SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 50
Baixar para ler offline
GESTÃO DO
CONHECIMENTO
primeiros passos para pesquisa e
implementação nas organizações.
Como citar este documento: FREIRE, Patricia de Sá. Gestão do Conhecimento, os primeiros passos
para pesquisa e implementação nas organizações. Apresentação em Power Point. 50 slides.
A GC NÃO GERA APENAS
ACESSO À INFORMAÇÕES, MAS
À APRENDIZAGEM MULTINÍVEL
PARAA MUDANÇA DA PRÁTICA.
Vamos falar de Gestão do Conhecimento
1. Contexto para GC.
2. Importância, definição e missão de GC.
3. Barreiras para GC.
4. Processo de Gestão do Conhecimento e a interrelação teórica de AO, de
GC e de GP.
5. Primeiros passos para implementação de GC.
6. Plano de ação de GC e Questões Estratégicas.
Patricia de Sá Freire, Dra.Eng.
NOVOS
DESAFIOS...
Os clientes e colaboradores são “novos”
Patricia de Sá Freire, Dra.Eng.
Como tratar o ambiente multigeracional?
As tecnologias são “novas”
Patricia de Sá Freire, Dra.Eng.
Como incorporar as novas tecnologias no negócio ou novo negócio?
As mídias são “novas”
Patricia de Sá Freire, Dra.Eng.
Como promover a inclusão, integração e interação para criar o novo?
Ficou mais
COMPETITIVO
engajar pessoas
e reter talentos.
Patricia de Sá Freire, Dra.Eng.
Como criar lealdade e
mobilização para a geração de
real capital relacional?
Os tempos estão mais curtos
Patricia de Sá Freire, Dra.Eng.
Como otimizar os processos, atividades e tarefas de maneira
a
não perder oportunidades e vencer desafios ?
Há um excesso de informações não
estruturadas e não confiáveis
Patricia de Sá Freire, Dra.Eng.
Como GERENCIAR a curva de aprendizagem dos funcionários?
As decisão estão mais
complexas
Patricia de Sá Freire, Dra.Eng.
Como gerar, selecionar e priorizar ideias para diminuir o risco de tomadas de decisão solitárias?
... se não há tempo para uma busca e análise mais cuidadosa.
Patricia de Sá Freire, Dra.Eng.
Patricia de Sá Freire, Dra.Eng.
E, neste contexto...
O mundo percebeu a
importância da
Gestão do Conhecimento ...
para a retenção de conhecimentos essenciais, compartilhamento de boas práticas e lições
aprendidas diminuição dos erros nas tomadas de decisão solitárias;
reaproveitamento dos conhecimentos criados, e para a Mudança!
QUALA IMPORTÂNCIA DA
IMPLANTAÇÃO DA GESTÃO DO
CONHECIMENTO?
Construir uma base dinâmica e retroalimentável de conhecimentos para
alinhar compreensões individuais, aprimorar processos, mitigar custos e
riscos, aumentar relacionamentos e gerar valor distintivo.
 Consolidar base de conhecimentos para todos;
 Aproximar pessoas para fazer acontecer as ideias;
 Reaproveitar conhecimento gerados durante as rotinas e “projetos presentes” em
valor para as rotinas e “projetos futuros”;
 Eliminar retrabalho e desperdícios de conhecimentos.
RESUMO
É PRECISO
CONSEGUIRIA RESPONDER 2
PERGUNTAS?
1. Qual o grau de reutilização do conhecimento em sua organização?
2. Qual a maturidade para implementar e manter ,de forma
sistemática, os processos de GC?
NA ADMINISTRAÇÃO
PÚBLICA
Organizações de maior eficiência são as que gerenciam de modo
mais eficiente os processos de GC para aquisição,
compartilhamento e utilização de conhecimentos a qualquer tempo
por (e para) qualquer pessoa.
Para ser eficiente em gestão são necessárias:
estruturas, práticas, técnicas e ferramentas de GIC que apoiem a
identificação, mapeamento, inventário e tratamento dos
conhecimentos criados DURANTE AS ROTINAS E PROJETOS
para que possam ser armazenados, compartilhados, e aplicados
em desafios e projetos futuros, de maneira mais ágil e confiável.
SOCIEDADE DO CONHECIMENTO
A Gestão do Conhecimento deve ser
entendida como:
O uso e combinação de fontes (humanas e não humanas) e de tipos de
conhecimentos (tácitos, implícitos e explícitos) para apoiar as tomadas de decisão
(estratégicas, táticas e operacionais) agregando valor aos produtos (bens e serviços)
de maneira a criar riqueza e aumentar a competitividade de todo o ecossistema
organizacional. (Freire, et al.2014).
A Gestão do Conhecimento deve ser
entendida como:
O uso e combinação de fontes (humanas e não humanas) e de tipos de
conhecimentos (tácitos, implícitos e explícitos) para apoiar as tomadas de decisão
(estratégicas, táticas e operacionais) agregando valor aos produtos (bens e serviços)
de maneira a criar riqueza e aumentar a competitividade de todo o ecossistema
organizacional. (Freire, et al.2014).
GC
interacionista
 criação de redes de aprendizagem intra e
interorganizacionais;
 socialização e o compartilhamento de conhecimentos
individuais e de grupos;
 aquisição e o compartilhamento de conhecimentos,
intra e inter, rotinas e projetos multiníveis e
multidimensionais;
 uso de sistemas inteligentes eliminando dispersão e
entropias;
 suporte para a otimização de resultados e agilidade na
tomada de decisão baseada em dados e evidências;
 mitigação de custos e riscos de retrabalhos;
 armazenamento dinâmico de boas praticas e lições
aprendidas;
 memória viva e institucionalizada.
Assim, estar maduro em GC significa estar pronto para:
MISSÃO DA GESTÃO DO CONHECIMENTO
Gerenciar o conhecimento organizacional de maneira a eliminar o
desperdício do conhecimento e o retrabalho de servidores e
contribuintes para otimizar esforços e aumentar o rendimento,
aproximando a organização da qualidade em serviços.
BARREIRAS PARA GC
Patricia de Sá Freire, Dra.Eng.
Patricia de Sá Freire, Dra.Eng.
Falta de apropriação de
problemas de GC
Dificuldade em codificar
conhecimento tácito
Expetise em GC insuficiente
Excesso de informação
Saída de colaboradores Aposentadoria dos
colaboradores
Falta de treinamento
Falta de motivação e
recompensas
Falta de compromisso dos
colaboradores
Falta de respeito e confiança
entre colaboradores
Medo de perder importância ao
compartilhar o conhecimento
Falta de tempo e prioridade por parte dos
envolvidos
Cultura organizacional
Falta de infraestrutura
tecnológica
Falta de estrutura
organizacional
Falta de metodologia
Falta de recursos financeiros GC não integrada aos processos de
negócio
Falta de comprometimento da alta gestão Incompreensão acerca do que é GC
Hierarquia e relação das 20 barreiras na implementação de GC
.
Fonte: Traduzido de Kant e Singh (2008)
Patricia de Sá Freire, Dra.Eng.
Falta de apropriação de
problemas de GC
Dificuldade em codificar
conhecimento tácito
Expetise em GC insuficiente
Excesso de informação
Saída de colaboradores Aposentadoria dos
colaboradores
Falta de treinamento
Falta de motivação e
recompensas
Falta de compromisso dos
colaboradores
Falta de respeito e confiança
entre colaboradores
Medo de perder importância ao
compartilhar o conhecimento
Falta de tempo e prioridade por parte dos
envolvidos
Cultura organizacional
Falta de infraestrutura
tecnológica
Falta de estrutura
organizacional
Falta de metodologia
Falta de recursos financeiros GC não integrada aos processos de
negócio
Falta de comprometimento da alta gestão Incompreensão acerca do que é GC
Hierarquia e relação das barreiras na implementação de GC
.
Fonte: Traduzido de Kant e Singh (2008)
Patricia de Sá Freire, Dra.Eng.
Falta de apropriação de
problemas de GC
Dificuldade em codificar
conhecimento tácito
Expetise em GC insuficiente
Excesso de informação
Saída de colaboradores Aposentadoria dos
colaboradores
Falta de treinamento
Falta de motivação e
recompensas
Falta de compromisso dos
colaboradores
Falta de respeito e confiança
entre colaboradores
Medo de perder importância ao
compartilhar o conhecimento
Falta de tempo e prioridade por parte dos
envolvidos
Cultura organizacional
Falta de infraestrutura
tecnológica
Falta de estrutura
organizacional
Falta de metodologia
Falta de recursos financeiros GC não integrada aos processos de
negócio
Falta de comprometimento da alta gestão Incompreensão acerca do que é GC
Hierarquia e relação das barreiras na implementação de GC
.
Fonte: Traduzido de Kant e Singh (2008)
Patricia de Sá Freire, Dra.Eng.
Falta de apropriação de
problemas de GC
Dificuldade em codificar
conhecimento tácito
Expetise em GC insuficiente
Excesso de informação
Saída de colaboradores Aposentadoria dos
colaboradores
Falta de treinamento
Falta de motivação e
recompensas
Falta de compromisso dos
colaboradores
Falta de respeito e confiança
entre colaboradores
Medo de perder importância ao
compartilhar o conhecimento
Falta de tempo e prioridade por parte dos
envolvidos
Cultura organizacional
Falta de infraestrutura
tecnológica
Falta de estrutura
organizacional
Falta de metodologia
