Administracao de materiais_3

340 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
340
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
16
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Administracao de materiais_3

  1. 1. 1EXERCÍCIOS DE ADMINISTRAÇÃO DE MATERIAIS - 3Professor Alexandre BessaQuestões CESPE1. (CESPE – TSE – 2006) A ocorrência de custos dearmazenagem depende da existência de materiais emestoque e do tempo de permanência desses materiaisno estoque.2. (CESPE – TSE – 2006) Materiais que requeremcuidados especiais na armazenagem e no transportesão classificados como materiais críticos.3. (CESPE – TSE – 2006) Eventuais problemas deestoque gerados por atraso na entrega ou aumento noconsumo são solucionados com a utilização do estoquede segurança.4. (CESPE – TSE – 2006) Curva dente de serra é ummétodo de avaliação de estoques que focaliza o customédio dos bens em estoque.5. (CESPE – PETROBRAS – 2007) Além do controlede estoques, a área de gestão de materiais engloba asatividades de compra, almoxarifado, movimentação,controle e distribuição de materiais.6. (CESPE – PETROBRAS – 2007) O lote econômicode compra é representado pela situação em que ademanda por um item está relacionada à demanda poroutros itens do estoque.7. (CESPE – PETROBRAS – 2007) No planejamentodas necessidades de materiais, são programadas asquantidades de todos os materiais necessários parasustentar o produto final desejado.8. (CESPE – TJBA – 2003) A administração derecursos materiais objetiva possibilitar um bomfuncionamento da organização por meio do suprimentode materiais que sejam fundamentais a seu plenodesenvolvimento, não envolvendo, entretanto, aaquisição e a movimentação de material.9. (CESPE – TJBA – 2003) Objetivando o controle deestoques, é necessário determinar os itens que devempermanecer em estoque e a periodicidade em quedevem ser reabastecidos. Nesse controle, não énecessário realizar inventários periódicos para aavaliação da quantidade e do estado dos materiaisestocados.10. (CESPE – TJBA – 2003) Um dos principaisrequisitos para um bom funcionamento do processo decompras de determinada organização é a previsão dasnecessidades de suprimento.11. (CESPE – TJBA – 2003) Um dos principais dilemasda gestão e manutenção de estoques é a quantidade dematerial mantido em estoque. Se, por um lado, umestoque elevado requer investimentos e grandes gastos,por outro lado, diminui o risco de não ter satisfeita ademanda de consumidores dos produtos em estoque.12. (CESPE – TJBA – 2003) No que se refere àseleção do número de fornecedores em determinadoprocesso de compras, é correto dizer que uma dasprincipais vantagens em situações de compra de muitosfornecedores é o maior grau de liberdade de opção naescolha dos fornecedores.A administração de materiais pode ser entendida como aresponsável pelas atividades de compra,armazenamento e distribuição de material. Com relaçãoa esse assunto, julgue os itens que se seguem.13. (CESPE – TRT 10ª REGIÃO– 2006) Um aspectoimportante da administração de materiais é a política deestoques. A decisão quanto a manter altos ou baixosníveis de estoques pode influenciar no nível desatisfação dos clientes.14. (CESPE – TRT 10ª REGIÃO– 2006) Para umaadequada gestão de estoques, é fundamentalestabelecer a previsão de consumo para os períodosseguintes. Entre os métodos de previsão de consumo, odenominado método da média móvel tem a vantagem dereduzir a influência dos valores extremos no resultadofinal.15. (CESPE – TRT 10ª REGIÃO– 2006) Uma medidapara minimizar o risco de desabastecimento de materiaisé a definição do estoque de segurança a ser utilizado.Variação na demanda e alterações em prazos deentrega são fatores que influenciam o estoque desegurança.16. (CESPE – TJPA – 2006) Surgimento de novosfornecedores para o mesmo bem, aumento daquantidade a ser adquirida, surgimento de materiaissimilares com a mesma qualidade são situações quepermitem melhorar as condições de compra.17. (CESPE – TJPA – 2006) Considere que ummaterial apresente o consumo mensal a seguir:Sabendo que uma administração de estoques efetivarequer métodos consistentes de previsão de consumodos materiais a serem adquiridos e com base nos dados
