Slides SENAC Aula 1

3.534 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.534
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
130
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Slides SENAC Aula 1

  1. 1. ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Arquitetura e Infraestrutura de TI Prof. Paulo Nascimento paulofg@gmail.com
  2. 2. Ementa• OBJETIVOS DA INFRA ESTRUTURA DE TI • Conceitos • Componentes • Topologias • Data Center
  3. 3. Ementa• GESTÃO DE INFRA ESTRUTURA DE TI • Cenários • Desafios • Metodologias • Ferramentas
  4. 4. Ementa• GESTÃO DA INOVAÇÃO • Conceitos • Barreiras • Ferramentas
  5. 5. Ementa• GESTÃO DE CUSTOS DE TI • Conceitos • Ferramentas • Como otimizar custos? • Custos ocultos de TI • Outsourcing x Insourcing
  6. 6. Ementa• TENDÊNCIAS PARA TI • Cloud Computing • SaaS • Virtualização • Green IT • BYOD • WEB 2.0
  7. 7. Objetivos da Infra- estrutura de TI
  8. 8. Infra-estrutura de TI“Infra-estrutura de TI é a base da capacidade da tecnologia deinformação, tida como serviços confiáveis compartilhados pelaempresa e coordenados centralmente, geralmente pelo grupo desistemas de informação. O conjunto de serviços de infra-estruturafornece a capacidade humana e técnica que alavanca a capacidadedo negócio necessária para o posicionamento competitivo daempresa.” Peter Weill
  9. 9. Infra-estrutura de TI• Hardware: a parte física • Servidores • Desktops/Notebooks • Telefones e celulares
  10. 10. Infra-estrutura de TI• Software: a parte lógica • Sistemas Operacionais • Banco de Dados • Sistemas Web • ERPs
  11. 11. Infra-estrutura de TI• Rede: o elo de ligação • Links Internet • Rede MPLS • Link de Satélite • Rede Telefônica
  12. 12. Infra-estrutura de TI• Pessoas: a parte quem pensa • Analistas de Suporte • Analistas de Sistemas • Desenvolvedores • Service Desk
  13. 13. Data Center
  14. 14. Data Center• O que é? • “A building or portion of a building whose primary function is to house a computer room and its support areas.” • ANSI/EIA/TIA 942
  15. 15. Data Center• Porque investir? VIRTUALIZAÇÃO ENERGIA • Preservação das informações; SERVIDORES BLADE ITIL SOX RECICLAGEM ARTIGO 186 • TI como parte do negócio da empresa; TIA-942 AUDITORIAS ISO 27000 NBR 11515 • Novas tecnologias; • Aderência as normas / certificações; • TI Verde; • Alta disponibilidade.
  16. 16. Data Center• Perdas com Downtime “93% das empresas que perdem seus dados decretam falência antes de 1 ano” Fonte: IDC
  17. 17. Data Center• Qual o custo real do downtime? Perdas Tangíveis + Perdas Intangíveis Custo de Downtime
  18. 18. Data Center• Qual o custo real do downtime? Perda de Receita Perda de Produtividade Perdas Tangíveis Custo de Restore Penalidades
  19. 19. Data Center• Qual o custo real do downtime? Perda de Receita
  20. 20. Data Center• Qual o custo real do downtime? Perda de Produtividade • 500 funcionários que dependem diretamente de TI • Salário médio de R$ 20/hora • Perda de R$ 10.000/hora ou R$ 80.000/dia ou R$ 400.000/ semana
  21. 21. Data Center• Qual o custo real do downtime? Custo de Restore • $17.000 e 19 dias para recuperar dados de vendas • $19.000 e 21 dias para recuperar dados financeiros • $98.000 e 42 dias para recuperar dados de engenharia
  22. 22. Data Center• Qual o custo real do downtime? Penalidades • Penalidades de quebra de contrato • Penalidades de SLA • Campanhas de marketing
  23. 23. Data Center• Qual o custo real do downtime? Imagem / Reputação Perdas Motivação Intangíveis Oportunidades de Negócio
  24. 24. Data Center• Conceito “A building or portion of a building whose primary function is to house a computer room and its support areas.” ANSI/TIA 942 “A d a t a c e n t e r i s a c e n t r a l i z e d repository, either physical or virtual, for the storage, management, and dissemination of data and information pertaining to a particular business.”
