SlideShare uma empresa Scribd logo

O jovem e seu futuro.

Paula Querino
Paula Querino
Paula QuerinoAdministradora em AB Jubileee

O jovem e seus planos para o futuro. The young and their future plans.

O jovem e seu futuro.

1 de 42
Baixar para ler offline
 
Fugido   do V ietnã   Resgatado em  alto mar Chegou a  passar fome  em  São Paulo com seu primeiro "dinheiro" comprou  um  dicionário 
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Criança adulto não considera as consequências assume responsabilidades não calcula o impacto futuro de suas decisões. pensa antes de agir Age pelo impulso da imaturidade Não age por emoção mas por decisão Tenta fugir das consequências de suas escolhas más Assume as consequências
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object]
Anúncio

Recomendados

Os desafios para o adolescente cristão no mundo
Os desafios para o adolescente cristão no mundoOs desafios para o adolescente cristão no mundo
Os desafios para o adolescente cristão no mundoCRISTOPAA
 
Estudo para adolescentes
Estudo para adolescentesEstudo para adolescentes
Estudo para adolescentesEdson_2012.A-F
 
Discipulado na Prática
Discipulado na PráticaDiscipulado na Prática
Discipulado na PráticaNarlea Walkyse
 
O desafio de ser um cristão contemporâneo,
O desafio de ser um cristão contemporâneo,O desafio de ser um cristão contemporâneo,
O desafio de ser um cristão contemporâneo,Felicio Araujo
 
Apresentação1- A família : Plano de Deus - Estudo bíblico 1 - 19-10-2014
Apresentação1- A família : Plano de Deus -   Estudo bíblico 1 - 19-10-2014Apresentação1- A família : Plano de Deus -   Estudo bíblico 1 - 19-10-2014
Apresentação1- A família : Plano de Deus - Estudo bíblico 1 - 19-10-2014Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
Primeira apostila dos jovens - PDF
Primeira apostila dos jovens - PDFPrimeira apostila dos jovens - PDF
Primeira apostila dos jovens - PDFLucas Martins
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Curto Cirucuito - Palestra Para Jovens Evangélicos.
Curto Cirucuito - Palestra Para Jovens Evangélicos.Curto Cirucuito - Palestra Para Jovens Evangélicos.
Curto Cirucuito - Palestra Para Jovens Evangélicos.Cristiano Marinho Maciel
 
Uma juventude forte
Uma juventude forteUma juventude forte
Uma juventude forteEid Marques
 
Propósito no namoro.
Propósito no namoro.Propósito no namoro.
Propósito no namoro.Quenia Damata
 
A Formação do Caráter Cristão
A Formação do Caráter CristãoA Formação do Caráter Cristão
A Formação do Caráter CristãoMárcio Martins
 
Apostila curso-casais-pronta-pdf-free
Apostila curso-casais-pronta-pdf-freeApostila curso-casais-pronta-pdf-free
Apostila curso-casais-pronta-pdf-freeJooAlbertoSoaresdaSi
 
Namoro Cristão. Uma bênção de Deus. PALESTRA
Namoro Cristão. Uma bênção de Deus. PALESTRANamoro Cristão. Uma bênção de Deus. PALESTRA
Namoro Cristão. Uma bênção de Deus. PALESTRASeduc MT
 
Adolescentes Cristãos - Como devem ser?
Adolescentes Cristãos - Como devem ser?Adolescentes Cristãos - Como devem ser?
Adolescentes Cristãos - Como devem ser?Márcio Pereira
 
Lição 9 - É preciso buscar Crescimento Espiritual
Lição 9 - É preciso buscar Crescimento EspiritualLição 9 - É preciso buscar Crescimento Espiritual
Lição 9 - É preciso buscar Crescimento EspiritualÉder Tomé
 
O jovem e a liberdade cristã
O jovem e a liberdade cristãO jovem e a liberdade cristã
O jovem e a liberdade cristãNoimix
 
Os Desafios de uma Família Segundo o Coração de Deus
Os Desafios de uma Família Segundo o Coração de DeusOs Desafios de uma Família Segundo o Coração de Deus
Os Desafios de uma Família Segundo o Coração de DeusIBMemorialJC
 
As bases do casamento cristão
As bases do casamento cristãoAs bases do casamento cristão
As bases do casamento cristãoMoisés Sampaio
 
Marcas De Uma Pessoa Madura
Marcas De Uma Pessoa MaduraMarcas De Uma Pessoa Madura
Marcas De Uma Pessoa Maduraguestc5d870
 

Mais procurados (20)

Curto Cirucuito - Palestra Para Jovens Evangélicos.
Curto Cirucuito - Palestra Para Jovens Evangélicos.Curto Cirucuito - Palestra Para Jovens Evangélicos.
Curto Cirucuito - Palestra Para Jovens Evangélicos.
 