Falta de recursos financeiros GC não integrada aos processos de
negócio
Falta de comprometimento da alta gestão Incompreensão acerca do que é GC
Hierarquia e relação das barreiras na implementação de GC
.
Fonte: Traduzido de Kant e Singh (2008)
MAS COMO?
Implementando processos de CRIAR conhecimento, GERENCIAR
conhecimento e GOVERNAR conhecimentos.
Patrica de Sá Freire, Dra. ENGIN/EGC/UFSC.2017
Governança
do
conhecimento
Governança
da
aprendizagem
1- Nonaka e Takeuchi, 2004
2 – Crossan, Lane e White, 1999
3 – Freire, Silva e Souza, 2019 com base em Foss e Nootboom
4 – Freire, Silva e Couto, 2017
5 – Rizzati, 2020
PRIMEIROS PASSOS
Patricia de Sá Freire, Dra.Eng.
PRIMEIROS PASSOS
• AUDITORIA DO
CONHECIMENTO
• DIAGNÓSTICO DE GESTÃO
DO CONHECIMENTO
Quais conhecimentos são
críticos para a organização?
Qual o nível de maturidade da
organização para gerenciar estes
conhecimentos?
CRITICIDADE DO
CONHECIMENTO
PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS
(Marques et al, 2019)
• Objetivo: Proposição de Mapa DIC para
identificação de conhecimentos críticos.
• Meio: Grupos focais, entrevistas, aplicação de
questionários, analise de conteúdo e
compreensão das interrelações entre Dados,
Informações e Conhecimentos.
• Sujeitos da pesquisa: Especialistas de Domínio
e usuários do conhecimento.
Fonte: Fraga, B.2019, p.43 disponível em
http://btd.egc.ufsc.br/wp-content/uploads/2019/06/BRUNA-
FRAGA.pdf
DIAGNÓSTICO
MATURIDADE EM GESTÃO DO CONHECIMENTO
ANÁLISE DE 7 DIMENSÕES
ORGANIZACIONAIS
Dimensões que, de alguma maneira, influenciam e determinam os
resultados da GC:
1. Estratégia,
2. liderança,
3. processos organizacionais e de conhecimento,
4. gestão de pessoas e os comportamentos individuais para a colaboração e o
compartilhamento,
5. existência e uso de tecnologias interativas, integrativas e inclusivas,
6. aprendizagem e transferência para a prática e, por fim
7. resultados da própria GC.
Fonte: adaptado das ferramentas da APO e OKA do Banco Mundial
MATURIDADE DE GC
Procedimentos Metodológicos de Levantamento de Dados.
1. Questionário aos Colaboradores
• Oriundos de diferentes setores e unidades;
• Alto conhecimento da realidade;
• Diferentes perfis quanto à idade, tempo de casa, cargos, percepção de mundo.
2. Verificação de Consistência dos Resultados
• questionário e discussão em grupo focal de GC.
Resultado do Diagnóstico da Maturidade da GIC
Fonte: ENGIN/EGC/UFSC (2016)
Validação dos resultados da avaliação da Maturidade de GC
Legenda:
•Linha vermelha = média das respostas dos participantes do Grupo GC
•Linha azul = média das respostas dos servidores
Grau de Maturidade de GC
Fonte: adaptado da APO (2009)
Qual o grau de utilização da GC?
Figura 2: Régua do Grau de Utilização de GC
0
não reconhece
a necessidade
de implantação
da GC
1
já reconhece a
necessidade da
implantação da
GC e existem
algumas
práticas na
gestão (ou em
processo)
2
Já iniciou a
implantação da
GC e a
coordenação
das diversas
práticas,
técnicas e
ferramentas de
GC em entropia
na organização
3
Coordenada
com qualidade
alguns dos
processos de
GC
4
Coordenada
com qualidade
todos os
processos de
GC
5
Mensura
sistêmica-
mente os
Resultados de
GC
Fonte: ENGIN/EGC/UFSC (2016).
RECONHECE ESTE
SENTIMENTO?
MATURIDADE NÍVEL 1
• “Estou [...] dependendo exclusivamente do meu interesse em
adquirir conhecimento, sinto falta de um suporte, de uma
informação precisa do que devo fazer e o que esperam de mim.
Entrei para substituir um servidor aposentado que fazia o mesmo
serviço há 10 anos e todo seu conhecimento foi embora com ele. Tive
apenas 2 semanas para tentar aprender o serviço que ele fazia. Ele se
foi e eu fiquei totalmente por conta. Graças a Deus, encontrei um
colega que teve boa vontade de me ajudar em alguns momentos,
mas, aprendi o serviço por tentativa, erros e acertos. “
Por fim, 20
questões devem
ser
respondidas....
20 QUESTÕES
ESTRATÉGICAS DE GC
A serem respondidas
1. A organização identifica e explora o conhecimento existente?
2. Há uma orientação para produção de conhecimentos e adoção de novas formas para aproveitar,
difundir, combinar e lucrar com o conhecimento?
3. É visível a existência de um modelo de gestão que possibilita a melhoria da infraestrutura de
conhecimento da organização, com o objetivo de fornecer o conhecimento certo para as pessoas
certas, na hora certa e no momento certo?
4. Existem processos de negócio para alavancar a capacidade de processamento de informações
avançadas e tecnologias de comunicação para transformação da informação em ação?
5. A organização se preocupa em adquirir e desenvolver novas oportunidades a partir de
informações e conhecimentos já existentes?
6. A gestão organizacional abrange um conjunto de processos que governam os aspectos de
criação, desenvolvimento, preservação, armazenamento, disseminação e utilização da informação e
conhecimento para atingir os objetivos organizacionais?
7. Está modelado um processo de busca da expertise individual e coletiva em qualquer lugar em
sua organização para distribuição para onde houver o maior retorno?
8. A organização vai além de simplesmente capturar, estocar e transferir informações, pois soma
as percepções, interpretações e organizações de informações e conhecimentos em diferentes
perspectivas individuais e de grupos?
9. Existe a percepção por parte dos usuários de que há a disponibilização do conhecimento certo
para as pessoas certas, no momento certo para a tomada de decisão certa?
10. A GC é aplicada para maximizar a eficiência e o retorno sobre os ativos de conhecimento da
organização?
11. A organização utiliza tecnologias para a formalização das experiências, conhecimentos e
expertise, tornando-os acessíveis a todos?
12. existe um conjunto de práticas que visam à manutenção e retenção do conhecimento?
13. Existem controles explicitando as informações e conhecimentos dentro da organização alinhados
aos objetivos estratégicos?
14. São vivenciados em grupo os processos de criação, validação, apresentação, distribuição e
aplicação de boas práticas e lições aprendidas?
15. identifica-se o uso e a combinação de diferentes fontes (humanas e não humanas) e tipos de
conhecimento (tácito, implícito e explícito) visando o desenvolvimento de novas competências
individuais, de grupo e organizacionais?
16. Há uma sistemática para aplicação de medidas para guiar, controlar e promover recursos de
conhecimento tangíveis e intangíveis, para utilizar o conhecimento de dentro e de fora da organização?
17. Existe a preocupação estratégica na criação de novo conhecimento, gerar inovação e promover
melhorias?
18. existem ações para criar, adquirir, compartilhar e utilizar ativos de conhecimento para a geração de
ideias, solução de problemas e tomada de decisões por meio de metodologias, processos, técnicas,
tecnologias e ferramentas de GC?
19. é criado ambientes onde os dados e informações possam ser metodicamente organizados
garantindo a sua disponibilidade?
20. São estabelecidos contatos virtuais e presenciais eficientes e eficazes, entre àqueles que precisam
saber e àqueles que sabem para a conversão do conhecimento individual para organizacional?
PLANO DE AÇÃO
Gestão de Conhecimento
Objetivos do Plano de Ação de GC
• Instituir o Grupo Colaborativo de Gestão do Conhecimento;
• Realizar a auditoria de Conhecimento, para mapear os conhecimentos críticos;
• Elaborar o MAPA DIC;
• Realizar o diagnóstico da maturidade de GC;
• Desativar as barreiras para a implementação da GC;
• Implantar os processos de GC;
• Consolidar base de conhecimentos para todos
• Definir os métodos e técnicas a serem utilizados para cada processo de GC;
• Capacitar todos os líderes e servidores para a:
• importância da GIC e
• quanto às suas responsabilidades na identificação, compartilhamento e institucionalização dos conhecimentos
críticos.
• Implementar as redes organizacionais de aprendizagem multinível de apoio à GC.
• Estabelecer mecanismos para governança da governança e gestão do conhecimento.
GESTÃO DO
CONHECIMENTO
Obrigada,
patricia.sa.freire@ufsc.br
Como citar este documento: FREIRE, Patricia de Sá. Gestão do Conhecimento, os primeiros passos
para pesquisa e implementação nas organizações. Apresentação em Power Point. 50 slides.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Informação e Conhecimento nas organizações - Gestão
Informação e Conhecimento nas organizações - GestãoInformação e Conhecimento nas organizações - Gestão
Informação e Conhecimento nas organizações - GestãoLeonardo Moraes
 
Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10
Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10
Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10Wandick Rocha de Aquino
 
Produção cap1 aula 1
Produção cap1   aula 1Produção cap1   aula 1
Produção cap1 aula 1Diego José
 
Diagnósticos de Maturidade e plano de ação de Gestão do Conhecimento.
Diagnósticos de Maturidade e plano de ação de Gestão do Conhecimento.Diagnósticos de Maturidade e plano de ação de Gestão do Conhecimento.
Diagnósticos de Maturidade e plano de ação de Gestão do Conhecimento.Patrícia de Sá Freire, PhD. Eng.
 
Introdução a Administração de Produção e Operações
Introdução a Administração de Produção e OperaçõesIntrodução a Administração de Produção e Operações
Introdução a Administração de Produção e Operaçõesdouglas
 
Logística e distribuição
Logística e distribuiçãoLogística e distribuição
Logística e distribuiçãoGilberto Freitas
 
Gestao do conhecimento ppt
Gestao do conhecimento pptGestao do conhecimento ppt
Gestao do conhecimento pptDaniela Garcia
 
Aula 3 logística empresarial
Aula 3   logística empresarialAula 3   logística empresarial
Aula 3 logística empresarialNadia Santana
 
Aula 3 gestão de operações
Aula 3  gestão de operaçõesAula 3  gestão de operações
Aula 3 gestão de operaçõesdianafpc
 
Aulas Marketing de Serviços
Aulas Marketing de ServiçosAulas Marketing de Serviços
Aulas Marketing de ServiçosPietri Erivaldo
 

Mais procurados (20)

Informação e Conhecimento nas organizações - Gestão
Informação e Conhecimento nas organizações - GestãoInformação e Conhecimento nas organizações - Gestão
Informação e Conhecimento nas organizações - Gestão
 
Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10
Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10
Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10
 
Produção cap1 aula 1
Produção cap1   aula 1Produção cap1   aula 1
Produção cap1 aula 1
 
Gestão da qualidade
Gestão da qualidadeGestão da qualidade
Gestão da qualidade
 
Gestão por Processos
Gestão por ProcessosGestão por Processos
Gestão por Processos
 
Administração de materiais
Administração de materiaisAdministração de materiais
Administração de materiais
 
Lean Manufacturing 1
Lean Manufacturing 1Lean Manufacturing 1
Lean Manufacturing 1
 
Diagnósticos de Maturidade e plano de ação de Gestão do Conhecimento.
Diagnósticos de Maturidade e plano de ação de Gestão do Conhecimento.Diagnósticos de Maturidade e plano de ação de Gestão do Conhecimento.
Diagnósticos de Maturidade e plano de ação de Gestão do Conhecimento.
 
