerra MundialPrimeira Guerra Mundial
Primeira Guerra Mundial
 
Imperialismo e primeira Guerra mundial..
Imperialismo e primeira Guerra mundial..Imperialismo e primeira Guerra mundial..
Imperialismo e primeira Guerra mundial..
 
Aula12 primeira guerra
Aula12 primeira guerraAula12 primeira guerra
Aula12 primeira guerra
 
primeira guerra.pdf
primeira guerra.pdfprimeira guerra.pdf
primeira guerra.pdf
 
Primeira Guerra Mundial.pdf
Primeira Guerra Mundial.pdfPrimeira Guerra Mundial.pdf
Primeira Guerra Mundial.pdf
 
Iª GM.pdf
Iª GM.pdfIª GM.pdf
Iª GM.pdf
 
Primeira guerra mundial (1914 – 1918 )
Primeira guerra mundial (1914 – 1918 )Primeira guerra mundial (1914 – 1918 )
Primeira guerra mundial (1914 – 1918 )
 
A primeira guerra mundial
A primeira guerra mundialA primeira guerra mundial
A primeira guerra mundial
 
Primeira guerra mundial
Primeira guerra mundialPrimeira guerra mundial
Primeira guerra mundial
 
1ª guerra mundial (césar e simone)
1ª guerra mundial (césar e simone)1ª guerra mundial (césar e simone)
1ª guerra mundial (césar e simone)
 
Dsdsdsdsds
DsdsdsdsdsDsdsdsdsds
Dsdsdsdsds
 
Apresentação 1ºguerra mundial
Apresentação 1ºguerra mundialApresentação 1ºguerra mundial
Apresentação 1ºguerra mundial
 
A_1a_GUERRA_MUNDIAL_Cel_Machado_-_2023.pdf
A_1a_GUERRA_MUNDIAL_Cel_Machado_-_2023.pdfA_1a_GUERRA_MUNDIAL_Cel_Machado_-_2023.pdf
A_1a_GUERRA_MUNDIAL_Cel_Machado_-_2023.pdf
 

Último

13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................mariagrave
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfManuais Formação
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na Áfricajuekfuek
 
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...WelitaDiaz1
 
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Teatro como estrategias de ensino secundario
Teatro como estrategias de ensino secundarioTeatro como estrategias de ensino secundario
Teatro como estrategias de ensino secundarioWyngDaFelyzitahLamba
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...Eró Cunha
 
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptxSlides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSPedroMatos469278
 
nocoes-basicas-de-hereditariedade 9º ano.ppt
nocoes-basicas-de-hereditariedade 9º ano.pptnocoes-basicas-de-hereditariedade 9º ano.ppt
nocoes-basicas-de-hereditariedade 9º ano.pptElifabio Sobreira Pereira
 
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco LeiteReligiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leiteprofesfrancleite
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxCarolineWaitman
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxprofbrunogeo95
 
Apresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
Apresentação | Símbolos e Valores da União EuropeiaApresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
Apresentação | Símbolos e Valores da União EuropeiaCentro Jacques Delors
 
Quiz | Dia da Europa 2024 (comemoração)
Quiz | Dia da Europa 2024  (comemoração)Quiz | Dia da Europa 2024  (comemoração)
Quiz | Dia da Europa 2024 (comemoração)Centro Jacques Delors
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilMariaHelena293800
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMary Alvarenga
 
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São PauloCurrículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Pauloririg29454
 
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da CapivaraPré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivararambomarcos
 

Último (20)

13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
 
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
 
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
 
Teatro como estrategias de ensino secundario
Teatro como estrategias de ensino secundarioTeatro como estrategias de ensino secundario
Teatro como estrategias de ensino secundario
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
 
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptxSlides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
 
nocoes-basicas-de-hereditariedade 9º ano.ppt
nocoes-basicas-de-hereditariedade 9º ano.pptnocoes-basicas-de-hereditariedade 9º ano.ppt
nocoes-basicas-de-hereditariedade 9º ano.ppt
 
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco LeiteReligiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
 
Apresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
Apresentação | Símbolos e Valores da União EuropeiaApresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
Apresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
 
Quiz | Dia da Europa 2024 (comemoração)
Quiz | Dia da Europa 2024  (comemoração)Quiz | Dia da Europa 2024  (comemoração)
Quiz | Dia da Europa 2024 (comemoração)
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
 
