“Todas as almas que não puderam libertar-se das influências
terrestres devem renascer, nesse mundo, para nele trabalhar pe...
S
1- Estudo do Livro dos Espíritos
Cap VII - Da Volta Do Espírito À Vida Corporal
2- Estudo do ESE
Cap XXVIII – Coletânea ...
339. No momento de encarnar, o Espírito
sofre perturbação semelhante à que
experimenta ao desencarnar?
“Muito maior e sobr...
O estado do princípio inteligente, nos
primeiros tempos, é comparável ao do
Espírito encarnado, durante o sono corporal:
à...
340. É solene para o Espírito o instante da
sua encarnação? Pratica ele esse ato
considerando-o grande e importante?
“Proc...
340. É solene para o Espírito o instante da
sua encarnação? Pratica ele esse ato
considerando-o grande e importante?
Assim...
– Já estive mais animado – disse-me ele, triste –; entretanto,
agora, falece-me a energia... Sinto-me fraco, incapacitado....
No entanto, o renascimento na carne,
com os valores espirituais que já
possuímos, representa um fato
gravíssimo em nosso p...
Cap. XXVIII
Coletânea de
Preces
Espíritas
3. PRECE.
I. Pai nosso, que estás no céu, santificado seja o
teu nome!
II. Venha o teu reino!
Coletânea de Preces Espírita...
https://www.youtube.com/watch?v=TFFfzWWS9-I
“Faça-se a tua vontade,
assim na Terra como no
Céu.”
Livro dos Espiritos Q339 ESE Cap 28 item 3
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Livro dos Espiritos Q339 ESE Cap 28 item 3

333 visualizações

Publicada em

Reuniao Publica GECD - Dubai

Publicada em: Espiritual
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
333
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
41
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Livro dos Espiritos Q339 ESE Cap 28 item 3

  1. 1. “Todas as almas que não puderam libertar-se das influências terrestres devem renascer, nesse mundo, para nele trabalhar pelo seu melhoramento; é o caso da imensa maioria” (Léon Denis– Depois da Morte)
  2. 2. S 1- Estudo do Livro dos Espíritos Cap VII - Da Volta Do Espírito À Vida Corporal 2- Estudo do ESE Cap XXVIII – Coletânea de Preces Espíritas Dubai, 13-09-2015 Por Patrícia Farias
  3. 3. 339. No momento de encarnar, o Espírito sofre perturbação semelhante à que experimenta ao desencarnar? “Muito maior e sobretudo mais longa. Pela morte, o Espírito sai da escravidão; pelo nascimento, entra para ela.” ESDE Tomo Unico Roteiro 2 – Perturbação Espiritual pag.25 ESDE Tomo 1 Roteiro 4 – Uniao da Alma ao corpo pag 215
  4. 4. O estado do princípio inteligente, nos primeiros tempos, é comparável ao do Espírito encarnado, durante o sono corporal: à medida que se aproxima o nascimento, suas idéias se obumbram, vai-se-lhe a noção do passado, do qual não mais tem consciência, desde que nasce na Terra. E que a operação se verifique em sentido inverso, isto é, voltando o Espírito ao espaço e retomando o seu dinamismo vibratório anterior, explícita se nos depara a restauração da sua memória. 1895
  5. 5. 340. É solene para o Espírito o instante da sua encarnação? Pratica ele esse ato considerando-o grande e importante? “Procede como o viajante que embarca para uma travessia perigosa e que não sabe se encontrará ou não a morte nas ondas que se decide a afrontar.” O viajante que embarca sabe a que perigo se lança, mas não sabe se naufragará. O mesmo se dá com o Espírito: conhece o gênero das provas a que se submete, mas não sabe se sucumbirá.
  6. 6. 340. É solene para o Espírito o instante da sua encarnação? Pratica ele esse ato considerando-o grande e importante? Assim como, para o Espírito, a morte do corpo é uma espécie de renascimento, a reencarnação é uma espécie de morte, ou antes, de exílio, de clausura. Ele deixa o mundo dos Espíritos pelo mundo corporal, como o homem deixa este mundo por aquele. Sabe que reencarnará, como o homem sabe que morrerá. Mas, como este com relação à morte, o Espírito só no instante supremo, quando chegou o momento predestinado, tem consciência de que vai reencarnar. Então, qual do homem em agonia, dele se apodera a perturbação, que se prolonga até que a nova existência se ache positivamente encetada. À aproximação do momento de reencarnar, sente uma espécie de agonia.
  7. 7. – Já estive mais animado – disse-me ele, triste –; entretanto, agora, falece-me a energia... Sinto-me fraco, incapacitado... Enquanto lutei por obter a transformação de meu futuro pai, experimentava mais confiança e serenidade... Agora, porém, que consegui a dádiva do retorno à luta, tenho receio de novos fracassos...
  8. 8. No entanto, o renascimento na carne, com os valores espirituais que já possuímos, representa um fato gravíssimo em nosso processo de elevação... Ai de mim, se cair outra vez!... Os Espíritos Construtores iniciam o processo de magnetização do corpo perispiritual de Segismundo. Durante esse processo, a medida em que sua forma perispiritual era reduzida, ele ia perdendo a lucidez e parecia cada vez menos consciente.
  9. 9. Cap. XXVIII Coletânea de Preces Espíritas
  10. 10. 3. PRECE. I. Pai nosso, que estás no céu, santificado seja o teu nome! II. Venha o teu reino! Coletânea de Preces Espíritas Se a submissão é um dever do filho para com o pai, do inferior para com o seu superior, quão maior não deve ser a da criatura para com o seu Criador! Fazer a tua vontade, Senhor, é observar as tuas leis e submeter-se, sem queixumes, aos teus decretos. O homem a ela se submeterá, quando compreender que és a fonte de toda a sabedoria e que sem ti ele nada pode. Fará, então, a tua vontade na Terra, como os eleitos a fazem no Céu. III. Faça-se a tua vontade, assim na Terra como no Céu.
  11. 11. https://www.youtube.com/watch?v=TFFfzWWS9-I “Faça-se a tua vontade, assim na Terra como no Céu.”

×