A Droga Entenda os efeitos imediatos provocados pela maconha no corpo, da  larica  aos olhos Vermelhos.
A Droga
A Droga Ataca! Quando a fumaça da  Cannabis  chega aos pulmões, ela descarrega na corrente sanguínea os canabinóides, uma ...
NO CÉREBRO
USUÁRIO RI À TOA, MAS PERDE A COORDENAÇÃO. <ul><li>RIR POR ULTIMO </li></ul><ul><li>Uma região do cérebro afetada pela mac...
CONTROLE REMOTO <ul><li>Outra parte do cérebro cheia de receptores CB é o cerebelo, que trabalha, em outras coisas, para m...
MEMORIA FRACA <ul><li>Uma das regiões do cérebro com mais neurônios receptores CB é o hipocampo. Essa área é responsável p...
CURTO-CIRCUITO 1 <ul><li>A comunicação entre os neurônios(células do sistema nervoso) se dá pelos neurotransmissores,subst...
 
CURTO-CIRCUITO 2 <ul><li>A maconha esta cheia de canabinóides, entre eles o THC. Os canabinóides se parecem muito com algu...
NOS OLHOS Vasos dilatados levam a mudança de cor.
SINAL VERMELHO <ul><li>A conjuntiva é uma membrana que reveste a parte interna das pálpebras e a parte branca do olho. Ela...
NA GARGANTA
Fumaça irrita tecidos e provoca tosse !
Saída de emergência <ul><li>Partículas sólidas, substancias tóxicas e o calor que acompanham a fumaça da maconha irritam a...
“ Saída de emergência”
Na Boca Ação em glândulas salivares reduz umidade
SECOS E MOLHADOS 1 <ul><li>Na boca permanece molhada por causa da saliva, que é produzida sem parar por 3 glândulas saliva...
Secos e molhados 2 <ul><li>Levado pela corrente sanguínea, o THC age direto nas glândulas salivares. Ele se liga a recepto...
Duodeno
NO DUODENO Larica surge por falha na ligação cérebro-sistema digestivo
Fome sem fim 1 <ul><li>Quando comemos, o rango que deixa o estomago entra no duodeno antes de seguir pros intestinos. Assi...
Fome sem fim 2 <ul><li>Essa substancia vai até o cérebro e deixa uma mensagem no hipotálamo: “ Podemos para de comer ”. Co...
Hipotálamo
O HIPOTÁLAMO   <ul><li>uma região do cérebro formando uma importante área na região central do diencéfalo , tendo como fun...
CIGARRO X  MACONHA
CIGARRO   X  MACONHA A comparação entre os efeitos e os prejuízos provocados por essas duas drogas sempre gera uma baita p...
CIGARRO  X  MACONHA PROBLEMAS RESPIRATORIOS <ul><li>Fumar  cigarro  aumenta 3000% o risco de infecções e inflamações nas v...
Cigarro  X  Maconha câncer <ul><li>No  cigarro  há alcatrão possui vários tipos de hidrocarbonetos, substancias que provoc...
Cigarro  X  Maconha Dependência <ul><li>A nicotina, substancia do  cigarro  que causa cerca de 95% das pessoas que dão as ...
CIGARRO  X  MACONHA COMPORTAMENTO <ul><li>A  nicotina   tem alguns efeitos colaterais, como a diminuição da fome e do sono...
CIGARRO  X  MACONHA problemas psicológicos <ul><li>O   cigarro   não tem potencial para desencadear doenças mentais como e...
CIGARRO  X  MACONHA uso medicinal <ul><li>Há cerca de 30 anos, algumas pesquisas apontaram que o   cigarro  poderia diminu...
MUDANÇA NA “MARESIA”
MUDANÇA NA “MARESIA”
MUDANÇA NA “MARESIA” <ul><li>Os traficantes costumam usar técnicas agrícolas para adaptar a planta da maconha a diferentes...
SKUNK
SKUNK <ul><li>É feito a partir do cruzamento de dois tipos  Cannabis,  tradicional  sativa  e uma “prima” desta, a  indica...
HAXIXE
HAXIXE <ul><li>O haxixe é fabricado a partir da resina produzida pelas glândulas que revestem toda a planta da  Cannabis ....
MACONHA MENTOLADA
MACONHA MENTOLADA <ul><li>Numa plantação de maconha, algumas plantas podem crescer mais ou produzir flores maiores e mais ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

A Droga1

9.033 visualizações

Publicada em

uma realidade e discução sobre as drogas!