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São PauloCurrículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
 
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da CapivaraPré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara
 

1ª Guerra Mundial

  • 1. A 1.ª Guerra Mundial Disciplina de História Ano letivo 2011/2012 Professora Vera Pereira Escola Secundária de São Pedro, Vila Real Pedro Cruz Silvestre Nº 17 9ºD 1
  • 2. ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO ......................................................................................................................... 3 2.1. ANTECEDENTES ................................................................................................................. 3 2.2. FRENTES DA BATALHA .................................................................................................... 5 2.3. FASES DA GUERRA ............................................................................................................ 6 2.4. ARMAMENTO ...................................................................................................................... 7 2.5. PRINCIPAIS BATALHAS .................................................................................................... 8 2.6. CONSEQUÊNCIAS ............................................................................................................... 9 2.7. SOCIEDADE DAS NAÇÕES................................................................................................ 9 3. CONCLUSÃO ......................................................................................................................... 10 4. BIBLIOGRAFIA ..................................................................................................................... 10 2
  • 3. 1. INTRODUÇÃO Neste trabalho irei falar sobre a 1.ª Guerra Mundial, o tema foi selecionado pela professora Vera Pereira no âmbito da disciplina de História. Como toda a gente, já tinha ouvido falar sobre histórias terríveis acerca desta guerra, e exemplo disso é a história do meu bisavô paterno que fugiu para o Brasil para não ir à guerra. Também já vi alguns filmes e videojogos sobre este tema. Achei o tema bastante interessante e complexo. Penso que este trabalho vai ajudar-me a perceber melhor o passado, as influências atuais da guerra e, claro, espero ainda fazer um bom trabalho e aprender coisas novas sobre a 1.ª Grande Guerra. 2. DESENVOLVIMENTO O desenvolvimento do trabalho vai ser apresentado nos seguintes pontos: antecedentes, frentes da batalha, fases da guerra, armamento, principais batalhas, consequências e a sociedade das nações. 2.1. ANTECEDENTES Desde finais do século XIX aumentavam as disputas pela posse de territórios, assim como as rivalidades universais por questões de patriotismo que envolviam alterações de fronteiras, diferenças religiosas, políticas e étnicas. Por estas e por outras razões, os países mais poderosos da Europa entraram em vários conflitos: A Grã-Bretanha e a França rivalizavam pela posse de territórios ultramarinos; A França queria reconquistar a Alsácia e a Lorena, territórios dominados pela Alemanha desde 1871; A Alemanha disputava também territórios no ultramar com a França e a Inglaterra e defendia a ideia de superioridade da raça germânica; A Península Balcânica, formada por um mosaico de povos e nações, encontrava-se sob o domínio dos impérios Austro-Húngaro e Otomano, cujos territórios eram disputados. Devido a esta competitividade, os países começaram a fortificar os seus exércitos, e houve a chamada corrida armamentista. Formaram ainda alianças de acordo com os seus interesses. A Tríplice Aliança formada em 1882 e constituída pela Alemanha, pelo Império Austro-Húngaro e pela Itália e ainda a Tríplice Entente formada em 1907 e composta pela França, Grã-Bretanha e Rússia (Fig. 1). 3
