Fisica14 vol1[1]

306 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
306
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Fisica14 vol1[1]

  1. 1. Aula no . 14 01. (ENEM/1998) – As bicicletas possuem uma corrente que liga uma coroa dentada dianteira, movimentada pelos pedais, a uma coroa localizada no eixo da roda traseira, como mostra a figura. O número de voltas dadas pela roda traseira a cada pedalada depende do tamanho relativo destas coroas. Em que opção abaixo a roda traseira dá o maior número de voltas por pedalada? 02. (ENEM/1998) – Com relação ao funcionamento de uma bicicleta de marchas, onde cada marcha é uma combinação de uma das coroas dianteiras com uma das coroas traseiras, são formuladas as seguintes afirmativas: I. numa bicicleta que tenha duas coroas dianteiras e cinco traseiras, temos um total de dez marchas possíveis onde cada marcha representa a associa- ção de uma das coroas dianteiras com uma das traseiras. II. em alta velocidade, convém acionar a coroa dian- teira de maior raio com a coroa traseira de maior raio também. III. em uma subida íngreme, convém acionar a coroa dianteira de menor raio e a coroa traseira de maior raio. Entre as afirmações anteriores, estão corretas: a) I e III apenas b) I, II e III c) I e II apenas d) II apenas e) III apenas 03. (UP – PR) – Em Janeiro de 2007, o Governo Federal anunciou o PAC – Programa de Aceleração do Cres- cimento. Segundo documento oficial do Ministério do Planejamento, O PAC é um programa que, entre 2007 (1º ano) e 2010 (4º ano), vai promover: • A aceleração do crescimento econômico; • O aumento do emprego; • A melhoria das condições de vida da população brasileira. Com as medidas adotadas, durante a vigência do PAC, espera-se que o PIB brasileiro (em bilhões de reais) apresente uma evolução, como mostra o grá- fico a seguir constituído de 4 segmentos de reta: De acordo com as informações contidas no gráfico, podemos afirmar que: a) a velocidade de crescimento do PIB será maior no 2º ano do PAC. b) o total de riquezas produzidas no Brasil entre o iní- cio de janeiro e o final de junho de 2009 será de R$ 2,32 trilhões. c) percentualmente, a variação do PIB no 2º ano do PAC será maior do que no 1º ano. d) se a velocidade de crescimento do PIB no 1º ano do PAC fosse mantida constante, ao final do 4º ano, o PIB brasileiro seria de R$ 2,5 trilhões. e) a velocidade média de crescimento do PIB durante a vigência do PAC será de R$ 107,75 bilhões/ano. 56 CIÊNCIAS DA NATUREZA E SUAS TECNOLOGIAS - Vol. I
  2. 2. 04. (ENEM/2002) – As cidades de Quito e Cingapura encontram-se próximas à linha do equador e em pontos diametralmente opostos no globo terrestre. Considerando o raio da Terra igual a 6370 km, pode-se afirmar que um avião saindo de Quito, voando em média 800 km/h, descontando as para- das de escala, chega a Cingapura em aproximada- mente a) 16 horas. b) 20 horas. c) 25 horas. d) 32 horas. e) 36 horas. 05. (UP – PR) – Classifica-se como moto-perpétuo uma máquina capaz de manter-se em movimento por tempo indefinido sem necessitar de qualquer recebi- mento externo de energia. Durante séculos, inúme- ras pessoas trabalharam arduamente para criar dispositivos com essa peculiar capacidade. Na figura a seguir temos um moto-perpétuo pro- posto por um cientista. Ele teria uma rampa de madeira com dois orifícios, sendo um junto à base e outro próximo de um ímã. Colocando-se uma pequena esfera de ferro no ponto A, ela subiria devido à força magnética. Antes de grudar no ímã, ao passar pelo orifício localizado na parte superior da rampa, ela cairia devido à força gravitacional e escorregaria por uma espécie de tobogã, voltando à rampa pelo orifício inferior. Nesse momento, esse ciclo recomeçaria, caracterizando um movimento contínuo. A respeito desse suposto moto-perpétuo é correto