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
9.033
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
33
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
150
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Larica:é como é conhecida a fome aguda que atinge a pessoa que se encontra sob o efeito da maconha .
  • A Droga1

    1. 1. A Droga Entenda os efeitos imediatos provocados pela maconha no corpo, da larica aos olhos Vermelhos.
    2. 2. A Droga
    3. 3. A Droga Ataca! Quando a fumaça da Cannabis chega aos pulmões, ela descarrega na corrente sanguínea os canabinóides, uma classe de substancias químicas da qual faz parte o THC- o mais importante principio ativo da droga. Essas substancias interferem em vários pontos do organismo: Cérebro, nos olhos, na boca... Veja o que está por trás dos sintomas mais comuns apresentados por quem fuma essa erva. Alguns são inofensivos. Mas não afetam os que trazem danos à saúde.
    4. 4. NO CÉREBRO
    5. 5. USUÁRIO RI À TOA, MAS PERDE A COORDENAÇÃO. <ul><li>RIR POR ULTIMO </li></ul><ul><li>Uma região do cérebro afetada pela maconha é o sistema límbico. Aqui, o THC tem um efeito estimulante sobre os neurônios que produzem dopamina, substancias ligadas as sensações de prazer. Com mais dopamina produzida, a pessoa que fumou sente um grande bem-estar- e dá-lhe ataque de risos. </li></ul>
    6. 6. CONTROLE REMOTO <ul><li>Outra parte do cérebro cheia de receptores CB é o cerebelo, que trabalha, em outras coisas, para manter nosso equilíbrio e coordenação motora. Quando o THC atinge essa área no cérebro, desorganiza todo trabalho dela. Os resultados imediatos podem ser de inofensivos tropeções à perigosa perda de agilidade ao dirigir um carro. </li></ul>
    7. 7. MEMORIA FRACA <ul><li>Uma das regiões do cérebro com mais neurônios receptores CB é o hipocampo. Essa área é responsável por receber informações associá-las e guardá-las. Ou seja, é fundamental para o aprendizado e para a memória. Cheios de THC, os neurônios do hipocampo perdem eficiência e a pessoa fica com a memória confusa. </li></ul>
    8. 8. CURTO-CIRCUITO 1 <ul><li>A comunicação entre os neurônios(células do sistema nervoso) se dá pelos neurotransmissores,substancias que levam mensagens entre as células. As mensagens são passadas quando essas substancias se encaixam em um receptor especifico para elas nos neurônios . </li></ul>
    9. 10. CURTO-CIRCUITO 2 <ul><li>A maconha esta cheia de canabinóides, entre eles o THC. Os canabinóides se parecem muito com alguns neurotransmissores produzidos pelo corpo e conseguem se encaixar em receptores específicos, os CB(receptores de canabinóides) interferindo em atividades que eles coordenam nos neurônios. </li></ul>
    10. 11. NOS OLHOS Vasos dilatados levam a mudança de cor.
    11. 12. SINAL VERMELHO <ul><li>A conjuntiva é uma membrana que reveste a parte interna das pálpebras e a parte branca do olho. Ela tem vasos sanguíneos bem finos, quase imperceptíveis. O THC relaxa os músculos ao redor desses vasos. Com a “folga”, os vasos se dilatam, recebem mais sangue e aparecem mais deixando avermelhados os olhos de quem fumou. </li></ul>
    12. 13. NA GARGANTA
    13. 14. Fumaça irrita tecidos e provoca tosse !
    14. 15. Saída de emergência <ul><li>Partículas sólidas, substancias tóxicas e o calor que acompanham a fumaça da maconha irritam as células cheias de cílios que revestem as paredes da traquéia e dos brônquios. A irritação faz o organismo provocar tosse para expulsar a fumaça. </li></ul>
    15. 16. “ Saída de emergência”
    16. 17. Na Boca Ação em glândulas salivares reduz umidade
