A gestão e o perfil profissional do gestor

3.071 visualizações

Publicada em

SLIDE UTILIZADO NO FORMAÇÃO CONTINUADA DOS PROGRAMAS SE LIGA E ACELERA - FOCO i 2012

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

A gestão e o perfil profissional do gestor

  1. 1. A Gestão e o PerfilProfissional do Gestor
  2. 2. Fique com o Petróleo e me passe os Livros Todo investimento em educação estáaltamente associado a social e ao rompimentodo ciclo intergeracional da pobreza, ou seja,educação gera riqueza e bem-estar para aspessoas.
  3. 3. Fredmam afirma...... Os países que apresentam grandesresultados em educaçãonormalmente são aqueles cujapopulação baseia seu sustento nosseus conhecimentos e na suacapacitação e não necessariamenteem seus recursos naturais.
  4. 4. Segundo os Últimos Resultados do PISAPaíses com poucos recursos naturais mascom notas elevadas do PISA. São eles:• Cingapura• Filândia• Coréia do Sul• Hong Kong e Japão
  5. 5. Segundo os Últimos Resultados do PISAPaíses com maiores rendas derivadas doPetróleo e as notas mais no PISA. Sãoeles:• Catar• Casaquistão
  6. 6. Países do Oriente Médio apresentaram a mesmatendência em um teste similar, o Tendências emestudos internacionais de Matemática e Ciências(Trends in International Mathematics and ScienceStudy (TIMSS) , na sigla em inglês.São eles:•Arábia Saudita•Kuwait•Omã•Argélia•Bahrein•Irã e SíriaEnquanto que, de forma interessante, os estudantesdo Líbano , da Jordânia e da Turquia – que tambémsão países do Oriente Médio com poucos recursos sesairam melhor.
  7. 7. Também tiveram um desmpenho ruim no PISA osalunos de vários países ricos em recursos naturais daAmérica Latina. São eles:• Brasil•México•ArgentinaA África não foi avaliada. O Canadá, a Austrália e aNoruega, que também são países de grandesriquezas naturais, tiveram boa classificação no Pisa.... Se quisermos saber qual será o desempenho deum país no século 21, não devemos nos basear nassuas reservas de petróleo nem nas suas minas deouro, e sim na qualidade de seus professores, noenvolvimento dos pais e no entusiasmo dos alunos.
  8. 8. « O nível de aprendizado atual na escola seconstitui em um poderoso instrumento para a previsão da riqueza e dos indicadores sociais dos países no longo prazo », explica Schleicher.
  9. 9. «Uma mensagem importante para o mundo industrializado . Neste período econômico difícil, elevar o nosso padrão de vida atual com atransferência de dívidas financeiras ainda maiores para o futuro é uma verdadeira tentação. Naverdade, os estímulos financeiros podem ser úteis durante uma recessão prolongada, mas «a única maneira sustentátel de sair dessa situação écrescendo, ao proporcionarmos a uma quantidade maior de indivíduos os conhecimentos e as qualificações para que eles possam competir, colaborar e se conectar de forma a impulsionar os seus países adiante », argumenta
  10. 10. Em suma, diz Schleicher, «o conhecimento e a capacitação tornaram-se a moeda global das economias do século 21, mas não existe nenhum banco central que imprima essa moeda. Todo mundo tem que decidir por conta própria o quanto irá imprimir ».É verdade que é ótimo possuir petróleo, gás e diamantes; estes produtos podem comprar empregos. Mas no longo prazo eles enfraquecem a nossa sociedade, a menos que sejam utilizados para construir escolas e uma cultura de aprendizado por toda vida. « Aquilo que o próprio indivíduo colocar por esforço próprio na sua mesa é o que vai fazer com que ele continue progredindo », conclui Schleicher ».

×