Uma juventude forte
Uma juventude forteUma juventude forte
Uma juventude forte
 
Aula 01.o adolescente e jesus
Aula 01.o adolescente e jesusAula 01.o adolescente e jesus
Aula 01.o adolescente e jesus
 
Propósito no namoro.
Propósito no namoro.Propósito no namoro.
Propósito no namoro.
 
A Formação do Caráter Cristão
A Formação do Caráter CristãoA Formação do Caráter Cristão
A Formação do Caráter Cristão
 
Vida de oração
Vida de oraçãoVida de oração
Vida de oração
 
Apostila curso-casais-pronta-pdf-free
Apostila curso-casais-pronta-pdf-freeApostila curso-casais-pronta-pdf-free
Apostila curso-casais-pronta-pdf-free
 
Namoro Cristão. Uma bênção de Deus. PALESTRA
Namoro Cristão. Uma bênção de Deus. PALESTRANamoro Cristão. Uma bênção de Deus. PALESTRA
Namoro Cristão. Uma bênção de Deus. PALESTRA
 
Adolescentes Cristãos - Como devem ser?
Adolescentes Cristãos - Como devem ser?Adolescentes Cristãos - Como devem ser?
Adolescentes Cristãos - Como devem ser?
 
Lição 9 - É preciso buscar Crescimento Espiritual
Lição 9 - É preciso buscar Crescimento EspiritualLição 9 - É preciso buscar Crescimento Espiritual
Lição 9 - É preciso buscar Crescimento Espiritual
 
O Namoro Cristão
O Namoro CristãoO Namoro Cristão
O Namoro Cristão
 
O jovem e a liberdade cristã
O jovem e a liberdade cristãO jovem e a liberdade cristã
O jovem e a liberdade cristã
 
Os Desafios de uma Família Segundo o Coração de Deus
Os Desafios de uma Família Segundo o Coração de DeusOs Desafios de uma Família Segundo o Coração de Deus
Os Desafios de uma Família Segundo o Coração de Deus
 
As bases do casamento cristão
As bases do casamento cristãoAs bases do casamento cristão
As bases do casamento cristão
 
O discipulado na prática
O discipulado na práticaO discipulado na prática
O discipulado na prática
 
Tempo de avançar
Tempo de avançarTempo de avançar
Tempo de avançar
 
O pecado e suas consequencias parte 1-22.02.2015
O pecado e suas consequencias parte 1-22.02.2015O pecado e suas consequencias parte 1-22.02.2015
O pecado e suas consequencias parte 1-22.02.2015
 
Conectando a fé cristã ao mundo do jovem
Conectando a fé cristã ao mundo do jovemConectando a fé cristã ao mundo do jovem
Conectando a fé cristã ao mundo do jovem
 
Deus, nós e a nossa família
Deus, nós  e  a  nossa  famíliaDeus, nós  e  a  nossa  família
Deus, nós e a nossa família
 
Marcas De Uma Pessoa Madura
Marcas De Uma Pessoa MaduraMarcas De Uma Pessoa Madura
Marcas De Uma Pessoa Madura
 

Destaque

5 maneiras maneras de sair da zona de conforto
5 maneiras maneras de sair da zona de conforto5 maneiras maneras de sair da zona de conforto
5 maneiras maneras de sair da zona de confortoRafael Maccheri
 
Pensar fora da caixa
Pensar fora da caixaPensar fora da caixa
Pensar fora da caixaNuno Rebocho
 
Porquê sair da zona de conforto
Porquê sair da zona de confortoPorquê sair da zona de conforto
Porquê sair da zona de confortoAlcino Rodrigues
 
Zona de Conforto
Zona de ConfortoZona de Conforto
Zona de Confortoc_tops
 
Bel Pesce: A Menina do Vale
Bel Pesce: A Menina do ValeBel Pesce: A Menina do Vale
Bel Pesce: A Menina do ValeStartupi
 
Workshop Gestão de Mudança
Workshop Gestão de MudançaWorkshop Gestão de Mudança
Workshop Gestão de Mudançaguest72667a
 
Sacramento do crisma
Sacramento do crismaSacramento do crisma
Sacramento do crismaJMVSobreiro
 
Gestão da mudança aluno
Gestão da mudança alunoGestão da mudança aluno
Gestão da mudança alunozeusi9iuto
 
