Redução mortalidade infancia no Brasil - 1990 2012 - Ministério da Saúde do Brasil
Redução mortalidade infancia no Brasil - 1990 2012 - Ministério da Saúde do Brasil
Redução mortalidade infancia no Brasil - 1990 2012 - Ministério da Saúde do Brasil
Redução mortalidade infancia no Brasil - 1990 2012 - Ministério da Saúde do Brasil
Redução mortalidade infancia no Brasil - 1990 2012 - Ministério da Saúde do Brasil
Redução mortalidade infancia no Brasil - 1990 2012 - Ministério da Saúde do Brasil
Redução mortalidade infancia no Brasil - 1990 2012 - Ministério da Saúde do Brasil
Redução mortalidade infancia no Brasil - 1990 2012 - Ministério da Saúde do Brasil
Redução mortalidade infancia no Brasil - 1990 2012 - Ministério da Saúde do Brasil
Redução mortalidade infancia no Brasil - 1990 2012 - Ministério da Saúde do Brasil
Redução mortalidade infancia no Brasil - 1990 2012 - Ministério da Saúde do Brasil
Redução mortalidade infancia no Brasil - 1990 2012 - Ministério da Saúde do Brasil
Redução mortalidade infancia no Brasil - 1990 2012 - Ministério da Saúde do Brasil
Redução mortalidade infancia no Brasil - 1990 2012 - Ministério da Saúde do Brasil
Redução mortalidade infancia no Brasil - 1990 2012 - Ministério da Saúde do Brasil
Redução mortalidade infancia no Brasil - 1990 2012 - Ministério da Saúde do Brasil
Redução mortalidade infancia no Brasil - 1990 2012 - Ministério da Saúde do Brasil
Redução mortalidade infancia no Brasil - 1990 2012 - Ministério da Saúde do Brasil
Redução mortalidade infancia no Brasil - 1990 2012 - Ministério da Saúde do Brasil
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Redução mortalidade infancia no Brasil - 1990 2012 - Ministério da Saúde do Brasil

372 visualizações

Publicada em

Apresentação elaborada pelo Ministério da Saúde do Brasil, por ocasião da divulgação, pelo UNICEF, dos resultados dos países no cumprimento do ODM 4, de redução da mortalidade na infância (< 5 anos), de 1990, em 2/3 até 2015. O Brasil foi festejado não apenas por já ter cumprido o ODM com 3 anos de antecedência, mas também por ter apresentado uma das maiores reduções do mundo: 77%.
A apresentação detalha tal evolução e aponta as politicas publicas do SUS e de transferência de renda que têm permitido este estupendo avanço.

Publicada em: Saúde e medicina
  • Seja o primeiro a comentar

×