Pedro Cé

745 visualizações

Publicada em

Publicada em: Arte e fotografia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
745
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Pedro Cé

  1. 1. UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PELOTAS CENTRO DE CIÊNCIAS JURÍDICAS, ECONÔMICAS E SOCIAIS CURSO DE ADMINISTRAÇÃO EaD ACADÊMICOS ANDRÉ PRESTES GARCIA PEDRO CÉ Pelotas, 2009
  2. 2. CAPÍTULO I 1 INTRODUÇÃO Na sociedade atual o conhecimento e a informação é uma das coisas fundamentais para formação e sucesso profissional dos indivíduos. Com o rápido evoluir das novas tecnologias também as empresas necessitam de formar e atualizar o seu pessoal. Com as empresas e pessoas a não poderem gastar muito dinheiro nem a perder tempo, surge uma resposta o Ensino à Distância. Ensino à Distância nasce sob o signo da democratização do saber. Trata-se de uma inovação educativa que tem por objetivo maior gerar condições de acesso à educação.
  3. 3. CAPÍTULO II 2 CONCEITOS DE EAD O ensino a distancia nada mais é do que o aprendizado do aluno sem a presença física do professor. Educação a Distância é uma forma de ensino que possibilita a auto-aprendizagem, com a mediação de recursos didáticos sistematicamente organizados, apresentados em diferentes suportes de informação, utilizados isoladamente ou combinados, e veiculados pelos diversos meios de comunicação (Diário Oficial da União decreto n.°. 2.494, de 10 de fevereiro de 1998).
  4. 4. 2.1 O QUE É EAD? EAD (Educação a distância) é a modalidade de ensino que permite que o aprendiz não esteja fisicamente presente em um ambiente formal de ensino- aprendizagem. Diz respeito também à separação temporal ou espacial entre o professor e o aprendiz. Isso só acontece graças ao uso sistemático de materiais educativos, reforçado com diferentes meios e formas de comunicação. A Educação a distância acontece de várias formas (tradicionalmente, ela era realizada por correspondência e isso ainda acontece em muitos casos, no Brasil ou no exterior), com destaque, hoje em dia, para a educação mediada pelo computador. Ela pode incluir recursos diversos, como transmissões de rádio ou televisão ou mesmo tele e videoconferência. Fonte: <http://www.comunicacaoadistancia.com.br/ead_oquee.htm> <http://pt.wikipedia.org/wiki/Ead> <http://www.etcom.ufrgs.br/index.php? option=com_content&view=article&id=297&ltemid=18>
  5. 5. 2.2 HISTÓRICO DA EAD De pesquisa realizada pelo professor Francisco José Silveira Lobo Neto, retiro algumas informações para traçar esse itinerário: um primeiro marco da educação a distância foi o anúncio publicado na Gazeta de Boston, no dia 20 de março de 1728, pelo professor de taquigrafia Cauleb Phillips: 'Toda pessoa da região, desejosa de aprender esta arte, pode receber em sua casa várias lições semanalmente e ser perfeitamente instruída, como as pessoas que vivem em Boston" Em 1833, um anúncio publicado na Suécia já se referia ao ensino por correspondência e, na Inglaterra, em 1840, Isaac Pitman sintetiza os princípios da taquigrafia em cartões postais que trocava com seus alunos. Mas o desenvolvimento de uma ação institucionalizada de educação a distância tem início a partir da metade do século XIX. Em 1856, em Berlim, por iniciativa de Charles Toussaint e Gustav Langenscheidt, é criada a primeira escola de línguas por correspondência. Posteriormente, em 1873, em Boston, Anna Eliot Ticknor funda a Society to Encourage Study at Home. Em 1891, Thomas J. Foster, em Scamton (Pennsylvania), inicia, com um curso sobre medidas de segurança no trabalho de mineração, o Internacional Correspondence Institute. Em 1891, a administração da Universidade de Wisconsin aprova proposta apresentada pelos professores de organização de cursos por correspondência nos serviços de extensão universitária.