  2. 2. 2apresentados, podemos dizer que o método da médiamóvel com ponderação exponencial soluciona algumasdesvantagens de outros métodos, mas necessita demaior quantidade de dados de consumo.18. (CESPE – TRT 16ª REGIÃO – 2005) O giro deestoque refere-se à quantidade ideal cujos custos são osmenores possíveis.19. (CESPE – TRT 16ª REGIÃO – 2005) Matéria-primaé toda quantidade de produtos estocados em cada umadas fases produtivas.20. (CESPE – TRT 16ª REGIÃO – 2005) Estoque étoda porção armazenada de mercadoria, ou seja, aquiloque é reservado para ser utilizado em tempo oportuno.21. (CESPE – TRT 16ª REGIÃO – 2005) Com relaçãoaos custos, o controle de estoque deve focar-se noscustos de pedido e de armazenagem, pois duasvariáveis influenciam no aumento do custo: o custo depedido e o custo de capital.22. (CESPE – TRT 16ª REGIÃO – 2005) O depósitopode ser conceituado como o setor que tem por missãoreceber, conferir, armazenar, conservar e distribuir tudoo que é adquirido pelo setor de compras.23. (CESPE – TRT 16ª REGIÃO – 2005) Suprimentorefere-se ao amplo conjunto de procedimentos queenvolvem a solicitação de fornecimento de determinadosprodutos por uma organização.24. (CESPE – TRT 16ª REGIÃO – 2005) O estoquemínimo é uma quantidade de estoque que, em nívelideal, não deve ser consumido. No entanto, causascomo oscilação no consumo e variação na qualidadequando o controle de qualidade rejeita um lote podemimpor a utilização desse estoque de segurança.25. (CESPE – TRT 16ª REGIÃO – 2005) Os custos demovimentação de materiais influem sobremaneira nocusto final do produto e(ou) serviço, mas contribuempara agregar benefícios para o cliente.26. (CESPE – ANVISA – 2007) A gestão de estoques éuma atividade característica da administração demateriais.27. (CESPE – ANVISA – 2007) A realização deinventário físico é a atividade em que se calcula o valordos bens existentes no registro, descontado-se adepreciação acumulada.28. (CESPE – ANCINE – 2006) É função daadministração de estoques minimizar o capital totalinvestido em estoques, sem que com isso sejacomprometida a cadeia de suprimentos.29. (CESPE – ANCINE – 2006) O conceito de estoquemáximo diz respeito ao número máximo de unidades deum determinado item de estoque e é definido daseguinte forma: estoque máximo = estoque mínimo +lote de compra.30. (CESPE – ANCINE – 2006) Entre as técnicasmatemáticas de previsão de consumo, a conhecidacomo predileção, em que empregados experientesestabelecem a evolução dos quantitativos futuros, é amais utilizada.31. (CESPE – ANCINE – 2006) Entre as técnicasnãomatemáticas de previsão de consumo, a projeção queadmite que o futuro será repetição do passado e aexplicação que relaciona os quantitativos com algumavariável cuja evolução é conhecida ou previsível são asmais utilizadas.32. (CESPE – ANCINE – 2006) A adoção do loteeconômico objetiva alcançar custos mínimos admitindoque os recursos financeiros são ilimitados, o que nãoocorre na realidade.33. (CESPE – ANCINE – 2006) Tendo em vista osparâmetros que são considerados na determinação dolote econômico de compra, não existem situaçõespráticas em que a quantidade de material determinadapor esse lote seja de um tamanho que cause problemade espaço físico de armazenamento.34. (CESPE – ANCINE – 2006) Em economiasinflacionárias, existem variações de preços bastanteperiódicas; isso significa recalcular todos os lotes, paratodos os itens, sempre que houver uma variação depreço, porque a fórmula do lote econômico baseia-se naestabilidade de preço.35. (CESPE – ANCINE – 2006) Em relação aoconsumo, não há restrição quanto a sua variabilidade,uma vez que a fórmula do lote econômico é dinâmica emrelação a essa variável. Logo, não existe o pressupostode estabilidade do