  25. 25. Data Center• Conceito CPD DATA CENTER
  26. 26. Data Center• Conceito
  27. 27. Data Center• Conceito
  28. 28. Data Center• Componentes - Arquitetura
  29. 29. Data Center• Componentes - Arquitetura “The building structural system should be either steel or concrete.” ANSI/ TIA 942 “Floors within UPS areas should be designed for a minimum loading of 12 to 24 kPa (250 to 500 lbf/ ft2).” ANSI/TIA 942 “Truck loading docks should be provided as required to handle anticipated deliveries, and should be provided with a level of security similar to the other building entrances.” ANSI/TIA 942 “All penetrations at computer room perimeter walls, floors and ceilings will require sealing.” ANSI/TIA 942 “Facilities located within seismic zones 0, 1, & 2 should be designed in accordance with seismic zone 3 requirements..” ANSI/TIA 942 (TIER IV)
  30. 30. Data Center• Componentes - Localização- Acesso (entrada/saída, trânsito);- Disponibilidade de infra-estrutura (água, luz, esgoto, telecomunicações);- Tamanho compatível com o serviço;- Disponibilidade de crescimento (horizontal ou vertical);- Área com menor possibilidade de eventos (solo, subsolo, espaço aéreo,geografia, etc).
  31. 31. Data Center• Componentes - Piso Elevado
  32. 32. Data Center• Componentes - Energia Elétrica - UPS - Sistema Ininterrupto de Energia - PDU - Sistema de distribuição de Potência - Sistema de Energia de Emergência
  33. 33. Data Center• Componentes - Energia Elétrica - UPS - Fornece energia para todos os equipamentos do Data Center; - Composto por No-Breaks com conjunto de baterias, retificadores e inversores; - Mantém a energia ininterrupta e estabilizada até a inicialização do sistema de backup;
  34. 34. Data Center• Componentes - Energia Elétrica - PDU - Responsável pelo condicionamento do sinal para alimentação de todos equipamentos;
  35. 35. Data Center• Componentes - Energia Elétrica - EPS - GMGs que entram em funcionamento em caso de emergência e se conectam automaticamente ao sistema do Data Center; - Estruturados para manter o funcionamento 24x7 de toda estrutura;
  36. 36. Data Center• Componentes - Climatização A/C Conforto A/C Precisão - Desenvolvido - Projetados para para trabalhar em trabalhar em regimes de 8 horas regime 24x7x365; diária;- Não possui controle total do ambiente, - Controle de temperatura, umidade eapenas o controle de temperatura; partículas no ar;- Consumo de energia maior - Menor consumo de energia (fila quente x fria)
  37. 37. Data Center• Componentes - Climatização Ref. a Gás Ref. a Água - Menor custo de - Facilidade manutenção; de operação; - Sistema mais confiável; - Menor custo de implantação;- Custo de aquisição/instalação maior; - Sistema menos confiável (baixa- Sistema mais complexo. redundância); - Manutenção elevada e cara.
  38. 38. Data Center• Componentes - Detecção de Incêndio
  39. 39. Data Center• Componentes - Extinção de Incêndio - Não deixa resíduos; - Não é tóxico; - Não provoca choque térmico ou condensação de umidade significativa; - Concentração de extinção é alcançada em 10 segundos; - Não é prejudicial a camada de ozônio.
