Concepção 5

133 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
133
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Concepção 5

  1. 1. Um Computador por AlunoConcepções eprincípios pedagógicosPedro Ferreira de Andrade
  2. 2. O que aprendemos e a forma comoaprendemos na educaçãosistematizada não estaria muito deacordo como o conhecimento seprocessa em nível do indivíduo e dospadrões atuais de organização dotrabalho
  3. 3.  Conhecer passou a ser também tecer significações e partilhar significados que são atribuídos e representados por cada indivíduo Os significados são construídos por meio das relações estabelecidas entre os objetos, entre os conceitos Um significado acaba sendo um feixe de relações, construído a partir de um tema, ao qual estabelece-se conexões pertinentes com outros temas Esses feixes de relações articulados em uma grande teia de significações tornam o conhecimento uma teia de relações
  4. 4. Possibilidade de reorganização doprocesso de construção e gestão doconhecimento na educação sistematizadabaseada na idéia de rede de representaçãodo conhecimento inspirada em parte noutilização intensiva das TIC
  5. 5. A idéia de rede como imagem doconhecimento “pressupõe flexibilidade,plasticidade, interatividade, adaptabilidade,cooperação, parceria, apoio mútuo e auto-organização” (Moraes, 1997: 96)
  6. 6. Características da imagem do conhecimentoem rede associadas às redes digitaisAcentrismo. O conhecimento não tem centro. O centro pode estar em toda parte. Para tratar dos mais diversos conteúdos, dentro de cadadisciplina ou em temas transdisciplinares, não existe umponto de partida necessário, nem um único caminhoa ser seguido, múltiplos são os percursos possíveis naestruturação, no planejamento dos trabalhos de umadisciplina ou de um curso
  7. 7. Características da imagem do conhecimentoem rede associadas às redes digitaisHistoricidade. Continuamente as redes de significações estãoem permanente estado de atualização e novasrelações são incorporadas as redes, ou sãoabandonadas.. A construção do conhecimento é permanente, éviva, nunca se pode fundar em definiçõesfechadas, nunca é definitiva
  8. 8. Características da imagem do conhecimentoem rede associadas às redes digitaisHeterogeneidade. “Nós” e significados são naturalmente heterogêneos,envolvendo relações pertencentes a múltiplos conteúdos, adiversas disciplinas.. Os conceitos realmente relevantes sempre terminam porultrapassar as fronteiras das disciplinas
  9. 9. Por que princípios UCA? Reconheceu-se que são necessários princípios representativos de valores e propósitos que se identifiquem com ações e práticas que sirvam para orientar a preparação dos agentes de aprendizagem para atuar nas situações inovadoras em educação no uso do laptop educacional Recomendações de que o uso das TIC necessita ter uma ligação clara aos princípios de aprendizagem. Isso não ocorreu antes em outros projetos e programas Papel do GTUCA e da comunidade acadêmico-científica brasileira na formulação dos requisitos funcionais e princípios pedagógicos para o uso do laptop escolar
  10. 10. Dimensões tecnológicasdo laptop educacional conectado
  11. 11. Conhecimento e educação em rede:concepçõesConhecimento em rede A visão do conhecimento como processo em contínuo fluxo, de construção e reconstrução do conhecimento
  12. 12. Conhecimento e educação em rede: concepçõesEducação aberta, organizada em rede Existência de processos transformadores que dependem da ação, da interação e do movimento em espiral – algo que não tem fim, em que início e fim não são predeterminados Lógica reticular de “nós” que se interconectam, permitindo múltiplos pontos de partida e de chegada, que estão na própria arquitetura da rede globalCurrículo em ação O desenvolvimento de projetos de ação, que integram várias disciplinas, reforçam a visão de construção do conhecimento em rede de significações para cada indivíduo
  13. 13. Princípios pedagógicos UCA Lógica reticular de “nós” que se interconectam, permitindo múltiplos pontos de partida e de chegada Interação entre as pessoas, ampliada entre os que estão em espaços geográficos e culturais muito diferenciados e de construção coletiva do conhecimento Redes de construção coletivas, que se formam por seleções diferenciadas dos “nós”, com os quais professores e alunos poderão explorar diferentes alternativas de solução para um mesmo problema, abrindo novas perspectivas de análise e de construção do conhecimento Diversidade entre os participantes na rede e ampliação da interculturalidade, contribuindo para compreensões individuais e coletivas que se estabelecem em patamares cada vez mais próximos da realidade complexa como a que vivemos na atualidade
  14. 14. Princípios pedagógicos UCA: lógica de estruturação  Exploração pedagógica da mobilidade do laptop na expansão dos espaços, das fronteiras e tempos escolares Utilização do laptop educacional dentro e fora da escola para flexibilizar os tempos escolares, de maneira que a aprendizagem se dê tanto no tempo formal da escola como em outros momentos do dia-a-dia dos alunos e professores  Formação de comunidades de aprendizagem Constituição de comunidades de aprendizagem entre parceiros (entre escolas, universidades, organizações etc), especialistas e diferentes segmentos organizados da sociedade para favorecer a expressão, troca de idéias entre os participantes e a mediação compartilhada que favoreça a reflexão e o aprofundamento das idéias, bem como o diálogo entre comunidades e espaços escolares, o que potencializará o trabalho cooperativo e colaborativo de alunos e professores, resultando em produções de autoria e co-autoria  Potencialização dos letramentos – alfabético, visual, sonoro, digital – e das diferentes linguagens – escrita, verbal, gráfica, plástica, corporal Trabalhar os diferentes letramentos para criação, expressão e comunicação de idéias, interpretação e apropriação das produções culturais com a criação e uso de imagens, de som, de animação e a combinação dessas modalidades
  15. 15. Princípios pedagógicos UCA: lógica de estruturação Integração do laptop com os programas curriculares Atividades de aprendizagem significativa proposta com base num currículo flexível que aceite a diluição de fronteiras entre as diferentes áreas do conhecimento, favorecendo a permeabilidade entre elas. Apropriação de ferramentas cognitivas e recursos informacionais A interação dos alunos com os laptops deve ser feita por intermédio de software que facilitem a explicitação de processos mentais. Escolha e qualificação da informação Desenvolvimento de competências para buscar, selecionar, classificar e qualificar a informação de acordo com o contexto do problema investigado. Trabalhar a informação de modo a criar relações de interdependência entre conceitos nela presentes, produzindo um novo e criativo sistema de idéias, que torne-se fonte de informação para os demais
  16. 16. Obrigado!

×