Síndromes pulmonares

10.960 visualizações

Publicada em

1 comentário
6 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
10.960
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
487
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
208
Comentários
1
Gostaram
6
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Síndromes pulmonares

  1. 1. Suzete Notaroberto Fundação Lusíada Terceiro ano 2014 SÍNDROMES PLEUROPULMONARES
  2. 2. SÍNDROMES PLEUROPULMONARES índromes brônquicas índromes pulmonares índromes pleurais
  3. 3. SÍNDROMES BRÔNQUICAS sma brônquica ronquite •Aguda •Crônica ronquiectasia
  4. 4. SÍNDROMES BRÔNQUICAS BRONQUITE
  5. 5. SÍNDROMES BRÔNQUICAS BRONQUITE GUDA: irus ebre, cefaléia, desconforto retroesternal,rouquidão, tosse seca, ecreção mucosa que pode ser tornar mucopurulenta se infecção bacteriana nspeção,percussão, palpação sem alterações usculta –estertores grossos em ambos os
  6. 6. SÍNDROMES BRÔNQUICAS BRONQUITE RÔNICA: xcesso de muco na árvore brônquica osse com espectoração mucopurulenta – meses – períodos de melhora e piora – infecção, tabaco, poluição stertores grossos disseminados, roncos e sibilos frequentes
  7. 7. SÍNDROMES BRÔNQUICAS BRONQUIECTASIA ilatação irreversível dos bronquios por destruição da parade eguimentos ou lobos pulmonares osse produtiva com expectoração mucopurulenta - pela manhã emoptise xame físico variável dependendo da localização asal – diminuição da expansibilidade
  8. 8. BRONQUIECTASIAS
  9. 9. BRONQUIECTASIA
  10. 10. Síndromes brônquicas Inspeção Palpação Frêmito toracovocal Percussão Ausculta Causas Obstrução Tiragem inspiratória FTV normal ou diminuído Hipersonorid ade MV diminuído com expiração prolongada Asma bronquica Infecção Expansibilida de normal ou diminuída FTV normal ou diminuído Normal ou diminuído Sibilos Estertores grossos disseminados Bronquite aguda e crônica Dilatação Normal ou expansibilida de diminuída FTV normal ou aumentado Normal ou submacicez Roncos e sibilos Estertores grossos localizados Bronquiecta sia
  11. 11. SÍNDROMES PULMONARES índrome de consolidação telectasia nfisema pulmonar
  12. 12. SÍNDROMES PULMONARES SÍNDROME DE CONSOLIDAÇÃO cupação dos espaços alveolares por células e exudato. AUSAS neumonia nfarto pulmonar uberculose ANIFESTAÇÕES CLÍNICAS ispneia
  13. 13. SÍNDROMES PULMONARES SÍNDROME DE CONSOLIDAÇÃO NPEÇÃO: • Expansibilidade diminuída ALPAÇÃO: • Expansibilidade diminuída e frêmito toraco vocal aumentado ERCUSSÃO: • Submacicez ou macicez USCULTA: • Respiração brônquica sustituindo o MV, sopro tubário, broncofonia ou egofonia, pectorilóquia e estertores finos
  14. 14. SÍNDROMES PULMONARES SÍNDROME DE CONSOLIDAÇÃO
  15. 15. SÍNDROME PULMONAR ATELECTASIA esaparecimento de ar dos alvéolos e ocupação do espaço alveolar por células e exudato AUSAS: • Oclusão da luz dos brônquios por: • Neoplasias • Corpo estranho • Secreção espessa – “rolhas” • Depende da localização da obstrução com atelectasia total ou segmentar
  16. 16. SÍNDROME PULMONAR ATELECTASIA • INSPEÇÃO: • Retração do hemitorax e tiragem • PALPAÇÃO: • Expansibilidade diminuída e frêmito toraco vocal diminuído ou abolido • PERCUSSÃO: • Submacicez ou macicez • AUSCULTA: • Respiração broncovesicular. • Ressonância vocal diminuída
  17. 17. ATELECTASIA
  18. 18. SÍNDROMES PULMONARES ENFISEMA PULMONAR nfisema Pulmonar ou Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica ilatação excessiva dos alvéolos pulmonares, erda de capacidade respiratória e oxigenação insuficiente. ausada pela exposição a produtos químicos tóxicos ou exposição prolongada
  19. 19. SÍNDROMES PULMONARES ENFISEMA PULMONAR NSPEÇÃO: • Expansibilidade diminuída e torax em tonel nos casos avançados ALPAÇÃO: • Expansibilidade diminuída e frêmito toraco vocal diminuído ERCUSSÃO: • Sonoridade pulmonar normal no início e hipersonoridade nos casos avançados USCULTA: • Murmúrio vesicular diminuído. • Fase expiratória prolongada • Ressonancia vocal diminuída
  20. 20. ENFISEMA PULMONAR
  21. 21. Enfisema pulmonar O baqueteamento digital pode estar presente em patologias pulmonares como câncer de pulmão, fibrose, DPOC, pneumonoconiose