  6. 6. 2.2 HISTÓRICO DA EAD Um ano depois, em 1892, foi criada uma Divisão de Ensino por Correspondência, no Departamento de Extensão da Universidade de Chicago, por iniciativa do Reitor William R. Harper, que já havia experimentado a utilização da correspondência para preparar docentes de escolas dominicais. Em 1894, 1895, em Oxford, por iniciativa de Joseph W. Knipe, que através de correspondência preparou seis e depois 30 estudantes para o Certificated Teachers Examination, iniciam-se os cursos de Wolsey Hall. Em 1898, em Malmoe (Suécia), Hans Hermod, diretor de uma escola que ministrava cursos de línguas e cursos comerciais, publicou o primeiro curso por correspondência, dando início ao famoso Instituto Hermod. O aperfeiçoamento dos serviços de correio, a agilização dos meios de transporte e, sobretudo, o desenvolvimento tecnológico aplicado ao campo da comunicação e da informação influíram decisivamente nos destinos da educação a distância. Em 1922, a antiga União Soviética organizou um sistema de ensino por correspondência que em dois anos passou a atender 350 mil usuários. A França criou em 1939 um serviço de ensino por via postal para a clientela de estudantes deslocados pelo êxodo. Assim é que o International Council for Correspondence Education, criado em 1938 no Canadá, passou a denominar-se, em 1982, International Council for Distance Educative. (Fonte: Terezinha Saraiva) Em Aberto, Brasília, ano 16. n.7ü. abr./jun. 1996
  7. 7. 2.2.1 EAD no mundo A Suécia registrou sua primeira experiência em 1833, com um curso de Contabilidade. Na mesma época, fundou-se na Alemanha em 1856 o primeiro instituto de ensino de línguas por correspondência. O modelo de ensino foi iniciado na Inglaterra em 1840, e, em 1843 foi criada a Phonografic Corresponding Society. Fundada em 1962, a Universidade Aberta mantém um sistema de consultoria, auxiliando outras nações a implementar uma educação a distância de qualidade. Também no século XIX, a EaD foi iniciada nos Estados Unidos da América na Illinois Weeleyan University. Já no século XX, em 1974, a Universidade Aberta Allma Iqbal no Paquistão iniciou a formação de docentes via EaD. A partir de 1980, a Universidade Aberta de Sri Lanka passou a atender setores importantes para o desenvolvimento do país: profissões tecnológicas e formação docente. Na Tailândia, a Universidade Aberta Sukhothiai Thommathirat tem cerca de 400 mil estudantes em diferentes setores e modalidades. Criada em 1984, a Universidade de Terbuka na Indonésia surgiu para atender forte demanda de estudos superiores, e prevê chegar a cinco milhões de estudantes. Já na índia, criada em 1985, a Universidade Nacional Aberta Indira Gandhi tem objetivo de atender a demanda de ensino superior. A Austrália é um dos países que mais investe em EaD, mas não tem nenhuma universidade especializada nesta modalidade. Nas universidades de Queensland, New England, Macquary, Murdoch e Deakin, a proporção de estudantes a distância é maior ou igual à de estudantes presenciais. Na América Latina programas existentes incluem o Programa Universidade Aberta, inserido na Universidade Autônoma do México (criada em 1972), a Universidade Estatal a Distância da Costa Rica (de 1977), a Universidade Nacional Aberta da Venezuela (também de 1977) e a Universidade Estatal Aberta e a Distância da Colômbia (criada em 1983).
  8. 8. 2.2.2 EAD no Brasil A história da educação a distância no Brasil teve início em 1904, com o ensino por correspondência. Na época, instituições privadas passaram a ofertar cursos técnicos sem exigir escolarização anterior. Este modelo foi consagrado com a criação da Rádio Sociedade do Rio de Janeiro, concebida por um grupo liderado por Henrique Morize e Roquete Pinto (1923), e também com o surgimento do Instituto Monitor (1939), do Instituto Universal Brasileiro (1941) e de outras organizações similares. Entre 1970 e 1980, instituições privadas e organizações não governamentais (ONGs) começaram a oferecer cursos supletivos a distância, com aulas via satélite complementadas por kits de materiais impressos. A universidade virtual, compreendida como ensino superior a distância com uso de Tecnologias de Comunicação e Informação (TIC), surgiu no Brasil na segunda metade da década de 1990. As universidades brasileiras passaram a se dedicar à pesquisa e à oferta de cursos superiores a distância e ao uso de novas tecnologias nesse processo a partir de 1994, com a expansão da Internet nas Universidades de Ensino Superior (IES) e com a publicação da Lei de Diretrizes e Bases para a Educação Nacional (LDB), em dezembro de 1996, que oficializou a EAD como modalidade válida e equivalente para todos os níveis de ensino. Em 1997, universidades e centros de pesquisa passaram a gerar ambientes virtuais de aprendizagem, iniciando a oferta de cursos de pós-graduação lata sensu via internet, demarcando, assim, entre 1996 e 1997, o nascimento da universidade virtual no Brasil. Fonte: <http://ccvap.incubadora.fapesp.br/portal/coletivo1-historico-da-ead/> 2.3 Números da EAD no Brasil e no mundo De acordo com o anuário (AbraEAD/2008), mais de 2,54 milhões de brasileiros estudaram por educação à distância em 2007, por meio de cursos credenciados pelo Ministério da Educação ou de grandes projetos nacionais com cursos livres.
