Resumo SCEA

995 visualizações

Publicada em

Por favor, colaborações

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
995
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Resumo SCEA

  1. 1. SCEA RESUMO
  2. 2. Tier Werb <ul><li>Components </li></ul><ul><ul><li>JSP, Servlet </li></ul></ul>Web Container JSP Container Servlet Container
  3. 3. MVC <ul><li>Vantagens: </li></ul><ul><ul><li>Separação de resposabilidades </li></ul></ul><ul><ul><li>Permite a distribuição dos componentes </li></ul></ul><ul><ul><li>Permite mapear gestures do usuário aos comportamentos/estados da aplicação </li></ul></ul>
  4. 4. Resumo Client Tier
  5. 5. Best practices for presentation <ul><li>Separar html do java </li></ul><ul><li>Colocar a lógica de negócio em java beans </li></ul><ul><li>Uso de custom tags reutilizáveis </li></ul><ul><li>Usar mecanismo de include apropriado </li></ul><ul><li>Usar um mecanismo de template </li></ul><ul><li>Usar folhas de estilo </li></ul><ul><li>Usar o padrão MVC </li></ul><ul><li>Utilizar padrões html </li></ul><ul><li>Utilizar tratamento de exceções JSP </li></ul>
  6. 6. Internacionalization X Localization <ul><li>Localization (I18n) é a capacidade de separar recursos a serem usados, basedo num locale. </li></ul><ul><li>Localization (I10n) é o trabalho de adaptar uma aplicação internacionalizada para um locale específico. </li></ul><ul><li>Estes recursos permitem a aplica JEE absorver uma aduência global. </li></ul>
  7. 7. Resumo EJB Tier
  8. 8. EJB Tier <ul><li>Mantém a regra de negócio </li></ul><ul><li>Mantém serviços de nível de sistema </li></ul><ul><ul><li>Transaction, Security e Concurrency control </li></ul></ul><ul><li>Ligação entre apresentação e EIS </li></ul>
  9. 9. Best Practices: DAO <ul><li>DAO </li></ul><ul><ul><li>Encapsula acesso a dados, tornando este desacoplando este mecanísmo da lógica de negócio </li></ul></ul><ul><li>Vantagem: </li></ul><ul><ul><li>Cross database/schema </li></ul></ul>
  10. 10. Best Practice: VO <ul><li>VO </li></ul><ul><ul><li>O custo de acesso remoto a Entitys pode ser compensado com objetos de valor locais. Como o nome sugere, são objetos que retornados após uma iteração e podem ser manipulados pelo cliente. Ao final, são devolvidos ao Entity para atualizar seus valores. </li></ul></ul>
  11. 11. Best Practice: Session Bean Façade <ul><li>SBF </li></ul><ul><ul><li>Esconde do cliente a complexidade de acesso e a real natureza do modelo de negócio da aplicação. </li></ul></ul><ul><ul><li>Reduz o trafego na rede pois encapsula um use case, fazendo toda a iteração com diversos componentes localmente. </li></ul></ul>
  12. 12. Best Practice: EIS Integration tier <ul><li>JCA </li></ul><ul><ul><li>Padrão de comunicação JEE com EIS. </li></ul></ul><ul><li>Resource Adapter </li></ul><ul><ul><li>Driver usado pelo app server ou cliente para se conectar ao EIS. </li></ul></ul><ul><li>System Contract </li></ul><ul><ul><li>Interface que deve ser obedecida pelo EIS com objetivo de atingir: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Connection Management para pool e múltiplas requisições </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Transaction Management para permitir o gerenciamento das transações junto ao EIS </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Security Contratct para acesso seguro aos recrusos EIS </li></ul></ul></ul><ul><li>CCI (Common Client Interface) </li></ul><ul><ul><li>Define uma interface para o comportamente de negócio do EIS. </li></ul></ul>
  13. 13. Best practices: Services <ul><li>Evitar trafego na rede </li></ul><ul><li>Fazer cache apenas se o tempo de vida das entradas for conhecido </li></ul><ul><li>Controlar serialização </li></ul><ul><li>Invocações locais entre EJBs </li></ul><ul><li>Evitar contexto transacional no métodos de sessions </li></ul>
  14. 14. Security <ul><li>Entity </li></ul><ul><ul><li>Passível de direitos de acesso </li></ul></ul><ul><li>Principal </li></ul><ul><ul><li>Uma entity a qual pode receber previlégios </li></ul></ul><ul><li>Role </li></ul><ul><ul><li>Coleção de previlégios </li></ul></ul><ul><li>Authentication </li></ul><ul><ul><li>Mecanismo que prova que um client e provedores de serviços estão agindo em nome de um usuário ou sistema. </li></ul></ul>
  15. 15. Transctions CMT <ul><li>NotSupported </li></ul><ul><ul><li>Supende qualquer transação durante a invocação do método </li></ul></ul><ul><li>Required </li></ul><ul><ul><li>Requer um contexto de transação, se não existir, cria. </li></ul></ul><ul><li>Supports </li></ul><ul><ul><li>Aceita invocações dentro de um contexto transacional </li></ul></ul><ul><li>Requires New </li></ul><ul><ul><li>Sempre cria uma nova transação </li></ul></ul><ul><li>Mandatory </li></ul><ul><ul><li>Exite que o método seja invocado num contexto transacional, ou arremeça javax.ejb.TransactionRequired. </li></ul></ul><ul><li>Never </li></ul><ul><ul><li>Nunca deve ser chamado num contexto transacional, ou arremeça java.rmi.RemoteException . </li></ul></ul>

×