Livro

1.890 visualizações

Publicada em

Livro infantil da escritora Patricia Daltro e ilustrado por Marcelo Daltro.
Conta a história de uma menina malcriada e um acontecimento inesperado.

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.890
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
803
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
70
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Livro

  1. 1. 1
  2. 2. Era uma vez uma menina que não tinha educação da sua boca, coitada, só saia palavrão.2
  3. 3. Não dizia por favor, dá licença ou sim senhor,tampouco muito obrigada.Gritava, empurravaou brigava, era assim que funcionava. Não tinha amigos, a menina. Pois nenhuma criança queria ficar ali, bem do lado, de uma criança mal-educada. 3
  4. 4. Seus pais sempre lhe diziam, Filhinha para com isso. Mas pensa que adiantava? Ela não mudava nada.4
  5. 5. Então o pai esbravejava e apobre da mãe chorava. Um mês sem televisão, nem video-game, ou passeio! Você está de castigo! 5
  6. 6. Pois não é que um certo dia, desses que não podia, brincar no parque ou no quarto, por que estava de castigo...6
  7. 7. Ela abriu a boca e surpresa!em vez de palavras agora,de sua boca saiammontes de bolhas de sabão!Era só abrir a boca e lá vinha uma enxurrada E aquilo tinha um gosto tão ruim que parecia que ela tinha engolido uma barra de sabão. 7
  8. 8. E por mais que se esforçasse tudo que ela dizia, era tudo transformado em bolinhas coloridas que explodiam nos olhos e davam coceira no nariz.8
  9. 9. Correu para falar com a mãe,mas ela logo lhe disse:- Filhinha, de tanto falar palavrãosua boca foi lavada com uma barra de sabão. Pobre da garotinha, que era mal-educada e só falava palavrão, mas que agora, coitada, não dizia uma palavra, por que a toda vez que tentava lá vinha um monte de bolha e o gosto ruim na boca. 9
  10. 10. A menina foi pro quarto e ficou chorando lá o que ela faria se já não podia falar?10
  11. 11. Chorou tanto que dormiue quando dormiu sonhou. Com uma outra garotinha, bem parecida com ela, 11
  12. 12. que disse eu também era assim igualzinha a você. Fazia malcriação gritava com gente e com o cão até o dia em que minha boca também foi lavada com sabão12
  13. 13. para acabar com esse gosto não tem receita, nem nada,é só parar de falarque nem gente mal- criada. 13
  14. 14. 14
  15. 15. De manhã quando acordou, ela foi e experimentou, dizendo muito obrigada para a mamãe quando esta,foi acordá-la para a escola.E a voz saiu, que surpresa,agora sem nenhuma bolinha! 15
  16. 16. 16
  17. 17. E apartir deste dia ela só dizia:por favor, com licença, sim senhor,perdão e muito obrigada,E todos só comentavam,que menina bem-educada. 17

×