A necessidade que homem possui de Deus

607 visualizações

Publicada em

Há tem todo ser humano uma necessidade da pessoa de Deus que só em Jesus pode ser suprida.

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
607
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A necessidade que homem possui de Deus

  1. 1. A NECESSIDADE QUE O SER HUMANO POSSUI DE DEUS Texto bíblico na Nova Tradução na Linguagem de Hoje Paulo Francisco dos Santos1 “Jesus nasceu na cidade de Belém, na região da Judéia, quando Herodes era rei da terra de Israel. Nesse tempo alguns homens que estudavam as estrelas vieram do Oriente e chegaram a Jerusalém. Eles perguntaram: – Onde está o menino que nasceu para ser o rei dos judeus? Nós vimos a estrela dele no Oriente e viemos adorá-lo. Quando o rei Herodes soube disso, ficou muito preocupado, e todo o povo de Jerusalém também ficou. Então Herodes reuniu os chefes dos sacerdotes e os mestres da Lei e perguntou onde devia nascer o Messias. Eles responderam: – Na cidade de Belém, na região da Judéia, pois o profeta escreveu o seguinte: “Você, Belém, da terra de Judá, de modo nenhum é a menor entre as principais cidades de Judá, pois de você sairá o líder que guiará o meu povo de Israel.” Então Herodes chamou os visitantes do Oriente para uma reunião secreta e perguntou qual o tempo exato em que a estrela havia aparecido; e eles disseram. Depois os mandou a Belém com a seguinte ordem: – Vão e procurem informações bem certas sobre o menino. E, quando o encontrarem, me avisem, para eu também ir adorá-lo. Depois de receberem a ordem do rei, os visitantes foram embora. No caminho viram a estrela, a mesma que tinham visto no Oriente. Ela foi adiante deles e parou acima do lugar onde o menino estava. Quando viram a estrela, eles ficaram muito alegres e felizes. Entraram na casa e encontraram o menino com Maria, a sua mãe. Então se ajoelharam diante dele e o adoraram. Depois abriram os seus cofres e lhe ofereceram presentes: ouro, incenso e mirra. E num sonho Deus os avisou que não voltassem para falar com Herodes. Por isso voltaram para a sua terra por outro caminho.” Mateus 2.1-12 A história dos magos/visitantes do oriente é maravilhosa, pois relata como Deus chamou e revelou a homens que ainda não conheciam sua Palavra a verdade do Evangelho e o tão aguardado Messias. Quando o texto de Mateus descreve quem eles são enfatiza – “estudiosos das estrelas” – e mostra que Deus fala através daquilo que Ele criou. Estes magos tiveram uma revelação sobre Deus e seu rei escolhido (Jesus Cristo) através da natureza. A natureza fala que há um Deus criador e sabiamente o Salmo 19.1-32 descreve isso e para nosso texto em tela mostra que o que foi criado por Deus 1 Pastor, escritor, poeta, Teólogo e bacharel em direito. 1
  2. 2. A NECESSIDADE QUE O SER HUMANO POSSUI DE DEUS Texto bíblico na Nova Tradução na Linguagem de Hoje favorece o ser humano como testemunho que direciona-o para seu Criador. Realmente a natureza fala e seu discurso escrito no já citado Salmo pode ser reescrito e entendido assim: “Olhem criaturas terrestres as maravilhas que foram criadas... O Sol esta no devido lugar, o mar, o céu e tudo que existe está em sincronia... Tudo é perfeito e lindo... Isso não pode ter existido por obra do acaso, mas alguém que é um ser superior deve ter feito tudo isso, ou seja, DEUS!” Pense bem: “Se uma casa exige um construtor, se um livro exige um escritor, se tudo que há no mundo dos homens3 exige a interferência e construção de alguém, porque imaginar que o Universo é diferente?” Entretanto, alguns pensam de forma contrária e criam teses mirabolantes e ingênuas para tentar preencher o vazio que é do tamanho da pessoa de Deus e somente pode ser preenchido por Ele. Os visitantes do oriente que a tradição atribui à hierarquia de Reis eram pessoas necessitadas de Deus que estavam a sua procura e na natureza tiveram um vislumbre (faísca) da luz verdadeira. O falar da criação é maravilhoso, mas é insuficiente para revelar plenamente o Deus verdadeiro e a sua salvação, porém ela aponta o caminho que se deve seguir. Veja só, a natureza não só falou da grandeza de Deus, mas mostrou através da estrela para os visitantes do Oriente em qual lugar iria nascer quem iria direciona-los a verdade sobre Deus. “A natureza aponta para Jesus! Glórias ao seu nome eternamente!” Jesus é a plenitude da revelação divina para suprir a necessidade espiritual que na queda de Adão principiou um mergulho de desespero e angustia para toda humanidade que através de forças demoníacas e pérfidos pensamentos fizeram surgir religiões e a adoração daquilo que não é Deus. Porque se adora objetos criados por mãos humanas? Porque há tantas religiões? Porque ao se falar do mundo espiritual há tanta curiosidade? Porque nos tempos atuais há uma busca incansável por prazeres? Porque por mais que se faça ou conquiste há um sentimento permanente de falta? Há uma 2 O céu anuncia a glória de Deus e nos mostra aquilo que as suas mãos fizeram. Cada dia fala dessa glória ao dia seguinte, e cada noite repete isso à outra noite. Não há discurso nem palavras, e não se ouve nenhum som. 3 Pensar em mundo dos homens neste texto é refletir sobre tudo que existe em matéria de vestuário, tecnologia, lazer, moradia, organização política e social, bens de consumo etc devem e são desenvolvidas a partir de pessoas e seu trabalho. Nosso mundo atual é fruto da realização do ser humano. 2
  3. 3. A NECESSIDADE QUE O SER HUMANO POSSUI DE DEUS Texto bíblico na Nova Tradução na Linguagem de Hoje necessidade no ser humano que não será saciada por qualquer coisa ou artifício deste mundo transitório. Essa necessidade tem um motivo, tem nome e tem solução – “Deus”! Eles seguiram a estrela que apontou para Jesus... A sede e a fome espiritual também é um sinal da natureza humana que está apontando para Jesus... O permanente vazio que não acaba, mesmo tendo disponibilidade de tantas coisas é o sinal que aponta para Jesus... Os visitantes do Oriente não ignoraram o sinal divino e se direcionaram para Jesus e ainda ofereceram o que tinham de melhor para Ele e receberam o bem maior que é o poder reatar o vinculo perdido do Éden, voltar-se para Deus e ter a necessidade espiritual suprida pela Salvação que está em Cristo. Antes de conhecerem Jesus a natureza era quem os guiava, porém após ofertar, adorar e reconhecer o propósito divino já não foi ela ou outra parte criada que os avisou para irem por outro caminho por causa da fúria de Herodes contra o enviado – Emanuel – mas o próprio Deus falou pessoalmente com ambos. A mesma necessidade que os três estudiosos das estrelas tiveram é compartilhada por muitos e muitos nos nossos dias, porém para poder saná-la é necessário ter a mesma atitude que eles tiveram – “IR AO ENCONTRO DE JESUS”. SP, Outubro de 2013. 3

×