  • 4. Neste clima tenso qualquer incidente poderia resultar num conflito entre nações, a gota de água foi então o assassinato do Arquiduque Francisco Fernando da Áustria e da sua esposa Sofia, Duquesa de Hohenberg, assassinados pelo sérvio Gavrilo Princip, que pertencia ao grupo nacionalista-terrorista armado Mão Negra, na Bósnia, Saravejo, no dia 28 de Junho de 1914. O território da Sérvia era há anos disputado pelo Império Russo e pela Áustria-Hungria e era aliada do Império Russo e inimiga da Áustria. Visto que um sérvio assassinou o herdeiro ao trono da Áustria, esta declarou guerra à Sérvia. A Europa entrava assim em guerra, dando início à 1.ª Guerra Mundial. Figura 1. A castanho a Tríplice Aliança e a verde escuro a Tríplice Entente. Historiadores e políticos têm discutido outras causas da guerra durante anos, tais como: O crescimento do nacionalismo na Europa; Disputas territoriais não resolvidas; Problemático sistema de alianças; Rivalidade política, económica e militar na indústria e no comércio; Planeamento militar anterior; Governos não-unificados; Corrida armamentista; Movimentos Ultra-nacionalistas, como o Irredentismo; Atrasos e divergências nas comunicações diplomáticas. 4
  • 5. 2.2. FRENTES DA BATALHA A 1.ª Grande Guerra foi disputada entre a Tríplice Entente (que passou a chamar-se Aliados) e a Tríplice Aliança (que passou a designar-se por Potências Centrais). Os conflitos na Europa distribuíam-se por três frentes distintas: A frente ocidental localizada entre o mar do Norte até à fronteira norte da Suíça e desta ao mar Adriático, ou seja, da Bélgica à fronteira noroeste da Suíça. Esta frente foi o principal palco de guerra, onde os alemães avançaram sem piedade até serem detidos perto de Paris. Nos quatro anos seguintes assistiu-se a uma guerra de trincheiras e fortificações com pequeníssimos avanços e recuos para ambas as partes do confronto; Figura 2. A vermelho a frente ocidental da guerra, que pouco mudou ao longo do período 1915-1918. A frente oriental ou frente leste, situada na Europa Central e na Europa Oriental tinha um cenário de guerra delimitado pelo mar Báltico no ocidente, Moscovo no oriente, São Petersburgo a norte e o mar Negro a sul. As linhas de batalha na frente oriental comparadas com as da frente ocidental tinham muita mais fluidez e as trincheiras nunca chegaram a ser usadas. A frente oriental ocupou várias posições ao longo dos anos 1914 até 1918; A frente sul ou também chamada balcânica era localizada entre o mar Adriático até à Turquia. Os italianos resistiram durante dois anos aos austríacos, mas em outubro de 1917 (batalha de Laporetto) foram forçados a retirarem-se para o rio Piave, numa operação onde foram feitos cerca de 200 000 prisioneiros. 5
  • 6. 2.3. FASES DA GUERRA A 1ª. Guerra Mundial é composta por três fases: A primeira fase da guerra de 1914 a 1915 ficou conhecida como guerra de movimentos ou guerra-relâmpago. Foi marcada pelo rápido avanço das tropas alemãs. Apesar do exército Alemão ter continuado a rápida marcha rumo à França, a invasão germânica provocou a decisão britânica de interferir em ajuda da Tríplice Entente; Na Europa Oriental, a Alemanha ocupou a Polónia, mas os seus planos de expansão viram-se alterados devido ao rigoroso Inverno russo. O conflito iria ser mais longo do que o previsto e a Alemanha podia esquecer o conceito de guerra-relâmpago; A segunda fase da guerra de 1915 até 1917 é chamada a guerra de posições ou guerra das trincheiras. Entre 1915 e 1917 ocorreram grandes ofensivas ao longo da frente. Durante esta fase ambos os lados beligerantes aperfeiçoaram o armamento Os atacantes aplicaram enormes bombardeamentos de artilharia, e avançaram com a infantaria. Graças à combinação de entrincheiramentos (Fig.3), ninhos de metralhadoras, uso de arame farpado, e tendo em conta as condições em que viviam os soldados (atolados na lama, sujeitos a frio, a ataques de artilharia e de gás) houve severas baixas nas forças agressoras e nas forças defensivas contra-atacantes. Como consequência, nenhum avanço significativo foi alcançado e esta foi a fase mais mortífera da guerra. Nesta fase, outros países como Portugal, Grécia, Japão, China e Brasil juntaram-se aos Aliados. A Itália em 1915, passou para os Aliados em troca de compensações territoriais. Em 1917, a guerra mudou devido à retirada do Império Russo, tal fato deveu-se à Revolução Soviética. Os Estados Unidos da América entraram no conflito a favor dos Aliados. Por fim, a Bulgária e o Império Otomano juntaram-se às Potências Centrais; A terceira fase, também chamada guerra de movimentos, decorreu entre 1917 e 1918. Após a entrada dos EUA, as Potências Centrais sofreram sucessivas derrotas. A Alemanha ia ficando cada vez mais isolada no conflito. A comunidade alemã sofria as consequências do bloqueio económico e as tropas não queriam combater. Os generais obrigaram o kaiser alemão, Guilherme II, a abdicar. Em 11 de novembro de 1918, o novo Governo alemão assinou o Armistício, a Alemanha rendeu-se e os países que participaram na guerra prepararam os acordos para restabelecer a paz. 6