  22. 22. ENFISEMA PULMONAR BAQUETEAMENTO DE DEDOS
  23. 23. SÍNDROMES PULMONARES CONGESTÃO PASSIVA DOS PULMÕES íquido no espaço intersticial AUSAS PRINCIPAIS: • Insuficiência ventricular esquerda • Insuficiência mitral INAIS E SINTOMAS: • Dispneia – váriavel • Tosse seca • Sibilancia – pouco frequente
  24. 24. SÍNDROMES PULMONARES CONGESTÃO PASSIVA DOS PULMÕES NPEÇÃO: • Expansibilidade normal ou diminuída ERCUSSÃO: • Expansibilidade e frêmito toraco vocal normal ou aumentado ALPAÇÃO: • Submacicez em bases pulmonares USCULTA: • Estertores finos em bases de pulmão • Pode ocorrer broncoespasmo – prolongamento do componente expiratório • Ressonância vocal normal
  25. 25. SÍNDROMES PULMONARES CONGESTÃO PASSIVA DOS PULMÕES
  26. 26. SÍNDROMES PULMONARES CONGESTÃO PULMONAR Raio X de tórax num paciente normal. Raio X de tórax num paciente com ICC. Linhas Kerley B indicam edema pulmonar.
  27. 27. SÍNDROME PULMONAR ESCAVAÇÃO OU CAVERNA PULMONAR avernas são consequencia de destruição de parênquima pulmonar em uma área que sofreu necrobiose AUSAS: • Principal - tuberculose • Abscessos pulmonares • Neoplasia • Infecções fungicas ANIFESTAÇÕES CLÍNICAS: • Tosse produtiva • Vômica
  28. 28. SÍNDROME PULMONAR ESCAVAÇÃO OU CAVERNA PULMONAR • INSPEÇÃO: • Expansibilidade diminuída na região afetada • PALPAÇÃO: • Expansibilidade diminuída e frêmito toraco vocal aumentado (se houver secreção) • PERCUSSÃO: • Sonoridade normal ou som timpânico • AUSCULTA: • Respiração broncovesicular ou brônquica no lugar do murmúrio vesicular • Ressonancia vocal aumentada ou pectorilóquia
  29. 29. SÍNDROME PULMONAR ESCAVAÇÃO OU CAVERNA PULMONAR
  30. 30. SÍNDROMES PLEURAIS LEURITES ERRAMES PLEURAIS
  31. 31. SÍNDROMES PLEURAIS PLEURITES nflamação dos folhetos pleurais AUSAS: • Tuberculose • Pneumonia • Colagenoses • Viroses • Neoplasias de pleura ou de pulmão GUDA: • SECA OU ÚMIDA (COM DERRAME PLEURAL) • Na pleurite seca o principal sintoma é a dor – pleurítica • Tosse, dispnéia e frebre
  32. 32. SÍNDROMES PLEURAIS PLEURITE AGUDA NSPEÇÃO: • Expansibilidade diminuída ALPAÇÃO: • Expansibilidade e frêmito toraco vocal diminuídos ERCUSSÂO: • Sonoridade norma lou submacicez USCULTA: • Atrito pleural – principal dado semiológico
  33. 33. SÍNDROMES PLEURAIS PLEURITE CRÔNICA spessamento dos folhetos pleurais rincipal sintomas é a dispneia aos grandes esforços
  34. 34. SÍNDROMES PLEURAIS PLEURITE CRÔNICA NSPEÇÃO: • Retração torácica e expansibilidade diminuída ALPAÇÃO: • Expansibilidade e frêmito toraco vocal diminuídos ERCUSSÃO: • Submacicez ou macicez USCULTA: • Murmúrio vesicular diminuído • Ressonância vocal diminuída
  35. 35. SÍNDROMES PLEURAIS DERRAME PLEURAL íquido entre os folhetos pleurais AUSAS: • Pleurites • Pneumonias • Neoplasias • Colagenoses • Síndrome nefrótica • Doenças pleurais • Insuficiência cardíaca INAIS E SINTOMAS:
  36. 36. SÍNDROMES PLEURAIS DERRAME PLEURAL NSPEÇÃO: • Expansibilidade diminuída ALPAÇÃO: • Expansibilidade diminuída e frêmito toraco vocal abolido na área do derrame e aumentado na do pulmão em contato com o líquido pleural ERCUSSÃO: • Macicez USCULTA: • Murmurio vesicular abolido na área do derrame • Egofonia e estertores finos na área do pulmão em contato com o líquido pleural na parte mais alta do derrame
  37. 37. SÍNDROMES PLEURAIS DERRAME PLEURAL
  38. 38. SÍNDROMES PLEURAIS PNEUMOTORAX r no espaço pleural AUSAS: • Lesão traumática • Ruptura de bolha subpleural • Afecções pulmonares – tuberculose, pneumoconiose, neoplasia INAIS E SINTOMAS: • Dor • Tosse seca • Dispneia
  39. 39. SÍNDROMES PLEURAIS PNEUMOTORAX • INSPEÇÃO: • Normal ou abaulamento dos espaços intercostais quando a quantidade de ar é grande • PALPAÇÃO: • Expansibilidade e frêmito toraco vocal diminuídos • PERCUSSÃO: • Hipersonoridade ou som timpânico • AUSCULTA: • Murmurio vesicular e ressonancia vocal diminuídos
  40. 40. SÍNDROMES PLEURAIS PNEUMOTORAX
  41. 41. ?
  42. 42. SÍNDROMES PULMONARES eferencias:  SEMIOLOGIA MÉDICA  SEXTA EDIÇÃO CELMO CELENO PORTO magens da internet

×