  9. 9. 3 O ALUNO E O PROFESSOR EM EAD No Ensino a Distância a construção do conhecimento dá-se de forma mais autônoma, então vale muito do aluno a ter o interesse de aprender a matéria que é dada. O aluno escolhe como e quando estudar. O professor tem a obrigação de apresentar e postar os trabalhos e os materiais bem planejados, normalmente o aluno faz uma disciplina por vez e deve se basear sempre no material de apoio que é oferecido pelo professor e realizar pesquisas para esclarecer qualquer dúvida. 3.1 COMO É O ALUNO EM EAD Primeira mente um aluno de EaD é um aluno no qual não tem tempo para estar em aula presencial por isso ele escolheu essa modalidade de ensino, ele tem que ter vontade para aprender colaborativamente: interagir, ser participativo no ensino a distância conta muitos pontos, pois irá colaborar para o processo ensino-aprendizagem pessoal, tem que ter responsabilidade de fazer trabalhos e entregar até porque não vai ter nenhum professor cobrando. 3.1.1 Características do bom aluno EAD Um bom aluno de EaD tem que ter consciência de que ele é o construtor de seu conhecimento; Estar motivado para aprender; Ter constância, perseverança e responsabilidade; Ter hábito de planejamento; Ter visão de futuro; Ser comprometido e auto-disciplinado.
  10. 10. 3.1.2 Papel do professor em EAD Professor está a abandonar aos poucos a sua posição tradicional de transmissor de conhecimento para se transformar num organizador, orientador e facilitador, isto é, num gestor de informação útil e pedagógica, onde seus estudantes podem ter acesso ao seu ritmo de aprendizagem. (Lagarto, 1994) Kateryna Ferreira - Licenciatura em Educação Universidade Aberta. Para se apropriar desta função de tutor como é chamado o professor de ensino a distancia, é necessário que a pessoa apresente algumas características importantes, tais como: dinamismo, visão crítica e global, responsabilidade, capacidade para lidar com situações novas e inesperadas e saber trabalhar em equipe. Para ingressar na atividade de tutoria, é necessário ter uma formação a nível superior e também um interesse em desenvolver trabalhos ligados a academia, tendo em vista que, as atividades estão inseridas num contexto acadêmico. Além disso, o interesse por Educação a distância é uma condição fundamental do tutor.
  11. 11. 4 EAD VERSUS PRESENCIAL OU EAD E PRESENCIAL 4.1 DIFERENÇAS DA EAD EM RELAÇÃO À EDUCAÇÃO PRESENCIAL Na educação presencial o aluno é um ouvinte fica em aula escutando o professor fala, na educação a distancia ele tem que ler muitos matérias, ler muitos livros, pesquisar, é quase um estudo solitário mas com muita dedicação então ele desenvolve mais autonomia e mais perseverança porque sem esses requisitos ele não consegue chegar ao final do processo. 5. E-LEARNING 5.1 O QUE É E-LEARNING? Tecnicamente, o e-learning é o ensino realizado através de meios eletrônicos. É basicamente um sistema hospedado no servidor da empresa que vai transmitir, através da Internet ou Intranet, informações e instruções aos alunos visando agregar conhecimento especifico. O sistema pode substituir total ou parcialmente, o que é mais comum, o instrutor, na condução do processo de ensino. No e-leaming, as etapas de ensino são pré- programadas, divididas em módulos e são utilizados diversos recursos como o e-mail, textos e imagens digitalizadas, sala de bate-papo, links para fontes externas de informações, vídeos e teleconferências, entre outras. O treinamento com o e-learning pode ser montado pela própria empresa ou por qualquer dos fornecedores desse tipo de solução já existentes no mercado.
