O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.
Sistemas de e-Learning
Paula Peres
pperes@iscap.ipp.pt

20 Novembro 2013
Respeito por todas as opiniões
Cyber B
ullying
TTYL – Talk to you later
LOL – Laughing out loud
ROTFL – Rolling on the
floor laughing
FWIW – For what it’s worth
B/C – Be...
Manter mensagens e posts Breves
Manter mensagens e posts Breves
NÃO GRITE
P
roteja as suas
informações
pessoais
Obedeça aos Direitos de Autor
http://www.noticiasaominuto.com/desporto/133454/tambem-a-pepsi-sueca-esta-contraportugal#.Uoy1beI9CrE
http://www.noticiasaominuto.com/desporto/133566/pepsi-pede-desculpa-por-teresmagado-ronaldo-com-lata#.Uoy2KeI9CrE/615/0
O e-Learning nas Organizações
O e-Learning nas Organizações
Alguns dados

 60% dos fornecedores de
formação portugueses oferecem
serviços de e-learning...
O e-Learning nas Organizações

Alguns dados

 Iliteracia da população
portuguesa
 Fraca capacidade de
investimento do te...
E-Learning nas Organizações
Alguns dados

1

A Criação progressiva de uma massa crítica propícia a esta modalidade de
apre...
E-Learning nas Organizações
Futuro
 Uma maior atenção aos aspetos
pedagógicos
 Orientar convenientemente os
diversos act...
Sistemas de e-Learning
Paula Peres
pperes@iscap.ipp.pt

20 Novembro 2013
Comunicação na Web; O e-Learning nas organizações
Comunicação na Web; O e-Learning nas organizações
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Comunicação na Web; O e-Learning nas organizações

383 visualizações

Publicada em

Diapositivos de suporte à sessão síncrona 3, no âmbito do módulo de Sistemas de e-Learning da Pós-graduação em Tecnologias para a Comunicação e Inovação Empresarial (b-Learning)

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

Comunicação na Web; O e-Learning nas organizações

  1. 1. Sistemas de e-Learning Paula Peres pperes@iscap.ipp.pt 20 Novembro 2013
  2. 2. Respeito por todas as opiniões
  3. 3. Cyber B ullying
  4. 4. TTYL – Talk to you later LOL – Laughing out loud ROTFL – Rolling on the floor laughing FWIW – For what it’s worth B/C – Because AYOR – At your own risk B4N – Bye for now DH – Dear husband DF – Dear friend EML – Email me later JK – Just kidding SFW – Safe for work
  5. 5. Manter mensagens e posts Breves Manter mensagens e posts Breves
  6. 6. NÃO GRITE
  7. 7. P roteja as suas informações pessoais
  8. 8. Obedeça aos Direitos de Autor
  9. 9. http://www.noticiasaominuto.com/desporto/133454/tambem-a-pepsi-sueca-esta-contraportugal#.Uoy1beI9CrE
  10. 10. http://www.noticiasaominuto.com/desporto/133566/pepsi-pede-desculpa-por-teresmagado-ronaldo-com-lata#.Uoy2KeI9CrE/615/0
  11. 11. O e-Learning nas Organizações
  12. 12. O e-Learning nas Organizações Alguns dados  60% dos fornecedores de formação portugueses oferecem serviços de e-learning;  A formação via web é utilizada maioritariamente em empresas com mais de 500 trabalhadores;  šA taxa de utilização do elearning é somente de 20%  Existe um hiato de 40% entre a oferta e a procura Fonte: Inquéritos realizados pelo Cedefop: “Aprendizagem eletrónica e formação na Europa” e “Opinião dos utilizadores s/ a aprendizagem eletrónica”
  13. 13. O e-Learning nas Organizações Alguns dados  Iliteracia da população portuguesa  Fraca capacidade de investimento do tecido empresarial português  Implementação débil e pouco estruturada de projetos de formação a distância  Fraca qualidade dos conteúdos formativos  Elevado descrédito das reais virtualidades desta modalidade formativa
  14. 14. E-Learning nas Organizações Alguns dados 1 A Criação progressiva de uma massa crítica propícia a esta modalidade de aprendizagem 2 Algumas falhas ou imperfeições do mercado 3 Dinâmica de inovação escassa 4 Perfil de adesão: populações jovens e de altas habilitações académicas 5 O e-Learning não substituirá a formação presencial mas é reconhecida tanta ou mais eficácia 6 As questões culturais – investimento não prioritário, falta de estratégia de mudança,
  15. 15. E-Learning nas Organizações Futuro  Uma maior atenção aos aspetos pedagógicos  Orientar convenientemente os diversos actores nas esferas respetivas de atuação e responsabilidade  Articulação entre a formação a distância e as estratégias de gestão de mudança organizacional  Maior foco na qualidade das ofertas formativas online
  16. 16. Sistemas de e-Learning Paula Peres pperes@iscap.ipp.pt 20 Novembro 2013

×