    17. 18. SECOS E MOLHADOS 1 <ul><li>Na boca permanece molhada por causa da saliva, que é produzida sem parar por 3 glândulas salivares. Dependendo dos estímulos que vêm do cérebro dessa produção pode aumentar(quando vemos uma comida gostosa, por exemplo) ou diminuir(quando estamos com sede). </li></ul>
    18. 19. Secos e molhados 2 <ul><li>Levado pela corrente sanguínea, o THC age direto nas glândulas salivares. Ele se liga a receptores de neurônios locais e com isso os neurônios reduzem a produção de acetilcolina, um neurotransmissor que estimula as glândulas. Com menos saliva, a boca fica seca. </li></ul>
    19. 20. Duodeno
    20. 21. NO DUODENO Larica surge por falha na ligação cérebro-sistema digestivo
    21. 22. Fome sem fim 1 <ul><li>Quando comemos, o rango que deixa o estomago entra no duodeno antes de seguir pros intestinos. Assim que a comida passa por lá, as células do Duodeno são programadas pra liberar na corrente sanguínea uma substancia com papel de mensageira. </li></ul>
    22. 23. Fome sem fim 2 <ul><li>Essa substancia vai até o cérebro e deixa uma mensagem no hipotálamo: “ Podemos para de comer ”. Como o THC interage com os neurônios do hipotálamo, ele bloqueia essa informação e a pessoa continua sendo estimulada a comer. Essa é uma das causas da “ larica”, uma fome sem fim. </li></ul>
    23. 24. Hipotálamo
    24. 25. O HIPOTÁLAMO <ul><li>uma região do cérebro formando uma importante área na região central do diencéfalo , tendo como função regular determinados processos metabólicos e outras atividades autônomas. </li></ul>
    25. 26. CIGARRO X MACONHA
    26. 27. CIGARRO X MACONHA A comparação entre os efeitos e os prejuízos provocados por essas duas drogas sempre gera uma baita polemica. Mas uma coisa é certa: a fumaça tragada sempre pode trazer um monte de problemas. Seja ela ilegal ou não...
    27. 28. CIGARRO X MACONHA PROBLEMAS RESPIRATORIOS <ul><li>Fumar cigarro aumenta 3000% o risco de infecções e inflamações nas vias respiratórias – doenças como bronquite e pneumonia. As tragadas maltratam principalmente o tecido que reveste a traquéia e os brônquios dos pulmões, criando “calos”. </li></ul><ul><li>Tem o mesmo potencial de destruição que o cigarro. O usuário de maconha costuma fumar menos que o tabagista, mas puxa mais a fumaça. A incidência de problemas como tosse diária e catarro chega a ser maior entre quem usa maconha. </li></ul>
    28. 29. Cigarro X Maconha câncer <ul><li>No cigarro há alcatrão possui vários tipos de hidrocarbonetos, substancias que provocam câncer. E vários estudos já mostraram que o tabaco é a causa de vários tipos de câncer -principalmente o de vias respiratórias, mas também de cérebro, mama e pele, por exemplo. </li></ul><ul><li>Teoricamente, a maconha deveria causar câncer, já que ela tem hidrocarbonetos. Porem os principais estudos feitos sobre o assunto ate hoje ainda não conseguiram mostrar uma relação direta entre o uso da droga e maiores riscos de câncer. </li></ul>
    29. 30. Cigarro X Maconha Dependência <ul><li>A nicotina, substancia do cigarro que causa cerca de 95% das pessoas que dão as primeiras tragadas. Nesse quesito ela é só comparada à heroína. O viciado q interrompe o uso tem diversos sintomas de crise de abstinência, com irritação, ansiedade, tremores, fome compulsiva, insônia e dificuldade de concentração. </li></ul><ul><li>A maconha é uma droga fraca para gerar dependência. Menos de 10% dos que fumam um baseado tornam-se viciados. Os poucos viciados, porem, não conseguem mais controlar o momento e a intensidade do uso, como acontece em qualquer quadro de dependência. As crises de abstinência são mais brandas, mas existem e incluem ansiedade e insônia. </li></ul>
