AUTO - AVALIÇÃO ASSEMBLEIA DO  AGRUPAMENTO AGRUPAMENTO  DE  ESCOLAS  DO BARREIRO JULHO  2007
Estrutura da Intervenção  <ul><li>Necessidade  / importância dos processos de Auto – Avaliação  </li></ul><ul><li>Trabalho...
Auto – Avaliação  <ul><li>Diagnóstico da situação  </li></ul><ul><li>Detecção de pontos fortes e menos fortes  </li></ul><...
Auto – Avaliação <ul><li>Fundamental o envolvimento dos interessados  </li></ul><ul><li>Principais constrangimentos  </li>...
Auto – Avaliação <ul><li>“  prestação de contas “ </li></ul>IMPLICA 4 / 4
Lei 31 / 2002 de 20 de Dezembro <ul><li>“  A Auto – Avaliação tem carácter obrigatório, desenvolve-se em permanência (…)” ...
Auto – Avaliação <ul><li>Do emergir da necessidade à constituição do Grupo de Trabalho  </li></ul><ul><li>Do envolvimento ...
Decreto – Lei 115 – A / 98 de 4 de Maio   <ul><li>“  Apreciar os resultados do processo de avaliação interna da escola “ <...
Ao nível das opções estratégicas  <ul><li>Formas e Momentos de divulgação  </li></ul><ul><li>e  </li></ul><ul><li>Debate d...
A avaliação externa  <ul><li>Candidatura e aceitação  </li></ul><ul><li>Articulação entre Auto – Avaliação e Avaliação Ext...
Contratos de desenvolvimento e autonomia  <ul><li>ASSEMBLEIA </li></ul>“  Aprovar as propostas de contratos de autonomia, ...
 
Outros órgãos <ul><li>C.E. – Empenhamento na concretização das recomendações resultantes do processo. </li></ul><ul><li>C....
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

ApresentaçãO à Assembleia Julho 07

0 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
0
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
0
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

ApresentaçãO à Assembleia Julho 07

  1. 2. AUTO - AVALIÇÃO ASSEMBLEIA DO AGRUPAMENTO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DO BARREIRO JULHO 2007
  2. 3. Estrutura da Intervenção <ul><li>Necessidade / importância dos processos de Auto – Avaliação </li></ul><ul><li>Trabalho realizado </li></ul><ul><li>Desafios futuros </li></ul>1 / 4
  3. 4. Auto – Avaliação <ul><li>Diagnóstico da situação </li></ul><ul><li>Detecção de pontos fortes e menos fortes </li></ul><ul><li>Acções de melhoria </li></ul><ul><li>Visam a melhoria dos serviços prestados </li></ul>2 / 4
  4. 5. Auto – Avaliação <ul><li>Fundamental o envolvimento dos interessados </li></ul><ul><li>Principais constrangimentos </li></ul><ul><li>Inércia à mudança </li></ul><ul><li>“ medo” da avaliação pessoal </li></ul>3 / 4
  5. 6. Auto – Avaliação <ul><li>“ prestação de contas “ </li></ul>IMPLICA 4 / 4
  6. 7. Lei 31 / 2002 de 20 de Dezembro <ul><li>“ A Auto – Avaliação tem carácter obrigatório, desenvolve-se em permanência (…)” </li></ul><ul><li>Artigo 6 </li></ul>1 / 2
  7. 8. Auto – Avaliação <ul><li>Do emergir da necessidade à constituição do Grupo de Trabalho </li></ul><ul><li>Do envolvimento à informação da comunidade </li></ul><ul><li>Da definição de áreas aos Indicadores </li></ul><ul><li>Da recolha da informação ao Relatório Final </li></ul>2 / 2
  8. 9. Decreto – Lei 115 – A / 98 de 4 de Maio <ul><li>“ Apreciar os resultados do processo de avaliação interna da escola “ </li></ul><ul><li>alínea i), artigo 10º </li></ul>ASSEMBLEIA 1 / 4
  9. 10. Ao nível das opções estratégicas <ul><li>Formas e Momentos de divulgação </li></ul><ul><li>e </li></ul><ul><li>Debate dos resultados </li></ul>ASSEMBLEIA 2 / 4
  10. 11. A avaliação externa <ul><li>Candidatura e aceitação </li></ul><ul><li>Articulação entre Auto – Avaliação e Avaliação Externa </li></ul>3 / 4 <ul><li>2005/06 – 24 unidades </li></ul><ul><li>2006/07 – 100 unidades </li></ul><ul><li>2007/08 – 274 unidades </li></ul>
  11. 12. Contratos de desenvolvimento e autonomia <ul><li>ASSEMBLEIA </li></ul>“ Aprovar as propostas de contratos de autonomia, ouvido o Conselho Pedagógico “ alínea f), artigo 10 4 / 4
  12. 14. Outros órgãos <ul><li>C.E. – Empenhamento na concretização das recomendações resultantes do processo. </li></ul><ul><li>C.P. – Acompanhamento do processo, como forma de proporcionar o envolvimento generalizado dos diferentes membros da comunidade educativa </li></ul>

×