Aprovisionamento
AprovisionamentoAprovisionamento
Aprovisionamento
 
Introdução a Administração de Produção e Operações
Introdução a Administração de Produção e OperaçõesIntrodução a Administração de Produção e Operações
Introdução a Administração de Produção e Operações
 
Logística e distribuição
Logística e distribuiçãoLogística e distribuição
Logística e distribuição
 
Teoria do Desenvolvimento Organizacional
Teoria do Desenvolvimento OrganizacionalTeoria do Desenvolvimento Organizacional
Teoria do Desenvolvimento Organizacional
 
Gestao do conhecimento ppt
Gestao do conhecimento pptGestao do conhecimento ppt
Gestao do conhecimento ppt
 
Aula 3 logística empresarial
Aula 3   logística empresarialAula 3   logística empresarial
Aula 3 logística empresarial
 
Aula 3 gestão de operações
Aula 3  gestão de operaçõesAula 3  gestão de operações
Aula 3 gestão de operações
 
Recursos humanos
Recursos humanosRecursos humanos
Recursos humanos
 
Logística (Origens e Conceitos)
Logística (Origens e Conceitos)Logística (Origens e Conceitos)
Logística (Origens e Conceitos)
 
Educação corporativa
Educação corporativaEducação corporativa
Educação corporativa
 
A teoria da criacao de conhecimento organizacional
A teoria da criacao de conhecimento organizacionalA teoria da criacao de conhecimento organizacional
A teoria da criacao de conhecimento organizacional
 
Aulas Marketing de Serviços
Aulas Marketing de ServiçosAulas Marketing de Serviços
Aulas Marketing de Serviços
 

Semelhante a Gestão do Conhecimento: Primeiros passos para pesquisa e implementação

FREIRE, P.S. 2021_Gestão do Conhecimento_primeiros passos.pdf
FREIRE, P.S. 2021_Gestão do Conhecimento_primeiros passos.pdfFREIRE, P.S. 2021_Gestão do Conhecimento_primeiros passos.pdf
FREIRE, P.S. 2021_Gestão do Conhecimento_primeiros passos.pdfPatrícia de Sá Freire, PhD. Eng.
 
GOVERNANÇA DO CONHECIMENTO_implemente a gestão do conhecimento._patricia de s...
GOVERNANÇA DO CONHECIMENTO_implemente a gestão do conhecimento._patricia de s...GOVERNANÇA DO CONHECIMENTO_implemente a gestão do conhecimento._patricia de s...
GOVERNANÇA DO CONHECIMENTO_implemente a gestão do conhecimento._patricia de s...Patrícia de Sá Freire, PhD. Eng.
 
Gestão do Conhecimento e Tecnologia
Gestão do Conhecimento e TecnologiaGestão do Conhecimento e Tecnologia
Gestão do Conhecimento e TecnologiaMarcelo Ramos
 
GESTÃO DO CONHECIMENTO
GESTÃO DO CONHECIMENTO GESTÃO DO CONHECIMENTO
GESTÃO DO CONHECIMENTO Sabrina Mariana
 
atps Basico Gs Conhecimento
atps Basico Gs Conhecimentoatps Basico Gs Conhecimento
atps Basico Gs Conhecimentoarthfesta
 
Gestao do conhecimento: Produtividade e Competitividade
Gestao do conhecimento: Produtividade e CompetitividadeGestao do conhecimento: Produtividade e Competitividade
Gestao do conhecimento: Produtividade e CompetitividadeJose Claudio Terra
 
Apresentação Capacitação Gsi2009
Apresentação Capacitação Gsi2009Apresentação Capacitação Gsi2009
Apresentação Capacitação Gsi2009inovaDay .
 
Desempenho Movido a Conhecimento - Como Transformar o Capital Intelectual em ...
Desempenho Movido a Conhecimento - Como Transformar o Capital Intelectual em ...Desempenho Movido a Conhecimento - Como Transformar o Capital Intelectual em ...
Desempenho Movido a Conhecimento - Como Transformar o Capital Intelectual em ...Impakt Consultoria
 
Gestao do Conhecimento - Praticas de Gestao
Gestao do Conhecimento - Praticas de GestaoGestao do Conhecimento - Praticas de Gestao
Gestao do Conhecimento - Praticas de GestaoKenneth Corrêa
 
Gestão da informacão e do Conhecimento
Gestão da informacão e do ConhecimentoGestão da informacão e do Conhecimento
Gestão da informacão e do ConhecimentoAdeildo Caboclo
 
O BINÔMIO QUE GARANTE O SUCESSO DE SEU PROJETO: Gestão do Conhecimento e Gest...
O BINÔMIO QUE GARANTE O SUCESSO DE SEU PROJETO: Gestão do Conhecimento e Gest...O BINÔMIO QUE GARANTE O SUCESSO DE SEU PROJETO: Gestão do Conhecimento e Gest...
O BINÔMIO QUE GARANTE O SUCESSO DE SEU PROJETO: Gestão do Conhecimento e Gest...Beatriz Benezra Dehtear, MBA
 
KM Brasil 2010 - Tutorial "Gestão do Conhecimento: Da Estratégia aos Resultad...
KM Brasil 2010 - Tutorial "Gestão do Conhecimento: Da Estratégia aos Resultad...KM Brasil 2010 - Tutorial "Gestão do Conhecimento: Da Estratégia aos Resultad...
KM Brasil 2010 - Tutorial "Gestão do Conhecimento: Da Estratégia aos Resultad...Beto do Valle
 
Dimensão de governança de tic pessoas
Dimensão de governança de tic pessoasDimensão de governança de tic pessoas
Dimensão de governança de tic pessoasJéssica Silveira
 
Mba lean it - competências 13 08 2010
Mba   lean it - competências 13 08 2010Mba   lean it - competências 13 08 2010
Mba lean it - competências 13 08 2010zeusi9iuto
 
Programa de Gestão do Conhecimento Organizacional (Workshop)
Programa de Gestão do Conhecimento Organizacional (Workshop)Programa de Gestão do Conhecimento Organizacional (Workshop)
Programa de Gestão do Conhecimento Organizacional (Workshop)André Bernard
 
Gestao do conhecimento e inteligencia competitiva
Gestao do conhecimento e inteligencia competitivaGestao do conhecimento e inteligencia competitiva
Gestao do conhecimento e inteligencia competitivaJose Claudio Terra
 
Especialização em gerenciamento de projetos por que investir - bh - 20out2010
Especialização em gerenciamento de projetos   por que investir - bh - 20out2010Especialização em gerenciamento de projetos   por que investir - bh - 20out2010
Especialização em gerenciamento de projetos por que investir - bh - 20out2010Marcos Leandro
 

Semelhante a Gestão do Conhecimento: Primeiros passos para pesquisa e implementação (20)

FREIRE, P.S. 2021_Gestão do Conhecimento_primeiros passos.pdf
FREIRE, P.S. 2021_Gestão do Conhecimento_primeiros passos.pdfFREIRE, P.S. 2021_Gestão do Conhecimento_primeiros passos.pdf
FREIRE, P.S. 2021_Gestão do Conhecimento_primeiros passos.pdf
 
GOVERNANÇA DO CONHECIMENTO_implemente a gestão do conhecimento._patricia de s...
GOVERNANÇA DO CONHECIMENTO_implemente a gestão do conhecimento._patricia de s...GOVERNANÇA DO CONHECIMENTO_implemente a gestão do conhecimento._patricia de s...
GOVERNANÇA DO CONHECIMENTO_implemente a gestão do conhecimento._patricia de s...
 
Gestão do Conhecimento e Tecnologia
Gestão do Conhecimento e TecnologiaGestão do Conhecimento e Tecnologia
Gestão do Conhecimento e Tecnologia
 
GESTÃO DO CONHECIMENTO
GESTÃO DO CONHECIMENTO GESTÃO DO CONHECIMENTO
GESTÃO DO CONHECIMENTO
 
atps Basico Gs Conhecimento
atps Basico Gs Conhecimentoatps Basico Gs Conhecimento
atps Basico Gs Conhecimento
 
Gestao do conhecimento: Produtividade e Competitividade
Gestao do conhecimento: Produtividade e CompetitividadeGestao do conhecimento: Produtividade e Competitividade
Gestao do conhecimento: Produtividade e Competitividade
 
Gestão do conhecimento
Gestão do conhecimentoGestão do conhecimento
Gestão do conhecimento
 
Apresentação Capacitação Gsi2009
Apresentação Capacitação Gsi2009Apresentação Capacitação Gsi2009
Apresentação Capacitação Gsi2009
 
Gestão estratégica do conhecimento
Gestão estratégica do conhecimentoGestão estratégica do conhecimento
Gestão estratégica do conhecimento
 
Desempenho Movido a Conhecimento - Como Transformar o Capital Intelectual em ...
Desempenho Movido a Conhecimento - Como Transformar o Capital Intelectual em ...Desempenho Movido a Conhecimento - Como Transformar o Capital Intelectual em ...
Desempenho Movido a Conhecimento - Como Transformar o Capital Intelectual em ...
 
