SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 9
Mozart e seu cão fiel
Wolfgang Amadeus
Mozart, grande
compositor clássico,
nasceu no dia 27 de
janeiro de 1756, em
Salzburgo, na Áustria.
Extremamente
importante, esse
compositor do século
XVIII, é considerado
como um dos músicos
mais famosos. Foi em
Paris, quando Wolfgang
tinha sete anos, que
suas primeiras obras
publicadas apareceram.
Mozart teve vários anos
de glória, sendo
reconhecido por reis
e rainhas de toda
Europa. No entanto,
nunca soube lidar com
dinheiro. A exploração
de sua bondade e
genialidade musical logo
surgiria por parte de
grandes oportunistas. Já
casado, começou a ver
sua vida desmoronar. A
mulher, o abandonou.
A mãe, que tanto amava, adoeceu gravemente. Mozart, sem dinheiro,
vendia composições em troca de remédios para sua mãe, que faleceu
após alguns meses. Triste e desiludido, Mozart caiu enfermo.
O único amigo fiel, seu
cachorro, foi quem
ficou ao seu lado até o
dia de sua morte, em 5
de Dezembro de 1791.
Mozart foi enterrado
numa vala comum, em
Viena.
Sua mulher, Constanze
Weber, que estava em
Paris, ficou sabendo da
morte de Mozart e
partiu para Viena afim
de visitar o túmulo do
marido. Ao chegar lá,
entrou em desespero ao
saber que Mozart havia
sido enterrado como
indigente, sem que lhe
dessem nem uma placa
com seu nome como
lápide.
Era dezembro (inverno europeu), fazia frio e chovia em Viena. Constanze
resolveu “vasculhar” o cemitério à procura de alguma “pista” que pudesse
dizer onde Mozart fora enterrado. Procurando entre os túmulos, viu um
pequeno corpo, congelado pelo frio, em cima da terra batida. Chegando
perto reconhece o cachorro querido de Mozart.
Hoje, quem visitar Viena, verá
um grande mausoléu, onde
está o corpo de Mozart e de
seu cachorro. Foi por causa
do amor desse animal de
estimação que Mozart pode
ser achado e removido da
vala comum onde fora
enterrado. Ele permaneceu
com seu dono até depois do
final.
Morreu junto ao tumulo de
seu dono porque, sem ele,
não poderia mais viver.
“Em toda a história do mundo há apenas uma coisa que o
dinheiro não pode comprar: o abano da cauda de um cachorro.”

                                      Tenha um bom dia!



 Imagens:    Google
 Música:    Sinfonia nº 40 en sol menor (Mozart)
 Orquestra: Waldo de Los Rios                             início
 Texto:      recebido por e-mail
 Formatação: Regis
             reginaldorepres@yahoo.com.br

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (18)

Shakespeare
ShakespeareShakespeare
Shakespeare
 
Mozart
MozartMozart
Mozart
 
William Shakespeare
William ShakespeareWilliam Shakespeare
William Shakespeare
 
Tchaikovsky
TchaikovskyTchaikovsky
Tchaikovsky
 
柴可夫斯基(俄国作曲家,1840-1893).pps
柴可夫斯基(俄国作曲家,1840-1893).pps柴可夫斯基(俄国作曲家,1840-1893).pps
柴可夫斯基(俄国作曲家,1840-1893).pps
 
Tchaikovsky jh
Tchaikovsky jhTchaikovsky jh
Tchaikovsky jh
 
Tchaikowsky
TchaikowskyTchaikowsky
Tchaikowsky
 
Biografia Tchaikovsky
Biografia TchaikovskyBiografia Tchaikovsky
Biografia Tchaikovsky
 
Tchaikovsky
TchaikovskyTchaikovsky
Tchaikovsky
 
Tchaikovsky
TchaikovskyTchaikovsky
Tchaikovsky
 
Tchaikovsky
TchaikovskyTchaikovsky
Tchaikovsky
 
Tchaikovsky
TchaikovskyTchaikovsky
Tchaikovsky
 
Tchekhov
TchekhovTchekhov
Tchekhov
 
William Shakespeare - Poeta, Dramaturgo e Ator Inglês.
William Shakespeare - Poeta, Dramaturgo e Ator Inglês.William Shakespeare - Poeta, Dramaturgo e Ator Inglês.
William Shakespeare - Poeta, Dramaturgo e Ator Inglês.
 
