Florestas - Paula

766 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
766
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
56
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Florestas - Paula

  1. 1. Ameaças, cuidados e prevenção com as florestas
  2. 2. AMEAÇAS - FOGO• Incêndios florestais naturais ocorrem em florestas tropicais, apesar da sua natureza húmida. Geralmente, quando arde em pequenos incêndios florestais, vegetação terrestre, arbustos, mudas, e pequenas árvores são eliminados, enquanto as espécies maiores do dossel são poupados. O fogo tem o efeito de limpar o chão florestal e árvores mais fracas, permitindo assim novo crescimento. • Uma floresta, perturbada pela seca ou algum outro fator, está mais susceptível ao fogo, geralmente provocada pelo raio ou pequenos incêndios humanos que escapam queimando fora de controle as zonas agrícolas vizinhas. Por exemplo, o grande incêndio de Bornéu de 1982-83, destruiu mais de 9 milhões de hectares (3,6 milhões de hectares) de floresta (2,81 milhões de hectares de floresta dipterocarp) em Alimentam (Indonésia). Estes incêndios, como os incêndios de 1997-98, foram inflamados por limpadores de terra que puseram fogo nas florestas e ao redor das florestas que foram fortemente degradadas pela exploração madeireira sob as condições de seca do el Nino. A investigação recentemente descobriu que mais da metade da floresta Amazónica está em risco de incêndio durante a seca extrema, como a que atingiu de Julho a Novembro de 2005. •
  3. 3. AMEAÇAS - SECA• A seca pode afetar florestas pelo enfraquecimento do sistema até ao ponto em que é mais vulnerável a outros eventos, como incêndios e doenças. Seca é frequentemente parcialmente induzida por atividades humanas como o desmatamento, mas também é uma ocorrência natural, como o El Niño, que provoca seca periodicamente nas florestas tropicais asiáticas e americanas. El Niño é usualmente chamado como uma das influências por causa do grande incêndio de Bornéu de 1982-1983 e 1997-1998. • Seca inicialmente enfraquece as plantas do dossel através da redução de humidade e precipitação local. Se a seca é longa o suficiente, as folhas se secam, matam os decompositores e reduzir a eficácia da reciclagem dos nutrientes dentro do sistema como um todo. •
  4. 4. AMEAÇAS - TEMPESTADES TROPICAIS• Tempestades podem causar danos na floresta através do derrubamento de árvores. Quando um dossel ou emergentes árvore caem, dezenas de outras árvores vizinhas, anexada por lianas, são juntamente trazidas abaixo. Avaliando a floresta após uma tempestade pode revelar numerosas quedas de árvores, lacunas de luz, e epífitas e ramos. No entanto, uma floresta saudável pode se recuperar de moderados danos causados por tempestades em uma questão de meses ou anos. A "as lacunas de luz" são rapidamente colonizadas e logo preenchidas por árvores do dossel, enquanto as substâncias que caem das árvores são decompostas e reabsorvidas de volta ao sistema.Grandes tempestades tropicais, como furacões (ciclones ou tufões), podem causar danos substanciais à floresta e a recuperaçãopode demorar de décadas à séculos. Por exemplo, em 1880 ventos excepcionalmente fortes danificaram grandes áreas da florestaKelantan na parte noroeste da Malásia peninsular. Um estudo realizado na década de 1950 encontrou que a espécie de árvoremais comum ainda era característica da floresta secundária e dipterocarps-típicos do sudeste asiático - permaneceram esparsasna floresta. Da mesma forma, a recuperação do furacão Hugo (1989) na floresta montanhosa Luquillo em Porto Rico é esperadolevar pelo menos 250 anos.
  5. 5. AMEAÇAS• FORÇAS NATURAIS Durante toda a sua existência, florestas tropicais foram afectados por forças naturais, como incêndios, secas e tempestades. Estes eventos ocorrem de forma aleatória e podem danificar grandes extensões de floresta tropical. No entanto, os danos causados por estes fenómenos naturais são geralmente diferentes daqueles causados por atividades humanas, nomeadamente, em que a perda florestal não está completa e partes do ecossistema continuam a funcionar. Desde os sobreviventes remanescentes do ecossistema, a floresta pode usualmente rapidamente se regenerar. Dentro de alguns anos, a diversidade pode voltar para a floresta ou exceder a diversidade que existia antes da perturbação. Alguns estudos têm sugerido que estes períodos de ocorrências são um importante ingrediente para a diversidade da floresta. Sem estes acontecimentos, os cientistas acreditam, algumas florestas podem não atingir o seu estado dinâmico plenamente.
  6. 6. PROTEÇÃO DAS FLORESTAS – INCÊNDIOSA conservação e valorização da floresta nacional depende de todos os cidadãos, seja na formacomo dela usufruem, seja nas opções que fazem no seu dia-a-dia.•Não deite o cigarro pela janela enquanto conduz e lembre-se que é proibido fumar em áreasflorestais. Um cigarro mal apagado pode originar um incêndio de grandes proporções. Um cigarromal apagado junto de vegetação seca é o suficiente para causar um grande incêndio.•Evite fazer lume de qualquer espécie em áreas florestais. Recorde-se que esta actividade é proibidadado o risco de incêndio inerente.•Não deite o lixo para o chão. Recolha-o e deposite-o no contentor mais próximo.•Preserve os habitats naturais. Evite caminhar fora dos trilhos designados e faça piqueniquesapenas nos locais sinalizados para o efeito.
  7. 7. PROTEÇÃO•Não lance foguetes perto de matas e áreas florestais. Basta uma pequenafagulha para provocar um incêndio.•Na floresta, nunca efectue actividades que possam originar faíscas ou chama,sejam agrícolas, industriais ou de lazer, principalmente no período crítico entre 1de Junho e 30 de Setembro.•Em passeios e piqueniques, não faça fogueiras durante o período de proibição enão deite lixo na natureza.
  8. 8. PROTEÇÃO•Evite realizar queimadas, pois são perigosas, poluentes e desperdiçammuitos recursos. Se fizer, trate das autorizações necessárias e tome asdevidas precauções.•Se detectar algum incêndio, não hesite e contacte imediatamente asautoridades, ligando o 112.•Compre preferencialmente produtos de madeira certificada, ou seja, cujaexploração foi efectuada mediante a aplicação de critérios ambientais esociais.
  9. 9. PROTEÇÃO• Não corte , nem pode árvores sem autorização. Poda drástica é proibida!• Não altere cursos d’água ou banhados . Eles são protegidos por lei.• Não crie peixes sem licença . Nunca solte peixes nos rios, mesmo quando estiver bem intencionado.• Respeite os períodos de proibição da pesca .
  10. 10. Ficha TécnicaREALIZADO POR: Paula Adrião

×