Gestao do Conhecimento - Praticas de Gestao
Gestao do Conhecimento - Praticas de GestaoGestao do Conhecimento - Praticas de Gestao
Gestao do Conhecimento - Praticas de Gestao
 
Gestão da informacão e do Conhecimento
Gestão da informacão e do ConhecimentoGestão da informacão e do Conhecimento
Gestão da informacão e do Conhecimento
 
O BINÔMIO QUE GARANTE O SUCESSO DE SEU PROJETO: Gestão do Conhecimento e Gest...
O BINÔMIO QUE GARANTE O SUCESSO DE SEU PROJETO: Gestão do Conhecimento e Gest...O BINÔMIO QUE GARANTE O SUCESSO DE SEU PROJETO: Gestão do Conhecimento e Gest...
O BINÔMIO QUE GARANTE O SUCESSO DE SEU PROJETO: Gestão do Conhecimento e Gest...
 
Gestão do Conhecimento e Centro de Memórias
Gestão do Conhecimento e Centro de MemóriasGestão do Conhecimento e Centro de Memórias
Gestão do Conhecimento e Centro de Memórias
 
KM Brasil 2010 - Tutorial "Gestão do Conhecimento: Da Estratégia aos Resultad...
KM Brasil 2010 - Tutorial "Gestão do Conhecimento: Da Estratégia aos Resultad...KM Brasil 2010 - Tutorial "Gestão do Conhecimento: Da Estratégia aos Resultad...
KM Brasil 2010 - Tutorial "Gestão do Conhecimento: Da Estratégia aos Resultad...
 
Dimensão de governança de tic pessoas
Dimensão de governança de tic pessoasDimensão de governança de tic pessoas
Dimensão de governança de tic pessoas
 
Mba lean it - competências 13 08 2010
Mba   lean it - competências 13 08 2010Mba   lean it - competências 13 08 2010
Mba lean it - competências 13 08 2010
 
Programa de Gestão do Conhecimento Organizacional (Workshop)
Programa de Gestão do Conhecimento Organizacional (Workshop)Programa de Gestão do Conhecimento Organizacional (Workshop)
Programa de Gestão do Conhecimento Organizacional (Workshop)
 
Gestao do conhecimento e inteligencia competitiva
Gestao do conhecimento e inteligencia competitivaGestao do conhecimento e inteligencia competitiva
Gestao do conhecimento e inteligencia competitiva
 
Especialização em gerenciamento de projetos por que investir - bh - 20out2010
Especialização em gerenciamento de projetos   por que investir - bh - 20out2010Especialização em gerenciamento de projetos   por que investir - bh - 20out2010
Especialização em gerenciamento de projetos por que investir - bh - 20out2010
 

Mais de Patrícia de Sá Freire, PhD. Eng.

Universidade Corporativa em Rede_Apresentação inicial deste mais evoluido mod...
Universidade Corporativa em Rede_Apresentação inicial deste mais evoluido mod...Universidade Corporativa em Rede_Apresentação inicial deste mais evoluido mod...
Universidade Corporativa em Rede_Apresentação inicial deste mais evoluido mod...Patrícia de Sá Freire, PhD. Eng.
 
Governança Multinível em Redes Organizacionais, um novo modelo de governança ...
Governança Multinível em Redes Organizacionais, um novo modelo de governança ...Governança Multinível em Redes Organizacionais, um novo modelo de governança ...
Governança Multinível em Redes Organizacionais, um novo modelo de governança ...Patrícia de Sá Freire, PhD. Eng.
 
Modelo UCR como inovação em Gestão de Pessoas. Palestra ABRH.2020
Modelo UCR como inovação em Gestão de Pessoas. Palestra ABRH.2020Modelo UCR como inovação em Gestão de Pessoas. Palestra ABRH.2020
Modelo UCR como inovação em Gestão de Pessoas. Palestra ABRH.2020Patrícia de Sá Freire, PhD. Eng.
 
Modelo de avaliação multinivel da universidade corporativa em rede. patricia ...
Modelo de avaliação multinivel da universidade corporativa em rede. patricia ...Modelo de avaliação multinivel da universidade corporativa em rede. patricia ...
Modelo de avaliação multinivel da universidade corporativa em rede. patricia ...Patrícia de Sá Freire, PhD. Eng.
 
Universidade Corporativa em Rede. Patricia de Sá freire. Suceg2017
Universidade Corporativa em Rede. Patricia de Sá freire. Suceg2017Universidade Corporativa em Rede. Patricia de Sá freire. Suceg2017
Universidade Corporativa em Rede. Patricia de Sá freire. Suceg2017Patrícia de Sá Freire, PhD. Eng.
 
Engenharia da Integração em Fusões e Aquisições - Patricia de Sá Freire
Engenharia da Integração em  Fusões e Aquisições -  Patricia de Sá FreireEngenharia da Integração em  Fusões e Aquisições -  Patricia de Sá Freire
Engenharia da Integração em Fusões e Aquisições - Patricia de Sá FreirePatrícia de Sá Freire, PhD. Eng.
 
Vendas Modelo Responsabilidades DireçãO De OperaçãO De Vendas
Vendas Modelo  Responsabilidades   DireçãO De OperaçãO De VendasVendas Modelo  Responsabilidades   DireçãO De OperaçãO De Vendas
Vendas Modelo Responsabilidades DireçãO De OperaçãO De VendasPatrícia de Sá Freire, PhD. Eng.
 
Conhecimento como gerador de valor ao negócio patricia.de.sá.freire.ebx
Conhecimento como gerador de valor ao negócio patricia.de.sá.freire.ebxConhecimento como gerador de valor ao negócio patricia.de.sá.freire.ebx
Conhecimento como gerador de valor ao negócio patricia.de.sá.freire.ebxPatrícia de Sá Freire, PhD. Eng.
 
Cultura Organizacional Grupos Colaborativos MudançA Organizacional
Cultura Organizacional Grupos Colaborativos MudançA OrganizacionalCultura Organizacional Grupos Colaborativos MudançA Organizacional
Cultura Organizacional Grupos Colaborativos MudançA OrganizacionalPatrícia de Sá Freire, PhD. Eng.
 
Ambiente Colaborativo Benchmarking Interno Compartilhamento De Boas PráTicas.
Ambiente Colaborativo Benchmarking Interno  Compartilhamento De Boas PráTicas.Ambiente Colaborativo Benchmarking Interno  Compartilhamento De Boas PráTicas.
Ambiente Colaborativo Benchmarking Interno Compartilhamento De Boas PráTicas.Patrícia de Sá Freire, PhD. Eng.
 

Mais de Patrícia de Sá Freire, PhD. Eng. (16)

Universidade Corporativa em Rede_Apresentação inicial deste mais evoluido mod...
Universidade Corporativa em Rede_Apresentação inicial deste mais evoluido mod...Universidade Corporativa em Rede_Apresentação inicial deste mais evoluido mod...
Universidade Corporativa em Rede_Apresentação inicial deste mais evoluido mod...
 