Romeu e julieta
Romeu e julietaRomeu e julieta
Romeu e julieta
 
Tchaikovsky Jh
Tchaikovsky JhTchaikovsky Jh
Tchaikovsky Jh
 
Alma Mahler
Alma MahlerAlma Mahler
Alma Mahler
 
Dia mundial da poesia
Dia mundial da poesiaDia mundial da poesia
Dia mundial da poesia
 

Semelhante a Mozart e seu cao fiel

Vida e obra yourcenar
Vida e obra yourcenarVida e obra yourcenar
Vida e obra yourcenar
luisapd
 
Marcel.proust.em.busca.do.tempo.perdido.1.no.caminho.de.swann
Marcel.proust.em.busca.do.tempo.perdido.1.no.caminho.de.swannMarcel.proust.em.busca.do.tempo.perdido.1.no.caminho.de.swann
Marcel.proust.em.busca.do.tempo.perdido.1.no.caminho.de.swann
Ariane Mafra
 
Tchekhov
TchekhovTchekhov
Tchekhov
Futuri
 
Trabalho de história g.p.
Trabalho de história g.p.Trabalho de história g.p.
Trabalho de história g.p.
maria.antonia
 
Escritos de um louco Antonin Artaud
Escritos de um louco   Antonin ArtaudEscritos de um louco   Antonin Artaud
Escritos de um louco Antonin Artaud
Luis Bonfim
 
Tchekhov
TchekhovTchekhov
Tchekhov
Futuri
 
Tchekhov
TchekhovTchekhov
Tchekhov
Futuri
 
Tchekhov
TchekhovTchekhov
Tchekhov
Futuri
 

Semelhante a Mozart e seu cao fiel (20)

Vida e obra yourcenar
Vida e obra yourcenarVida e obra yourcenar
Vida e obra yourcenar
 
Novas obras na tua be 2
Novas obras na tua be   2Novas obras na tua be   2
Novas obras na tua be 2
 
HollywoodCEO:Mozart
HollywoodCEO:MozartHollywoodCEO:Mozart
HollywoodCEO:Mozart
 
Destaques Enciclopédia 08-12-2014 a 14-12-2014
Destaques Enciclopédia 08-12-2014 a 14-12-2014Destaques Enciclopédia 08-12-2014 a 14-12-2014
Destaques Enciclopédia 08-12-2014 a 14-12-2014
 
Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
 
Marcel.proust.em.busca.do.tempo.perdido.1.no.caminho.de.swann
Marcel.proust.em.busca.do.tempo.perdido.1.no.caminho.de.swannMarcel.proust.em.busca.do.tempo.perdido.1.no.caminho.de.swann
Marcel.proust.em.busca.do.tempo.perdido.1.no.caminho.de.swann
 
Literatura russa
Literatura russaLiteratura russa
Literatura russa
 
Seminário História Contemporânea 1
Seminário História Contemporânea 1Seminário História Contemporânea 1
Seminário História Contemporânea 1
 
Biografia
BiografiaBiografia
Biografia
 
Tchekhov
TchekhovTchekhov
Tchekhov
 
Trabalho de história g.p.
Trabalho de história g.p.Trabalho de história g.p.
Trabalho de história g.p.
 
Romantismo ii
Romantismo iiRomantismo ii
Romantismo ii
 
01 modernismo - 1a fase - 3o ano
01   modernismo - 1a fase - 3o ano01   modernismo - 1a fase - 3o ano
01 modernismo - 1a fase - 3o ano
 
Marat
MaratMarat
Marat
 
Escritos de um louco Antonin Artaud
Escritos de um louco   Antonin ArtaudEscritos de um louco   Antonin Artaud
Escritos de um louco Antonin Artaud
 
Van Gogh1
Van Gogh1Van Gogh1
Van Gogh1
 
Famosos do século XX
Famosos do século XXFamosos do século XX
Famosos do século XX
 
Tchekhov
TchekhovTchekhov
Tchekhov
 
Tchekhov
TchekhovTchekhov
Tchekhov
 
Tchekhov
TchekhovTchekhov
Tchekhov
 

Mais de Paulo Bachur

Brincando com a_lua
Brincando com a_luaBrincando com a_lua
Brincando com a_lua
Paulo Bachur
 
Brincando com a_lua
Brincando com a_luaBrincando com a_lua
Brincando com a_lua
Paulo Bachur
 
Legado de atenas jm
Legado de atenas jmLegado de atenas jm
Legado de atenas jm
Paulo Bachur
 
A velha mal humorada [mcf]2
A velha mal humorada [mcf]2A velha mal humorada [mcf]2
A velha mal humorada [mcf]2
Paulo Bachur
 
A velha mal humorada [mcf]2
A velha mal humorada [mcf]2A velha mal humorada [mcf]2
A velha mal humorada [mcf]2
Paulo Bachur
 
Tecnologia do abraço
Tecnologia do abraçoTecnologia do abraço
Tecnologia do abraço
Paulo Bachur
 
Caminando por eguisheim
Caminando por eguisheimCaminando por eguisheim
Caminando por eguisheim
Paulo Bachur
 
Espinhos e amizade
Espinhos e amizadeEspinhos e amizade
Espinhos e amizade
Paulo Bachur
 
Magnifiques photos
Magnifiques photosMagnifiques photos
Magnifiques photos
Paulo Bachur
 
Viajando no graf zeppelin
Viajando no graf zeppelinViajando no graf zeppelin
Viajando no graf zeppelin
Paulo Bachur
 
Something different 291
Something different 291Something different 291
Something different 291
Paulo Bachur
 