  40. 40. Data Center• Componentes - Energia Elétrica - EPS - Fluido incolor e inodoro; - Não conduz eletricidade; - Não deixa resíduos; - Não altera a composição de oxigênio;
  41. 41. Data Center• Componentes - Segurança Física - CFTV Componentes básicos do CFTV IP CÂMERAS IP WIRELESS CÂMERAS FIXAS CÂMERAS FIXAS IP ANALÓGICAS CÂMERAS MOVEIS IP ENCODER DECODER SERVIDOR DE GRAVAÇÃO LAN MONITORES ETHERNET USB JOYSTICK ESTAÇÃO DE WAN TRABALHO
  42. 42. Data Center• Componentes - Segurança Física - CFTV Por que IP? - Qualidade da imagem melhorada - Inteligência no campo (na câmera) - Padronização na Infraestrutura utilizada - Armazenamento de vídeo melhorado e eficiente - Otimização na visualização e operação o sistema
  43. 43. Data Center• Componentes - Segurança Física - CFTV 4CIF Megapixel - Vídeo Megapixel permite: . Diminuição de pontos de câmeras (menor custo) . Identificação de pessoas, veículos e objetos
  44. 44. Data Center 4CIF 704x480 (0.3Mpx) QXGA 2048x1536 (3Mpx) SXGA 1280x1024 (1Mpx)
  45. 45. Data Center• Componentes - Segurança Física - CFTV Veiculo parado Invasão do Perimetro Objeto abandonado Pessoa Suspeita Veiculo na Contramão (há muito tempo na mesma area)
  46. 46. Data Center• Componentes - Segurança Física - CFTV
  47. 47. Data Center• Componentes - Segurança Física - Acesso - Senha - Cartão magnético - Biometria - RFID
  48. 48. Data Center• Componentes - Sala Cofre - Células de segurança que contém toda estrutura de um DC internamente; - Normalmente fabricados com paredes de aço em todos 6 lados; - Possuem isolamento térmico, acústico e elétrico (aterramento e gaiola de Faraday); - To t a l p r o t e ç ã o c o n t r a i m p a c t o , vandalismo, inundação, radiação e explosão;
  49. 49. Data Center• Componentes - Sala Segura - Pode ter as mesmas características da sala-cofre, porém sem as mesmas certificações internacionais.
  50. 50. Data Center• Componentes - Data Center Container (Conceito) - Maior flexibilidade; - Menor consumo de energia (ótima densidade); - Flexibilidade / Mobilidade; - Várias opções de fabricantes; - Solução “pré-fabricada”;
  51. 51. Data Center VÍDEO: LOCAWEB IDC
  52. 52. Data Center
  53. 53. Data Center• SLA / Disponibilidade TIER Downtime SLA Downtime SLA mensal anual TI 2h 20min 99,67% 28,8 horas 99,67% T II 1h 50 min. 99,75% 22,0 horas 99,75% T III 7 min. 99,98% 01,6 horas 99,98% T IV 2 min. 99,99% 00,4 horas 99,99%
  54. 54. Data Center• SLA / Disponibilidade SLA Downtime mensal Custo 95,00% 36,00 horas 98,00% 14,40 horas 99,00% 7,2 horas 99,50% 3,6 horas 99,90% 43 minutos 99,99% 4 minutos
  55. 55. Data Center• SLA / Disponibilidade • Exercício de SLA • Sua empresa vai contratar uma solução de terceirização de Data Center. O provedor 1 lhe oferece uma disponibilidade mensal de 99.5%. O provedor 2 lhe oferece uma disponibilidade anual de 99.8%. • Qual devo contratar?
  56. 56. Data Center• SLA: MTTR / MTBF • São 2 índices importantes quando se trata de desempenho de processos. • Também utilizados para calcular a disponibilidade.
  57. 57. Data Center• SLA: MTTR • Mean Time to Repair • É o tempo médio que se leva para recuperar um item após uma falha (resiliência) • = (Tempo de indisponibilidade) / (número de indisponibilidades)
  58. 58. Data Center• SLA: MTBF • Mean Time Between Failures • É o tempo médio entre a ocorrência de uma falha e outra. • = (Tempo total de disponibilidade) / (número de falhas)
  59. 59. Data Center• SLA: Disponibilidade com MTTR e MTBF Disponibilidade = MTBF / (MTTR + MTBF)
  60. 60. Data Center• SLA • Exercício de Disponibilidade • Meu Data Center possui um switch de borda que, segundo os logs de controle, durante o ano de 2011 sofreu 8 interrupções para reparo, conforme tabela abaixo: Data Downtime 10/02/2011 8h 25/03/2011 12h 02/04/2011 8h • Qual o MTBF deste switch em 2011? 15/04/2011 24h • Qual o MTTR deste switch em 2011? 12/07/2011 8h 25/09/2011 12h • Qual a disponibilidade apresentada pelo switch no ano de 2011? 01/10/2011 12h 17/12/2011 20h
  61. 61. Data Center VÍDEO: DISASTER RECOVERY HP
  62. 62. Data CenterTEXTO COMPLEMENTAR: Entenda as 11 categorias dacomputação em nuvem.
