Lesões

2.021 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

Lesões

  1. 1. LESÕES
  2. 2. LESÕES O músculo esquelético é dividido em dois tipos de fibras, dependendo de sua atividade metabólica e sua funções mecânica.
  3. 3. TIPOS DE FIBRAS As fibras do tipo 1 , conhecidas como vermelhas e lentas. As fibras do tipo 2, conhecidas como fibras rápidas ou brancas.
  4. 4. PREVENÇÃO DE LESÕES MUSCULARES As lesões musculares podem ser evitadas através de um bom condicionamento físico, aeróbico, trabalhando a força muscular adequadamente e mantendo um bom alongamento da musculatura esquelética.
  5. 5. As principais causas de lesão são o treinamento físico inadequado, a retração muscular acentuada, desidratação, nutrição inadequada e a temperatura ambiente desfavorável.
  6. 6. Lesões ósseas As fraturas surgem com o aparecimento de esqueletos rígidos na natureza. Na espécie humana as primeiras tentativas de tratamento conhecidas datam de há mais de 5000 anos, embora possam ter surgido espontaneamente há ainda mais tempo.
  7. 7. As fraturas traumáticas correspondem à grande maioria das fraturas , e resulta da aplicação de uma força sobre o osso que seja maior que a resistência deste.
  8. 8. Fraturas É a ruptura do osso. O PRIMEIRO SOCORRO consiste em impedir o deslocamento das partes quebradas, evitando assim o agravamento da lesão.
  9. 9. AS FRATURAS PODEM SER • Fechadas - quando o osso quebrado não perfura a pele. • Exposta - quando o osso quebrado rompe a pele.
  10. 10. COMO SE MANIFESTA Dor e edema (inchaço) local, dificuldade ou incapacidade de movimentação, Posição anormal da região atingida. Há uma sensação de atrito das partes ósseas no local da fratura, em fratura expostas há a rotura da pele com exposição do osso fraturado.
  11. 11. Lesões articulares Os ossos podem ser classificados em longos (ex.: fémur), curtos (ex.: ossos da mão) e chatos (ex.: ossos do crânio). Todos eles apresentam superfícies que se adaptam umas às outras de diferentes maneiras, dando origem às chamadas articulações. Estas podem ser móveis (ex.: articulação do joelho), semimóveis (ex.: articulações das vértebras) e imóveis (ex.: articulações dos ossos do crânio).
  12. 12. As lesões na corrida não são exclusivas dos atletas de alto nível ou amadores, elas afetam também a parcela da população que pratica atividade física apenas no sábado e/ou domingo. Essas pessoas são conhecidas como: atletas de fim de semana
  13. 13. E quais são as lesões mais comuns em atletas de fim de semana? Luxação: é a separação ou deslocamento das partes ósseas numa superfície articular ou perda completa da superfície de contato entre os ossos de uma articulação. O ombro é a articulação mais comum de acontecer este tipo de lesão e este é usado em esportes como vôlei.
  14. 14. Tendinite: resposta inflamatória a um micro-trauma de um tendão. Esse mal é mais comum em atletas que fazem esforço físico repetitivo. Em atletas de corrida é comum acontecer a famosa tendinite patelar (ou joelho de corredor como alguns chamam). Acontece por falta de alongamento, fortalecimento muscular e ausência de orientação nos treinos.
  15. 15. Contusão: é uma escoriação. Geralmente decorre de pancadas e batidas. Ela depende do grau do impacto para diagnosticar como leve, moderada ou grave. No futebol a contusão é algo bastante freqüente. Ruptura de tendão ou ligamento: O joelho é o campeão deste tipo de lesão. Fortalecimento muscular e alongamento ajuda na prevenção destas lesões.
  16. 16. Entorse: lesão articular que ocorre quando o movimento numa articulação excede a amplitude normal do movimento, ocorrendo um deslocamento súbito da articulação. Os mais comuns são entorses no tornozelo e no joelho. Na grande maioria das vezes ocorre uma lesão ligamentar associada e dependendo do entorse “pode“ ocorrer uma fratura por avulsão.
  17. 17. Distensão muscular: nome comum para uma ruptura de fibras musculares ou do tecido fibroso do músculo, geralmente causado por um esforço muito grande ou por estresse muscular. Também chamado de estiramento muscular. Muito comum em jogadores de futebol, vôlei, basquete e atletas de corrida.
  18. 18. Fratura: os ossos de pessoas sadias se tornam mais densos e fortes quando submetidos à pressão constante, por isso, pessoas ativas que fazem exercícios com regularidade, têm menos probabilidade de fraturas. Tanto os atletas de fim de semana, quanto os atletas profissionais, podem apresentar fraturas por estresse. Causada por excesso de treinamento ou fraqueza muscular.

×