Governança Multinível em Redes Organizacionais, um novo modelo de governança ...
Governança Multinível em Redes Organizacionais, um novo modelo de governança ...Governança Multinível em Redes Organizacionais, um novo modelo de governança ...
Governança Multinível em Redes Organizacionais, um novo modelo de governança ...
 
Modelo UCR como inovação em Gestão de Pessoas. Palestra ABRH.2020
Modelo UCR como inovação em Gestão de Pessoas. Palestra ABRH.2020Modelo UCR como inovação em Gestão de Pessoas. Palestra ABRH.2020
Modelo UCR como inovação em Gestão de Pessoas. Palestra ABRH.2020
 
inteligência_emocional_e_Iinovação em gestão_de_pessoas
 inteligência_emocional_e_Iinovação em gestão_de_pessoas inteligência_emocional_e_Iinovação em gestão_de_pessoas
inteligência_emocional_e_Iinovação em gestão_de_pessoas
 
Resumo universidade corporativa em rede - 2019
Resumo  universidade corporativa em rede - 2019Resumo  universidade corporativa em rede - 2019
Resumo universidade corporativa em rede - 2019
 
Modelo de avaliação multinivel da universidade corporativa em rede. patricia ...
Modelo de avaliação multinivel da universidade corporativa em rede. patricia ...Modelo de avaliação multinivel da universidade corporativa em rede. patricia ...
Modelo de avaliação multinivel da universidade corporativa em rede. patricia ...
 
Universidade Corporativa em Rede. Patricia de Sá freire. Suceg2017
Universidade Corporativa em Rede. Patricia de Sá freire. Suceg2017Universidade Corporativa em Rede. Patricia de Sá freire. Suceg2017
Universidade Corporativa em Rede. Patricia de Sá freire. Suceg2017
 
Engenharia da Integração em Fusões e Aquisições - Patricia de Sá Freire
Engenharia da Integração em  Fusões e Aquisições -  Patricia de Sá FreireEngenharia da Integração em  Fusões e Aquisições -  Patricia de Sá Freire
Engenharia da Integração em Fusões e Aquisições - Patricia de Sá Freire
 
Gestão de Mudanças Organizacionais_patricia de sá freire
Gestão de Mudanças Organizacionais_patricia de sá freireGestão de Mudanças Organizacionais_patricia de sá freire
Gestão de Mudanças Organizacionais_patricia de sá freire
 
Vendas Modelo Responsabilidades DireçãO De OperaçãO De Vendas
Vendas Modelo  Responsabilidades   DireçãO De OperaçãO De VendasVendas Modelo  Responsabilidades   DireçãO De OperaçãO De Vendas
Vendas Modelo Responsabilidades DireçãO De OperaçãO De Vendas
 
Conhecimento como gerador de valor ao negócio patricia.de.sá.freire.ebx
Conhecimento como gerador de valor ao negócio patricia.de.sá.freire.ebxConhecimento como gerador de valor ao negócio patricia.de.sá.freire.ebx
Conhecimento como gerador de valor ao negócio patricia.de.sá.freire.ebx
 
Cultura Organizacional Grupos Colaborativos MudançA Organizacional
Cultura Organizacional Grupos Colaborativos MudançA OrganizacionalCultura Organizacional Grupos Colaborativos MudançA Organizacional
Cultura Organizacional Grupos Colaborativos MudançA Organizacional
 
Ambiente Colaborativo Benchmarking Interno Compartilhamento De Boas PráTicas.
Ambiente Colaborativo Benchmarking Interno  Compartilhamento De Boas PráTicas.Ambiente Colaborativo Benchmarking Interno  Compartilhamento De Boas PráTicas.
Ambiente Colaborativo Benchmarking Interno Compartilhamento De Boas PráTicas.
 
Curso Liderança para a Inovação Patriciasafreire
Curso Liderança para a Inovação PatriciasafreireCurso Liderança para a Inovação Patriciasafreire
Curso Liderança para a Inovação Patriciasafreire
 
Pdv. Operador Logístico
Pdv. Operador LogísticoPdv. Operador Logístico
Pdv. Operador Logístico
 
Planejamento Estratégico da Inovação
Planejamento Estratégico da InovaçãoPlanejamento Estratégico da Inovação
Planejamento Estratégico da Inovação
 