consumo dentro do períodocalculado.36. (CESPE – ANCINE – 2006) Atualmente, oresponsável pelas compras deve buscar, nasnegociações com fornecedores tradicionais, obter omáximo de vantagens para sua organização,estabelecendo uma disputa na qual ele saia vencedor ea outra parte, perdedora.37. (CESPE – ANCINE – 2006) Com relação aoprocesso de compras no setor público, são atitudeséticas priorizar os interesses da organização, atuar deforma transparente nas negociações com fornecedores,denunciar manifestações ou tentativas de suborno efatos ilícitos internos relacionados a compras, tercritérios claros e transparentes no recebimento depresentes de fornecedores.38. (CESPE – ANCINE – 2006) Em grandesorganizações, um aspecto importante a ser consideradose refere à centralização ou descentralização dascompras. A centralização apresenta como vantagens aoportunidade de serem negociadas grandes quantidadesde materiais por menores preços, a homogeneizaçãodesses materiais, o menor tempo na sua aquisição emelhor controle dos estoques.39. (CESPE – ANCINE – 2006) Planejamentoinadequado, falta de controle no consumo e máadministração dos estoques são fatores que podemlevar a unidade responsável por compras a tomaratitudes prejudiciais à empresa.40. (CESPE – ANCINE – 2006) Estoques em níveiselevados são potencialmente geradores de impactosnegativos nos resultados da organização em decorrênciados custos de armazenagem. Assim, uma das formas de
  3. 3. 3eliminação dos custos de armazenagem é a manutençãode estoques com quantidade zero.Considerando a movimentação hipotética acima, julgueo item que se segue.41. (CESPE – ANCINE – 2006) Sabendo-se que aempresa utiliza o método PEPS para avaliação doestoque, nessa situação, o valor do seu estoque, em28/11, é de R$ 715,00.42. (CESPE – ANS – 2005) Considere a seguintesituação hipotética. Rodrigues é o responsável pelaadministração de materiais de determinada empresa.Preocupado em sempre prover a organização dosrecursos materiais necessários ao pleno funcionamentoda empresa, Rodrigues mantém em estoques volumessuficientes para quatro meses de produção. Nessasituação, com base nos dados apresentados, é corretoafirmar que Rodrigues está equivocado quando mantémestoques por longo período, pois essa decisão exigegrandes investimentos.43. (CESPE – ANS – 2005) Os custos dearmazenagem aumentam em função da quantidade emestoque e do tempo de permanência em estoque, masnão chegam a zero se o estoque for zero.44. (CESPE – ANS – 2005) Coordenar o fluxo contínuode suprimentos a fim de atender às necessidades daorganização é um objetivo da seção de compras.45. (CESPE – ANS – 2005) A boa negociação decompras é fundamental para a busca de melhoresresultados da organização e leva a uma disputa em queuma parte vence e a outra é derrotada.46. (CESPE – TSE – 2006) Ruptura de estoque é otermo que caracteriza nível de estoque igual a zero eimpossibilidade de atendimento a uma necessidade deconsumo.47. (CESPE – TSE – 2006) Para uma adequada gestãode materiais essenciais ao funcionamento de suasoperações, as organizações devem maximizar osinvestimentos em estoque desses materiais.48. (CESPE – TSE – 2006) Os códigos de ética dosetor de compras devem ser de conhecimento dosfornecedores para que eles possam reclamar no caso dequalquer ato lesivo.49. (CESPE – TSE – 2006) Gerenciamento da cadeiade suprimentos (suply chain management) é umatécnica de administração de materiais cujo principalobjetivo é a manutenção de baixos níveis de materiaisem estoque.50. (CESPE – TSE – 2006) Na negociação decompras, o negociador deve ter como princípio o fato deque, após o acordo final e a assinatura do contrato, ositens negociados não devem ser alterados.51. (CESPE – TSE – 2006) As responsabilidades daunidade de compras iniciam-se na definição do quecomprar e vão até a entrega às unidades que utilizarãoos itens adquiridos.52. (CESPE – TSE – 2006) O sistema just-in-timeminimiza os problemas gerados por se manter