Zona De Coragem - Sergio Mena Barreto
Zona De Coragem - Sergio Mena BarretoZona De Coragem - Sergio Mena Barreto
Zona De Coragem - Sergio Mena BarretoSERGIO MENA BARRETO
 
Escolha profissional / Mercado de Trabalho
Escolha profissional / Mercado de TrabalhoEscolha profissional / Mercado de Trabalho
Escolha profissional / Mercado de TrabalhoAyala Carvalho
 
Estudos do evangelho "O Argueiro e a Trave no Olho"
Estudos do evangelho "O Argueiro e a Trave no Olho"Estudos do evangelho "O Argueiro e a Trave no Olho"
Estudos do evangelho "O Argueiro e a Trave no Olho"Leonardo Pereira
 
Juventude contemporânea (2)
Juventude contemporânea (2)Juventude contemporânea (2)
Juventude contemporânea (2)Helena Quarti
 
Palestra Ciclos pessoais e profissionais - Sergio Mena Barreto
Palestra Ciclos pessoais e profissionais - Sergio Mena BarretoPalestra Ciclos pessoais e profissionais - Sergio Mena Barreto
Palestra Ciclos pessoais e profissionais - Sergio Mena BarretoSERGIO MENA BARRETO
 

Destaque (20)

5 maneiras maneras de sair da zona de conforto
5 maneiras maneras de sair da zona de conforto5 maneiras maneras de sair da zona de conforto
5 maneiras maneras de sair da zona de conforto
 
Pensar fora da caixa
Pensar fora da caixaPensar fora da caixa
Pensar fora da caixa
 
Porquê sair da zona de conforto
Porquê sair da zona de confortoPorquê sair da zona de conforto
Porquê sair da zona de conforto
 
Zona de Conforto
Zona de ConfortoZona de Conforto
Zona de Conforto
 
Zona de conforto mata, salve sua vida!
Zona de conforto mata, salve sua vida!Zona de conforto mata, salve sua vida!
Zona de conforto mata, salve sua vida!
 
Bel Pesce: A Menina do Vale
Bel Pesce: A Menina do ValeBel Pesce: A Menina do Vale
Bel Pesce: A Menina do Vale
 
Saindo da Zona de Conforto
Saindo da Zona de ConfortoSaindo da Zona de Conforto
Saindo da Zona de Conforto
 
Formando o futuro
Formando o futuroFormando o futuro
Formando o futuro
 
Workshop Gestão de Mudança
Workshop Gestão de MudançaWorkshop Gestão de Mudança
Workshop Gestão de Mudança
 
Sacramento do crisma
Sacramento do crismaSacramento do crisma
Sacramento do crisma
 
Gestão da mudança aluno
Gestão da mudança alunoGestão da mudança aluno
Gestão da mudança aluno
 
Trabalho Individual - PROJETO FUTURO PROFISSIONAL
Trabalho Individual - PROJETO FUTURO PROFISSIONALTrabalho Individual - PROJETO FUTURO PROFISSIONAL
Trabalho Individual - PROJETO FUTURO PROFISSIONAL
 
Meu Futuro Profissional
Meu Futuro ProfissionalMeu Futuro Profissional
Meu Futuro Profissional
 
Palestra para a Juventude
Palestra para a JuventudePalestra para a Juventude
Palestra para a Juventude
 
Zona De Coragem - Sergio Mena Barreto
Zona De Coragem - Sergio Mena BarretoZona De Coragem - Sergio Mena Barreto
Zona De Coragem - Sergio Mena Barreto
 
Escolha profissional / Mercado de Trabalho
Escolha profissional / Mercado de TrabalhoEscolha profissional / Mercado de Trabalho
Escolha profissional / Mercado de Trabalho
 
Estudos do evangelho "O Argueiro e a Trave no Olho"
Estudos do evangelho "O Argueiro e a Trave no Olho"Estudos do evangelho "O Argueiro e a Trave no Olho"
Estudos do evangelho "O Argueiro e a Trave no Olho"
 
Juventude contemporânea (2)
Juventude contemporânea (2)Juventude contemporânea (2)
Juventude contemporânea (2)
 
Palestra Ciclos pessoais e profissionais - Sergio Mena Barreto
Palestra Ciclos pessoais e profissionais - Sergio Mena BarretoPalestra Ciclos pessoais e profissionais - Sergio Mena Barreto
Palestra Ciclos pessoais e profissionais - Sergio Mena Barreto
 
A coragem de mudar
A coragem de mudarA coragem de mudar
A coragem de mudar
 

Semelhante a O jovem e seu futuro.