  • 7. Figura 3. e 4. Vida dos soldados nas trincheiras. 2.4. ARMAMENTO Durante a 1ª. Guerra Mundial foram experimentadas muitas máquinas e equipamentos, que foram utilizados pela primeira vez na guerra. Ambos os lados possuíam diferente armamento, que passo a descrever: Canhões de longo alcance como o Krupp que disparava projéteis durante horas seguidas, destruindo tudo o que estava ao seu alcance; A infantaria possuía diferentes metralhadoras, espingardas e pistolas que podiam matar dúzias de homens em poucos minutos; Tanques que foram utilizados pela primeira vez, em 1916, pelos ingleses (Fig. 5); Lança-chamas que foram utilizados pelos alemães; Granadas, catapultas e gás tóxico; No mar, navios mercantes foram afundados por submarinos, que se moviam sem ser vistos por baixo de água; Também foram usados porta-aviões; Foi esta a primeira guerra em que os homens travaram combates no ar, os pilotos atacavam usando pistolas e metralhadoras. As pessoas que viviam perto dos campos de batalha foram atacadas. Os alemães lançaram bombas sobre a Inglaterra dos seus dirigíveis Zeppelin (Fig.6). 7
  • 8. Figura 5. Carro de combate britânico. Figura 6. Dirigível Zeppelin na 1ª. Guerra Mundial. 2.5. PRINCIPAIS BATALHAS Entre outras, as principais batalhas da 1.ª Guerra Mundial foram: A primeira batalha do Marne, que foi uma batalha disputada entre 5 de setembro e 12 de setembro de 1914 As tropas francesas e britânicas venceram a Alemanha, num dos momentos mais decisivos da 1.ª Guerra Mundial. A segunda batalha do Marne decorreu entre 15 de julho e 5 de agosto. As forças da Triplíce Entente (francesas, do Corpo Expedicionário Britânico e dos Estados Unidos), derrotaram as tropas alemãs, cujo moral ficou gravemente afetado pela inesperada resistência encontrada; A batalha de Verdun, a qual começou em 21 de fevereiro de 1916 e acabou em 18 de dezembro de 1916, foi uma violenta batalha travada entre a Alemanha e a França. Foi a mais longa batalha da 1.ª Grande Guerra e a segunda mais sangrenta, por causa disso tornou-se um símbolo de determinação e sacrifício para os franceses; A batalha da Jutlândia, que foi a maior batalha naval da 1.ª Guerra Mundial e segundo alguns critérios a maior batalha naval da História. Foi o único grande confronto entre couraçados. A batalha teve lugar de 31 de maio a 1 de junho de 1916 e as forças navais combatentes foram as esquadras britânicas e alemãs. Depois deste confronto os ingleses tornaram-se senhores dos mares controlando toda a navegação; A prolongada batalha do Somme travada por ingleses e franceses contra as forças alemãs durante a 1.ª Guerra Mundial na região do rio Somme, em França, no ano de 1916. Foi considerada uma das maiores batalhas da 1.ª Guerra Mundial A batalha La Lys, que ocorreu entre 9 a 29 de abril de 1918, no vale da ribeira de La Lys, Flandres, Bélgica. Esta batalha marcou a participação de Portugal na Primeira Guerra Mundial e constituiu a maior catástrofe militar portuguesa depois da batalha de Alcácer-Quibir, pois, os exércitos alemães provocaram uma estrondosa derrota às tropas portuguesas e, para piorar as coisas, 8