  12. 12. 5.2 COMO AS EMPRESAS ESTÃO USANDO A EAD Os investimentos em educação a distância dentro das empresas mostram-se em franca ascensão. Um sinal disso é que, em 2006, um levantamento constatou que os dispêndios em e-learning dentro das empresas não chegavam a 5%. Já no ano passado, saltaram para 26%. "É mais barato investir na educação a distância do que na presencial", justifica Fábio Sanchez, coordenador do anuário. Além de diminuir os gastos com deslocamento, outra vantagem do treinamento a distância para as empresas é ser uma forma de poder atingir um número maior de colaboradores. Os funcionários de níveis operacionais são atendidos por 92% dos cursos fora da sala de aula, seguidos pelos de supervisão (81%) e pelos de gerência (72%). Já com o e-learning, aponta, ganha-se produtividade e amplia-se o alcance das ações educacionais. Carga horária de EAD supera a presencial. O número de horas de treinamento a distância de funcionários no Itaú, entre janeiro e abril deste ano, foi 17% maior do que o de treinamento presencial. Data: 10/7/2008 Fonte: Folha Online
  13. 13. 5.3 VANTAGENS E DESVANTAGENS DA EAD NAS EMPRESAS As grandes vantagens são o rompimento de barreiras geográficas e temporais. Com o e-learning, um curso sobre um novo produto, por exemplo, pode ser feito de qualquer local do planeta a qualquer momento, bastando para isso o acesso a Internet e uma senha. E sua desvantagem é a ausência de relação humana formador/formandos, conteúdos mais generalistas, contingência tecnológica - largura de banda e terminais, exigir alguns conhecimentos tecnológicos, custos elevados dos cursos e do material entre outros. 5.4 A VISÃO DO FUNCIONÁRIO Geralmente acham satisfatório o uso do EaD pois obtém diversos tipos de aprendizado, indo de estratégia de negócios a temas relacionados a como atender um cliente, passando, também, por instruções de como operar um determinado sistema, etc. outro lado positivo dessa ferramenta é que todos os níveis hierárquicos utilizam o modelo de ensino. 5.5 A VISÃO DO DONO DA EMPRESA Para o dono da empresa é muito mais vantajoso fazer treinamentos em seus funcionários pelo método EaD pois reduz custos, algumas empresas por exemplo, conseguem gastar até 50% menos com a preparação de funcionários utilizando a EAD. O aprendizado a distância elimina a necessidade de se manter espaços físicos para ministrar cursos e evita viagens de funcionários?, explica o presidente da Associação brasileira de Educação a Distância (Abed), Frederic Michael Litto Fonte: DCI? Caderno Negócios/Capa
  14. 14. 6 CONCLUSÃO A Internet é uma ferramenta poderosa e uma alternativa certa aos métodos de ensino tradicionais. É claro que tem potencial para ser um meio fundamental de ensino e aprendizagem. No entanto, há que saber preparar os estudantes, para ultrapassarem os seus medos e ensinar-lhes as técnicas necessárias para aproveitarem todos os recursos oferecidos pela Internet. Também as instituições de ensino têm que atualizar as suas regras tradicionais e ambíguas, pois estas vão ser postas em causa. Não há dúvida que na Internet há todo o tipo de conhecimentos e informação. Com um bom planejamento e estruturação, a Internet, passará a ser o canal privilegiado de comunicação e ensino.
  15. 15. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS <http://pt.wikipedia.org/wiki/Educa%C3%A7%C3%A3o_a_dist %C3%A2ncia> <http://www.abed.org.br/publique/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm? UserActiveTemplate-4abed&infold-119=121> <http://www.e-commerce.org.br/artigos/e-learning_ensino.php> <http://www.comunicacaoadistancia.com.br/ead_oquee.htm> <http://pt.wikipedia.org/wiki/Ead> <http://www.etcom.ufrgs.br/index.php? option=com_content&view=article&id-297&ltemid-180> Folha Online (10/07/2008). <http://ccvap.incubadora.tapesp.br/portal/coletivo/1-historico-da-ead/> DCI? Caderno Negócios/Capa.

×