    30. 31. CIGARRO X MACONHA COMPORTAMENTO <ul><li>A nicotina tem alguns efeitos colaterais, como a diminuição da fome e do sono. Como acontece de uma forma discreta, ela não costuma atrapalhar o dia-a-dia de quem fuma, porque não causa outras alterações do comportamento. </li></ul><ul><li>Mesmo em pequenas doses, a maconha interfere no comportamento do usuário. A capacidade de memorização, concentração e encadeamento de idéias fica comprometida. E isso prejudica atividades rotineiras, como dirigir, trabalhar e estudar. </li></ul>
    31. 32. CIGARRO X MACONHA problemas psicológicos <ul><li>O cigarro não tem potencial para desencadear doenças mentais como esquizofrenia ou a depressão. O máximo que pode acontecer é uma pessoa deprimida fumar mais para compensar o efeito da doença com o prazer que a nicotina proporciona </li></ul><ul><li>A maconha pode ser o empurrão final para pessoas predispostas ao desenvolvimento de problemas como esquizofrenia, depressão e síndrome do pânico. Embora ela não seja a causa, pode antecipar e piorar o aparecimento desses males </li></ul>
    32. 33. CIGARRO X MACONHA uso medicinal <ul><li>Há cerca de 30 anos, algumas pesquisas apontaram que o cigarro poderia diminuir os efeitos do mal de Alzheimer- doença que destrói as células do cérebro. Mas nenhum desses estudos chegou a comprovar totalmente a utilidade do tabaco como remédio. </li></ul><ul><li>Remédios à base de THC já são prescritos em pelo menos três casos: contra náusea e vomito em pacientes com câncer, para estimular o apetite em quem tem aids e para conter o avanço da esclerose múltipla, doença que causa paralisia de origem neurológica. </li></ul>
    33. 34. MUDANÇA NA “MARESIA”
    34. 35. MUDANÇA NA “MARESIA”
    35. 36. MUDANÇA NA “MARESIA” <ul><li>Os traficantes costumam usar técnicas agrícolas para adaptar a planta da maconha a diferentes condições de clima e obter variedades mais potentes, com maior concentração de THC. O mais novo resultado dessa tecnologia rural a serviço do trafico é uma versão de maconha sem cheiro. A fumaça da nova variedade da planta tem um aroma, sim, mas ele não tem nada há ver com o cheiro mais conhecido de um baseado. É uma maconha muito cara e distribuída para um publico bastante selecionado. </li></ul>
    36. 37. SKUNK
    37. 38. SKUNK <ul><li>É feito a partir do cruzamento de dois tipos Cannabis, tradicional sativa e uma “prima” desta, a indica . O objetivo do cruzamento é conseguir maiores concentrações de THC. Na aparência, o skunk é bem igual a maconha, mas ele tem uma concentração de THC de 10% a 15%, contra os 2,5% a 5% da maconha normal. A planta usada para o skunk também costuma ser cultivada em ambientes fechados, com luz artificial, para gerar flores maiores e com mais THC. </li></ul>
    38. 39. HAXIXE
    39. 40. HAXIXE <ul><li>O haxixe é fabricado a partir da resina produzida pelas glândulas que revestem toda a planta da Cannabis . Os produtores colhem essa substancia grudenta, que quando seca, se solidifica e pode ser fumada misturada com maconha ou com tabaco normal. A concentração de THC no haxixe, varia entre 10% e 20%, mas pode chegar a até 40%, dependendo da variedade da planta usada como fonte para sua produção. </li></ul>
    40. 41. MACONHA MENTOLADA
    41. 42. MACONHA MENTOLADA <ul><li>Numa plantação de maconha, algumas plantas podem crescer mais ou produzir flores maiores e mais peludas, isto é, com a maior concentração das glândulas que produzem THC. Antes da colheita, os traficantes procuram essas plantas e as separam das normais pra vendê-las por um preço melhor. Na hora de preparar o material para o trafico, eles misturam essa maconha selecionada com folhas de menta pra identificar o tipo especial de droga. </li></ul>

    ×