Gestão do Conhecimento: Primeiros passos para pesquisa e implementação

  • 1. GESTÃO DO CONHECIMENTO primeiros passos para pesquisa e implementação nas organizações. Como citar este documento: FREIRE, Patricia de Sá. Gestão do Conhecimento, os primeiros passos para pesquisa e implementação nas organizações. Apresentação em Power Point. 50 slides.
  • 2. A GC NÃO GERA APENAS ACESSO À INFORMAÇÕES, MAS À APRENDIZAGEM MULTINÍVEL PARAA MUDANÇA DA PRÁTICA.
  • 3. Vamos falar de Gestão do Conhecimento 1. Contexto para GC. 2. Importância, definição e missão de GC. 3. Barreiras para GC. 4. Processo de Gestão do Conhecimento e a interrelação teórica de AO, de GC e de GP. 5. Primeiros passos para implementação de GC. 6. Plano de ação de GC e Questões Estratégicas.
  • 4. Patricia de Sá Freire, Dra.Eng. NOVOS DESAFIOS...
  • 5. Os clientes e colaboradores são “novos” Patricia de Sá Freire, Dra.Eng. Como tratar o ambiente multigeracional?
  • 6. As tecnologias são “novas” Patricia de Sá Freire, Dra.Eng. Como incorporar as novas tecnologias no negócio ou novo negócio?
  • 7. As mídias são “novas” Patricia de Sá Freire, Dra.Eng. Como promover a inclusão, integração e interação para criar o novo?
  • 8. Ficou mais COMPETITIVO engajar pessoas e reter talentos. Patricia de Sá Freire, Dra.Eng. Como criar lealdade e mobilização para a geração de real capital relacional?
  • 9. Os tempos estão mais curtos Patricia de Sá Freire, Dra.Eng. Como otimizar os processos, atividades e tarefas de maneira a não perder oportunidades e vencer desafios ?
  • 10. Há um excesso de informações não estruturadas e não confiáveis Patricia de Sá Freire, Dra.Eng. Como GERENCIAR a curva de aprendizagem dos funcionários?
  • 11. As decisão estão mais complexas Patricia de Sá Freire, Dra.Eng. Como gerar, selecionar e priorizar ideias para diminuir o risco de tomadas de decisão solitárias?
  • 12. ... se não há tempo para uma busca e análise mais cuidadosa. Patricia de Sá Freire, Dra.Eng.
  • 13. Patricia de Sá Freire, Dra.Eng. E, neste contexto... O mundo percebeu a importância da Gestão do Conhecimento ... para a retenção de conhecimentos essenciais, compartilhamento de boas práticas e lições aprendidas diminuição dos erros nas tomadas de decisão solitárias; reaproveitamento dos conhecimentos criados, e para a Mudança!
  • 14. QUALA IMPORTÂNCIA DA IMPLANTAÇÃO DA GESTÃO DO CONHECIMENTO?
  • 15. Construir uma base dinâmica e retroalimentável de conhecimentos para alinhar compreensões individuais, aprimorar processos, mitigar custos e riscos, aumentar relacionamentos e gerar valor distintivo.  Consolidar base de conhecimentos para todos;  Aproximar pessoas para fazer acontecer as ideias;  Reaproveitar conhecimento gerados durante as rotinas e “projetos presentes” em valor para as rotinas e “projetos futuros”;  Eliminar retrabalho e desperdícios de conhecimentos. RESUMO É PRECISO
  • 16. CONSEGUIRIA RESPONDER 2 PERGUNTAS? 1. Qual o grau de reutilização do conhecimento em sua organização? 2. Qual a maturidade para implementar e manter ,de forma sistemática, os processos de GC?
  • 17. NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA Organizações de maior eficiência são as que gerenciam de modo mais eficiente os processos de GC para aquisição, compartilhamento e utilização de conhecimentos a qualquer tempo por (e para) qualquer pessoa.
  • 18. Para ser eficiente em gestão são necessárias: estruturas, práticas, técnicas e ferramentas de GIC que apoiem a identificação, mapeamento, inventário e tratamento dos conhecimentos criados DURANTE AS ROTINAS E PROJETOS para que possam ser armazenados, compartilhados, e aplicados em desafios e projetos futuros, de maneira mais ágil e confiável. SOCIEDADE DO CONHECIMENTO
  • 19. A Gestão do Conhecimento deve ser entendida como: O uso e combinação de fontes (humanas e não humanas) e de tipos de conhecimentos (tácitos, implícitos e explícitos) para apoiar as tomadas de decisão (estratégicas, táticas e operacionais) agregando valor aos produtos (bens e serviços) de maneira a criar riqueza e aumentar a competitividade de todo o ecossistema organizacional. (Freire, et al.2014).
  • 20. A Gestão do Conhecimento deve ser entendida como: O uso e combinação de fontes (humanas e não humanas) e de tipos de conhecimentos (tácitos, implícitos e explícitos) para apoiar as tomadas de decisão (estratégicas, táticas e operacionais) agregando valor aos produtos (bens e serviços) de maneira a criar riqueza e aumentar a competitividade de todo o ecossistema organizacional. (Freire, et al.2014). GC interacionista
  • 21.  criação de redes de aprendizagem intra e interorganizacionais;  socialização e o compartilhamento de conhecimentos individuais e de grupos;  aquisição e o compartilhamento de conhecimentos, intra e inter, rotinas e projetos multiníveis e multidimensionais;  uso de sistemas inteligentes eliminando dispersão e entropias;  suporte para a otimização de resultados e agilidade na tomada de decisão baseada em dados e evidências;  mitigação de custos e riscos de retrabalhos;  armazenamento dinâmico de boas praticas e lições aprendidas;  memória viva e institucionalizada. Assim, estar maduro em GC significa estar pronto para:
  • 22. MISSÃO DA GESTÃO DO CONHECIMENTO Gerenciar o conhecimento organizacional de maneira a eliminar o desperdício do conhecimento e o retrabalho de servidores e contribuintes para otimizar esforços e aumentar o rendimento, aproximando a organização da qualidade em serviços.
  • 23. BARREIRAS PARA GC Patricia de Sá Freire, Dra.Eng.
  • 24. Patricia de Sá Freire, Dra.Eng. Falta de apropriação de problemas de GC Dificuldade em codificar conhecimento tácito Expetise em GC insuficiente Excesso de informação Saída de colaboradores Aposentadoria dos colaboradores Falta de treinamento Falta de motivação e recompensas Falta de compromisso dos colaboradores Falta de respeito e confiança entre colaboradores Medo de perder importância ao compartilhar o conhecimento Falta de tempo e prioridade por parte dos envolvidos Cultura organizacional Falta de infraestrutura tecnológica Falta de estrutura organizacional Falta de metodologia Falta de recursos financeiros GC não integrada aos processos de negócio Falta de comprometimento da alta gestão Incompreensão acerca do que é GC Hierarquia e relação das 20 barreiras na implementação de GC . Fonte: Traduzido de Kant e Singh (2008)
  • 25. Patricia de Sá Freire, Dra.Eng. Falta de apropriação de problemas de GC Dificuldade em codificar conhecimento tácito Expetise em GC insuficiente Excesso de informação Saída de colaboradores Aposentadoria dos colaboradores Falta de treinamento Falta de motivação e recompensas Falta de compromisso dos colaboradores Falta de respeito e confiança entre colaboradores Medo de perder importância ao compartilhar o conhecimento Falta de tempo e prioridade por parte dos envolvidos Cultura organizacional Falta de infraestrutura tecnológica Falta de estrutura organizacional Falta de metodologia Falta de recursos financeiros GC não integrada aos processos de negócio Falta de comprometimento da alta gestão Incompreensão acerca do que é GC Hierarquia e relação das barreiras na implementação de GC . Fonte: Traduzido de Kant e Singh (2008)
  • 26. Patricia de Sá Freire, Dra.Eng. Falta de apropriação de problemas de GC Dificuldade em codificar conhecimento tácito Expetise em GC insuficiente Excesso de informação Saída de colaboradores Aposentadoria dos colaboradores Falta de treinamento Falta de motivação e recompensas Falta de compromisso dos colaboradores Falta de respeito e confiança entre colaboradores Medo de perder importância ao compartilhar o conhecimento Falta de tempo e prioridade por parte dos envolvidos Cultura organizacional Falta de infraestrutura tecnológica Falta de estrutura organizacional Falta de metodologia Falta de recursos financeiros GC não integrada aos processos de negócio Falta de comprometimento da alta gestão Incompreensão acerca do que é GC Hierarquia e relação das barreiras na implementação de GC . Fonte: Traduzido de Kant e Singh (2008)
