Ferramentas de Coaching - PNL

1.252 visualizações

Publicada em

Técnicas de PNL aplicadas no processo de Coaching

Publicada em: Educação
0 comentários
5 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.252
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
97
Comentários
0
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ferramentas de Coaching - PNL

  1. 1. 1 Ferramentas de Coaching Programação Neurolinguística (PNL) 2015 Paulo Antonio Almeida MSc
  2. 2. Coaching e PNL • O mapa não é o território • Apoiar os recursos das pessoas • Intenções positivas • As percepções dos eventos é nos afetam • Não existem fracassos, apenas resultados • Ressignificação • Acompanhar ,acompanhar, conduzir • Reframe/Reenquadramento • Sistemas Representacionais • Alavancagem • Âncora • Gatilho
  3. 3. 4 PNL Programação Neurolinguística  Definição • Criadores: 1976 - John Grinder e Richard Bandler • Principais Referências: – Milton Ericksson - Hipnose – Virginia Sati – Terapia Sistêmica Familiar – Frederick Perls – Gestalt Terapia – Noam Chomsky – Gramático Gerativo Transformacional 4
  4. 4. Conceitos • Neuro = sistema nervoso; caminhos mentais dos 5 sentidos (VAGOC) • Linguística = linguagem verbal e não verbal refletindo o mundo mental • Programação= informática = crenças, pensamentos e sentimentos como hábitos que podem ser reprogramados.
  5. 5. 1. O Mapa não é o território 1. As pessoas reagem às próprias percepções da realidade 2. O significado da comunicação é o resultado que você produz no outro 3. As pessoas possuem todos os recursos para agirem de maneira efetiva 4. Qualquer comportamento é a melhor escolha possível da pessoa naquele momento 5. As mudanças ocorrem a partir do enriquecimento do mapa do mundo da outra pessoa Pressupostos Teóricos da PNL
  6. 6. 2. A vida e a mente são processos sistêmicos 1. Organismos, sociedade e universo formam uma ecologia de sistemas 2. Não é possível isolar uma parte do resto do sistema – as influências são multivariadas 3. Os sistemas são auto-organizadores. Não existem falhas, mas resultados. 4. Separar o comportamento da identidade (crença) 5. Intenção positiva – todo comportamento tem uma intenção positiva 6. Flexibilidade – a mesma ação nem sempre produz o mesmo resultado 7. Modifique seu comportamento até obter o resultado desejado Pressupostos Teóricos da PNL
  7. 7. METAMODELO Linguagem para representar nossa representação da nossa experiência. . Estrutura Profunda e Estrutura Superficial Modelagem = melhor representação da maneira como a pessoa desempenha uma tarefa
  8. 8. Eliminação: reduzimos as informações por baixa auto estima. Ex: dar mais atenção aos feedbacks negativos que os positivos. Distorção: mudar o significado dos elogios, os entendendo como uma não verdade. Generalização: Estabelecer uma verdade para contextos diferentes. Ex. Ninguém gosta de mim. Metamodelo
  9. 9. Aceitar = o modelo empobrecido apresentado pelo cliente Indagar = ao cliente sobre as partes eliminadas Intuir = a parte omitida pelo mecanismo da estrutura profunda Derivação: possíveis intervenções
  10. 10. Deliberar consigo mesmo: Meditar, consultar a si mesmo, ponderar, examinar, refletir, decidir, resolver. “Eu não consigo emagrecer. O que me impede de emagrecer? Como demais quando estou ansioso. Vou comer menos. Vou procurar ajuda de um coach para controlar minha ansiedade.” Deliberar
  11. 11. Associado quer dizer que ao reviver a situação a pessoa enxerga tudo como se estivesse lá. Ela verá as suas próprias mãos, mas não o rosto, a não ser que estivesse olhando-se em um espelho Dissociado significa reviver a experiência de outro ponto de vista que não o próprio. É como se a pessoa estivesse de longe, observando as coisas acontecerem ou como se fosse outra pessoa vendo um filme de si mesmo naquela situação etc Associação e Dissociação
  12. 12. Primeiro quero que você se imagine sentada dentro de um cinema, na fileira do meio e olhando para a tela, vendo um instantâneo em preto e branco um segundo antes de ter a reação fóbica... Agora quero que saia do seu corpo e passe à cabine de projeção, de onde poderá se observar vendo a sua própria imagem na tela. De onde você está poderá se ver sentada na fileira do meio, e também na tela... Associação e Dissociação - Fobias