afirmar que: a) ele funciona, pois, se a energia mecânica da esfera diminuir ao longo do caminho graças ao atrito ou à resistência do ar, o ímã prontamente fornece mais energia para ela. b) não funciona, pois a energia que o ímã cria é insu- ficiente para compensar as perdas sofridas pela esfera. c) não funciona, pois se a força magnética for sufi- cientemente intensa a ponto de puxar a esfera até o ponto mais alto da rampa, ela será suficiente- mente intensa também para jamais deixar essa esfera cair. d) ele funciona, porém com diminuição contínua da energia mecânica da esfera. e) dependendo da massa da esfera e da intensidade da força magnética envolvida no fenômeno, ele pode funcionar. 06. (PUCPR) – Acelerando-se um automóvel de 20 km/h para 60 km/h, verifica-se um aumento de consumo de combustível de Q litros/km. Supondo-se que o aumento do consumo de combustível é proporcional à variação de energia cinética do automóvel e des- prezando-se as perdas mecânicas e térmicas, ao acelerar o automóvel de 60 km/h para 100 km/h, o aumento do consumo do combustível é: a) 2Q b) 3Q c) 0,5Q d) 1,5Q e) 5Q CIÊNCIAS DA NATUREZA E SUAS TECNOLOGIAS - Vol. I 57
  3. 3. 58 CIÊNCIAS DA NATUREZA E SUAS TECNOLOGIAS - Vol. I 07. (ENEM/2005) Observe a situação descrita na tirinha abaixo. (Francisco Caruso & Luisa Daou, Tirinhas de Física, vol. 2, CBPF, Rio de Janeiro, 2000.) Assim que o menino lança a flecha, há transformação de um tipo de energia em outra. A transformação, nesse caso, é de energia a) potencial elástica em energia gravitacional. b) gravitacional em energia potencial. c) potencial elástica em energia cinética. d) cinética em energia potencial elástica. e) gravitacional em energia cinética. 08. (UP – PR) – As obras a seguir são do artista gráfico holandês Maurits Cornelis Escher (1898–1972), conhecido por suas xilogravuras, litografias e meios-tons. Nos dois desenhos mostrados, é possível perceber a influência de fenômenos físicos em suas manifestações artísticas. Sobre essas obras, é correto afirmar que: a) ambas mostram situações que fisicamente não correspondem à realidade. b) apenas a primeira mostra uma situação fisicamente impossível: a conjugação de uma imagem virtual, direita e menor num espelho esférico convexo. c) apenas a segunda mostra uma situação fisicamente impossível: um sistema dissipativo no qual a energia mecânica não diminui. d) apenas a primeira mostra uma situação fisicamente impossível: a conjugação de uma imagem real, direita e menor num espelho esférico côncavo. e) apenas a segunda mostra uma situação fisicamente impossível: um sistema conservativo, ou seja, no qual o trabalho das forças não conservativas é positivo.
  4. 4. 09. (UNESP – SP) – A figura representa um projétil logo após ter atravessado uma prancha de madeira, na direção x perpendicular à prancha. Supondo que a prancha exerça uma força constante de resistência ao movimento do projétil, o gráfico que melhor representa a energia cinética do projétil, em função de x, é 10. (ENEM/2007) IstoÉ, nº 1.864, set./2005, p. 69 (com adaptações). Com o projeto de mochila ilustrado acima, pre- tende-se aproveitar na geração de energia elétrica para acionar dispositivos eletrônicos portáteis, parte da energia desperdiçada no ato de caminhar. As transformações de energia envolvidas na produção de eletricidade enquanto uma pessoa caminha com essa mochila podem ser assim esquematizadas: As energias I e II, representadas no esquema acima, podem ser identificadas, respectivamente, como a) cinética e elétrica. b) térmica e cinética. c) térmica e elétrica. d) sonora e térmica. e) radiante e elétrica. CIÊNCIAS DA NATUREZA E SUAS TECNOLOGIAS - Vol. I 59 01. a 02. a 03. e 04. c 05. c 06. a 07. c 08. c 09. b 10. a Gabarito
  5. 5. Anotações 60 CIÊNCIAS DA NATUREZA E SUAS TECNOLOGIAS - Vol. I

×