grandesquantidades de materiais em estoque.53. (CESPE – TSE – 2006) Na seleção defornecedores, além do preço, outros critérios devem serconsiderados, como capacidade produtiva, prazo deentrega e condições de pagamento.54. (CESPE – TSE – 2006) Os custos dearmazenagem são mínimos quando a quantidade demateriais e o tempo de permanência em estoquechegam a zero.55. (CESPE – TSE – 2006) Diz-se que determinadomaterial tem sazonalidade de consumo quandoapresenta variação irregular de consumo emdeterminados períodos.56. (CESPE – TJPA – 2006) Especificaradequadamente o bem a ser adquirido, comprar naquantidade certa e qualidade esperada, armazenaradequadamente o material em estoque, distribuir omaterial necessário às unidades organizacionais sãofunções da administração de materiais.57. (CESPE – TJPA – 2006) As modernas estratégiasde negociação requerem que o negociador procurealternativas criativas que atendam não só os interessesde sua organização, mas também as necessidades dofornecedor.58. (CESPE – TJPA – 2006) Otimizar o investimentoem estoques por meio da maximização dasnecessidades de capital investido é um dos objetivos daadministração de materiais.59. (CESPE – TJPA – 2006) O modelo de evoluçãohorizontal de consumo apresenta o consumo médioconstante.60. (CESPE – TJPA – 2006) Para imprimirtransparência nas suas relações comerciais, asorganizações devem prever em seus códigos de éticaregras claras a respeito do recebimento de brindes,cortesias e presentes de fornecedores.61. (CESPE – TJPA – 2006) Quanto ao tipo dedemanda, os materiais são classificados em materiais deestoque e não de estoque.
  4. 4. 462. (CESPE – TJPA – 2006) Com base no método damédia móvel para 3 períodos, a previsão de consumopara o mês de agosto é de 55 unidades.63. (CESPE – TJPA – 2006) Se for utilizado o métododa média móvel ponderada com previsão de consumopara o mês de agosto, os dados de junho e julho terãomaior influência no resultado que os dados de janeiro efevereiro.64. (CESPE – TJPA – 2006) O método de classificaçãopela curva ABC tem como função classificar materiaisquanto ao valor de consumo e a outros dados relevantespara a administração de materiais.Considere o seguinte consumo de determinado material.60 unidades em março 98 unidades em agosto70 unidades em abril 98 unidades em setembro85 unidades em maio 102 unidades em outubro88 unidades em junho 105 unidades em novembro94 unidades em julho 111 unidades em dezembroCom base nos dados acima e considerando que osestudos acerca de estoques dependem da previsão doconsumo de material, julgue os itens abaixo.65. (CESPE – TSE – 2006) Com base no método damédia com ponderação exponencial, apenas o consumodo mês de dezembro será utilizado na fórmula de cálculoda previsão do consumo para o mês de janeiro.66. (CESPE – TSE – 2006) Para reduzir a influência dobaixo consumo nos meses de março e abril na previsãode consumo para janeiro, é correto utilizar o método damédia móvel ponderada, caracterizado pela aplicação depesos maiores aos dados de consumo mais novos epesos menores aos dados mais antigos.67. (CESPE – TSE – 2006) Com base no método damédia móvel para 3 períodos, a previsão de consumopara janeiro é superior a 111 unidades por causa datendência crescente de consumo.68. (CESPE – TSE – 2006) Com base no método doúltimo período, a previsão de consumo para janeiro é de111 unidades.69. (CESPE – TJPA – 2006) No processo de escolhados fornecedores, deve-se procurar aquele que atendaaos requisitos de preço, mas também de qualidade,capacidade operacional, serviços pós-venda, condiçõesde pagamento e postura ética na negociação.70. (CESPE – TJPA – 2006) Para reduzir o risco deprejuízos gerados pela falta de materiais importantespara o funcionamento da organização, a administraçãode estoques deve procurar a manutenção em estoquede grandes volumes de materiais essenciais.71. (CESPE – TJPA – 2006) Sazonalidade de consumosignifica variação regular de consumo em determinadosperíodos.

×