  63. 63. Virtualização
  64. 64. Virtualização• Conceito • A tecnologia de virtualização é o processo de executar vários sistemas operacionais em um único equipamento. Uma máquina virtual é um ambiente operacional completo que se comporta como se fosse um computador independente. Não existe interdependência entre os sistemas virtuais, não há nada em comum a não ser o Hardware.
  65. 65. Virtualização• Conceito
  66. 66. Virtualização• Conceito
  67. 67. Virtualização• Conceito
  68. 68. Virtualização• Benefícios para o negócio Custo HW Custo Operação Time to Market Disponibilidade Resiliência • Dimensionamento/Aquisição pela média • Custo de manutenção em HW reduzido • Redução média de 50% em custos
  69. 69. Virtualização• Benefícios para o negócio Custo HW Custo Operação Time to Market Disponibilidade Resiliência • Menos esforço ao provisionar recursos (e remover) • Redução no custo do espaço físico, energia, resfriamento, etc. • Redução média de 80% em custos.
  70. 70. Virtualização• Benefícios para o negócio Custo HW Custo Operação Time to Market Disponibilidade Resiliência • Deployment em minutos • QA melhorado. • Capacidade de cobrar pelo que é utilizado.
  71. 71. Virtualização• Benefícios para o negócio Custo HW Custo Operação Time to Market Disponibilidade Resiliência • Alta disponibilidade e Fail Over nativos. • Monitoramento centralizado e facilitado
  72. 72. Virtualização• Benefícios para o negócio Custo HW Custo Operação Time to Market Disponibilidade Resiliência • Backup gerenciado centralmente • Roll back facilitado.
  73. 73. Cloud Computing SaaS
  74. 74. Cloud Computing / SaaS• Conceito: dividir para conquistar
  75. 75. Cloud Computing / SaaS• Histórico: Computação Paralela
  76. 76. Cloud Computing / SaaS• Histórico: Computação Paralela
  77. 77. Cloud Computing / SaaS• Histórico: Computação Paralela
  78. 78. Cloud Computing• Histórico: Grid Computing
  79. 79. Cloud Computing• Histórico: Grid Computing
  80. 80. Cloud Computing• Conceito • Utilização de recursos computacionais distribuídos interligados pela Internet
  81. 81. Cloud Computing• Analogia Comprar Alugar
  82. 82. Cloud Computing• Benefícios • Escalabilidade: os recursos são alocados sob demanda • Alta disponibilidade: permite facilmente a configuração de fail over, load balance e high availability • Performance: garantia da capacidade acordada • Estimulada com o desenvolvimento de modernos sistemas de virtualização
  83. 83. Cloud Computing• Tipos de Cloud: Public Cloud• Serviço provido por 3os através da Internet, em ambiente público• Ex: Facebook, Amazon Web Service
  84. 84. Cloud Computing• Tipos de Cloud: Private Cloud• Serviço oferecido na nuvem dentro da própria organização ou de forma exclusiva para a organização• Ex: Locaweb
  85. 85. Cloud Computing• Cloud Computing é o Hosting 2.0? Hosting x Cloud Pay For All Pay Per Use
  86. 86. Cloud Computing• Cloud Computing é o Hosting 2.0? Hosting x Cloud Traga seu servidor ou Capacidade virtualmente alugue infinita
  87. 87. Cloud Computing• Cloud Computing é o Hosting 2.0? Hosting x Cloud Failover tem que ser Failover nativo planejado
  88. 88. Cloud Computing• Novos Serviços • Armazenamento como Serviço • Banco de Dados como Serviço • Informação como Serviço • Processo como Serviço • Plataforma como Serviço
  89. 89. Cloud Computing• Novos Serviços • Integração como Serviço • Segurança como Serviço • Governança como Serviço • Teste como Serviço • Infra como Serviço • Aplicativo como Serviço - SaaS
  90. 90. Data CenterTEXTO COMPLEMENTAR: Legislação pode acabar com TIVerde de fachada.