  • 9. as tropas portuguesas não se encontravam no seu melhor estado psicológico e tinham pior equipamento. 2.6. CONSEQUÊNCIAS A 1.ª Guerra Mundial teve consequências significativas a nível mundial. As principais consequências foram: A nível político – a alteração do mapa político da Europa e o aparecimento de novos Estados levou à instabilidade política. A Europa perdeu a sua posição de hegemonia que ocupava no panorama mundial. A extinção de grandes impérios, como o império Alemão, Austro-Húngaro e Russo. O aparecimento de novos Estados/Países e os regimes autoritários passaram a democracias liberais. E finalmente um aspeto positivo, no ocidente, as mulheres ganharam importância política, conquistando o direito ao voto; A nível económico – a Europa ficou completamente desorganizada, com graves problemas no setor agrícola e industrial. Nos campos e nas cidades as infraestruturas foram destruídas devido aos bombardeamentos e à construção de trincheiras. Houve uma falta de produtos e subida dos preços, o que levou à desvalorização das moedas europeias. Devido ao grande número de jovens mortos ou inválidos houve uma diminuição da força de trabalho e várias regiões foram devastadas; Sociais e Demográficas – As classes médias empobreceram devido ao alastramento da fome, ao desemprego e à diminuição de mão-de-obra ativa. Houve milhões de feridos, viúvas e órfãos. Um número elevadíssimo de mortos, (9 milhões) entre eles, soldados, voluntários, enfermeiras e outros civis. As mulheres entraram no mundo do trabalho. 2.7. SOCIEDADE DAS NAÇÕES Na sequência da 1.ª Guerra Mundial, o presidente norte-americano Woodrow Wilson propôs a criação de um mecanismo internacional capaz de assegurar a paz. A ideia foi proposta a 28 de abril de 1919, em Versalhes, nos arredores de Paris. A Sociedade das Nações tinha como principais objetivos: Manter a paz e a segurança dos Estados de forma a evitar novos conflitos; Desenvolver a colaboração económica, financeira, cultural e social entre os países-membros; Garantir a proteção das minorias nacionais. A sede da organização passou em novembro de 1920 para a cidade de Genebra, na Suíça. Procurava-se assim evitar a repetição do conflito, de acordo com os desejos da opinião pública, que acreditara que a guerra de 1914-18 fora uma "guerra para acabar com todas as guerras", como então 9
  • 10. se dizia. A Sociedade das Nações veio a fracassar pela falta de autoridade real e pela inoperância para resolver conflitos regionais de amplitude e gravidade excecionais, como a conquista italiana da Etiópia, a agressão japonesa contra a Manchúria e a Guerra Civil de Espanha. Outro ponto fraco na vida da organização foram as relações com as potências agressoras, como a Alemanha nazi e o Japão e, mais tarde, a Itália fascista, que a abandonaram, para não se subordinarem aos ditames pacifistas que se encontravam no seu espírito. 3. CONCLUSÃO Neste trabalho tive dificuldades em identificar as principais batalhas, mas através de uma pesquisa mais cuidada identifiquei as mais importantes. Fiquei a saber que a guerra é de fato terrível e afetou muita gente. Quanto ao meu trabalho, acho que ficou bem elaborado. Acho que é importante aprender História e conhecer as guerras porque ensina-nos a dar valor à paz. Outro aspeto interessante é constatar que países como a Inglaterra, França e Alemanha que hoje são “amigos” em tempos foram inimigos. 4. BIBLIOGRAFIA http://pt.wikipedia.org/wiki/Primeira_Guerra_Mundial (02/10/2011). http://www.infopedia.pt/$primeira-guerra-mundial (02/10/2011). http://pt.wikipedia.org/wiki/Categoria:Armas_da_Primeira_Guerra_Mundial (03/10/2011). http://www.infopedia.pt/$armamento (03/10/2011). http://pt.wikipedia.org/wiki/Anexo:Lista_de_batalhas_da_Primeira_Guerra_Mundial (04/10/2011). http://www.infopedia.pt/$consequencias-da-primeira-guerra-mundial (04/10/2011). http://www.infopedia.pt/$liga-das-nacoes (05/10/2011). (Fig. capa)http://3.bp.blogspot.com/-S81bYim5IM4/TbxJ7BLJQzIaBrCnWrP8wQ/s400/ grande_guerra.jpg. (Fig. 1) http://www.tudook.com/guiadoensino/images/800px-map_europe_alliances_1914-en_svg.png. (Fig. 2) http://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/5/51/Western_front_1915-16.jpg. (Fig. 3) http://fotos.sapo.pt/sqfpBUVqZjeRBkzQTvsF/340x255.jpg. (Fig. 4) http://www.planetaeducacao.com.br/portal/imagens/artigos/historia/vida_trincheiras_01.jpg. (Fig.5)http://3.bp.blogspot.com/-h3Cv9eVvml8/TgThzbOCzCI/B88/4OTf_D0VYVY /s1600/Foto+71.jpg. (Fig. 6)http://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/thumb/a/a7/German_photo_with_English_Tank.jpg Amaral, C., Castro, J., Alves, B., Neves, P., A. (coord.), Barca, I. (rev. científica), 2010. Descobrir a História 9, 9º Ano, Porto Editora, 1ª edição. Porto. Rodrigues, F. , Enciclopédia de História A-Z, F.G.P Editora , Espanha. 10