Atitudes_Benditas
Atitudes_BenditasAtitudes_Benditas
Atitudes_Benditasprimaquim
 
Atitudes Benditas
Atitudes BenditasAtitudes Benditas
Atitudes Benditasthiago
 
2009-07-30 Atitudes Benditas
2009-07-30 Atitudes Benditas2009-07-30 Atitudes Benditas
2009-07-30 Atitudes BenditasPablo Morais
 
Atitudes benditas
Atitudes benditasAtitudes benditas
Atitudes benditasjundbrasil
 
Jovens nao conf. mas sendo forma
Jovens nao conf. mas sendo formaJovens nao conf. mas sendo forma
Jovens nao conf. mas sendo formaNivaldo R. Santos
 
Jovens-Bem-Sucedido-Sem-Descumprir-Princípios-Bíblicos.pdf
Jovens-Bem-Sucedido-Sem-Descumprir-Princípios-Bíblicos.pdfJovens-Bem-Sucedido-Sem-Descumprir-Princípios-Bíblicos.pdf
Jovens-Bem-Sucedido-Sem-Descumprir-Princípios-Bíblicos.pdfPecador Confesso
 
Atitudes. sugestões para uma vida feliz
Atitudes. sugestões para uma vida felizAtitudes. sugestões para uma vida feliz
Atitudes. sugestões para uma vida felizPaulo Bachur
 
Uma vida vitoriosa e bem sucedida 5 Mude de atitude sua vida mudara - 04dez11
Uma vida vitoriosa e bem sucedida 5   Mude de atitude sua vida mudara - 04dez11Uma vida vitoriosa e bem sucedida 5   Mude de atitude sua vida mudara - 04dez11
Uma vida vitoriosa e bem sucedida 5 Mude de atitude sua vida mudara - 04dez11IBGileade 2012
 
ACALME-SE, JEREMIAS, EU SEI QUEM ÉS.
ACALME-SE, JEREMIAS, EU SEI QUEM ÉS.ACALME-SE, JEREMIAS, EU SEI QUEM ÉS.
ACALME-SE, JEREMIAS, EU SEI QUEM ÉS.Marcos Nascimento
 
A. w. tozer como experimentar um avivamento pessoal
A. w. tozer   como experimentar um avivamento pessoalA. w. tozer   como experimentar um avivamento pessoal
A. w. tozer como experimentar um avivamento pessoalTeologia Qualidade
 

Semelhante a O jovem e seu futuro. (20)

Atitudes_Benditas
Atitudes_BenditasAtitudes_Benditas
Atitudes_Benditas
 
Atitudes Benditas
 				Atitudes Benditas 				Atitudes Benditas
Atitudes Benditas
 
Atitudes benditas
Atitudes benditasAtitudes benditas
Atitudes benditas
 
Atitudes Benditas
Atitudes BenditasAtitudes Benditas
Atitudes Benditas
 
Atitudes
AtitudesAtitudes
Atitudes
 
Atitudes Benditas
Atitudes BenditasAtitudes Benditas
Atitudes Benditas
 
2009-07-30 Atitudes Benditas
2009-07-30 Atitudes Benditas2009-07-30 Atitudes Benditas
2009-07-30 Atitudes Benditas
 
Atitudes benditas
Atitudes benditasAtitudes benditas
Atitudes benditas
 
Deserto parte 5
Deserto parte 5Deserto parte 5
Deserto parte 5
 
06072012
0607201206072012
06072012
 
Jovens nao conf. mas sendo forma
Jovens nao conf. mas sendo formaJovens nao conf. mas sendo forma
Jovens nao conf. mas sendo forma
 
Atitudes
AtitudesAtitudes
Atitudes
 
Jovens-Bem-Sucedido-Sem-Descumprir-Princípios-Bíblicos.pdf
Jovens-Bem-Sucedido-Sem-Descumprir-Princípios-Bíblicos.pdfJovens-Bem-Sucedido-Sem-Descumprir-Princípios-Bíblicos.pdf
Jovens-Bem-Sucedido-Sem-Descumprir-Princípios-Bíblicos.pdf
 
Ampliando a visão
Ampliando a visãoAmpliando a visão
Ampliando a visão
 
Atitudes. sugestões para uma vida feliz
Atitudes. sugestões para uma vida felizAtitudes. sugestões para uma vida feliz
Atitudes. sugestões para uma vida feliz
 