  91. 91. Green IT
  92. 92. Green IT• Conceito O Tráfego de dados em 2000 =
  93. 93. Green IT• Conceito = tráfego do Youtube HOJE
  94. 94. Green IT• Conceito Em 2007 o MySpace teve 64.4 milhões de visitantes únicos = população da França
  95. 95. Green IT• Conceito Metade da população mundial tem um celular
  96. 96. Green IT• Conceito India e China tem 12 milhões de novos assinantes de telefonia … … POR MÊS !!
  97. 97. Green IT• Conceito A emissão de carbono (carbon footprint) pela TI é o mesmo da indústria aeronáutica
  98. 98. Green IT• Conceito Um PS3 consumo o mesmo que um refrigerador
  99. 99. Green IT• Conceito Um rack em um Data Center consome o equivalente à energia média de 30 casas
  100. 100. Green IT• Conceito Qual o custo para o meio ambiente?
  101. 101. Green IT• Conceito Usar a TI com o menor impacto para o meio ambiente Usar a TI para minimizar o impacto ao meio ambiente
  102. 102. Green IT• TI Verde engloba • Redução do consumo de energia • Redução de papel • Redução de viagens • Redução de Hardware • Aumentar a vida útil de equipamentos de TI • Gestão do lixo eletrônico • Cloud Computing
  103. 103. Green IT• TI Verde engloba Software TI Verde Hardware TI Verde Práticas TI Verde
  104. 104. Green IT • Gerenciadores de Energia • Desligar Monitor • Desligar HDsSoftware TI Verde • Hibernar SO • Gerenciar Energia (Smart Grid) • Virtualização • SaaS
  105. 105. Green IT • Adquirir HW “Green” • Substituir tecnologias Desktop Notebook LCD Ligado 73,97 29,48 27,61Hardware TI Hibernando 21,13 15,77 1,38 Verde Desligado 2,84 8,9 1,13 • Adquirir produtos Refurbished • Thin Clients • Hardware na Nuvem (Infra as Service)
  106. 106. Green IT • Reduzir viagens com Video ConferênciaPráticas TI Verde • Reduzir Storage com File Sharing • Reduzir impressão • Reduzir recursos (file server, emails, etc)
  107. 107. Green IT
  108. 108. BYOD
  109. 109. BYOD
  110. 110. BYOD• Histórico • Final do século XX • Início do século XXI • Futuro (bem próximo)
  111. 111. BYOD• O que leva as empresas a adotarem? • Redução de custos • Praticidade • “Sempre pronto” • Aumentar a satisfação pessoal
  112. 112. BYOD• Quais as possíveis desvantagens? • Dados pessoais/profissionais misturados • Segurança (principalmente vírus) • Roubo / Perda de dados corporativos • Incompatibilidade • Questões legais
  113. 113. BYOD
  114. 114. BYOD• Meio termo • Incentivo à compra do equipamento “consignado”
  115. 115. BYOD• Tecnologias Disponíveis • Acesso Remoto Seguro • USB Boot Image • Imagem de SO Corporativa • Sessão Remota • VDI
  116. 116. BYOD• Acesso Remoto Seguro • Basicamente uma VPN configurada com: • Firewall • IDS • IPS • Criptografia Forte
  117. 117. BYOD• USB Boot Image
  118. 118. BYOD• Imagem de SO Corporativo • Cria-se uma imagem padrão • Pode ser programada a remoção
  119. 119. BYOD• Sessão Remota
  120. 120. BYOD• VDI - Virtual Desktop Infrastructure • Virtualização de Desktops • Maior Segurança • Soluções de Data Center • Testado em inúmeros dispositivos • Gerenciamento centralizado • Backup centralizado

×