Abdome agudo 15

2.490 visualizações

Publicada em

abdome agudo abdômen agudo unilus

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.490
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
910
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
51
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Abdome agudo 15

  1. 1. Alambert, PA
  2. 2. Introdução • O termo abdome agudo é amplo eO termo abdome agudo é amplo e compreende inúmeras situações clínicascompreende inúmeras situações clínicas • Alguns autores têm definido abdômen agudo como uma dor na região abdominal,não traumática, de aparecimento súbito e de intensidade variável associada ou não a outros sintomas.
  3. 3. Introdução • Geralmente com duração de horas até quatro dias, não ultrapassando sete dias. Em geral, necessita de intervenção médica imediata, cirúrgica ou não.
  4. 4. DEFINIÇÃO • Toda situação abdominal alarmante (Annes Dias) • Casos intraperitoniais, de natureza cirúrgica, de evolução para a morte, apenas evitada pelo êxito da intervenção. (Vieira Romero) • Toda dor abdominal que acomete paciente que estava anteriormente bem e com duração maior que 6 horas (Cope)
  5. 5. Importante!!! • Uma grande série de doenças musculares, gastrointestinais, ginecológicas, urológicas, vasculares, psicossomáticas, cardíacas, parasitárias, pulmonares e intoxicações exógenas, dentre outras podem causar dor abdominal e até simular abdômen agudo.
  6. 6. Classificação • Abdome agudo inflamatório • Abdome agudo obstrutivo • Abdome agudo perfurativo • Abdome agudo hemorrágico • Abdome agudo vascular
  7. 7. Abdome agudo inflamatório Apendicite Colecistite aguda Pancreatite aguda Diverticulite Doença inflamatória pélvica Abscessos intra-abdominais Peritonites primárias e secundárias
  8. 8. Abdome agudo obstrutivo • Aderências intestinais • Hérnia estrangulada • Fecaloma • Obstrução pilórica • Volvo • Intussuscepção • Cálculo biliar • Corpo estranho • Bolo de áscaris
  9. 9. Abdome agudo perfurativoAbdome agudo perfurativo • Úlcera péptica • Neoplasia gastrointestinal perfurada • Amebíase • Febre tifóide • Divertículos do cólon
  10. 10. Abdome agudo hemorrágicoAbdome agudo hemorrágico • Gravidez ectópica rota • Ruptura do baço • Ruptura de aneurisma de aorta abdominal • Cisto ovariano hemorrágico • Necrose tumoral • Endometriose
  11. 11. Abdome agudo vascularAbdome agudo vascular Isquemia intestinal Trombose mesentérica Torção do omento Torção de pedículo de cisto ovariano Infarto esplênico
  12. 12. ELEMENTOS PROPEDÊUTICOS COMUNS • 1- Dor espontânea e seus caracteres • 2- Febre – diferença axilo-retal • 3- “Shock”- presente ou não • 4- Inspeção,Palpação e percussão abdominais • 5- Reconhecimento ou definição do órgão- sede do processo inflamatório agudo
  13. 13. Anamnese • Dor abdominal • Náuseas e vômitos • Alteração do hábito intestinal • Sangramento vaginal • Antecedentes patológicos
  14. 14. Exame físico • Exame físico geral • Exame físico abdominal 1-Inspeção 2-Ausculta 3-Percussão 4-Palpação 5-Sinais de irritação peritoneal
  15. 15. Abdome agudo inflamatório • Dor abdominal • Náuseas, vômitos, mal-estar geral • FebreDiferença axilo-retal • “Shock” • Sinais de irritação peritoneal • Exemplos:Apendicite aguda, colecistite aguda, pancreatite aguda, doença inflamatório pélvica, diverticulite aguda
  16. 16. Apendicite aguda
  17. 17. Apendicite aguda
  18. 18. Apendicite aguda
  19. 19. Abdome agudo inflamatório • Atitude passiva antálgicaflexão da coxa sobre a bacia. • Hiperestesia cutânea/”defesa muscular” “abdome em tábua” • Pesquisa do sinal de Blumberg • Palpação da região dolorosa no sentido de identificar a víscera dolorosa
  20. 20. Sinal de Blumberg • O que é o Sinal de Blumberg? R:Dor ou piora da dor à descompressão súbita do ponto de McBurney Onde é pesquisado? A pesquisa do sinal é feita no ponto de McBurney, também chamado de ponto apendicular. É traçado uma linha que liga a cicatriz umbilical com a espinha ilíaca ântero-superior. Divide-se esta linha em 3 partes, sendo o ponto referido o local que corresponde ao encontro do terço médio com o terço distal da linha.
  21. 21. McBurney
  22. 22. Sinal de Blumberg • Qual a técnica semiológica? R- Com o paciente em decúbito dorsal, é realizada uma compressão no ponto de McBurney, seguida de uma descompressão súbita, que será referida pelo paciente como dor ou piora da dor quando o sinal estiver presente.
  23. 23. Sinal de Blumberg • Qual seu significado?? • R-O sinal de Blumberg é um dos sinais clássicos da Medicina, e sua presença representa Inflamação peritoneal, e é muito sugestivo do diagnóstico de Apendicite, apesar de não ser patognomônico desta condição.
  24. 24. Sinal de Blumberg • Idealmente, como foi descrito no artigo em que foi publicado, o sinal de Blumberg só é pesquisado no ponto de Mcburney, sendo que a descompressão dolorosa em qualquer outra parte do abdome não é reconhecida como este sinal.
  25. 25. Abdome agudo inflamatório • Toque retal/vagino-abdominal • Percussão dígito-digital deve ser executada iniciando pelas regiões indolorores e limitando somente a região circunscrita da dor. • Sinal de Rovsing p/ apendicite aguda
  26. 26. Sinal de Rovsing
  27. 27. Abdome agudo obstrutivo • Dor abdominal cólica • Distensão abdominal • Parada de laminação de gases e fezes • Náuseas e vômitos • Peristaltismo visível • Ruídos abdominais aumentados no início,desaparecendo à seguir
  28. 28. Abdome agudo obstrutivo • Blumberg (+) • Ascite (+) • Estado de “SHOCK” • ExemplosAderências (PO), hérnia encarcerada, neoplasia de cólon, volvo de sigmóide, bolo de áscaris
  29. 29. Abdome agudo perfurativo
  30. 30. Abdome agudo perfurativo • Dor abdominal de forte intensidade • Abdome em tábua • Pneumoperitônio • História anterior de úlcera • Úlcera gástrica/duodenal perfurada, perfuração de alça intestinal
  31. 31. Abdome agudo perfurativo • O maior valor propedêutico,corresponde à afirmação do pneumoperitonio por perfuração da víscera oca,pelo sinal de Jobert,ou o timpanismo de toda a região hepática,afastadas as outras possibilidades de timpanismo parcial da mesma região
  32. 32. Abdome agudo hemorrágico • Dor abdominal • Síndrome hipovolêmica • Sinais de irritação peritoneal • Gravidez ectópica rota, ruptura de aneurisma de Aorta, ruptura de vísceras
  33. 33. Abdome agudo vascular • Dor abdominal • História anterior de arteriopatias crônica, IAM, AVC, claudicação abdominal • Eliminação de líquido necrótico • Trombose arterial periférica, embolia arterial, trombose venosa mesentérica
  34. 34. Ruptura esplênica • Espontânea • Baço patológico • Baço normal • Traumática • Quadro clínico imediato • Ruptura em dois tempos
  35. 35. Obrigado pela atenção!!

×