  • 27. Patricia de Sá Freire, Dra.Eng. Falta de apropriação de problemas de GC Dificuldade em codificar conhecimento tácito Expetise em GC insuficiente Excesso de informação Saída de colaboradores Aposentadoria dos colaboradores Falta de treinamento Falta de motivação e recompensas Falta de compromisso dos colaboradores Falta de respeito e confiança entre colaboradores Medo de perder importância ao compartilhar o conhecimento Falta de tempo e prioridade por parte dos envolvidos Cultura organizacional Falta de infraestrutura tecnológica Falta de estrutura organizacional Falta de metodologia Falta de recursos financeiros GC não integrada aos processos de negócio Falta de comprometimento da alta gestão Incompreensão acerca do que é GC Hierarquia e relação das barreiras na implementação de GC . Fonte: Traduzido de Kant e Singh (2008)
  • 28. MAS COMO? Implementando processos de CRIAR conhecimento, GERENCIAR conhecimento e GOVERNAR conhecimentos. Patrica de Sá Freire, Dra. ENGIN/EGC/UFSC.2017
  • 29. Governança do conhecimento Governança da aprendizagem 1- Nonaka e Takeuchi, 2004 2 – Crossan, Lane e White, 1999 3 – Freire, Silva e Souza, 2019 com base em Foss e Nootboom 4 – Freire, Silva e Couto, 2017 5 – Rizzati, 2020
  • 30. PRIMEIROS PASSOS Patricia de Sá Freire, Dra.Eng.
  • 31. PRIMEIROS PASSOS • AUDITORIA DO CONHECIMENTO • DIAGNÓSTICO DE GESTÃO DO CONHECIMENTO Quais conhecimentos são críticos para a organização? Qual o nível de maturidade da organização para gerenciar estes conhecimentos?
  • 32. CRITICIDADE DO CONHECIMENTO PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS (Marques et al, 2019) • Objetivo: Proposição de Mapa DIC para identificação de conhecimentos críticos. • Meio: Grupos focais, entrevistas, aplicação de questionários, analise de conteúdo e compreensão das interrelações entre Dados, Informações e Conhecimentos. • Sujeitos da pesquisa: Especialistas de Domínio e usuários do conhecimento. Fonte: Fraga, B.2019, p.43 disponível em http://btd.egc.ufsc.br/wp-content/uploads/2019/06/BRUNA- FRAGA.pdf
  • 34. ANÁLISE DE 7 DIMENSÕES ORGANIZACIONAIS Dimensões que, de alguma maneira, influenciam e determinam os resultados da GC: 1. Estratégia, 2. liderança, 3. processos organizacionais e de conhecimento, 4. gestão de pessoas e os comportamentos individuais para a colaboração e o compartilhamento, 5. existência e uso de tecnologias interativas, integrativas e inclusivas, 6. aprendizagem e transferência para a prática e, por fim 7. resultados da própria GC. Fonte: adaptado das ferramentas da APO e OKA do Banco Mundial
  • 35. MATURIDADE DE GC Procedimentos Metodológicos de Levantamento de Dados. 1. Questionário aos Colaboradores • Oriundos de diferentes setores e unidades; • Alto conhecimento da realidade; • Diferentes perfis quanto à idade, tempo de casa, cargos, percepção de mundo. 2. Verificação de Consistência dos Resultados • questionário e discussão em grupo focal de GC.
  • 36. Resultado do Diagnóstico da Maturidade da GIC Fonte: ENGIN/EGC/UFSC (2016)
  • 37. Validação dos resultados da avaliação da Maturidade de GC Legenda: •Linha vermelha = média das respostas dos participantes do Grupo GC •Linha azul = média das respostas dos servidores
  • 38. Grau de Maturidade de GC Fonte: adaptado da APO (2009)
  • 39. Qual o grau de utilização da GC? Figura 2: Régua do Grau de Utilização de GC 0 não reconhece a necessidade de implantação da GC 1 já reconhece a necessidade da implantação da GC e existem algumas práticas na gestão (ou em processo) 2 Já iniciou a implantação da GC e a coordenação das diversas práticas, técnicas e ferramentas de GC em entropia na organização 3 Coordenada com qualidade alguns dos processos de GC 4 Coordenada com qualidade todos os processos de GC 5 Mensura sistêmica- mente os Resultados de GC Fonte: ENGIN/EGC/UFSC (2016).
  • 41. MATURIDADE NÍVEL 1 • “Estou [...] dependendo exclusivamente do meu interesse em adquirir conhecimento, sinto falta de um suporte, de uma informação precisa do que devo fazer e o que esperam de mim. Entrei para substituir um servidor aposentado que fazia o mesmo serviço há 10 anos e todo seu conhecimento foi embora com ele. Tive apenas 2 semanas para tentar aprender o serviço que ele fazia. Ele se foi e eu fiquei totalmente por conta. Graças a Deus, encontrei um colega que teve boa vontade de me ajudar em alguns momentos, mas, aprendi o serviço por tentativa, erros e acertos. “
  • 42. Por fim, 20 questões devem ser respondidas....
  • 43. 20 QUESTÕES ESTRATÉGICAS DE GC A serem respondidas
  • 44. 1. A organização identifica e explora o conhecimento existente? 2. Há uma orientação para produção de conhecimentos e adoção de novas formas para aproveitar, difundir, combinar e lucrar com o conhecimento? 3. É visível a existência de um modelo de gestão que possibilita a melhoria da infraestrutura de conhecimento da organização, com o objetivo de fornecer o conhecimento certo para as pessoas certas, na hora certa e no momento certo? 4. Existem processos de negócio para alavancar a capacidade de processamento de informações avançadas e tecnologias de comunicação para transformação da informação em ação? 5. A organização se preocupa em adquirir e desenvolver novas oportunidades a partir de informações e conhecimentos já existentes? 6. A gestão organizacional abrange um conjunto de processos que governam os aspectos de criação, desenvolvimento, preservação, armazenamento, disseminação e utilização da informação e conhecimento para atingir os objetivos organizacionais?
  • 45. 7. Está modelado um processo de busca da expertise individual e coletiva em qualquer lugar em sua organização para distribuição para onde houver o maior retorno? 8. A organização vai além de simplesmente capturar, estocar e transferir informações, pois soma as percepções, interpretações e organizações de informações e conhecimentos em diferentes perspectivas individuais e de grupos? 9. Existe a percepção por parte dos usuários de que há a disponibilização do conhecimento certo para as pessoas certas, no momento certo para a tomada de decisão certa? 10. A GC é aplicada para maximizar a eficiência e o retorno sobre os ativos de conhecimento da organização? 11. A organização utiliza tecnologias para a formalização das experiências, conhecimentos e expertise, tornando-os acessíveis a todos? 12. existe um conjunto de práticas que visam à manutenção e retenção do conhecimento?
  • 46. 13. Existem controles explicitando as informações e conhecimentos dentro da organização alinhados aos objetivos estratégicos? 14. São vivenciados em grupo os processos de criação, validação, apresentação, distribuição e aplicação de boas práticas e lições aprendidas? 15. identifica-se o uso e a combinação de diferentes fontes (humanas e não humanas) e tipos de conhecimento (tácito, implícito e explícito) visando o desenvolvimento de novas competências individuais, de grupo e organizacionais? 16. Há uma sistemática para aplicação de medidas para guiar, controlar e promover recursos de conhecimento tangíveis e intangíveis, para utilizar o conhecimento de dentro e de fora da organização? 17. Existe a preocupação estratégica na criação de novo conhecimento, gerar inovação e promover melhorias?
  • 47. 18. existem ações para criar, adquirir, compartilhar e utilizar ativos de conhecimento para a geração de ideias, solução de problemas e tomada de decisões por meio de metodologias, processos, técnicas, tecnologias e ferramentas de GC? 19. é criado ambientes onde os dados e informações possam ser metodicamente organizados garantindo a sua disponibilidade? 20. São estabelecidos contatos virtuais e presenciais eficientes e eficazes, entre àqueles que precisam saber e àqueles que sabem para a conversão do conhecimento individual para organizacional?
  • 48. PLANO DE AÇÃO Gestão de Conhecimento
  • 49. Objetivos do Plano de Ação de GC • Instituir o Grupo Colaborativo de Gestão do Conhecimento; • Realizar a auditoria de Conhecimento, para mapear os conhecimentos críticos; • Elaborar o MAPA DIC; • Realizar o diagnóstico da maturidade de GC; • Desativar as barreiras para a implementação da GC; • Implantar os processos de GC; • Consolidar base de conhecimentos para todos • Definir os métodos e técnicas a serem utilizados para cada processo de GC; • Capacitar todos os líderes e servidores para a: • importância da GIC e • quanto às suas responsabilidades na identificação, compartilhamento e institucionalização dos conhecimentos críticos. • Implementar as redes organizacionais de aprendizagem multinível de apoio à GC. • Estabelecer mecanismos para governança da governança e gestão do conhecimento.
  • 50. GESTÃO DO CONHECIMENTO Obrigada, patricia.sa.freire@ufsc.br Como citar este documento: FREIRE, Patricia de Sá. Gestão do Conhecimento, os primeiros passos para pesquisa e implementação nas organizações. Apresentação em Power Point. 50 slides.