Conchas marinhas!. . ----------(((((som)))))
Conchas marinhas!. . ----------(((((som)))))Conchas marinhas!. . ----------(((((som)))))
Conchas marinhas!. . ----------(((((som)))))
Paulo Bachur
 

Mais de Paulo Bachur (20)

Brincando com a_lua
Brincando com a_luaBrincando com a_lua
Brincando com a_lua
 
Brincando com a_lua
Brincando com a_luaBrincando com a_lua
Brincando com a_lua
 
Nostalgia
NostalgiaNostalgia
Nostalgia
 
Legado de atenas jm
Legado de atenas jmLegado de atenas jm
Legado de atenas jm
 
Piramides
PiramidesPiramides
Piramides
 
A velha mal humorada [mcf]2
A velha mal humorada [mcf]2A velha mal humorada [mcf]2
A velha mal humorada [mcf]2
 
A velha mal humorada [mcf]2
A velha mal humorada [mcf]2A velha mal humorada [mcf]2
A velha mal humorada [mcf]2
 
Igrejas incomuns
Igrejas incomunsIgrejas incomuns
Igrejas incomuns
 
Las torres
Las torresLas torres
Las torres
 
Tecnologia do abraço
Tecnologia do abraçoTecnologia do abraço
Tecnologia do abraço
 
Desempregado1
Desempregado1Desempregado1
Desempregado1
 
Caminando por eguisheim
Caminando por eguisheimCaminando por eguisheim
Caminando por eguisheim
 
Espinhos e amizade
Espinhos e amizadeEspinhos e amizade
Espinhos e amizade
 
Magnifiques photos
Magnifiques photosMagnifiques photos
Magnifiques photos
 
Viajando no graf zeppelin
Viajando no graf zeppelinViajando no graf zeppelin
Viajando no graf zeppelin
 
Ode to n
Ode to nOde to n
Ode to n
 
Israel y cuba
Israel y cubaIsrael y cuba
Israel y cuba
 
Something different 291
Something different 291Something different 291
Something different 291
 
Trop mignon
Trop mignonTrop mignon
Trop mignon
 
Conchas marinhas!. . ----------(((((som)))))
Conchas marinhas!. . ----------(((((som)))))Conchas marinhas!. . ----------(((((som)))))
Conchas marinhas!. . ----------(((((som)))))
 

Mozart e seu cao fiel

  • 1. Mozart e seu cão fiel
  • 2. Wolfgang Amadeus Mozart, grande compositor clássico, nasceu no dia 27 de janeiro de 1756, em Salzburgo, na Áustria. Extremamente importante, esse compositor do século XVIII, é considerado como um dos músicos mais famosos. Foi em Paris, quando Wolfgang tinha sete anos, que suas primeiras obras publicadas apareceram.
  • 3. Mozart teve vários anos de glória, sendo reconhecido por reis e rainhas de toda Europa. No entanto, nunca soube lidar com dinheiro. A exploração de sua bondade e genialidade musical logo surgiria por parte de grandes oportunistas. Já casado, começou a ver sua vida desmoronar. A mulher, o abandonou.
  • 4. A mãe, que tanto amava, adoeceu gravemente. Mozart, sem dinheiro, vendia composições em troca de remédios para sua mãe, que faleceu após alguns meses. Triste e desiludido, Mozart caiu enfermo.
  • 5. O único amigo fiel, seu cachorro, foi quem ficou ao seu lado até o dia de sua morte, em 5 de Dezembro de 1791. Mozart foi enterrado numa vala comum, em Viena.
  • 6. Sua mulher, Constanze Weber, que estava em Paris, ficou sabendo da morte de Mozart e partiu para Viena afim de visitar o túmulo do marido. Ao chegar lá, entrou em desespero ao saber que Mozart havia sido enterrado como indigente, sem que lhe dessem nem uma placa com seu nome como lápide.
  • 7. Era dezembro (inverno europeu), fazia frio e chovia em Viena. Constanze resolveu “vasculhar” o cemitério à procura de alguma “pista” que pudesse dizer onde Mozart fora enterrado. Procurando entre os túmulos, viu um pequeno corpo, congelado pelo frio, em cima da terra batida. Chegando perto reconhece o cachorro querido de Mozart.
  • 8. Hoje, quem visitar Viena, verá um grande mausoléu, onde está o corpo de Mozart e de seu cachorro. Foi por causa do amor desse animal de estimação que Mozart pode ser achado e removido da vala comum onde fora enterrado. Ele permaneceu com seu dono até depois do final. Morreu junto ao tumulo de seu dono porque, sem ele, não poderia mais viver.
  • 9. “Em toda a história do mundo há apenas uma coisa que o dinheiro não pode comprar: o abano da cauda de um cachorro.” Tenha um bom dia! Imagens: Google Música: Sinfonia nº 40 en sol menor (Mozart) Orquestra: Waldo de Los Rios início Texto: recebido por e-mail Formatação: Regis reginaldorepres@yahoo.com.br