  13. 13. Faça com que o instantâneo se transforme em um filme em preto e branco e assista-o do princípio até logo depois da experiência desagradável. Ao chegar ao final, imobilize-o como se fosse um diapositivo, entre dentro do filme e repasse-o de trás para frente. Todas as pessoas do filme devem andar de trás para frente, como se o filme estivesse sendo rebobinado, com a ressalva de que você se encontra dentro do filme. Passe o filme de trás para frente em cores e com uma duração máxima de um a dois segundos... Associação e Dissociação - Fobias
  14. 14. Tente o seguinte: lembre-se de algo prazeroso, excitante e engraçado e veja o que observou na ocasião. Já se lembrou?... (Ela sorri.) Ótimo. Aumente um pouco a luminosidade. (Ela sorri ainda mais.) Muito bem. Agora, mantenha esta imagem e faça com que um cachorro chegue e integre-se à imagem. Ao fazer isto, intensifique a luminosidade... Agora, imagine-se na mesma sala com um cão e veja se ainda tem a fobia... Mulher Associação e Dissociação - Fobias
  15. 15. Continuação...
  16. 16. •Padrão Swish estabelecer uma nova direção, uma nova auto imagem.
  17. 17. •Swish Se você pudesse efetuar essa mudança, de que maneira diferente você se veria?
  18. 18. •Swish Se a pessoa se vê com qualidades diferentes, essa nova pessoa poderá gerar muitas outras possibilidades específicas
  19. 19. Padrão Swish 1. Identifique o contexto e a situação que você deseja mudar 2. Identifique a imagem pista = o que você vê um pouco antes do comportamento que você deseja mudar 3. Criar a imagem do resultado desejado (imagem motivadora)
  20. 20. Padrão Swish – Tamanho 4. Swish: comece com a imagem pista grande e luminosa. Depois coloque uma pequena imagem desejada no canto inferior direito. A imagem pequena crescerá e ficará mais luminosa e cobrirá a primeira imagem, que ficará menor e mais escura tão rapidamente como se pronuncia swish. Depois abra os olhos e faça isso cinco vezes. 5 . Teste
  21. 21. Padrão Swish – Distância 4. Swish: comece com a imagem pista próxima e luminosa. Depois coloque uma pequena imagem desejada no canto inferior direito (escura e distante). A imagem pequena crescerá e ficará mais luminosa e mais próxima que a primeira imagem, que ficará mais escura e distante tão rapidamente como se pronuncia swish. Depois abra os olhos e faça isso cinco vezes. 5 . Teste
  22. 22. Padrão Swish O Padrão Swish não diz as pessoas como se comportar, ele as coloca no caminho em direção daquilo que desejam tornar-se. A parte mais importante da mudança é o estabelecimento desse caminho.
  23. 23. Ancoragem É uma associação neural entre um estado mental e um estimulo. Mecanismo Estímulo-Resposta Estímulo = Percepção VACOG Resposta = estado mental ou comportamento
  24. 24. Ancoragem Exercício: Lembre-se de um momento em que você teve uma forte reação emocional (positiva ou negativa). Descreva as circunstâncias, identifique o estimulo, a modalidade, sua resposta e a conexão original.
  25. 25. Ancoragem Ex: A visão de uma escada de pintor sempre me produz uma sensação de medo 1. Estimulo: Visão de uma escada 2. Modalidade: Visual 3. Resposta: Sinto um frio me correr pela espinha 4. Conexão: eu era criança e meu avô me dizia que é muito perigoso passar sob uma escada
  26. 26. Ancoragem Instalando uma Âncora: 1. Escolha o estado positivo que deseja ancorar 2. Escolha o canal (VACOG) e a âncora (uma imagem, um som, um toque – deve ser um estimulo indiferente, que já não seja âncora de outro estado e nem seja trivial ou facilmente disponível.
  27. 27. Ancoragem Instalando uma Âncora: 3. Escolha uma experiência real em que tenha vivido o estado e que seja referência para trazer a emoção para o exercício 4. Associe-se à experiência recordando-a a amplificando os canais VACOG
  28. 28. Ancoragem Instalando uma Âncora: 5. Calibre suas reações: Quando estiver no auge da emoção, instale a âncora e mantenha-a acionada por, no mínimo, 5 segundos. 6. Libere a âncora e quebre o estado 7. Aguarde alguns minutos e teste o resultado
  29. 29. OBRIGADO! Paulo Antonio Almeida MSc

×