Despindo o ego

926 visualizações

Publicada em

O ser humano deve despir-se do ego e vestir-se do novo que é criado pela graça de receber Jesus como Salvador.

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
926
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Despindo o ego

  1. 1. Despindo o Ego Texto bíblico na Nova Tradução na Linguagem de Hoje Paulo Francisco dos Santos1 “Então Naamã desceu até o rio Jordão e mergulhou sete vezes, como Eliseu tinha dito. E ficou completamente curado. A sua carne ficou firme e sadia como a de uma criança.” 2 Reis 05.14 O sírio Naamã detém uma história de experiência com o Senhor Deusadmirável que serve de ensinamento e ponto de reflexão para que a porta datão esperada benção se abra. Uma síntese de sua trajetória pode ser traçadaassim: Ele era o comandante do exercito da Síria, era respeitado e rico, tinhatudo que um homem de posição privilegiada poderia ter, porém era leproso etrazia sobre si todas as marcas de uma doença que não possui cura e conduz amorte. Além disso, ele não conhecia o Deus verdadeiro e por isso, não tinhapaz, alegria e uma vida espiritual plena, pois sem o essencial que é acomunhão com o Pai e o conhecimento das Escrituras Sagradas ele estavadesamparado. Sua vida era cercada de Idolatria, pois ele morava num paísidolatra, nasceu em um berço idolatra e convivia com pessoas idolatras. Odeus de sua nação era Rimom uma divindade que segundo a crença deles osajudava em suas guerras, mas para Naamã não era somente Rimom seu únicoe exclusivo deus, ele também amava ser respeitado por todos, amava sua altaposição, sua fama, sua riqueza e seu castelo de cristal, ou seja, o seumundinho era motivo de grande orgulho até o momento em que percebeu queestava morrendo e a qualquer momento todos iriam saber que o grandegeneral da Síria não passava de um enfermo – exterior e interior – que amedicina, as ciências e os deuses daquela época não puderam sarar. Ele estavadestinado ao fim, entretanto, aos olhos do Deus verdadeiro sua vida eraimportante e alvo de uma intervenção que mudaria todo o curso de suapequena trajetória para que nos anais da história humana mais um testemunho1 Pastor, escritor, poeta e Teólogo. 1
  2. 2. Despindo o Ego Texto bíblico na Nova Tradução na Linguagem de Hojede preocupação e resgate divino fosse registrado a favor do imensurável amordo Criador. Através de uma porta voz do céu que a Bíblia não revela o nome,mas registra ser uma menina que trabalha em sua casa como serva (escrava)quem mostrou o caminho da benção que ele deveria seguir. Ser retirada de suacasa, família e país para ser escrava deveria ser motivo suficiente para queaquela menina odiasse Naamã, mas quem tem contato com a Palavra divina evive uma vida voltada para Deus é oposto ao que é considerado comum entreaqueles que estão distantes da verdade. Tomando posse do conhecimento deque em Israel havia um profeta que servia ao único e exclusivo Deus e esteiria lhe curar, não pensou duas vezes, antes pediu autorização ao rei e partiucom uma grande comitiva para receber o que sua alma ansiava – a cura. Aochegar a Samaria e mostrar as cartas de apresentação a pessoa errada, – a cartaestava direcionada ao rei e expressando o pedido para que este curasse Naamã– entretanto, sanado o erro, ele finalmente encontra o profeta Eliseu e sedecepciona. Os pensamentos de Deus não eram os pensamentos de Naamã eisso lhe causou frustração. Ele achava que o profeta teria de sair e invocar onome de Deus para que sua doença exterior fosse cura, mas ao invés disso,aquele profeta além de não recebe-lo como era de costume fazer comautoridades de seu porte, ainda lhe deu uma ordem expressa para se lavar norio Jordão caso quisesse realmente ser curado. Aquilo foi extremamenteincomodo, pois Naamã era acostumado a ser honrado por todos, não receberordens de ninguém e se despir diante de sua comitiva revelando seu estado dedoença levantou uma muralha de indignação. A vergonha e medo queriamimpedir que seu tão aguardado milagre acontecesse. Naamã vivia escondidoatrás de seu uniforme militar e ninguém podia enxergar sua doença. Seuprestigio, fama, dinheiro, alta posição e idolatra de si mesmo camuflavam ohomem fraco, deprimido e orgulhoso que não queria ser revelado paraninguém e que fugia de tudo e de todos. Tirar aquele traje era o passo decisivode sua vida, mas destituir o ego do controle e ainda despi-lo era algo tão difícilque ele titubeou e não quis faze-lo, fato este que perdurou até que um de seusservos inspirado por Deus lhe abriu os olhos dizendo que despir-se não erauma coisa de outro mundo, não era como enfrentar um exercito inimigo oucomo fazer algum tipo de proeza nos moldes de Sansão ou de Hercules, masalgo simples. Na verdade somente Deus pode fazer uma pessoa orgulhosaperceber que despir o ego realmente é algo extremamente simples. Quebrar oaltar de adoração de si mesmo e obedecer a Deus foi à escolha certa que levouNaamã a ser curado de sua lepra exterior e interior, pois após a enfermidadedesaparecer ele tomou a decisão de servir, adorar e amar aquEle querealmente é que vive e reina para todo sempre. 2
  3. 3. Despindo o Ego Texto bíblico na Nova Tradução na Linguagem de Hoje Camuflar a doença interior é o caminho adotado por aqueles quequerem permanecer doentes e preservarem a pose para que o mundo ao redorpossa ficar pensando que se é sadio e poderoso, quando na verdade a lepraestá ali imóvel e bem vestida. Despir o ego é uma atitude que muitos relutamem fazer, pois expõe aquilo que cada pessoa tenta esconder. Deus conhece esabe qual é a lepra de cada um e ninguém pode esconde-la dEle e seu desejo éconceder a cura. A lepra simboliza aquilo que precisa ser sarado e a únicapessoa que pode operar esse milagre é o Senhor Jesus, mas semelhante aNaamã quem se encontra leproso precisa querer a cura. Não hesite, antesescolha despir o ego, retirar a armadura, o uniforme que é símbolo do orgulho,da razão, do preconceito, do ódio, da incredulidade, do amor ao dinheiro, dovicio, da idolatria de falsos deuses, da idolatria de si mesmo e assim, decidirmergulhar no rio do perdão, do amor e da graça de Deus. Jesus disse quequem conhece a verdade é liberto (Jo 8.32)2 e libertasse do ego, despindo-o evestindo-se da nova natureza (Ef. 4.24)3 que é recebida por aquele que entregasua vida para Deus recebendo Jesus como Salvador pessoal. SP, Março de 2012.2 Evangelho Segundo João 8.32: “E conhecerão a verdade, e a verdade os libertará”.3 Efésios 4.24: “Vistam-se com a nova natureza, criada por Deus, que é parecida com a sua próprianatureza e que se mostra na vida verdadeira, a qual é correta e dedicada a ele.” 3

×