AZULEJO
Trabalho realizado por:
Leonardo Serafim nº8
ÍNDICE
Introdução………………3
Azulejo Tradicional………………4
Imagens de Azulejos Tradicional………………5
Azulejo contemporânea………………...
INTRODUÇÃO
Este trabalho vai falar do azulejo, em duas artes diferentes
tradicional e contemporâneo.
Espero que gostem!
AZULEJO TRADICIONAL
Azulejo é a palavra portuguesa que designa uma placa cerâmica, com uma

das faces decorada e vidrada....
AZULEJO CONTEMPORÂNEA
Com as Invasões francesas, a corte portuguesa refugiou-se no Brasil e o início

do século XIX traz ...
CONCLUSÃO
 Com este trabalho espero que tenhas aprendido mais sobre o azulejo
tradicional e contemporâneo pois é muito ut...
BIBLIOGRAFIA
 http://pt.wikipedia.org/wiki/Azulejo
 h t t p : / / w w w. a z u l e j o s d e p o r t u g a l . c o m / a...
Azulejo Leonardo
Azulejo Leonardo
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Azulejo Leonardo

877 visualizações

Publicada em

Publicada em: Indústria automotiva
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
877
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
196
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
15
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Azulejo Leonardo

  1. 1. AZULEJO Trabalho realizado por: Leonardo Serafim nº8
  2. 2. ÍNDICE Introdução………………3 Azulejo Tradicional………………4 Imagens de Azulejos Tradicional………………5 Azulejo contemporânea………………6 Imagens de Azulejos contemporânea …………………7 Conclusão………………8 Bibliografia………………9
  3. 3. INTRODUÇÃO Este trabalho vai falar do azulejo, em duas artes diferentes tradicional e contemporâneo. Espero que gostem!
  4. 4. AZULEJO TRADICIONAL Azulejo é a palavra portuguesa que designa uma placa cerâmica, com uma das faces decorada e vidrada. Deriva da palavra árabe (al zulej) que significa pedra lisa e polida.  Em 1498 o rei de Portugal D. Manuel I viaja a Espanha e fica deslumbrado com os revestimentos cromáticos dos interiores mouriscos. Continua a fabricar também o azulejo hispano -mourisco, pelo método tradicional em molde de gesso, cheio com Barro.
  5. 5. AZULEJO CONTEMPORÂNEA Com as Invasões francesas, a corte portuguesa refugiou-se no Brasil e o início do século XIX traz estagnação à produção de azulejos destinado a obras régias no território português. Porém, segundo J. M. Santos Simões, no Brasil o emprego do azulejo terá tido um desenvolvimento paralelo autónomo e, desde finais do século anterior, observava -se, especialmente ao norte do país, a aplicação do azulejo como revestimento contemporâneo total de fachadas de edifícios. Em Portugal os sítios a onde à mais azulejaria contemporânea é nas estações de metro em lisboa
  6. 6. CONCLUSÃO  Com este trabalho espero que tenhas aprendido mais sobre o azulejo tradicional e contemporâneo pois é muito utilizado em Portugal para quase tudo.
  7. 7. BIBLIOGRAFIA  http://pt.wikipedia.org/wiki/Azulejo  h t t p : / / w w w. a z u l e j o s d e p o r t u g a l . c o m / a p r e s e n t a c a o . h t m l  h t t p s : / / w w w. g o o g l e . p t / s e a r c h ? q = A z u l e j o + c o n t e m p o r % C 3 % A 2 n e a & h l = p t P T & s o u r c e = l n m s & t b m = i s c h & s a = X & e i = e r B 4 U v L u I 8 b Q 7 A b H w 4 D g AQ & v e d = 0 C A c Q _ A U o AQ & b i w = 1 16 3 & b i h = 8 0 0  h t t p s : / / w w w. g o o g l e . p t / s e a r c h ? q = A z u l e j o + Tr a d i c i o n a l & h l = p t PT&source=lnms&tbm=isch&sa=X&ei=A7B4UpvSBbKR7AaQvIGwAQ&ved=0CAkQ_AUoAQ& b i w = 1 16 3 & b i h = 8 0 0  h t t p : / / p t . w i k i p e d i a . o r g / w i k i / F i c h e i r o : S % C 3 % A 1 _ N o g u e i r a , _ p a i n e l _ d e _ a z u l e j o s , _ Av _ I n f a n te _ S a n t o , _ L i s b o a . j p g  h t t p : / / w w w. g o o g l e . p t / i m g r e s ? i m g u r l = h t t p : / / w w w. v i v o e u s e b i o . c o m / t e m p / b e s q u a r e / a z u l e jos04.jpg&imgrefurl=http://besquarepins.blogspot.com/2006/10/azulejos t i l e s . h t m l & h = 47 0 & w = 4 4 0 & s z = 7 2 & t b n i d = a g w l z B nw - i tHM:&tbnh=95&tbnw=89&zoom=1&usg=__qDcglnbYZpiG8rOEDoWv4vNpDdM=& docid=BrD c D 4 n _ u j H o c M & h l = p t - P T & s a = X & e i = E r l 4 U q G 9 E 6 PA 7 A a n u YG 4 C Q & v e d = 0 C D k Q 9 Q E w A w

×