A mudança do tempos
A mudança do temposA mudança do tempos
A mudança do tempos
 
Uma vida vitoriosa e bem sucedida 5 Mude de atitude sua vida mudara - 04dez11
Uma vida vitoriosa e bem sucedida 5   Mude de atitude sua vida mudara - 04dez11Uma vida vitoriosa e bem sucedida 5   Mude de atitude sua vida mudara - 04dez11
Uma vida vitoriosa e bem sucedida 5 Mude de atitude sua vida mudara - 04dez11
 
ACALME-SE, JEREMIAS, EU SEI QUEM ÉS.
ACALME-SE, JEREMIAS, EU SEI QUEM ÉS.ACALME-SE, JEREMIAS, EU SEI QUEM ÉS.
ACALME-SE, JEREMIAS, EU SEI QUEM ÉS.
 
Ate quando daniel 12
Ate quando   daniel 12Ate quando   daniel 12
Ate quando daniel 12
 
A. w. tozer como experimentar um avivamento pessoal
A. w. tozer   como experimentar um avivamento pessoalA. w. tozer   como experimentar um avivamento pessoal
A. w. tozer como experimentar um avivamento pessoal
 

Último

2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...azulassessoriaacadem3
 
MAPA - BEDU - ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA - 51/2024
MAPA - BEDU - ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA - 51/2024MAPA - BEDU - ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA - 51/2024
MAPA - BEDU - ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA - 51/2024assedlsam
 
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.azulassessoriaacadem3
 
LUSSOCARS TRABAJO PARA LA CLASE QUE TENGO
LUSSOCARS TRABAJO PARA LA CLASE QUE TENGOLUSSOCARS TRABAJO PARA LA CLASE QUE TENGO
LUSSOCARS TRABAJO PARA LA CLASE QUE TENGOxogilo3990
 
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaFicha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaCentro Jacques Delors
 
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdfkelvindasilvadiasw
 
PROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docx
PROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docxPROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docx
PROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docxssuser86fd77
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...azulassessoriaacadem3
 
Cosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdf
Cosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdfCosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdf
Cosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdfalexandrerodriguespk
 
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...azulassessoriaacadem3
 
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...azulassessoriaacadem3
 
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfddddddddddddddddddddddddddddddddddddRenandantas16
 
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...manoelaarmani
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...azulassessoriaacadem3
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...azulassessoriaacadem3
 
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...manoelaarmani
 
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Mary Alvarenga
 
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...azulassessoriaacadem3
 
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...azulassessoriaacadem3
 

Último (20)

2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 
MAPA - BEDU - ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA - 51/2024
MAPA - BEDU - ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA - 51/2024MAPA - BEDU - ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA - 51/2024
MAPA - BEDU - ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA - 51/2024
 
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
 
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxSlides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
 
LUSSOCARS TRABAJO PARA LA CLASE QUE TENGO
LUSSOCARS TRABAJO PARA LA CLASE QUE TENGOLUSSOCARS TRABAJO PARA LA CLASE QUE TENGO
LUSSOCARS TRABAJO PARA LA CLASE QUE TENGO
 
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaFicha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
 
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
 
PROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docx
PROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docxPROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docx
PROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docx
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
 
Cosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdf
Cosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdfCosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdf
Cosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdf
 
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
 
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
 
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
 
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
 
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
 
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
 
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
 
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
 

O jovem e seu futuro.

  • 1.  
  • 2. Fugido do V ietnã Resgatado em alto mar Chegou a passar fome em São Paulo com seu primeiro "dinheiro" comprou um dicionário 
  • 3.
  • 4. Criança adulto não considera as consequências assume responsabilidades não calcula o impacto futuro de suas decisões. pensa antes de agir Age pelo impulso da imaturidade Não age por emoção mas por decisão Tenta fugir das consequências de suas escolhas más Assume as consequências
  • 5.
  • 6.
  • 7.
  • 8.
  • 9.
  • 10.
  • 11.
  • 12.
  • 13.
  • 14.
  • 15.
  • 16.  
  • 17.
  • 18.  
  • 19.  
  • 20. Romanos 12:2 “ Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-se pela renovação da sua mente, para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.” VONTADE DE DEUS VONTADE PRÓPRIA BOA AGRADÁVEL PERFEITA CONFORMISMO
  • 21.  
  • 22.
  • 23.
  • 24.
  • 25.
  • 26.
  • 27.
  • 28.
  • 29.
  • 30.
  • 31.
  • 32.
  • 33.
  • 34.
  • 35.
  • 36.
  • 37.
  • 38.
  • 39.
  • 40.  
  • 41.
  • 42.